Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil

2.830 visualizações

Publicada em

Revista informativa de uma das maiores Consultorias Contábeis do Mundo, Moore Stephens. Nessa edição abordamos assuntos relevantes do panorama econômico brasileiro e mundial. Entre eles destacamos:
- Brasil: Cenário otimista para investimento;
- Perspectivas América Latina;
- Copa do Mundo e Jogos Olímpicos.

2 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.830
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
2
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Moore Stephens - MS News - 12 anos de informação no Brasil

  1. 1. Boletim MS News: 12 anos de informação no Brasil 3 EDITORIAL 4 BRASIL: CENÁRIO OTIMISTA PARA INVESTIMENTOS 6 RICHARD MOORE FALA SOBRE O BRASIL 7 12 ANOS DE INFORMAÇÃO E 12 ESCRITÓRIOS NO BRASIL 46 PERSPECTIVAS AMÉRICA LATINA 50 COPA DO MUNDO E JOGOS OLÍMPICOS 54 A HISTÓRIA DA AUDITORIA NO BRASIL 56 IDENTIDADE NACIONALMoore Stephens Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.
  2. 2. Editorial Estamos vivendo Para comemorar essa empreitada, lançamos esta revista, que um momento também é diferente. Desta vez, o leitor não vai encontrar os muito especial artigos técnicos que produzimos durante o ano, mas sim o no contexto de resultado de uma pesquisa sobre o Brasil, com foco nas 12 desenvolvimento regiões onde a Moore Stephens está presente. Diversos sócios econômico uniram-se para discutir sobre o potencial econômico dessas e social do regiões que vêm contribuindo para o desenvolvimento do Brasil. É notável País. Setores promissores, políticas regionais de estímulo ao EXPEDIENTE o nosso investimento, ideias e projetos de melhorias locais são alguns Publicação especial 12 anos MS News crescimento, temas recorrentes. Conselho editorial: Hélio Eiji Yamasaki, Hélio Mazzi Júnior, Jarbas Lima da Silva e alavancado por diversas A entrevista com o Roberto Cox, Presidente da Moore Stephens Sérgio Lucchesi Filho condições América Latina, revela uma análise do momento atual e das Projeto editorial: Marília Marcucci favoráveis, potencialidades a serem desenvolvidas pelos países latino- Edição: Estúdio de Comunicação estimuladas, americanos: informações úteis vindas da visão de um profissional Jornalista responsável: Bibiana Riedhorst principalmente, acostumado às diferentes características dos países e suas – MTB 28.049 Cuiabá Ribeirão Preto pelos distintas legislações e culturas. Reportagens: Ana Esterque mscb@msbrasil.com.br msrp@msbrasil.com.br investimentos Projeto gráfico: SG&C Comunicação Sócios - Adilson Luchtenberg, George Sócios - Hélio Mazzi Júnior, Hildebrando Hélio Mazzi Júnior do meio De olho em um futuro muito próximo, destaco também a matéria Impressão: São Francisco Gráfica e Editora Diretor Executivo da Moore Stephens no Rodolfo Duarte de Oliveira, Hélio Mazzi Camargo, Marco Antônio Olívio Palos e empresarial sobre a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, Contato: msnews@msbrasil.com.br Brasil e membro do Comitê Executivo Júnior, Hildebrando Camargo, Lúcio Ricardo Aurélio Rissi. nacional e que prometem deixar um legado ao povo brasileiro. Regional da América Latina Agradecimentos Martinis, Marco Antônio Olívio Palos e internacional. Rio de Janeiro Clientes que participaram das Ricardo Aurélio Rissi. De caráter informativo, o artigo sobre a História da Auditoria msrj@msbrasil.com.br reportagens: Grupo Ematex, Banco Abordar esse cenário de desenvolvimento é o principal objetivo do Brasil revela a importância da nossa área de atuação para as Curitiba Sócios - Luiz Sallé Karam, Sérgio Lucchesi Pottencial, Bimetal, Rota Oeste, Los desta revista, criada para comemorar o aniversário do Boletim empresas e como nosso trabalho se desenvolveu ao longo dos msct@msbrasil.com.br Filho , Edison Pereira Lima, Samuel Akira Grobo Agro do Brasil, Grupo CR Almeida, MS News, que há 12 anos publica matérias úteis à gestão anos no País. Sócios - José Boeing, Luiz Gibur Júnior, Oyadomari, Carlos Atushi Nakamuta, Instituto Nordeste Cidadania, Instituto empresarial de diversas áreas de negócio, com atenção às Paulo Roberto Cardoso e Paulo Cirilo dos Luiz Fernando Nóbrega, Odair Zorzin e do Desenvolvimento do Trabalho, práticas contábeis, tributárias