Janeiro 2014

903 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
903
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
55
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Janeiro 2014

  1. 1. Jornal Pesca Ecologia 1
  2. 2. Jornal Pesca Ecologia 2
  3. 3. Jornal Pesca Ecologia 3 Telefone: (41) 3058-3636 / 9798-1047 Rua das Garças, 347 - Jardim D. Roza - CEP 83.045.560 - São José dos Pinhais/PR e-mail: jornal@pescaecologia.com.br contato@jornaldosartorato.com.br Deptº Jurídico Dr. Nilson dos Santos OAB/PR - 47625 Editor Editora Responsável Diagramação/Revisão Jornalista Técnico Reinaldo Sartorato Editora SS Pesca Paraná Ltda Eliane M. L. S Sartorato Repórter fotográfico e Cinematográfico Jornalista Profissional CNPJ 04.674.318/0001-09 Jornalista - MT-0009392/PR Marcelo S. Sartorato MT - 4619/PR Jornalista - MT-0009413/PR *As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do Jornal. O Jornal do Sartorato é editado mensalmente pela Editora SS Pesca Paraná, tendo o perfil informativo no esporte da pesca esportiva e a preservação do meio ambiente, sendo a sua distribuição totalmente gratuita. Os colaboradores desta edição declaram estar cientes de que o fazem gratuita e espontaneamente, de acordo com a sua disponibilidade de tempo e material, aproveitando a oportunidade para a divulgação temporária de suas “obras”, em espaço pré-doado em nosso veículo a terceiros, tendo livre autonomia para escolha do material publicado, sendo diretamente responsáveis pelas suas obras, submetendo-se assim a nossa disponibilidade de pauta e espaço, sem vínculo de periodicidade ou continuidade. Fotos: Divulgação / Pescadores - Colaboradores: Pescadores: participantes - Causos: (Oriel Ballan) - Meio Ambiente: Força Verde - Charges: Carlos Roque Seixas Lojas de Pesca, Náuticas, Agências de Turismo, Pesque-Pagues, Ind. de Prod. Pesca - Prest. de serviços Nome Fone Advocacia - Dr. Nilson Agro Pesca Araucária Agro Pesca Iguaçu - S.José Agro Pesca Iguaçu Alvorada Auto Peças Armazém da Pesca Art-Fício Aviário Rec. Criador Black Bass Cabana do Pescador Capitão Elias 47 Capitão Leonardo 47 Carrecar - Reboques Dermofórmulas Dik Mar Drive-in Box Ecofisch Famma Turismo Fort Car 3568-1214 3643-1855 3058-5286 3086-1646 3351-2921 3082-7959 3338-7244 3385-6571 3308-6773 3256-1545 3448-1358 3448-3033 3287-5050 3376-8708 3283-6087 3366-3677 3278-8415 3277-4000 3673-2386 pág. Nome 03 14 09 09 01 25 29 12 31 31 24 31 25 30 04 26 05 19 01 Fone Fretes 3253-0315 Fugita Sports 3245-7375 Fuji Pesca 3332-7448 Fumtur - Paranaguá 41 3420-2940 Golfinho Pesca 3349-2392 Hobby Pesca 3222-7961 Ideal Artigos de Pesca 9983-9944 J.G. Breda 3372-4921 Jornal Pesca Ecologia 3058-2535 Kalu - Panificadora 3383-5163 Kapazi 2106-0900 Lambarimar 3332-4992 Levi Náutica 3367-1241 LíderVans 3372-3300 Liderança Automóveis 3053-7007 Lunear Marítima 41 3423-3117 Loba do Mar 3027-7788 Lunear Marítima 41 3423-3117 Metalúrgica Gusso 3223-2565 pág. 04 12 08 16 09 07 29 04 03 04 26 14 12 32 08 17 23 17 19 Nome Fone pág. Nome MM Náutica 3333-9011 Mundo da Pesca 3621-0760 Nagazava Tintas 3018-1530 Nativus - Pesca e Camping 3155-6723 Náutica Carrecar 3287-4720 Náutica Jairomar 3346-0264 Náutica Power Boat 3226-9918 Newracing - Motores 3278-7939 Nova Onda Estaleiro 47 3455-0030 Novo Oriente 3679-2483 O Peskeiro do Ahú 3019-6752 Pantanall 3039-5242 Paraná Pesca 3247-7777 Pastelaria Kubo 41 3423-2336 Pesca Brasil 3058-3636 Peixe Pescador 47 3448-3410 Perfumes Famosos ------------Pesca e Pescador 3608-3943 Pesca Tropical 3095-5780 02 10 08 26 04 32 08 24 08 12 04 31 29 17 01 32 12 29 31 Fone pág. Pescaria/Passeio Guaratuba 3442-1909 29 Pesque P. Bom Pescador 3555-1784 14 Pesqueiro 3273-4395 24 Pousada do Zanão 47 9655-0116 25 Pous. das Palmeiras 42 3639-1270 07 Pousada Sossego 18 3287-1126 23 Recanto do Marreco 47 9904-1352 19 RA - Nossa Massa 41 3608-1036 25 Rest. Danúbio Azul 41 3423-3255 16 Restaurante Dona Helena 3264-9933 09 Rio Prata Pesca 3224-4678 29 Rick Náutica 3266-5736 22 Santpar 41 3491-1011 19 Shopping do Pescador 3349-3135 32 Super Fishing 3779-0855 05 Top Pizza 3552-2121 08 Tucunaré 3244-9948 19 Turma do Choma 3365-4448 26 Vamos Pescar 3206-4885 24 WM/Ferramentas Kennedy 3314-1864 09 Capa: Festa de encerramento - Campeonato LPPE 2013 Memória de Gato Um belo dia apareceu um gato todo estropiado na porta da casa do Joaquim e ele foi ficando, ficando até que algum tempo depois já se sentia parte da família. - Joaquim, faz favoire de dar um sumiço nesse gato - reclamou a Maria, certo dia. - Eu não suporto esse animal! O Joaquim pôs o gato no carro e a caminho do trabalho o largou em uma rua qualquer.Mas, para sua surpresa, quando voltou para casa no final da tarde, lá estava o gato novamente. No dia seguinte, ele repetiu a façanha, mas tomou o cuidado de largar o gato muito mais longe, mas ao voltar para casa, o gato já estava esperando por ele. No outro dia ele pegou o gato, colocou-o no carro, pegou uma estrada andou umas duas horas por ela, depois pegou outra estrada andou mais outro tanto de horas, depois pegou um atalho, e mais outro e mais outro e quando já estava anoitecendo ele largou o gato na beira de um riacho. - De madrugada ele liga para a Maria: - Maria, o gato já voltou? - Já sim, Joaquim! Está aqui do meu lado! - Então coloque o bichano na linha para ele me explicar o caminho de volta. Um Disfarce Quase Perfeito Joaquim Pereira estava de férias no Japão e se preparava para pegar um avião de volta para Lisboa. Já no aeroporto ele se surpreendeu com um computador que identificava os passageiros sem a necessidade de documentos, e contava com um sistema de voz para apresentar os dados de cada um. Assim que Joaquim passou, o computador acusou: Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, passageiro do vôo 575 da Portugal Airlines. Impressionado, Joaquim foi ao banheiro, raspou o bigode e trocou de camisa. Ao passar pelo computador, a voz acusou novamente: - Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, passageiro do vôo 575 da Portugal Airlines. Mas Joaquim não se deu por vencido! Voltou ao banheiro e passou maquiagem, colocou uma peruca loira e um vestido rosa. - Agora eu provo que essa máquina é burra - disse o lusitano, sentindo-se desafiado. E a máquina acusou de novo: - Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, e que por causa dessa viadagem acaba de perder o vôo 575 da Portugal Airlines.
