Um Compromisso com a Excelência na Gestão das Empresas e Organismos tutelados  Acordo de Definição de Objectivos do Grupo ...
O acordo de definição de objectivos hoje formalizado consagra alguns princípios orientadores que enquadram uma nova filoso...
O modelo de fixação de objectivos tem cinco características distintivas Combinação de desígnios de rentabilidade e de cres...
O accionista aprovou na AG de 2005 as orientações estratégicas para o actual mandato <ul><li>Promover o crescimento e mant...
Os objectivos Globais Anuais incorporam desígnios de rentabilidade, crescimento e qualidade de serviço tanto em 2006… Meto...
…  como para 2007,os quais serão confirmados com base no Plano Estratégico a apresentar Metodologia de Cálculo Objectivo a...
O desempenho Global Plurianual considera indicadores de ordem qualitativa e quantitativa, cujo valor previsto será aferido...
O cumprimento dos objectivos permitirá ao Grupo CTT aproximar-se do universo de empresas postais de comparação  (Peers) 20...
Estes objectivos estão consubstanciados nas cartas de missão a assinar por cada um dos membros do CA
A definição de objectivos será progressivamente alargada às restantes empresas e organismos tutelados, através de uma abor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Objectivos CTT - Setembro 2006

598 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
598
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Objectivos CTT - Setembro 2006