e de governança. Por fim, ressalto o mérito de todos os nossos clientes pelo Santos Neto. Elói de Siqueira. Flexicotton, Grupo Mime, Unetral S.A., mundo mas, sobretudo, no Brasil: são empresas de diversos Dax Resinas, Keko, Cory, Laticínios Fortaleza Santa Maria Quando nosso primeiro boletim informativo foi concebido, há portes e segmentos que contribuem para o crescimento do Aviação, Grupo TGM, Levantina Natural msfor@msbrasil.com.br mssm@msbrasil.com.br exatamente 12 anos, nossa necessidade de informar era movida País e fazem da Moore Stephens uma rede de auditoria e Stone, Pancoast Navegações, Grupo Sócios - Robinson P. Castro e Silva, Silvio Sócios - Carlos Alberto dos Santos, por um desejo particular. Nós queríamos fazer uma comunicação consultoria consolidada no mercado nacional. Essas parcerias Maza Tarraf, Marques Construtora e Leitão de Castro e Silva, Silvia Marinho Jarbas Lima da Silva, Roberto Augusto diferente, que realmente auxiliasse os administradores e enriquecem o nosso desenvolvimento profissional e humano Incorporadora e Grupo Servtec. Pinto e Francisco Moisés de Almeida Ayub, Ronei Xavier Janovik e Sérgio contadores em seu dia a dia nas empresas. Queríamos antecipar e fazem com que tenhamos, cada vez mais, orgulho em fazer Gomes. Laurimar Fioravanti. as respostas a algumas dificuldades, fazendo nossa opinião parte de um time vencedor. Moore Stephens chegar às mesas antes mesmo da nossa equipe de trabalho. Joinville São José do Rio Preto Desejo a todos uma boa leitura e um ano muito próspero. Auditores e Consultores no Brasil Há 12 anos, nós cumprimos essa missão. Há 12 anos, nossos msjl@msbrasil.com.br mssjrp@msbrasil.com.br colaboradores produzem, mensalmente, textos técnicos Belo Horizonte Sócios - Altair Gottardi, Hélio Eiji Sócios - Hélio Mazzi Júnior, Hildebrando importantes, partindo das reais necessidades que encontram nos msbh@msbrasil.com.br Yamasaki, José Francisco Gesser, Leila Camargo, Marco Antônio Olívio Palos e clientes. A linguagem do nosso boletim é específica. Ela tem o Sócios - Adelmo de Oliveira, Ruy Gomes Patrícia Oliveira, Luiz W. Jung e Rogério Ricardo Aurélio Rissi. olhar técnico da nossa profissão e experiência cotidiana. da Silva Filho, José Almeida de Oliveira, Nunes. São Paulo Marcelo Modesto Costa e Pedro Batista Porto Alegre mssp@msbrasil.com.br Feliciano. mspoa@msbrasil.com.br Sócios - Sérgio Lucchesi Filho, Edison Brasília Sócios - Carlos Alberto dos Santos, Jarbas Pereira Lima, Samuel Akira Oyadomari, msdf@msbrasil.com.br Lima da Silva, Roberto Augusto Ayub, Carlos Atushi Nakamuta, Luiz Fernando Sócios - Edson Souza Sobrinho, João Ronei Xavier Janovik e Sérgio Laurimar Nóbrega, Odair Zorzin e Elói de Alfredo Eduão Ferreira e Fabson Vogel. Fioravanti. Siqueira.2 3
  3. 3. da indústria automobilística e de produtos Segundo a Organização Internacional do da linha branca e o aumento de incidência Trabalho, cerca de 90% dos empregos do Imposto sobre Operações Financeiras no Brasil exigem, como (IOF) para empréstimos externos, visam mínimo, o ensino médio a mitigar certos desequilíbrios (entrada completo. Entretanto, excessiva de capital especulativo, valorização metade desses da moeda com efeito nas exportações, baixa importante, atividade industrial e do consumo etc.), bem por outro como, especialmente, estimular a atividade lado, deve-se produtiva. lamentar a perda de competitividade dos Outra área que é de máxima relevância trabalhadores brasileiros. A para alavancar de forma sustentada o saída é apenas uma: investir desenvolvimento brasileiro em em educação, que em médio todos os setores é a prazo proporcionará mão de obra Educação. adequada à demanda das empresas. Apesar disso, o cenário atual é de real otimismo, pois o País tem caráter multipolar Brasil: cenário otimista para investimentos de capital estrangeiro e os incentivos combinam crescimento com projeto estratégico de desenvolvimento, para investimentos ciência e tecnologia, inovação e boa reserva de trabalhadores não completou o ensino exportação. fundamental. As economias que têm obtido bom O trabalhador mal qualificado leva mais desempenho no mundo, como a chinesa e a tempo para desempenhar tarefas, fazendo indiana, não têm o mesmo nível de proteção Segundo o Relatório