GEMPAR 2018 A importância dos projetos na gestão estratégica
Concretizando boas ideias por meio de projetos Inovação   sistematizada  e  gerenciada , em prol do concreto alcance de  o...
Concretizando boas ideias por meio de projetos Inovação Sistematização Gestão  (controle)
Inovação
Inovação “ Um projeto é caracterizado por  criar algo novo , algo que não havia sido feito antes da mesma maneira.”  (Manu...
Inovação Diferencial inovador, voltado para o futuro; não rotinas e experiências já consolidadas,  ainda que importantes ,...
Sistematização Ref.
Sistematização Responsabilidades  (quem) Objetivos (para que) Objeto ou  escopo  (o que) Prazo  (quando, por quanto tempo)...
Controle (gerenciamento) - perspectivas Ref
Controle (gestão) - perspectivas <ul><li>Integração (motivar e  comprometer  a equipe) </li></ul><ul><li>Escopo (não deixa...
Carta de Projetos, atividades cotidianas e estratégia Não são apenas os projetos grandiosos e inovadores que interessam à ...
Harmonia entre os planos estratégico e tático-operacional Os planos estratégico e tático-operacional não são mutuamente ex...
Um exemplo de interligação dos focos de planejamento (TCU) Plano  Estratégico Plano de Diretrizes Desdobramentos do plano ...
Carta de Projetos, atividades cotidianas e indicadores Não é apenas pelo controle dos projetos que a gestão estratégica é ...
Objetivos estratégicos do mapa, indicadores e projetos Em resumo: nem todo objetivo ou indicador há de resultar num projet...
Gestão de projetos – informações adicionais <ul><li>Para informações mais detalhadas sobre Gestão de Projetos, recomendamo...
Projetos estratégicos <ul><li>Projetos tendem a ser considerados prioritários, para a gestão estratégica, quanto maior ou ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informações Fundamentais sobre Projetos Estratégicos

440 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
440
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informações Fundamentais sobre Projetos Estratégicos

  1. 1. GEMPAR 2018 A importância dos projetos na gestão estratégica
  2. 2. Concretizando boas ideias por meio de projetos Inovação sistematizada e gerenciada , em prol do concreto alcance de objetivos estratégicos.
  3. 3. Concretizando boas ideias por meio de projetos Inovação Sistematização Gestão (controle)
  4. 4. Inovação
  5. 5. Inovação “ Um projeto é caracterizado por criar algo novo , algo que não havia sido feito antes da mesma maneira.” (Manual de Gestão de Projetos do TCU).
  6. 6. Inovação Diferencial inovador, voltado para o futuro; não rotinas e experiências já consolidadas, ainda que importantes , voltadas para o passado.
  7. 7. Sistematização Ref.
  8. 8. Sistematização Responsabilidades (quem) Objetivos (para que) Objeto ou escopo (o que) Prazo (quando, por quanto tempo) Recursos (com quais instrumentos)
  9. 9. Controle (gerenciamento) - perspectivas Ref
  10. 10. Controle (gestão) - perspectivas <ul><li>Integração (motivar e comprometer a equipe) </li></ul><ul><li>Escopo (não deixar perder o foco ) </li></ul><ul><li>Tempo (respeitar cronogramas ) </li></ul><ul><li>Custo (otimizar os recursos financeiros ) </li></ul><ul><li>Qualidade (primar pelo fiel e qualitativo alcance do objetivo do projeto) </li></ul><ul><li>Recursos humanos (otimizar recursos humanos ) </li></ul><ul><li>Comunicação (fazer-se entender , divulgar) </li></ul><ul><li>Riscos ( obstáculos ao bom êxito) </li></ul><ul><li>Investimentos (otimizar aquisições de bens e serviços) </li></ul>
  11. 11. Carta de Projetos, atividades cotidianas e estratégia Não são apenas os projetos grandiosos e inovadores que interessam à gestão estratégica. Muitas atividades cotidianas ou pontuais de membros e servidores têm importância estratégica, sem que necessariamente demandem projetos específicos ou inovadores ou precisem ser monitoradas pela equipe de planejamento.
  12. 12. Harmonia entre os planos estratégico e tático-operacional Os planos estratégico e tático-operacional não são mutuamente excludentes. Ao contrário, espera-se harmonia entre eles, respeitada a diversidade de focos . No entanto, a gestão estratégica vela para que as demandas cotidianas e urgentes não tirem todo o “espaço” ou toda a energia necessária ao alcance dos objetivos que a instituição considera essenciais para sua sobrevivência ou progresso. O importante e o urgente .
  13. 13. Um exemplo de interligação dos focos de planejamento (TCU) Plano Estratégico Plano de Diretrizes Desdobramentos do plano de diretrizes
  14. 14. Carta de Projetos, atividades cotidianas e indicadores Não é apenas pelo controle dos projetos que a gestão estratégica é monitorada ou instrumentalizada. O indicador estratégico monitora tanto os esforços despendidos com a realização de projetos inovadores quanto as atividades tradicionais, cotidianas ou pontuais, quando este monitoramento seja de especial interesse para o alcance do objetivo estratégico.
  15. 15. Objetivos estratégicos do mapa, indicadores e projetos Em resumo: nem todo objetivo ou indicador há de resultar num projeto estratégico. No entanto, uma vez constatada a necessidade ou conveniência de uma inovação (temática ou metodológica), a metodologia da gestão de projetos torna-se imperiosa para que se assegure a concretização de uma boa ideia.
  16. 16. Gestão de projetos – informações adicionais <ul><li>Para informações mais detalhadas sobre Gestão de Projetos, recomendamos fortemente a leitura do Manual elaborado pelo TCU , que sintetiza, de forma clara e objetiva, os principais elementos conceituais e procedimentais do PMBOK ( Project Management Body of Knowledge ), referencial internacional na área de Gestão de Projetos </li></ul>
  17. 17. Projetos estratégicos <ul><li>Projetos tendem a ser considerados prioritários, para a gestão estratégica, quanto maior ou mais factível o grau de inovação, de sistematização, de controle e quanto mais eficaz a utilização dos meios para os fins preponderantes para uma dada estratégia organizacional. </li></ul>

×