  4. 4. Moradores de Betânia do Piauí, no sertão do estado, descobriram a existência de fósseis de um peixe que viveu na Terra há 100 milhões de anos, no período Cretáceo. De acordo com um paleontólogo da Universidade Federal do Piauí (UFPI), trata-se da espécie Vinctifer. O professor de história Amadeus José Rodrigues foi quem encontrou os fósseis. Seus alunos o alertaram sobre a possibilidade de existir pela região, partes de espécies petrificadas após participarem de uma aula em que Rodrigues explicou a formação dos fósseis. Um peixe-lua de cerca de 250 kg e pouco mais de 1 metro de comprimento foi retirado do mar na Baixada Santista. A história, apesar de ter sido contada por um pescador, é verdadeira e ocorreu na praia de Boraceia, em Bertioga. Manoel Raimundo Valentim, de 58 anos, estava pescando de noite, quando sentiu algo preso à rede de pesca. Como ele não conseguiu retirá-la do mar, deixou o equipamento no local durante a noite e voltou na manhã seguinte, com alguns colegas. "Chamei cinco amigos para me ajudar. Quando tiramos o peixe e o colocamos no barco, não acreditamos no tamanho. Ele era muito pesado, nunca vi peixe assim", conta o pescador. Divulgação 4 Divulgação Divulgação Jornal Pesca Ecologia Motivado pela causa da preservação dos tubarões, o fotógrafo brasileiro Daniel Botelho já perdeu a conta de quantos lugares visitou e de quantas espécies viu para registrar suas imagens. Ele acaba de voltar de uma expedição nas ilhas Bahamas, onde, em apenas um dia, mergulhou em meio a cinco tubarões-tigre, 30 tubarões-limão e 40 tubarõesde-recife. A intenção de Daniel era ver de perto os Galeocerdo cuvier (tubarões-tigre) e realizar uma série de fotografias que intitulou de “Anatomia da mordida de um tubarão tigre”.
  5. 5. Flutuando no fundo do mar, como um aquático balão vermelho, este tamboril (anglerfish), bulboso e colorido foi gravado por uma câmera submarina operada remotamente na Costa Central da Califórnia em 2010. Embora os cientistas tenham observado outras espécies de tamboril na natureza antes, nesta em particular (Chaunacops coloratus) nunca havia sido encontrada viva, sendo que apenas em 2002 isso aconteceu pela primeira vez. O avistamento de 2002 foi de um único peixe, perto de um extinto vulcão submarino. Divulgação 5 Divulgação Divulgação Jornal Pesca Ecologia O leão-marinho "Jay" desenha o ideograma chinês. O símbolo correspondente à palavra “cavalo”. Jay estava treinando sua caligrafia para a atração de Ano Novo do aquário Hakkeijima. O aquário fica em Yokohama, no Japão. Segundo o calendário chinês, 2014 será o “ano do cavalo” A carcaça de uma baleia foi encontrada na Praia do Camburi, na Costa Sul de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. O animal está em avançado estado de decomposição e será enterrado na praia. Segundo o secretário de Meio Ambiente da cidade, Eduardo Hipólito do Rego, a carcaça tem entre 6 e 8 metros de comprimento e cerca de 2 metros de altura. O animal foi avistado no começo da tarde por donos de pousada e moradores da região.
  6. 6. Jornal Pesca Ecologia 6 COLOCAÇÃO POR DUPLAS Foi uma bela recepção no Restaurante Dom Antônio, Santa Felicidade, Ctba/PR na noite de nove de dezembro 2013. Reuniram-se aproximadamente 200 pessoas ligadas a Pesca Esportiva do estado do Paraná que representam o maior e mais técnico Campeonato de Pesca do Brasil. Neste ano tivemos 8 dias de prova, realizado em quatro finais de semana, duas etapas em águas salgadas (Paranaguá e Guaratuba) e outras duas em aguas doces (Represa de Salto Santiago). O Presidente da Liga, Sr. Gilberto Antonietto e sua diretoria fizeram vários agradecimentos e homenagens às pessoas que colaboraram em 2013 para o sucesso do nosso Campeonato. Em especial aos nossos Patrocinadores : Estaleiro que se destaca pela beleza, praticidade e desempenho de seus barcos, administração família SMANIOTO. Três primeiros colocados Também comemoramos os 25 anos de fundação da APIAPAR, o Clube de pesca mais antigo do Brasil em atividade, pioneiro na divulgação da pesca com iscas artificiais e na pratica do Pesque e Solte em nosso estado. A Família Suchek fez a entrega da premiação dos 10 melhores colocados das 7ª e 8ª etapas realizadas em Salto Santiago com belíssimos troféus e premio em dinheiro para os cinco primeiros e maior traíra totalizando R$ 12.000,00. Foram entregues troféus aos Clubes de melhor desempenho em 2013, também tivemos um belo show de fogos de artificio c/ luzes e efeitos belíssimos. Gilberto Antonietto - Presidente LPPE Ganhadores do barco Mega Bass Campeões 2013 Ganhadores do sorteio do Barco Quest Colocação dos três melhores clubes do ano: Campeão: DOURADO Vice-Campeão: ATTACK 3º Lugar: CAPIVARI Por volta das 23:00h iniciou-se a premiação dos melhores pescadores do Campeonato 2013 onde a disputa, lealdade e técnica deram um verdadeiro show, pois neste ano as provas foram decididas literalmente “peixe a peixe”, campeonato de uma lisura invejável, de arbitragens perfeitas e premiação inédita. Higuchi & Saçala Helio & Rafael Miguel & Marcelo Gustavo & Julio Biscaia & Emerson Paulo & Diego Piu & Fernando Fabiano & Pietro Neia & Rodrigo Marcos & Jean Patrocinadores - Campeonato 2013 Estaleiro tradicional no Brasil, administração família SUCHEK que conta com exímios pescadores. Iscas artificiais renomada, muito conhecida no Brasil e também reconhecida mundialmente , administração das famílias MORO E DECONTO . Campeões: Vice-Campeões: 03º Lugar: 04º Lugar: 05º Lugar: 06º Lugar: 07º Lugar: 08º Lugar: 09º Lugar: 10º Lugar: A comemoração seguiu com um toque especial quando chegou o momento de entrega dos dois barcos, pois os pescadores disputaram desde o inicio do ano sabendo que teríamos vários prêmios dos patrocinadores , um barco MEGA BASS entregue aos campeões e outro barco QUEST para sorteio entre os participantes e mais duas TVs e um Home Theater, foi alegria geral !!! Encerrada a cerimônia deixando grandes expectativas para 2014. Liga Paranaense de Pesca Esportiva A LIGA PARANAENSE DE PESCA ESPORTIVA DESEJA A TODOS SEUS ATLETAS, DIRIGENTES, PATROCINADORES, COLABORADORES, AMIGOS E PESCADORES: FELIZ 2014 REPLETO DE SAUDE , SUCESSO E MUITAS PESCARIAS. Clube Campeão - Dourado
  7. 7. Jornal Pesca Ecologia 7
  8. 8. Jornal Pesca Ecologia 8
  9. 9. Jornal Pesca Ecologia 9
  10. 10. Jornal Pesca Ecologia 10