de Monitoramento de com que as empresas gastem mais tempo de ambiental, trabalhista e social do Brasil. Isso PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. Educação para Todos de 2010, da ONU para capital para produzir. A consequência não é reduz o custo da atividade empresarial, mas a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), a favorável: os produtos ficam mais caros e o com efeitos negativos sobre os resultados qualidade da educação no Brasil é deficiente, Brasil vai ficando para trás na concorrência econômicos e prejuízos para as populações principalmente no ensino básico. De acordo com outros países. daqueles países. Para os detentores de capital está claro que elevar o País aos grandes produtores commodities). O aumento do preço desses com o mesmo relatório, o Brasil poderia De fato, são muitos os atrativos brasileiros na Não é por acaso que muitos postos de o Brasil representa grande potencial para mundiais de petróleo nos próximos anos; produtos ocasionou a valorização das estar em uma melhor situação econômica e visão mundial. O Brasil confere a segurança trabalho estão sendo preenchidos por investimentos. A sétima potência mundial o de construção civil; e o de infraestrutura, ações brasileiras, totalizando, atualmente, de desenvolvimento humano se não fosse a de um Estado Democrático de Direito, está estrangeiros que estão migrando ao País da atualidade apresenta tendência firme de impulsionado também pela Copa de 2014 e 2,73% da capitalização mundial. Há dez baixa qualidade de ensino. comprometido com os direitos humanos em busca de novas oportunidades, não crescimento, inflação estável, estabilidade Olimpíadas de 2016. anos, a mesma taxa era de 0,7%, ou seja, o Essa deficiência interfere imediata e e a inclusão social, possui excelente clima encontradas em seus países de origem. econômica e dívida externa inferior às reservas. crescimento foi expressivo. diretamente no Brasil, sobretudo no que se e abundância em recursos naturais e, pela Além disso, o Brasil possui investimentos mais Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego primeira vez em muitos anos, conta com Mesmo com o tímido crescimento do Produto seguros quando comparados a um passado O lado negativo desse momento econômico refere à produtividade. Existe hoje dificuldade (MTE), em 2011 houve um aumento de um sentimento de autoestima elevado da Interno Bruto (PIB) no decorrer do ano, o bem recente, pois a maior parte não decorre é o atraso no setor industrial nacional. de encontrar trabalhadores com preparação 25% na emissão de vistos de trabalho para população. Brasil possui resultado muito semelhante aos de fluxo especulativo, mas de capital a ser Contudo, a desconcentração da indústria é adequada para preencher postos de trabalho estrangeiros em relação ao ano anterior e, países desenvolvidos e continua chamando utilizado em expansão e produção. fenômeno mundial. A maior preocupação em todos os setores da economia. O Brasil possui o desafio maior, incentivado no primeiro semestre de 2012, o volume de a atenção no mercado mundial. Segundo o Por outro lado, há a preocupação é com a timidez na evolução do PIB, entre A falta de mão de obra qualificada tem sua pelo planejamento de desenvolvimento do vistos subiu 24% em comparação ao mesmo relatório da World Investment Report (WIR), internacional de como o Brasil vai aproveitar outros fatores. origem direta na precariedade da educação. Governo, de crescer de modo em que todos período de 2011. referente a 2011 e divulgado em julho de a euforia atual de todo esse potencial de O trabalho se expandiu, as tecnologias se beneficiem. Isso exige o esforço para a Recentes medidas do governo, como a 2012, o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking crescimento para fortalecer sua indústria e Esses dados refletem o impacto da crise construção de um Estado de proteção social e desoneração de impostos sobre a folha de evoluíram, mas a escola não está conseguindo de Investimentos Estrangeiros Diretos (IED). seus índices sociais. econômica internacional aliado à escassez de inclusivo, mais comum aos países desenvolvidos. pagamento, o aumento de impostos sobre acompanhar essas mudanças, formando um mão de obra qualificada