O leste europeu e os últimos socialistas

1.407 visualizações

Publicada em

ENSINO MÉDIO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.407
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O leste europeu e os últimos socialistas

  1. 1. ESCOLA DE EDUCAÇÃO BASICA CARLOS CHAGAS DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSORA: MAGRID AULER ALUNAS: EDUARDA E EMELLY
  2. 2. O LESTE EUROPEU E OS ÚLTIMOS SOCIALISTAS
  3. 3. INTRODUÇÃO O leste europeu constituído desde o fim da Segunda Guerra Mundial, por países conhecidos como “satélites soviéticos”. Veremos a seguir um pouco mais sobre essa nova era e os novos regimes adotados.
  4. 4. A EUROPA DIVIDIDA Após a Segunda Guerra Mundial, o continente Europeu ficou dividido em dois blocos: ●Europa Ocidental – capitalista, influenciada pelos Estados Unidos; ●Europa Oriental – socialista, submetidas as decisões do Governo Comunista da União Soviética; A União Soviética, estendeu sua influência sobre vários países Europeus. Assim, foram instalados governos socialistas na Europa Oriental.
  5. 5. O Novo Leste Europeu Após o fim dos regimes socialistas na região, a Alemanha se reunificou em 1990, a Iugoslávia se desintegrou e todas as economias fizeram a transição para o sistema capitalista. * Exceto Cuba, Vietnã e Coreia do Norte (Os últimos socialistas). Esses regimes introduziram empresas estatais, a volta à propriedade privada e a livre entrada de capitais estrangeiros e de empresas transnacionais. Passaram a conhecer problemas inexistentes em uma economia planificada (desemprego, inflação alta e alto custo de vida).
  6. 6. Países da Europa Central ● Polônia – Industrializada: rica em fontes de energia e minerais. Muito importante para a economia do país. Agricultura: destaca o cultivo de batata, centeio, trigo, cevada, aveia e oleaginosas e a criação de porcos e aves. ● Hungria – Possui poucos recursos naturais, precisa importar produtos de melhor qualidade. A economia baseia-se nas industrias e no setor de serviços, os setores mais importantes são: siderurgia, metalurgia do alumínio, fertilizantes, produtos farmacêuticos, cimento e indústria alimentícia. Os maiores problemas ambientais do país são a contaminação dos solos e a poluição das águas * Ambos ingressaram na União Europeia em 2004
  7. 7. Republica Tcheca e Eslováquia A antiga Tchecoslováquia, que foi dividida nesses dois países. Republica Tcheca: Uma indústria importante e diversificada, destacando as indústrias automobilística, química, de cerâmica, alimentícia e de bebidas, têxtil, de cristal, vidro e couro. Eslováquia: Menos industrializada que a República Tcheca. O governo do país incentiva a instalação de indústrias, prestadoras de serviços, projetos turísticos e facilidades para a entrada de capital estrangeiro, que favoreceu o crescimento econômico do país, já um dos maiores da Europa. *Ambos passaram a fazer parte da União Europeia em 2004, e em 2009 adotaram o euro, a moeda única europeia
  8. 8. As Repúblicas da ex-lugoslávia ● A Federação da Iugoslávia, é constituída por seis repúblicas e duas regiões autônomas. As repúblicas passaram por um processo de independência, que resultou em seis novos países. ● SÉRVIA ● CROÁCIA ● BÓSNIA-HERZEGOVINA ● MACEDÔNIA ● MONTENEGRO ● ESLOVÊNIA
  9. 9. Bulgária, Romênia e Albânia ● Bulgária – A indústria alimentícia e eletrotécnica são muito importantes para a economia. E os turistas contribuem também, visitando as praias do litoral do mar Negro. As antigas empresas estatais foram privatizadas e a economia búlgara começou a se desenvolver, ainda enfrentando alguns problemas. ● Romênia – Fez sua transição para a economia de mercado com crescimento, estabilidade e baixo desemprego, depois de um período de queda e difícil adaptação.