  11. 11. Jornal Pesca Ecologia 11 SANTA MÔNICA CLUBE DE CAMPO - LAGO DOS PATOS Dicas da rainha das carpas A bela carpa dourada pesou doze quilos. Neiva Maria Camargo, pesca há muitos anos, praticamente todos os peixes. Seu pesqueiro favorito é o Clube de Campo Santa Mônica, onde possui muitas tilápias, traíras e carpas.Tudo começou quando “sendo uma mãe sempre presente”, resolveu acompanhar Lory Camargo, seu filho de 10 anos, que demonstrava gostar deste esporte. Começou então a acompanhá-lo na compra de seus primeiros equipamentos de pescaria. Hoje o filho cresceu e já não pesca tanto, mas Neiva pegou o jeito e é considerada por todos como uma grande pescadora de carpas, sendo inclusive procurada por muitos, para ouvir seus conselhos.A modalidade que mais gosta é a pesca de carpas com molinete e linha 0,40 mm, com chuveirinho e massas Petersen, que já usa há muitos anos, com muito sucesso. Esta bela carpa dourada da foto pesou 12 quilos e deu muito trabalho. No dia desta pescaria, ela estava sozinha, num local mais isolado, conhecido como Lago dos Patos. Quando fisgou, a grande carpa brigou muito para trazê-la até o barranco, mas não havia ninguém por perto para ajudá-la com o passaguá. Foi até engraçado, ela trazia a car- pa até o barranco, e depois soltava um pouco, esperando alguém aparecer. Depois de muito tempo, viu se aproximar uma pessoa, que vinha distraída e sem pressa. Ela pediu que ele colocasse o passaguá dentro da água e não se mexesse. Feito isto ela foi controlando o peixe até que ele entrasse no passaguá. O novo ajudante obedeceu direitinho, e Neiva pode então tirar o peixe. Ao contrário de uma outra vez, onde o “ajudante improvisado”, colocou a mão na linha e aí, adeus peixe... Neiva também dá algumas recomendações para quem está iniciando: Levar duas varas com molinete, linha 0,40 mm, chuveirinho, massa para carpa, jogar bastante ceva próxima ao barranco e muita, muita paciência. Edição 68 DEZ 2003
  12. 12. Jornal Pesca Ecologia 12 Jornal@pescaecologia.com.br Roberto e Marcelo com Carpas Dourado 16 k - Pego em Ilha Bela, pelo oficial da Marinha, Winderson Scholze. Lucas Bagre - Rio Potiga
  13. 13. Jornal Pesca Ecologia Tendências Verão 2014 Aqua fresh é a tendência mais atraente desta temporada. Há muitos tons, mas o azul piscina é a cor do verão. Os bordados aparecem com tudo, pedrarias, pérolas, aplicações, enfim eles estão em alta e dão a liberdade de você soltar a criatividade e sair customizando as suas roupas e acessórios. Estampa Floral: Na primavera/verão as flores não estão decorando apenas as paisagens, elas aparecem nas roupas com as mais lindas e charmosas estampas da estação, florais tropicais, florais decorativos (com fundos de cores variadas), aplicações 13 floridas, os florais devem aparecer com fundo claro ou branco, mas ganha destaque também a estampa floral com fundo escuro. A cintura baixa apareceu como uma tendência no inverno 2013, mas será que ela emplaca de vez no verão 2014? Com sua transparência e força, a organza aparece como o tecido da estação. Ela voltou! A renda aparece em toda a peça ou apenas em alguns pedaços como detalhes, a renda guipir aparece para dar um toque de romantismo às peças. A seda é o tecido que é a cara do verão, fresquinha, geladinha, elegante e prática ao mesmo tempo. Aparece sozinha ou em variações como palha de seda, malha e tear de seda, linho com seda. Em época de crise econômica mundial, as cores são comerciais, fáceis de vender e de comprar. Branco total, preto total, preto e branco, off-white, ultra clássicos e facílimo de combinar. As saias tomam o lugar dos vestidos e vem com tudo, saias godê, lápis, plissadas, curtas e médias, aposente as saias longas. As formas e cortes retos e geométricos somados à assimetria aparecem com força total nas ara- Figura 1 Encontre os 7 erros entre as duas figuras Figura 2 ras. Outra novidade é o tweed, o tecido que é típico de inverno vem para aquecer aqueles dias mais “friozinhos” do verão. Além das super tendências para essa estação ainda temos muitas coisas que continuam na moda. O animal print perdeu o ar de cafona e virou uma peça básica no guarda-roupas feminino. Se você ficou triste ao saber que a cintura baixa voltou não desanime, a cintura alta e marcada continua na moda. Combinações com top cropped ainda são bem vindas. As cores que estavam na moda no verão do ano passado continuam em alta nesse, laranja, vermelho, amarelo, tons de verde e azul. A estampa gráfica continua em alta e vem ganhando cada vez mais força, invista! As listras apareceram como a tendência para o verão 2012/2013, mas emplacaram de vez no inverno e chegam com mais força ainda para essa temporada. Fina ou grossas, horizontais ou verticais, coloridas ou em preto e branco. A transparência sem dúvida é o novo queridinho da moda, emplacou e cada vez ganha mais força, dificilmente cairá de moda, invista em peças com transparência.
  14. 14. Jornal Pesca Ecologia 14 RIO PARAGUAI, PORTO MURTINHO À 1.400 KM DE CURITIBA O vento sul entra forte, muitos vão embora, mas o piloteiro afirma, hoje é dia dos jaús.. A dupla insiste e captura 5 jaús entre 37 e 57 quilos. Irineu e Irivaldo Pereira, estiveram pescando no Rio Paraguai, Porto Murtinho, a 1.400 km de Curitiba, juntamente com amigos da cidade de Andirá. A equipe dividiu-se em vários barcos e saíram para pescar logo cedo. Como a pescaria estava muito ruim, com a entrada de vento sul, o piloteiro disse: Hoje está bom para pegar jaú! Irineu estranha e pergunta por quê? Ele explica: Com muito vento e ondas fica ruim para os outros peixes, sobrando só mesmo o jaú. Resolveram então seguir o conselho do piloteiro e rumaram com o barco para o meio do rio, apoitando numa profundidade de 20 metros. O tempo ruim, criou muitas ondas fazendo com que muitos não aguentassem e desistissem. Irineu desiste e troca de parceiro, indo em seu lugar, Mário Bonacin. A equipe insiste. O barco chacoalhando para todos os lados. O piloteiro engenhosamente soltou a bóia, não permitindo que a poita enroscasse no fundo do rio, dando condições para que os dois pescadores prosseguissem na pescaria. A dupla estava meio despreparada de material pesado, pois o pensamento inicial era ir atrás dos dourados e pacus. Irivaldo consegue achar uma linha 0,50 mm e chumbada de 500 gramas. Isca uma tuvira e solta. A chumbada nem chega ao fundo e ele sente a grande pegada do “jauzão”, que briga pesado, rebocando para o fundo. Os poucos barcos que ficaram, recolhem o equipamento e se afastam para dar espaço. Irivaldo, após alguns minutos não aguenta mais e pede ajuda ao piloteiro. Ansioso respira rápido e pega novamente o material. O peixão toma linha e briga muito. Somente depois de 35 minutos é que consegue encostar o peixão. Antes que o dia termine, capturam ainda um pintado e mais quatro jaús com 57, 54, 47, 43 e 37 quilos, pescados por Vilson Bonacin, Nelson Giroldo Filho e Célio Paulo e Silva. Irineu entende então a dica do piloteiro: dia bom para pegar jaú, é o dia em que “insistir na sua pescaria”. Edição 68 DEZ 2003