brasileira. Se por um A desburocratização e a reforma tributária Os setores mais atraentes para investimentos As maiores exportações brasileiras no produtos importados, a redução progressiva descompasso que afeta o crescimento do lado é uma oportunidade aos estrangeiros, seriam muito bem-vindas para a agilização do são: o de energia e combustíveis, sobretudo ano passado foram de minério de ferro, das taxas de juros e do custo com energia País. É necessário investimento urgente e que nos apoiam em um momento desenvolvimento das empresas brasileiras. com a exploração do Pré-Sal, que deve soja, cana-de-açúcar, café e frango (todos elétrica, a redução temporária dos impostos significativo nessa área.4 5
  4. 4. Brasil: cenário otimista para investimentos O presidente 12 anos de informação e da Moore Stephens 12 escritórios no Brasil Internacional, Richard Saiba mais sobre o desenvolvimento das regiões onde a Moore Stephens está presente. Moore, fala sobre o Brasil PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE. Estive no Brasil pela primeira vez em 1974, em uma visita que fiz à América Latina. Quando cheguei ao Rio de Janeiro, fiquei lisonjeado com a receptividade que tive, não somente das pessoas, mas também do ambiente. Era uma terra acolhedora. Acolhedora e vasta. Acredito que esses são os primeiros adjetivos que vêm à mente quando penso no Brasil. Os empresários, sempre criativos, estão abertos a diversas possibilidades de negócio e a vastidão do País aumenta ainda mais as oportunidades. Nenhum país da América Latina possui tantas cidades estratégicas com diversos polos de negócio e, ainda, com potencial imenso de crescimento. Desde a primeira vez que visitei essa terra, minhas expectativas só cresceram. Richard Moore Presidente da Moore Stephens Internacional dos negócios. No mercado global de hoje, as Nenhum país mudanças não cessam e, para enfrentá-las da América Latina com êxito, é preciso visão e flexibilidade, além do apoio e conhecimento de especialistas. No possui tantas cidades Brasil, nós cumprimos esse papel, assim como estratégicas com diversos nos mais de 100 países onde nossa marca atua. Atualmente, a Moore Stephens está polos de negócio e, ainda, presente em 12 cidades brasileiras. Estamos com potencial imenso de entusiasmados em transferir, com sucesso, as práticas de negócio e políticas da Moore crescimento Stephens que dão certo há muitos anos na Europa e nos Estados Unidos, além de outras importantes regiões mundiais, o que nos A Moore Stephens, em especial, encontrou deixa honradamente felizes e motivados para no Brasil, aquilo que sempre buscou e que expandir cada vez mais no Brasil. Falar do deu certo ao longo de mais de um século Brasil me traz sempre um sorriso no rosto, de trajetória: um olhar atencioso e otimista um tom de otimismo, um sentimento bom.6 7
  5. 5. Belo Horizonte Moore Stephens Auditores e Consultores BELO HORIZONTE (MG) Crescimento acelerado com Área: 330,95 km2 A Moore Stephens foco na construção civil, no População: 2.375.444 hab. (IBGE/2010) Densidade demográfica: 7.177,65 hab./km2 IDH: 0,839 (PNUD/2000) em Belo Horizonte Em 2011, tivemos uma queda significativa do Obviamente, parte dos investimentos nesse setor de serviços e no comércio PIB: R$ 51,6 bilhões (IBGE/2010) A Moore Stephens chegou a Belo crescimento da economia mineira e brasileira, setor visa a Copa do Mundo de 2014 e as PIB per capita: R$ 18.182,00 (IBGE/2009) Horizonte por meio da Consulting em parte como reflexo da queda da economia Olimpíadas de 2016, mas sabemos que esses News Consultores e Auditores, mundial, bem como do fato de termos um eventos são temporários e os investimentos constituída na região em 1998. ano-base de comparação (2010) de alto em grande escala buscam primeiro suprir a crescimento, mas também demonstrando deficiência de apartamentos da rede hoteleira Belo Horizonte exerce influência nacional e entre os maiores centros financeiros do Brasil, desenvolvimento acelerado nos setores de a dificuldade do País em manter um na cidade para atender à demanda atual, internacional nos âmbitos cultural, econômico destacando-se no setor terciário. No total, informática e biotecnologia. crescimento sustentável da economia por bem como o crescimento previsto