  10. 10. ● A economia mais forte e estável é a da Eslovênia, que merece destaque a metalurgia do alumínio e as indústrias eletrônica, automobilística, têxtil e química. ● A Croácia é o país mais industrializado, pois possui indústrias químicas, eletrônicas, de máquina, papel e petroquímicas. ● A atividade turística tem se desenvolvido muito na Eslovênia e na Croácia.
  11. 11. ● Albânia – Era o país mais pobre do antigo Leste Europeu, e agora é também um dos países mais pobres do continente, os principais problemas são a migração para países da União Européia, a corrupção, o crime organizado, pobreza, falta de alimentos e a violência. A economia é dependente da agricultura, e os principais ramos são as indústrias alimentícia, têxtil, de confecções, de cimento e química. O país possui recursos naturais ainda não explorados.
  12. 12. Os países bálticos ● Estônia, Letônia e Lituânia, são assim chamados por serem banhados pelo mar Báltico. As três ex-repúblicas soviéticas tornaram-se países independentes após a desintegração da União Soviética. ● Estônia – é o menos desenvolvido e o menos industrializado. ● Letônia – é o mais industrializado. ● Lituânia – é o mais extenso e populoso, e tem a principal agropecuária.
  13. 13. * Os principais problemas ambientais dos países Bálticos são a contaminação dos solos e a das águas subterrâneas.
  14. 14. OS ÚLTIMOS SOCIALISTAS - CUBA ● Desde sua independência foi controlada pelos Estados Unidos, então Fidel Castro e Ernesto “Che” Guevara acabaram com isso, ao derrubar o ditador Fulgêncio. Nos primeiros anos de governo Fidel decidiu se aliar a União Soviética, com esta ajuda durante a guerra fria, conseguiu padrões invejáveis no campo da saúde e da educação. ● Porém, com a crise na União Soviética, Cuba parou no tempo, então Fidel teve que aceitar modificações em seu governo para salvar o regime adotado no pais. ● A Venezuela substitui a União Soviética, fornecendo bastante ajuda assim como a China que tem investido na ilha, mantendo o país em uma dependência econômica. * Em 2008 Fidel Castro renunciou, passando a Presidência a seu irmão Raúl Castro.
  15. 15. VIETNÃ ● A República Socialista do Vietnã ficou independente em 1954, dividindo-se em dois Estados, Vietnã do Norte – socialista, e Vietnã do sul – capitalista. ● A guerra entre o Norte e o Sul, ao terminar reunificou o país sob o regime socialista, este conflito deixou milhares de vietnamitas e norte-americanos mortos. Mesmo continuando socialista o país teve que passar por reformas para adaptar-se à economia de mercado. ● O setor agrícola é o mais importante do país, outros são a mineração e a indústria. ● O Vietnã possui riquezas minerais e fontes de energia, essas aliadas a mão de obra barata e ao potencial de energia hidrelétrica, favoreceu o desenvolvimento industrial do país.
  16. 16. COREIA DO NORTE ● Formado por um comunismo rígido, de orientação stalinista e hereditário. ● Com um regime fechado, o país só se aproximou da China para acabar com o grave problema da fome que castigava a população. ● País rural, de economia planificada e ditadura fortíssima, construiu seu regime socialista com o isolamento. Com isso só obteve pobreza e fome, as industrias estatais falidas. ● Os maiores investimentos vieram da Coreia do Sul.
  17. 17. ● Não se pode ir de uma cidade para outra sem a aprovação do governo, o correio é controlado, rádio e televisão estão ao alcance de poucos, energia elétrica, alimentos e remédios são considerados objetos de luxo e cada família só pode ter uma lâmpada em casa. ● Como resultado de uma economia extremamente fechada, o governo condenou sua população a pobreza e a fome. Apesar das imensas dificuldades, e de toda a miséria, a Coreia do Norte conseguiu tornar-se uma potência nuclear e ameaça o mundo com seu grande arsenal de armas atômicas.
  18. 18. Países que compõem o Leste Europeu
  19. 19. Conclusão Neste trabalho vimos um pouco sobre o leste Europeu, os país no qual é constituído, suas economias, dificuldades e meios de adaptar-se aos novos regimes adotados.

×