  15. 15. Jornal Pesca Ecologia 15
  16. 16. Jornal Pesca Ecologia 16
  17. 17. Jornal Pesca Ecologia 17
  18. 18. Jornal Pesca Ecologia 18
  19. 19. Jornal Pesca Ecologia 19 PESCARIA NO MATO GROSSO Pescador vai pescar no Mato Grosso e volta com uma cobra na camionete!!! Quando dobrei a direita, ela escorregou no painel... Odival Quinsler ficou doze dias acampado no Mato Grosso, trouxe peixe e algo mais da pescaria... Em agosto de 1998, Odival foi acampar no Mato Grosso com sua esposa Célia, sua irmã Sonali e seu cunhado Lorenzini. Foram em duas caminhonetes até Paranatinga (à 2.400 km de Curitiba) e rodaram mais 300 km de estrada de chão até uma fazenda, no Mato Grosso. Ficaram doze dias acampados. Nesse tempo a caminhonete do Odival ficou parada em baixo de um cajueiro. Só foi ligada na hora de ir embora. O acampamento era “luxuoso”, tinha gerador, freezer à gás... “A pescaria foi fan-tás-ti-ca” diz Odival. Pegaram matrinchã, pacú, pintado...A maioria dos peixes na isca artificial “até hoje naquele pedaço de rio, é o trecho que mais tem isca artificial nas árvores” diz Odival, que pelo jeito estava difícil de arremessar a linha no rio... Trouxeram a cota de peixe, na época era 15 kg de cada um. Pegaram um pintado que até hoje tem discussão de quem foi que pescou o peixe. Segundo Odival, ele armou a vara e foi passar repelente, quando voltou, estava a Sonali pegando o pintado com a vara que Odival tinha armado. “Ela diz que foi ela quem pegou, mas na verdade foi eu. Pois eu armei a vara e eu coloquei a isca” afirma Odival. “Ele disse que ia dormir, então nem armei minha vara, usei a dele!”, rebate Sonali. Já Célia diz que ninguém pegou o peixe, que ele foi sozinho na vara... O polêmico pintado pesava 12 kg. Na volta foram até Rondonópolis e no posto lavaram a caminhonete. Para chegar em Curitiba demoraram 3 dias, Odival nova- mente mandou lavar a caminhonete e depois ele mesmo tirou os bancos, “desmontou-a” para limpá-la. Passados quatro dias, foi jogar bola com uns amigos e estava chovendo, Odival então ligou o ar condicionado da caminhonete. No dia seguinte quando Odival foi usar a caminhonete, viu em cima do painel uma cobra enrolada. “Pensei que era uma brincadeira do Sérgio ( amigo do Odival que tinha ido jogar bola com ele no dia anterior). Quando dobrei à direita, a cobra escorregou no painel e ficou de frente para mim. Quando ela mostrou a lingüinha e mexeu, vi que era de verdade. Ai, ai... meu Deus do céu, não sabia se parava a caminhonete, se pulava”... Odival tocou mais uma quadra e parou em um posto. O frentista foi quem tirou a cobra com o rodo. Na hora que o bicho caiu no chão, “já mostrou a língua, doida para dar um bote” diz Odival. A cobra era uma jararacuçú, que ficou no cano de ar da caminhonete. E pensar que fiquei rodando com a cobra por seis dias... Ed/abril/2001
  20. 20. Jornal Pesca Ecologia Apreensão de pássaros silvestres e Utilização irregular de agrotóxicos Em patrulhamento a equipe deslocava-se pelo Contorno Leste quando flagrou a aplicação de herbicida (roundup) às margens da Rua Siqueira Campos no perímetro urbano, próximo às residências, utilizando-se de um trator com pulverizador. Ao indagar o tratorista Queridos leitores que pretendem pescar no Pantanal vai aí algumas dicas e lugares que valem a pena conhecer, uma das melhores opções são os barcos hotéis que percorrem um trajeto maior e algumas áreas que não são tão exploradas, em 2013 pescamos de Corumbá acima, pescamos na lagoa vermelha, Rio Paraguai Mirim, castelo e Lagoa Gaiva, ótimos pontos de pesca que ainda se encontram belas espécies como o pintado, cachara, palmito, pacus, dourados, piavuçus, piaus, jaus, piraputangas, jurupecem e cachorras O que usar como iscas: Isso é um ponto muito importante saber com o operador, as iscas oferecidas pela pousada ou barco hotel. Sabendo das informações vale a pena ter sempre todas as iscas possíveis que podem ser encontradas a caminho do destino.Pacu- coquinho, laranjinha, goiaba, minhocoçu, massa e caranguejo. Peixes de couro- tuvira, cascudinho, minhocoçu, iscas brancas, como lambaris. Dourado- iscas artifici 20 se tinha autorização do órgão ambiental para a prática de tal atividade naquele local, o mesmo relatou que somente estava cumprindo ordens de seu patrão. Diante dos fatos o funcionário foi encaminhado à delegacia para providências e o maquinário apreendido conforme prevê a legislação pertinente. Também foi acionada a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná - ADAPAR e compareceu no local um Engenheiro Agrônomo responsável pela fiscalização de agrotóxicos que elaborou auto de infração ao proprietário por aplicar agrotóxicos em desacordo com as recomendações contidas no receituário agronômico e à legislação pertinente. A pena para este crime é de reclusão de 01 ano à 04 anos e multa. Em atendimento à denúncia anônima de pássaros silvestres em cativeiro na data de hoje a equipe da Policia Ambiental de Vila Velha deslocou até a Vila Margarida novamente onde em duas residências localizou a existência de pássaros silvestres nativos em cativeiro: 1ª Ocorrência: Na primeira residência foram localizadas varias aves silves- tres em gaiolas sem autorização do órgão competente, sendo perguntado ao proprietário sobre de quem era a responsabilidade das aves o mesmo informou que era seu filho ( menor de idade), o qual assumiu a autoria da responsabilidade das aves, dentre as aves apreendidas estão 2 (dois) trinca-ferros, 3 (três) azulão, 4 (quatro) pintassilgos, 1 (um) coleirinha, 2 (dois) tuim, 2 (dois) canário da terra, 1 (uma) tiriva, 3 (pássaros pretos), mais 14 (quatorze) gaiolas e 3 (três) alçapões para caça , diante os fatos foi elaborado o termo circunstanciado da situação em questão e as aves e gaiolas apreendidas. 