para os e político. É a quinta cidade mais rica do Brasil, 80% da economia do município concentra-se A economia do estado de Minas Gerais e sua um período maior de tempo. Dentro desse próximos anos. com 1,37% do PIB nacional. Está entre os no comércio, serviços financeiros e atividades capital apresentam uma grande diversidade cenário, em Minas Gerais os destaques em sete municípios com a melhor infraestrutura imobiliárias. O setor turístico também é Devido à localização geográfica central de setores representativos, com destaque para 2011 ficaram por conta do agronegócio, e figura entre as 10 melhores cidades da de grande relevância à cidade, já famosa privilegiada, Belo Horizonte é hoje uma construção civil (tanto na parte imobiliária construção civil, serviços e comércio. A América Latina para se fazer negócios, visto por sediar importantes eventos nacionais e das capitais do País que apresenta maior como na de infraestrutura), agropecuária e indústria mineira apresentou retração em que o município possui cerca de 77.500 sedes internacionais desde a década de 90. crescimento no turismo de negócios, com serviços. Tão importantes quanto esses setores 2011, assim como em todo o País, mas o de empresas legalizadas. alta taxa de ocupação nos hotéis durante O município, ainda, é reconhecido pelas são a mineração, a indústria automobilística destaque positivo foi o setor de couro e os dias úteis. Outro fator que demonstra Considerada um eixo logístico importante, instituições de excelência técnica e e a metalurgia, que ao longo da história calçados, seguido da metalurgia básica. aquecimento é o grande número de eventos, pois é servida por uma malha viária e conhecimento científico. Com o apoio da recente do estado sempre contribuíram para o As projeções atuais são de um crescimento feiras, palestras, congressos e exposições que ferroviária que liga a cidade aos principais Prefeitura, universidades e institutos de desenvolvimento da região. do PIB nacional de 2% neste ano, sendo que ocorrem na cidade. centros e portos do País, Belo Horizonte está pesquisas, Belo Horizonte desfruta de um a economia mineira não deve apresentar Para satisfazer esse mercado, os dois maiores variação significativa no crescimento em centros de convenções e eventos da cidade relação à média nacional. Entrevista com Ruy Gomes da Silva (Expominas, considerado o mais moderno Filho, sócio da Moore Stephens. da América do Sul e Minascentro) estão trabalhando em projetos de expansão. Além Quais setores mais têm crescido em Belo Devido à disso, temos, em fase avançada de estudos, projetos para a construção de novos espaços, Horizonte e Minas Gerais como um todo? localização geográfica e já está em andamento a construção de dois O crescimento da economia mineira tem central privilegiada, importantes centros empresariais por grupos acompanhado ou superado a média nacional Belo Horizonte é hoje de investidores mineiros. nos últimos anos, oscilando, sobretudo, em função do cenário internacional. O ano de uma das capitais do País Importante destacar o esforço do Governo do Estado de Minas Gerais, em parceria 2010 foi muito positivo para a economia que apresenta maior com a Prefeitura de Belo Horizonte, o Banco mineira como um todo, assim como para a nacional, influenciadas pela onda de crescimento no turismo Internacional de Desenvolvimento (BID) e entidades representativas de classe, como a recuperação e crescimento da economia de negócios Federação do Comércio do Estado de Minas mundial e, também, pelo fato de no ano Gerais, Sistema FIEMG e SEBRAE-MG, em de 2009 termos presenciado uma queda de desenvolver e consolidar a imagem de Belo 0,6% no PIB brasileiro, ou seja, tivemos uma Turismo de negócio: qual a situação Horizonte e região como um destino de fraca base de comparação. atual em Belo Horizonte e a previsão de turismo de negócios e eventos. crescimento nesse setor? A taxa de crescimento da economia mineira Para finalizar, diversas cidades de médio porte em 2010 aumentou 10% ante 7,6% da Temos presenciado, nos últimos anos, uma do interior do estado, como Juiz de Fora, economia nacional, com destaque para a grande expansão do turismo de negócios Uberaba, Uberlândia, Poços de Caldas e Araxá, indústria, que apresentou um crescimento em Belo Horizonte. Prova disso é a alta também estão preparadas para receber todo de 19% em 2010 (contra 13% de média da taxa de ocupação da rede hoteleira, que tipo de eventos, com a estrutura necessária e a indústria nacional). Os principais destaques não consegue atender à demanda nos dias típica hospitalidade dos mineiros. da indústria em 2010 foram a metalurgia de semana na cidade, e o grande número básica, construção civil, extração mineral e de hotéis em construção (mais de 40) na Colaborou com a entrevista: Adelmo de Oliveira, sócio da Moore Stephens máquinas e equipamentos. grande Belo Horizonte.8 9
