2 intro abordagens e questões

418 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2 intro abordagens e questões

  1. 1. Pós-Graduação em Ecologia de Ecotonos UFT Ecologia de Populações e Comunidades Fernando M. Pelicice
  2. 2. O que é uma população? “Uma população é um grupo de plantas, animais ou outros organismos, todos da mesma espécie, que vivem juntos e se reproduzem.” Gotelli (2007)
  3. 3. O que é uma comunidade? “... the very essence of a community is that it should embrace the entire living ‘fraction’ of a given system, irrespective of taxonomic status, and that it is a functional unit, whose members interact.” “...an interactive assemblage of species occuring together within a geographical area, a set of species whose ecological function and dynamics are in some way interdependent.” Putman (1994)
  4. 4. Comunidade ecológica existe? organismos comunidade
  5. 5. Gleason (1926) “Não é estranho que exista conflito e confusão na definição e classificação das comunidades de plantas. Certamente nossa crença na integridade da associação e na santidade do conceito de associação deve ser severamente abalada. Nós não estaríamos prontos para concluir, bem longe da opinião prevalente, que uma associação não é um organismo, pobremente uma unidade vegetacional, mas meramente uma coincidência? ”
  6. 6. ORGANISMO Limites Componentes Manutenção Estabilidade Reprodução Autopoiese Ciclo de vida COMUNIDADE discreto constantes feedback homeostase sim sim determinado difuso ou ausente variáveis interações múltiplas variável não não indeterminado
  7. 7. Fauth et al. (1996)
  8. 8. Objetivos da Ecologia de Comunidades? 1. Descrever a estrutura da comunidade 2. Identificar padrões no tempo e espaço 3. Descobrir mecanismos e processos (causas)
  9. 9. Estrutura Padrões COMUNIDADE Explicar e Prever Processos
  10. 10. Atributos, entidades e variáveis? Diversidade Riqueza de espécies Grupos funcionais Tamanho das populações Composição Interações COMUNIDADE Similaridade Guildas Niveis tróficos Distribuição Teias-Tróficas
  11. 11. Atributos, entidades e variáveis? Estrutura genética Estrutura etária Proporção sexual Ontogenia POPULAÇÃO N, B e D Dieta Fecundidade Distribuição Taxa de Crescimento
  12. 12. Questões relacionadas a estrutura? (o que?) - Quais as espécies presentes? - Quantas espécies existem? - Como é a divisão de abundâncias? - Quais os limites de distribuição das espécies? - Qual a dieta dos animais? - Quais as guildas presentes? - Quais os níveis tróficos presentes? - Qual a estrutura da teia?
  13. 13. Questões relacionadas a padrões? (como?) - Como S varia no tempo e espaço? - SAD entre comunidades? - Relação entre similaridade e distância? - Relação entre riqueza e área? - Resposta da comunidade frente ao distúrbio? - As espécies competidoras coexistem? - Estrutura das teias varia entre comunidades? - Relação entre diversidade e estabilidade?
  14. 14. Questões relacionadas a processos? (por que?) - Quais os fatores que determinam S e composição? - Quais os fatores que determinam SAD? - Quais os fatores que determinam S x latitude? - Relação entre similaridade e distância? - O distúrbio afeta S e composição? - O que determina padrões checkerboard? - Porque a diversidade afeta a estabilidade? - A competição estrutura a comunidade?
  15. 15. Algumas questões clássicas... - É possível classificar as comunidades em tipos? - As comunidades são entidades estáveis? - Existe estrutura comum entre as comunidades?
  16. 16. Algumas questões clássicas... - Espécies com nicho semelhante podem coexistir? - A competição determina a estrutura das comunidades?
  17. 17. Algumas questões clássicas... - Existem regras que guiam a formação das comunidades? - Qual o papel da diversidade no funcionamento do sistema?
  18. 18. Algumas questões clássicas... - Quais os fatores que determinam a estrutura das comunidades? - É possível prever a estrutura das comunidades no tempo e no espaço?
  19. 19. Abordagens clássicas... Biodiversidade Vs. interações Interações Vs. recursos Macroecologia Biod. Vs. Funcionamento sistema Lewinsohn (2004)
  20. 20. Métodos de investigação... - Estudos observacionais - Amostragem - Estudos experimentais - Estudos teóricos - Estudos de simulação - Modelagem - Meta-análise
  21. 21. AXIS Laboratory Regulation of independent variables Site matching Ability to follow trajectory Maximum temporal scale Maximum spatial scale Scope (range of manipulations) Realism Generality TYPE OF EXPERIMENT Field Natural Trajectory Natural Snapshot Highest Highest Yes Lowest Medium/Low Medium Yes Lowest None Medium/Low Yes Highest None Lowest No Highest Lowest Lowest None/Low None Low Medium/Low High Low Highest Medium/High Highest High Highest Highest Highest High Diamond (1986)
  22. 22. LE FE NE RÉPLICAS CONTROLE LE FE NE TIPO REALISMO NE FE LE TIPO GENERALIDADE TIPO NE FE LE TIPO
  23. 23. Experimento de laboratório Matthews & Matthews (2006)
  24. 24. Experimento de campo Santos et al. (2011)
  25. 25. Experimento de campo (whole-lake)
  26. 26. Sass et al. (2006)
  27. 27. Experimento de campo Laplante-Albert et al. (2010)
  28. 28. Amostragem em campo
  29. 29. Alguns exemplos particulares... A introdução do tucunaré altera a estrutura da ictiofauna nativa?
  30. 30. Pelicice & Agostinho (2009)
  31. 31. Alguns exemplos particulares... Macrófitas submersas influenciam na distribuição da ictiofauna em reservatórios?
  32. 32. Pelicice & Agostinho (2005)
  33. 33. Alguns exemplos particulares... A construção de barragens altera a estrutura da fauna de peixes?
  34. 34. Agostinho et al. (2008)
  35. 35. Alguns exemplos particulares... Como é a regeneração da diversidade vegetal no Cerrado após distúrbio com fogo?
  36. 36. 08-2010 10-2010 05-2011 t=0 t = 2 meses t = 9 meses
  37. 37. 08-2010 10-2010 05-2011 t=0 t = 2 meses t = 9 meses
  38. 38. Alguns exemplos particulares... Qual nutriente influencia a taxa de crescimento do aguapé?
  39. 39. Kobayashi et al. (2008)
  40. 40. Alguns exemplos particulares... A construção de reservatórios altera o custo energético atrelado à dinâmica da pesca?
  41. 41. Hoeinghaus et al. (2009)

×