2ª Ocorrência: no mesmo bairro foram localizados em outra residência várias aves silvestres dentre as quais, 34 (trinta e quatro) canários da terra, 23( vinte e três) coleirinhas, 12 (doze) pintassilgos, 11 (onze) azulão, 3 (três) trinca ferro, 1 (um) caboclinho, 2 (dois ) papagaios, perfazendo um total de 86 aves silvestres e ainda 26 (vinte e seis) gaiolas e 4 (quatro) alçapões, diante dos fatos o proprietário foi encaminhado para lavratura do termo circunstanciado.Os pássaros apreendidos serão encaminhados para triagem com veterinários e biólogos e posteriormente soltos em seu habitat natural se tiverem condições de sobreviver na natureza. A pena por manter pássaros silvestres em cativeiro é de detenção de seis meses a um ano e multa. LEI Nº 9.605, DE 12 DE FEVEREIRO DE 1998. Art. 29 § 1º inciso III. A Polícia Militar Ambiental informa que as denúncias sobre crimes ambientais na região de Ponta Grossa podem ser realizadas ao Posto Policial Militar Ambiental de Vila Velha através dos telefones (42) 3228 1581 ou pelo email: bpambfvvilavelha@pm.pr.gov.br. Mauricio Cardoso dos Anjos - Cabo QPM 1-0 rápidas próximas aos barrancos. O que levar: Repelentes, protetores solar, capa de chuva, roupas leves e também agasalhos,( as vezes entram frentes frias), chapéu, licença de pesca. Material a ser usado: ais, como meia agua de preferencia cabeça vermelha, zaras, tuvira, iscas brancas, Piaus-milho, carangueijos e massas. Onde pescar : Pintados - jaus, cacharas, barbados: no leito dos rios, afluentes menores, corixos em áreas mais profundas durante o dia e a noite nas praias.Pacus – nas cheias se alimentam nas áreas alagadas cheia de matérias orgânicas, na seca estão no meio do rio e nos lagos marginais. Dourados e cachorras- águas Material leve a médio de 14 a 20 lbs e um conjunto médio a pesado 20 a 30 lbs, linha monofilamento 0,40mm e 0,45 mm e multifilamento 0,28 mm e 0,33 mm, anzóis 5/0 , 6/0 e 7/0 encastoados com cabo de aço 50 libras. Agende já sua pescaria para o Pantanal, últimas vagas para o barco hotel Mirasol - saída 07/03/14 e 14/03/14 - Vamos Pescar Turismo - F: 3408- 97087. www.vamospescarturismo.com.br Por Marcelo Verges
  21. 21. Jornal Pesca Ecologia 21 BAÍA DE GUARATUBA Pesca de rodada com jigs é infalível na captura dos grandes robalos... O “robalão” com 8,5 kg, por muito pouco mesmo, não escapou! Rodrigo Weidner costuma pescar duas vezes por mês com o primo Tiago na baía de Guaratuba. Há duas semanas atrás combinaram a pescaria, que devido ao mau tempo foi então transferida para sábado e domingo dia 24 e 25 de março. No sábado estava um pouco mais difícil pela intensa movimentação de barcos pela baía. Mas no domingo melhorou bastante, pois diminuíram os barcos e já quase no início da pescaria por volta das oito e meia acontece a grande surpresa. Estava pescando de rodada com jig, quando de repente Rodrigo sente um “tranco”, por sinal bem parecido com o de uma garoupa. Ele fisga, mas o peixe não corre dando a impressão de um enrosco. Rodrigo conta que o peixe muito pesado começou a se locomover lentamente parecendo um trator, obrigando-os a acompanhar com motor elétrico. A vara 20 libras, carretilha Accurist Quantun e linha O Pesqueiro Pousada das Palmeiras fica localizado a 340 km de Curitiba, no Município de Foz de Jordão. A equipe Pesca Brasil, esteve lá recentemente gravando um belo programa com muito lambari. Com um grande e confortável deck sobre a represa de Salto Santiago, a pousada oferece inúmeras opções de pesca: Tilápias, Peixe Rei, Pinta- dos, Carpas, Traíras, Pacus, Jundiás e, muitos, muitos lambaris. São grandes e belos lambaris de rabo vermelho, com muita atividade durante todo o dia. Rapala multifilamento 0,21 mm seguravam bem. A briga durou bastante e por quatro vezes o peixe se aproximou da embarcação, mas rapidamente recuperava o fôlego e disparava tirando quase toda a linha do carretel. Só depois de 20 minutos de muita briga, Rodrigo conseguiu encostar o peixe, que qua- Com sagu, bichinho do pão, minhocas, massas e outras iscas os pescadores capturam quilos de belos exemplares de lambaris do rabo vermelho. Além das grandes pescarias, feitas com conforto, sobre toda a extensão do deck e abrigado do sol os pescadores podem levar suas famílias e desfrutar todo o lazer que a pousada oferece. A permanência no local, encanta a todos pelo belo visual da represa, cachoeira e montanhas, uma paisagem verdadeiramente paradisíaca. Amplos e confortáveis apartamentos, restaurante, piscinas, sala de jogos, limpeza de peixes, muita vegetação, natureza, horta própria, pomar e muitas aves e animais encantam adultos e crianças que além da pescaria ainda permite o contato direto com a exuberante natureza do local. Serviço: Informações: Fones (042) 3639-1270 / (041) 8833-9980 Claro - (041) 9165-1311 Vivo / (41) 9997-6088 se não cabia no passaguá e por muito pouco não escapa. Rodrigo agradece ao primo Thiago Dallabona, pois sem seu auxílio manobrando o motor elétrico, posicionando o barco e passando o passaguá adequadamente, acredita que seria praticamente impossível embarcar o “flechão” que surpreende a todos pelo porte avantajado, 8,5 quilos e 95 cm de comprimento. Weidner finaliza com um largo sorriso dizendo que as pernas continuam tremendo até hoje só de pensar no “robalão”.Edição abril 2007
  22. 22. Jornal Pesca Ecologia Mauro Vianna e Fernando Mandu fizeram esta pescaria dia 01 de agosto, saindo sexta a noite e chegando sábado a tarde, após vinte e duas horas de viagem. A pousada Rancho Siriema conhecido por pousada do Gordo e fica a beira dágua no município de Corumbá, local conhecido por Albuquerque. Ali o rio Paraguai se encontra com o rio Miranda, chamando Toca do Miranda. Vianna conta que esta foi a sua segunda pescaria, e que na anterior, outubro do ano passado não pegaram nada. O rio estava seco e a balsa chegou a encalhar. Encontramos muitos jacarés, cobras e principalmente piranhas. Desta vez não vimos tantos animais, mas a pescaria foi bem melhor. Muitos piaus, em torno dos 40 a 50 cm com 4 a 5 quilos. Como isca, pegamos muito bem no caranguejo, e estava uma época muito boa de pacus fora de medida, ainda mais agora que passou para 45 cm. A rotina era muito boa, levantar, tomar café e sairmos para o Miranda, atrás dos pacus e piraputangas. Quando acabavam as iscas de caranguejos, o recurso era procurar o rio Paraguai com tuviras, atrás dos pintados. Dourado ninguém nem viu passar. Interessante mesmo foi este troféu. Neste dia, 22 uma terça-feira, todos saíram bem cedo, como estávamos um pouco cansados resolvemos sair mais tarde e acabamos sendo os últimos a deixar a pousada. Percebi que todos estavam pegando melhor no período da tarde por isto não fiz muita questão de madrugar. Meu companheiro o Fernando Mandu , grande fotógrafo registrou o “bichão”. O peixe pegou quieto e forte, e acabei comentando alto: peguei um enrosco. O piloteiro Gordinho prontamente pegou o caniço para desenroscar, mas imediatamente devolveu dizendo: - cuidado que tem peixe! Aí as pernas começaram a tremer. O pintado pareceu entender a situação e saiu em louca disparada, levando toda a linha do molinete Daiwa. A vara montada especialmente por Haroldo R. Sperancetta, uma linha 0,60mm e o anzol 6/0, seguravam o peixe mas ele já estava prestes a arrastar o barco quando o piloteiro, soltou a embarcação para acompanhá-lo. Mais de meia hora de briga e o pintado não se entregava. Mauro então já com câimbras no braço pediu para o piloteiro segurar um pouco. Gordinho então diz: Está muito pesado por que o peixe está iscado pela barriga. Dizia isto ainda sem nem ter visto. Curiosamente ao embarcarem o peixe, perceberam que estava preso era pelo rabo. Mauro estranhou ainda o tamanho da barriga do pintado. Ao chegarem ao acampamento , admirados com o tamanho da cabeça do peixe, abrem para olhar dentro e a grande surpresa. Conseguem enxergar a cabeça de um grande pacu que fora engolido pelo rabo. Resolveram então abrir a barriga do pintado e encontram o pacu ainda inteiro. Mauro grande gozador finaliza, dizendo: - o pacu quase que deu medida... Mas as fotos a gente trouxe... Edição Set./00 - Fotos: Fernando Mandu