  1. 1. Um Compromisso com a Excelência na Gestão das Empresas e Organismos tutelados Acordo de Definição de Objectivos do Grupo CTT Lisboa, 13 de Setembro de 2006
  2. 2. O acordo de definição de objectivos hoje formalizado consagra alguns princípios orientadores que enquadram uma nova filosofia de gestão <ul><li>Implementação de uma filosofia de gestão profissionalizada e consubstanciada na definição e controlo da consecução de objectivos ambiciosos mas atingíveis; </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de uma cultura de orientação para o mercado e para as melhores práticas, comparando a performance da empresa com um conjunto de peers internacionais no seu mercado de referência; </li></ul><ul><li>Prosseguir um conjunto de práticas empresariais de referência que assegurem a sustentabilidade empresarial; </li></ul>1 2 3 Princípios Orientadores
  3. 3. O modelo de fixação de objectivos tem cinco características distintivas Combinação de desígnios de rentabilidade e de crescimento Análise da performance global do Grupo e individual de cada Administrador Aferição da performance relativa face a um conjunto de peers de referência Materialização do conceito de Sustentabilidade Empresarial Foco no desempenho anual e plurianual Objectivos do Grupo CTT Características dos objectivos definidos
  4. 4. O accionista aprovou na AG de 2005 as orientações estratégicas para o actual mandato <ul><li>Promover o crescimento e manter a liderança nos negócios actuais; </li></ul><ul><li>Desenvolver novas áreas de negócio: </li></ul><ul><ul><li>Printing & Finishing, </li></ul></ul><ul><ul><li>Soluções de Pagamentos (via Payshop), </li></ul></ul><ul><ul><li>Venda de Soluções Postais, </li></ul></ul><ul><ul><li>Banco Postal </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços Públicos e Serviços de Interesse Geral e Serviços de Proximidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Negócios Internacionais e mercados de influência ou de interesse (ex: Espanha); </li></ul></ul><ul><li>Gerar crescimento através da Inovação, lançando produtos relacionados com a sua vocação essencial e recorrendo às oportunidades viabilizadas pelo desenvolvimento/inovação no mundo das comunicações electrónicas (ex: hub electrónico de comunicações postais, caixa postal electrónica). </li></ul>Orientações estratégicas
  5. 5. Os objectivos Globais Anuais incorporam desígnios de rentabilidade, crescimento e qualidade de serviço tanto em 2006… Metodologia de Cálculo Objectivo a atingir Indicador 1) <ul><ul><li>Desempenho relativo do Return on Invested Capital do Grupo CTT vs. Peers </li></ul></ul>(ROIC do Grupo CTT) / (Média do ROIC do grupo de Peers) Valor do Índice de Qualidade de Serviço durante o exercício de 2006 <ul><li>≥ 50% </li></ul><ul><ul><li>Desempenho relativo da Margem EBITDA do Grupo CTT vs. Peers </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento de Receitas do Grupo CTT em 2006 </li></ul></ul><ul><ul><li>Net Profit do Grupo CTT em 2006 </li></ul></ul><ul><ul><li>Índice de Qualidade de Serviço 2) </li></ul></ul>(Margem EBITDA do Grupo CTT) / (Média da Margem EBITDA do grupo de Peers) Crescimento real das receitas consolidadas do Grupo CTT Net Profit consolidado do Grupo CTT 1) Indicadores calculados para o ano de 2006 2) D e acordo com o Convénio de Qualidade do Serviço Postal Universal celebrado com o ICP – ANACOM <ul><li>∆ ≥ € 56 milhões </li></ul><ul><li>€ 17 milhões </li></ul><ul><li>Valor igual ao fixado pelo convénio </li></ul>Indicadores dos Objectivos Globais anuais do Grupo CTT para o ano de 2006 <ul><li>≥ 75% </li></ul>
  6. 6. … como para 2007,os quais serão confirmados com base no Plano Estratégico a apresentar Metodologia de Cálculo Objectivo a atingir Indicador 1) <ul><ul><li>Desempenho relativo do Return on Invested Capital do Grupo CTT vs. Peers </li></ul></ul>(ROIC do Grupo CTT) / (Média do ROIC do grupo de Peers) Valor do Índice de Qualidade de Serviço durante o exercício de 2007 <ul><li>≥ 75% </li></ul><ul><ul><li>Desempenho relativo da Margem EBITDA do Grupo CTT vs. Peers </li></ul></ul><ul><ul><li>Crescimento de Receitas do Grupo CTT em 2007 </li></ul></ul><ul><ul><li>Net Profit do Grupo CTT em 2007 </li></ul></ul><ul><ul><li>Índice de Qualidade de Serviço 2) </li></ul></ul>(Margem EBITDA do Grupo CTT) / (Média da Margem EBITDA do grupo de Peers) Crescimento real das receitas consolidadas do Grupo CTT Net Profit consolidado do Grupo CTT 1) Indicadores calculados para o ano de 2007 2) D e acordo com o Convénio de Qualidade do Serviço Postal Universal celebrado com o ICP – ANACOM <ul><li>A definir em Novembro 2006 - Plano Estratégico </li></ul><ul><li>Valor igual ao fixado pelo convénio </li></ul>Indicadores dos Objectivos Globais anuais do Grupo CTT para o ano de 2007 <ul><li>≥ 100% </li></ul><ul><li>A definir em Novembro 2006 - Plano Estratégico </li></ul>
  7. 7. O desempenho Global Plurianual considera indicadores de ordem qualitativa e quantitativa, cujo valor previsto será aferido com base no Plano Estratégico a apresentar até ao mês de Outubro Indicadores dos Objectivos Globais plurianuais do Grupo CTT para os ano 2006-2007 Fórmula de Cálculo Objectivo a atingir Indicador <ul><ul><li>Performance do Return on Capital Employed do Grupo CTT </li></ul></ul>ROCE do Grupo CTT no final do período <ul><li>A definir em Novembro 2006 - Plano Estratégico </li></ul><ul><ul><li>Desempenho relativo da Margem EBITDA do Grupo CTT vs. Peers </li></ul></ul><ul><ul><li>Performance do Índice de Sustentabilidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Imagem do Grupo CTT nos mercados nacional e internacional </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacidade de mudança e adaptação às novas exigências de mercado </li></ul></ul>Valor do Índice de Sustentabilidade no final do período Avaliação qualitativa do accionista com base numa auditoria à marca <ul><li>≥ 100% </li></ul><ul><li>Valor superior a 7.500 pontos </li></ul><ul><li>Valor objectivo de 4 (escala de avaliação de 0 a 5) </li></ul><ul><ul><li>Cumprimento das metas estratégicas a nível nacional e internacional </li></ul></ul><ul><li>Valor objectivo de 4 (escala de avaliação de 0 a 5) </li></ul><ul><li>Valor objectivo de 4 (escala de avaliação de 0 a 5) </li></ul>Avaliação qualitativa do accionista com base na evolução do inquérito de Clima e Cultura Organizacional Avaliação qualitativa do accionista com base nos pressupostos e consecução do plano estratégico (Margem EBITDA do Grupo CTT) / (Média da Margem EBITDA do grupo de Peers)
  8. 8. O cumprimento dos objectivos permitirá ao Grupo CTT aproximar-se do universo de empresas postais de comparação (Peers) 2006P 2007P 2005 Média dos Peers = 10,5% 2006P 2007P 2005 Média dos Peers = 9,1% 50% 75% 90% 100% % da média dos Peers A definição dos objectivos plurianuais estará condicionada à análise e aprovação de um Plano Estratégico, a apresentar à tutela até final de Outubro de 2006 41% 85% Objectivos de Evolução do ROIC Objectivos da Margem EBITDA
  9. 9. Estes objectivos estão consubstanciados nas cartas de missão a assinar por cada um dos membros do CA
  10. 10. A definição de objectivos será progressivamente alargada às restantes empresas e organismos tutelados, através de uma abordagem sistematizada FORMULAÇÃO/ VALIDAÇÃO DE OBJECTIVOS VALIDAÇÃO LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA REVIEW DE SUSTENTABILIDADE 1 2 3 Etapas para a definição de objectivos <ul><ul><li>Analisar enquadramento e tendências do sector </li></ul></ul><ul><ul><li>Aferir performance interna a nível organizativo e dos vários negócios </li></ul></ul><ul><ul><li>Validar linhas de orientação estratégica </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise da empresa à luz dos critérios de sustentabilidade económico-financeira, ambiental e social </li></ul></ul><ul><ul><li>Quantificação da posição actual (pontos) </li></ul></ul><ul><ul><li>Acordar objectivos de desempenho anuais e plurianuais ( Corporate e Individuais) com a empresa/ organismo tutelado </li></ul></ul>Gestão por Objectivos

×