  23. 23. Jornal Pesca Ecologia 23
  24. 24. Jornal Pesca Ecologia 24
  25. 25. Jornal Pesca Ecologia 25
  26. 26. Jornal Pesca Ecologia 26
  27. 27. Jornal Pesca Ecologia QUA 08 01:49 06:53 09:13 12:58 16:41 19:58 23:08 QUI 09 02:51 06:21 08:00 10:21 14:00 17:28 20:41 SEX 10 00:06 03:58 07:23 08:47 11:36 15:23 18:23 21:11 SAB 11 01:00 05:04 12:36 16:58 19:39 21:39 DOM 12 01:47 06:06 13:17 18:09 SEG 13 02:26 07:02 13:51 19:09 TER 14 03:06 07:53 14:17 20:00 QUA 15 03:47 08:32 14:41 20:39 QUI 16 04:23 09:08 15:17 21:09 SEX 17 05:00 09:41 15:51 21:45 SAB18 05:39 10:08 16:30 22:09 27 0.5 DOM 19 1.1 1.3 0.4 1.5 SEG 20 0.6 1.4 0.6 1.1 TER 21 1.1 1.2 0.6 1.3 QUA 22 0.6 1.5 0.6 1.1 1.0 1.2 0.7 QUI 23 1.1 0.6 1.6 0.5 1.4 0.6 SEX 24 0.8 0.7 1.7 0.4 1.5 0.4 SAB 25 1.8 0.3 1.6 0.2 1.8 DOM 26 0.2 1.6 0.1 1.9 0.1 1.7 SEG 27 0.1 1.9 0.1 1.7 TER 28 0.0 1.9 0.0 1.7 QUA 29 0.0 1.9 0.0 1.7 QUI 30 0.0 06:13 10:39 17:09 22:45 06:56 11:08 16:24 23:15 07:41 11:47 16:34 23:54 04:15 05:23 08:26 12:21 17:08 18:38 20:00 00:30 04:28 06:21 09:23 13:09 21:06 01:11 04:47 07:08 10:28 14:19 22:09 02:04 04:56 07:56 11:38 17:17 23:13 03:13 04:58 08:38 12:41 18:49 00:13 09:15 13:41 19:38 01:13 10:00 14:36 20:21 02:11 10:51 15:26 20:56 03:08 08:04 1.8 0.1 1.6 0.0 1.7 0.1 1.5 0.1 1.6 0.2 1.4 0.2 1.2 1.1 1.5 0.4 1.3 1.3 1.3 0.4 1.1 1.0 1.4 0.5 1.3 0.6 1.0 0.9 1.3 0.7 1.4 0.8 1.0 0.7 1.4 0.7 1.5 0.9 1.0 0.5 1.5 0.4 1.6 0.4 1.7 0.2 1.8 0.4 1.8 0.0 1.9 0.4 1.9 -0.1 2.0 0.6 09:51 11:49 16:17 21:26 SEX 31 04:00 08:28 11:09 12:58 17:08 21:56 SAB 01 04:53 09:04 12:13 14:15 18:00 22:23 DOM 02 05:41 09:45 13:08 15:34 18:51 22:58 SEG 03 06:24 10:21 14:02 16:45 19:43 23:36 TER 04 07:08 11:04 14:54 17:51 20:36 QUA 05 00:13 07:56 11:53 15:41 18:51 21:36 QUI 06 01:02 04:54 07:06 08:56 12:41 16:24 19:41 22:39 SEX 07 02:00 05:30 08:04 10:02 13:39 17:11 20:19 23:43 0.7 0.6 2.0 -0.1 2.1 0.5 0.8 0.7 2.0 -0.1 2.0 0.3 1.1 0.9 2.0 -0.1 1.9 0.2 1.3 0.9 1.8 0.0 1.8 0.1 1.5 0.9 1.7 0.1 1.6 0.1 1.6 0.9 1.5 0.3 1.4 0.2 1.6 0.8 1.4 0.5 1.3 1.1 1.2 0.3 1.5 0.7 1.3 0.6 1.2 1.0 1.1 0.5 1.4 0.6 1.4 QUA 08 01:11 04:00 06:13 09:19 12:51 16:08 19:19 22:53 QUI 09 02:17 04:54 07:06 10:28 14:00 16:58 19:56 23:47 SEX 10 03:39 05:58 07:49 11:39 15:47 17:53 20:13 SAB 11 00:32 04:58 12:38 17:36 DOM 12 01:15 06:00 13:24 18:32 SEG 13 02:00 06:47 14:06 19:09 TER 14 02:45 07:24 14:49 19:45 QUA 15 03:24 08:02 15:26 20:11 QUI 16 04:04 08:36 16:04 20:45 SEX 17 04:49 09:06 16:47 21:09 SAB 18 05:24 09:41 17:23 21:45 DOM 19 06:04 10:11 18:02 22:11 SEG 20 02:00 0.6 0.9 0.7 1.1 0.5 1.1 0.5 1.3 0.7 0.8 0.7 1.1 0.6 0.9 0.5 1.4 0.7 0.8 0.7 1.1 0.6 0.7 0.5 1.5 0.6 1.2 0.4 1.5 0.5 1.3 0.3 1.6 0.3 1.4 0.1 1.7 0.2 1.4 0.1 1.7 0.1 1.5 0.0 1.7 0.1 1.5 0.0 1.7 0.1 1.4 0.0 1.7 0.1 1.4 0.1 1.6 0.1 1.3 0.2 0.8 03:00 06:49 10:51 15:53 18:47 22:51 TER 21 02:11 04:00 07:32 11:24 15:11 16:15 19:28 23:21 QUA 22 02:39 04:58 08:23 12:09 15:19 16:53 20:19 QUI 23 00:02 03:00 05:53 09:24 13:11 15:08 17:21 21:17 SEX 24 00:54 03:21 06:43 10:36 17:58 22:19 SAB 25 01:58 03:53 07:32 11:43 18:39 23:21 DOM 26 08:19 12:41 19:15 SEG 27 00:23 09:09 13:36 19:56 TER 28 01:23 10:06 14:26 20:30 QUA 29 02:19 06:47 08:24 11:08 15:15 20:45 QUI 30 03:11 07:17 0.8 1.5 0.2 1.0 1.3 0.3 0.9 0.8 1.4 0.3 1.0 0.9 1.2 0.4 0.9 0.7 1.3 0.5 0.8 0.8 1.2 0.6 0.9 0.6 1.2 0.6 0.7 0.6 1.3 0.7 0.9 0.5 1.3 0.4 1.3 0.8 0.9 0.4 1.4 0.3 1.5 0.3 1.5 0.1 1.6 0.3 1.6 0.0 1.7 0.3 1.6 0.0 1.8 0.6 0.7 0.5 1.7 0.0 1.8 0.5 09:58 12:13 16:06 20:58 SEX 31 04:02 08:00 11:02 13:23 16:58 21:17 SAB 01 04:53 08:43 12:00 14:28 17:49 21:51 DOM 02 05:39 09:19 12:54 15:30 18:36 22:21 SEG 03 02:56 06:19 10:02 13:41 16:28 19:24 23:00 TER 04 02:08 04:04 07:06 10:49 14:23 17:23 20:17 23:45 QUA 05 02:54 05:11 07:58 11:32 15:06 18:11 21:15 QUI 06 00:30 03:34 06:11 08:56 12:19 15:53 18:58 22:15 SEX 07 01:28 04:08 07:02 10:00 13:19 16:23 19:32 23:15 0.8 0.6 1.7 0.0 1.8 0.3 1.0 0.7 1.7 0.0 1.8 0.2 1.1 0.7 1.6 0.1 1.6 0.1 1.3 0.8 1.5 0.2 0.7 1.5 0.0 1.3 0.7 1.4 0.3 0.9 0.8 1.3 0.1 1.4 0.7 1.3 0.4 1.0 0.8 1.1 0.2 1.3 0.6 1.2 0.6 1.0 0.7 1.0 0.4 1.1 0.6 1.2 0.7 1.0 0.7 1.0 0.6 0.9 0.5 1.3
  28. 28. Jornal Pesca Ecologia 28 Para anunciar gratuitamente produtos de Pesca e Náutica ( usados ) de pessoas físicas. Ligue: (41) 3058-3636 Produtos anunciados que já foram vendidos, mas permanecem no jornal são de inteira responsabilidade do anunciante, uma vez que ele se comprometeu na data da venda do produto, a pedir a sua retirada destes classificados. Imperdível Náutica Jairomar Fone: 3346-0264 - Barco novo 6 m, borda alta, c/ nota. R$ 3.400,00. - Bass Boat Classic Equipado. R$ 10.700,00. Não perca esta oportunidade: Barco de Alumínio Squalux, borda alta, porta vara, viveiro e caixa para tanque. Últimas unidades. A preço de fábrica! Confira Náutica Carrecar Fones: 3287-4720 9207-4028 / 9181-1429 - Barco novo 6 m, borda alta, c/ nota. R$ 3.400,00 . - Barco novo 4,20 m, borda alta, c/ nota. R$ 2.800,00. - Barco novo 4,20 m, borda alta, c/ nota. R$ 2.800,00. - Motor Evinrude 25hp/ ano 98/99 revisado c/ tanque, doc.ok. R$ 3.800.00. - Bass Boat Megabass Trick Somente Casco. R$ 15.000,00. - Barco 5m + Carreta + Motor +25 Hp Jonshon. R$ 7.500,00. - Bass Boat Real + Carreta Com Freio + Eletrico Oferta. R$ 10.900, 00. - Bass Boat Trick+90 Mercury+ Carreta. R$ 49.900, 00. - Barco Karib 500+ Carreta Usada + Motor Johnson 25. R$ 6.900, 00. - Barco Tibagi 500+ Carreta. R$ 4.900,00. - Motor Yamaha 15 hp. Novo. R$ 5.800,00. Compro motor 25 Yamaha acima de 2.00000 até 4.000,00. Ótimo estado. Troco por 15 hp, ano 2012. F: 3247-2716 / 9602-8071 - od Motor Evinrude 35 hp, 3 cilindros/1999, com hélice de inox e carrinho. Pouco uso. R$ 5.500,00. Fone: 32641194 / 8419-2335 - js Lancha s/ motor para 4 pessoas, c/ carretinha, placa e doc. Ótimo estado. R$ 6.500,00. F: 3014-3050 - c/ Cesar / Lancha Real 18’, fibra, Johnson 140 hp, revis; rádio, b.porão, sonar, 2 bats, viveiro, carreta .R$ 12.000,00. F: 32461645/9903-5615 c/ Soares Boto 5000, 2 viveiros, console/ 99,assoalho em borracha, Mercury 15 HP Super/09, 30 horas uso, sem carreta. Guaratuba. R$ 7.900,00. F: Motor Mercury Sea pro 2013 9962-0287 c/ Paulo / 25hp, com 03 (tres) horas de uso. R$ 7.000,00 (não aceito troca). Fone (41) 8837- Ecologia 5,5 m, alumínio/98, Mercury 50 hp/05,console, trim, 8392 c/ Eliseu - ja b.porão,carreta.Doc ok.R$ Yamaha 4 hp/11, c/ 1 hora de 12.500,00. R$ 10.000,00). uso, nota fiscal, + manual. R$ Fone: 3356-5939/9662-8283 - ja 3.400,00. Fone: 3042-5369/96568564 (OI) Barco Ecologia, 5,5 m , alumínio, Mercury 50 hp, com console, trim, bomba de porão, carreta rodoviária. Doc. do barco e carreta em dia. R$ 12.500,00. F: 33565939 / 9662-8283 - mj - Marfim Pantaneiro, carreta rodoviária, Mercury Sea - Aço 25 hp/2002. R$ 8.500,00. Barco Ecologia 5m, borda alta, c/ comando, motor Suzuki 30 hp, carreta. R$ 12.000,00. Excelente estado. F: 3334-1538/ 9127-0111 - od - Motor Suzuki 40 hp c/ comando a distância/98. R$ 5.800,00. Evinrude 225 HP H.O./04, hélice de inóx Trophy 28”, caixa hidr. Sea Star. RS 35.000,00. F: 3226-0909/9972-1666 c/ Júnior Evinrude, controle de pedal. Semi-novo. R$ 1.200,00. Fone: 9989-0563 c/ Tite Motor elétrico Sumax 56 libras.Semi novo. R$ 450,00. Fone: 3256-1545 c/ Silvio Barco Mogi Mirim 5m, Yamaha 25 hp, motor elétrico, roda liga leve. Doc. ok. R$ 9,000,00. F: 9623-8996 - sn Motor Yamaha 8 hp/99. Revisado, com nota fiscal, pouco uso. R$ 3.000,00. Fone: 78149097 / 3296-1796 c/ Junior - mj Motor Yamaha 25 hp/1988. ÓtiMotor elétrico Minn Kota 36 mo estado. Só vendo. R$ 3.900,00. Fone: 3247-2716 / lbs. Revisado.R$ 390,00. F: 9602-8071 c/ Jorge - mj 3275-8109 9181-1429 Conjunto: - Lancha de fibra Cassarino 14 pés, tudo zerado, estofamento novo, bateria nova, bomba de porão, equipada com motor Johnson 50 hp Etec, com carreta rodoviária 6 metros. Conjunto impecável, semi novo, com garantia. - Barco Ecologia 16’c/comando à distância, equipado, c/ motor Mariner 40 hp. Todo revisado e carreta rodoviária. - Venda de peças e acessórios para barcos, motores e carretas, dispomos de: Diversas carretas para locação, compra e venda. - Confira seu barco e carreta antes de pescar, se está com sua documentação em ordem (Operação pente fino). - Consulte-nos sobre: Regularização de barcos, motores e carretas. Motor Suzuki 25 hp/96. Em ótimo estado. R$ 3.000,00. Fone: 9989-8178 Evinrude 95/15 hp - acompanha tanque e carrinho. Único dono. R$ 2.000.00. Fone: 3333-6877 c/ Luiz - od Fone: 3367-1241 Evinrude 35 hp - 3 cilindros/ 98. Excelente estado. R$ 5.500,00. Fone: 9972-9857/ 3263-2865 Motor Suzuki 25 hp/1996 - Motor elétrico Motor Guide Vendo. R$ 3.000,00. Fone: 43 lbs.R$ 1.000,00. F:99729989-8178 c/ Choma 9857/3263-2865 - Motor elétrico 54 Lb Marinizado Marca Phanton 0 Km 780 reais a pronta entrega. Tocantins 16’, Yamaha 40 hp, completo, carreta, banco ,comando. R$ 10.300,00. F: 3353-3999/9947-8974 - ja Levi Náutica - Motor Yamaha 20 HP - 4 tempos - 2010 - 0 Km Tabela: 9.850,00 - Preço especial: 7.580,00 Consulte-nos pelo telefone acima. Real Eagle 202 ano 2003 com motor 115 Optmaks 2007 exelentes estado 36.000 reais 9193-2502 - Inverson. Rabeta Volvo 280, excelente estado de conservação. Completa. R$ 7.500,00. Fone: 3377-2955 / 8455-4454 c/ Prates Leveforte 5m / viveiro, motor Evinrude 15 hp, carreta rod. c/ alguns acessórios. R$ 6.300,00. F: 8445-9391/3095-8260 c/ César - nj Pety 500 S, plataformado, console, direção, Mercury 40hp/ 86, c/ partida manual, carreta/94, motor elétrico 36 lbs. R$ 6.900,00. F: 9672-3474 c/ Valdir - ja Vendo Casco de Lancha 25 pés, cabinada para reforma. R$ 18.000,00. Fone: 3338-1834 / 8488-7979 c/ Marco Aurélio sn Karib 500, 5m/97, Mercury 25/ 30/2004, acessórios, carreta eixo inox, perfeito estado. Garagem (alugada) p/ guardar barco, quarto, 2 beliches, geladeira, fogão, microondas, bwc, etc. Aluguel mensal R$ 110,00. R$ 16.000.00. F: 91839652 / 3252-9652 - mj
  29. 29. Jornal Pesca Ecologia Barco Ecologia - 5,5m ,casco 98, motor Mercury 50 hp2005,com carreta rodoviária. Com carreta. R$ 11.500,00 e s/ em a carreta R$ 10.000,00. Fones: 33565939 / 96628283 - dj 29 Carreta fechada de fibra 1 , 2 x 1 x 0 , 8 0 . P i n t u r a Diversas peças motores personalizada. Tampa abre e Suzuki, rabetas, bloco, etc. vira uma mesa. Doc.R$ Fone: 3367-1241 - LN 1.800,00. c/ Ricardo: 84036474/3224-4179 - ao Vaga 23’ + título sócio - Iate Clube Pontal do Sul. R$ Barco Marreco - Alumínio 5m c/ remo, poita, viveiro, salva- 22.000,00. Fone: 3253-6730 vidas, capa, Evinrude 15 hp/ c/ Dagoberto ou Daneile - sn 89, estepe e carrinho de motor, carreta rodoviária. ExceVendo lente estado. Documneto Carreta Encalhe madeira okÚnico dono. R$ 9.700,00. F: com rodízio de aço inox 9972-1089 - nj para Marajó. Local Guaratuba Barco inflável Nauta, carreta R$ 1.300,00 rodoviária com 2 eixos. R$ 5.000,00. F: 3246 -9318 / 9977- Fone: 8488-0861 c/ Silvio 1622 c/ Júlio - jm Sonar - modelo Cuda 300, zero, na caixa. Completo. R$ 300,00. Fone: (41) 3019-1351 - ja Carreta 2011 / 2012, para barco de 5m, com berços de borracha. R$ 2.000,00. Fone: 3018-7108 / 9657-7497 - od Chácara, com luz, 50 metros do rio Cachoeira - Limoeiro/ Antonina.R$ 25.000,00. : 96779007 c/ Davi - js Imperdível!!! Vendo mais de 200 iscas artificiais como: Bomber, Sputinik, KV, entre outras, de diversos tamanhos. R$ 1.500,00 - Somente o lote todo. Fones: 9989-8178 Tim / 9124-8178 Vivo c/ Choma Montana LS/2013, capota, roda, isofilme, engate, faróis de milha, trio elétrico, ar e direção hidráulica, metálica - cor prata, único dono, nota fiscal e manual, com apenas 12.000 km. Particular, impecável, sem troca. R$ 30.500,00 Náutica Carrecar Fones: 3287-4720 / 9207-4028 / 9181-1429 Existem uma infinidade de peixes e dentes diferentes. Mas o caso do sargo-de-dentes, porém, é diferente. Ele não tem dentes bizarros – pelo contrário, é provável que os dele sejam mais bonitos do que os de muita gente. “Um sargo-de-dentes adulto totalmente crescido terá incisivos bem definidos posicionados na frente da mandíbula e molares definidos em três fileiras no maxilar superior e duas fileiras na mandíbula inferior”, explica a escritora científica Becky Crew. Como os seres humanos (e outros onívoros), essa combinação de dentes permite que o sargode-dentes se alimente de uma infinidade de diferentes presas em todo o seu desenvolvimento. Isso é especialmente útil para um peixe que se move livremente pela água salgada, salobra e doce. De sorver vermes ao esmagamento das conchas de crustáceos, este peixe está pronto para se banquetear em vários habitats.
  30. 30. Jornal Pesca Ecologia 30 PESCARIA NO RIO PARANÁ - LÁ EMBAIXO DEPOIS DO TURUQUÁ É O PARAÍSO DO TIGRÃO O dourado de 16 quilos vomita um “aparato” conhecido e já bem usado. O tigrão, marcado “com o rabo verde”, virou um prato de Natal Aproximando-se as festas de fim de ano, Justino, Kaminski, Jeová e Tocoline, mais conhecido como o Toco, pescavam no rio Paraná, lá embaixo, depois do Turuquá, próximo aos quartéis da polícia Argentina e Paraguaia. Faziam uma rodada, num pesqueiro muito bom do lado Argentino, que segundo Toco os grandes peixes estavam sempre do lado proibido. Dado momento, Toco ferrou um dourado de mais ou menos 16 quilos, um belo tigre do Paraná, ajudado por Kaminski, que deitou-o no chão da embarcação da Marajó 16’. Para surpresa dos amigo as, o belo exemplar vomitou juntamente com o “aparato” uma camisinha de vênus devidamente usada. - Olha que safado! Exclamou Toco para Justino que estava na proa compenetrado na “rodada”. - Seus moleques, isso é brincadeira que se faça? Por esta eu não esperava de uns marmanjos gritou irado o Justino. Mas não era brincadeira não” O dourado vomitou o aparato explicou o Jeová admirado e constrangido com a reação violenta do amigo. Tocolini e Kaminski amarraram então uma linha SAGUIS ORIENTAIS Certa feita nos idos de 1990, naveguei sozinho até a Baia dos Pinheiros, litoral do Paraná. E acampei nas Pedras do Canudal. Canudal é no litoral do Paraná passando a Ilha de Fatima, Ariri, a Ilha do Cardoso. Fica entre os Estados de São Paulo e Paraná em uma região muito bonita. Gosto muito de pescar sozinho e a ideia era pegar umas garoupas grandes, mas até então só tinha pescado um robalo flecha de uns quatro quilos. Final da tarde, após ter montado o acampamento e tomado umas cataias, me recostei e cochilei debaixo de um frondoso Jacarandá. Não sei quanto tempo passou, mas fui acordado por um grupo de micos – leão – de – cara- preta. O grupo era formado por uns 06 macaquinhos que emitiam sons bastante agudos e se mostravam muito territorialistas. Não me morderam muito pelo contrario pareciam pequenas beliscadinhas sutis no meu rosto e pareciam que queriam realmente me acordar. Enfim, conseguiram. Olhei aquela família e percebi que não me acordaram ao acaso tinham um intuito que eu os alimentasse. Cheguei a essa conclusão porque os pequenos primatas abriam a boca e apontavam para dentro... só faltavam falar! grossa e verde no rabo do “machão” que foi marcado, separado e colocado no porão da embarcação. No final já na hora de ir embora, aproximou-se como que saindo do nada a polícia argentina. Chegaram com metralhadora e fuzil em punho e constataram que os amigos não tinham licença para a pesca alegando que eles estariam presos. Qual não foi a supresa quando Justino reconheceu o Capitão que já o havia abordado três vezes e feito amizade com ele. Conversa vai, conversa vem, tudo acabou em cervejas geladas, para refrescar o forte calor da região. Na despedida, o capitão pediu um peixe para regalar seu superior visto que se aproximava a festa natalina de final de ano. Sem hesitar, Justino olhou para Toco e deu umas piscadinha, abriu o porão e foi direto ao “Tigrão”, marcado com o rabo verde. - Aqui está meu amigo, o maior, melhor e certamente o mais saboroso dos exemplares. Quem o desgustar lamberá até o bigode. Assim todos sairam ilesos e o dourado virou um saboroso prato de Natal. Quisera eu ter um cacho de bananas ou outras frutas, mas não tinha. O Leontopithecus caissara, também conhecido como mico- leãoda- cara- preta, é um pequeno primata que vive na região de região de Guaraqueçaba, no Parque Nacional do Superagüi e nas ilhas adjacentes e se alimenta de frutos, folhas, insetos, seivas de árvores, flores (néctar) e fungos. Como sempre levava junto com a traia, wasabi, shoyo e Ajinomoto. E tive uma ideia que deu certo acho que por conta deles comerem insetos. Pequei uma folha de taioba que serviu de cuia e prato ao mesmo tempo. Limpei o robalo e o filetei. Arrumei na folhagem da seguinte maneira de um lado os filezinhos e do outro os temperos. Vale ressaltar que era observado o tempo todo por aqueles alegres e saltitantes macaquinhos. Terminei o sashimi, peguei um pedaço e ensinei a macacada a comer. Passei no shoyo e depois um pouco no wasabi. Assim que coloquei o primeiro pedaço na boca um deles se aproximou, pela posse parecia ser o cheque do grupo. O macaquinho repetiu exatamente o que eu havia feito e fez uma cara muito ruim. Parou, coçou a cabeça e na segunda vez pegou só o pedaço de peixe. Dessa vez aprovou e emitiu um som bem agudo e todo grupo se aproximou. Alguns gostaram do shoyo e wasabi, outros não. Mas, foi um banquete maravilhoso e só pararam de comer no último pedaço de peixe. Penso que esses macaquinhos são orientais porque vai gostar de sashimi assim lá no Japão. Jan 01 Jan 30 Mar 01 Mar 30 Abr 29 Mai 28 Jun 27 Jul 26 Ago 25 Set 24 Out 23 Nov 22 Dez 21 Jan 08 Fev 06 Mar 08 Abr 07 Mai 07 Jun 05 Jul 05 Ago 03 Set 02 Out 01 Out 31 Nov 29 Dez 28 Jan 16 Fev 14 Mar 16 Abr 15 Mai 14 Jun 13 Jul 12 Ago 10 Set 08 Out 08 Nov 06 Dez 06 Jan 24 Fev 22 Mar 23 Abr 22 Mai 21 Jun 19 Jul 18 Ago 17 Set 15 Out 15 Nov 14 Dez 14 Para pescarias em rios e lagos de água doce, recomendo o segundo, terceiro e quarto dias após as mudanças da lua, sendo considerado um dos melhores dias o terceiro e quarto após a crescente.
  31. 31. Jornal Pesca Ecologia 31
  32. 32. Jornal Pesca Ecologia 32

×