  6. 6. Belo Horizonte Moore Stephens Auditores e Consultores Por que a Moore Stephens? A Moore Stephens Belo Horizonte contribui muito com a empresa por meio da auditoria, fechamento de balanço, conferência de planejamento tributário e decisões estratégicas. O Grupo Ematex está entre os cinco maiores produtores de tecido do País, ou seja, temos grande responsabilidade no cenário nacional do setor têxtil e, por isso, a atuação da Moore Stephens com o planejamento tributário estratégico e tomadas de decisões é fundamental para a nossa eficiência financeira. Eles são comprometidos e solícitos para opinar, analisar, colaborar e unir forças. A equipe nunca deixa de estudar e mostrar condicionantes e vieses e, sendo assim, temos muita confiança nas pessoas da Moore Stephens que trabalham conosco. Essa parceria tem sido muito importante. Cícero Teodoro Campos, diretor financeiro do Grupo Ematex, cliente da Moore Stephens há 12 anos. A Ematex atua na área têxtil com a fabricação própria de tecidos. Fornece para os setores atacadista e confeccionista. Está presente em vários estados. Existe a constante contribuição da Moore Stephens Belo Horizonte em nossos trabalhos. Eles nos dão uma boa sustentação em diversas áreas: contabilidade permanente, auditoria, novos controles e aprimoramento e legislação fiscal. Além disso, a equipe nos auxilia também com dicas empresariais não ligadas ao sistema financeiro, e isso nos ajuda a cativar o cliente. O nosso tempo de parceira fala por si só, pois é uma empresa que corresponde as nossas expectativas há 14 anos. José Mário Costa Alvim, gerente de controladoria do Banco Pottencial, cliente da Moore Stephens há 14 anos. O Banco Pottencial foca a sua atuação na realização de operações de prestação de garantia por meio da concessão de cartas de fiança bancária.10 11
  7. 7. Brasília Moore Stephens Auditores e Consultores BRASÍLIA (DF) Vocação para as grandes Área: 5.801,937 km2 A Moore Stephens obras e ampliação da População: 2.562.963 hab. (IBGE/2010) Densidade demográfica: 441,74 hab./km2 IDH: 0,844 (PNUD/2000) em Brasília grandes eventos internacionais no Distrito Em contrapartida, o empresariado local tem agricultura e avicultura PIB: R$ 149,9 bilhões (IBGE/2010) PIB per capita: R$ 58.489,46 (IBGE/2010) A Moore Stephens chegou a Brasília por meio da Vector Auditores, fundada em 1997 na região. Federal a partir do ano que vem, quando a capital receberá a abertura da Copa das Confederações. Sem dúvida alguma, a boas expectativas para os próximos seis meses. Dados da mesma pesquisa apontam que os empresários são otimistas quanto à atual gestão está empenhada em atrair implantação de novos empreendimentos e empreendedores de todo o mundo para o contratação de empregados. Capital Federal do País, Brasília, além de Café, soja e frutas são os produtos mais Brasília é uma cidade tombada pela UNESCO Distrito Federal. centro político, é uma importante referência produzidos, devido ao clima propício. Além e, por isso, o seu planejamento industrial Essa perspectiva otimista, em meio a econômica brasileira, sendo a terceira disso, estima-se que são criadas mais de 110 é estudado com cautela pelo Governo do um cenário de desaquecimento, prevê o Brasília possui umas das maiores rendas cidade mais rica do Brasil. Juntamente com mil cabeças de gado na região. Distrito Federal. Por esse mesmo motivo, é lançamento de obras públicas pelo governo per capita do Brasil. Na prática, isso Anápolis e Goiânia, faz parte da região mais incentivado na região o desenvolvimento atual, pois, entre empreendimentos A localização de Brasília propicia a ligação tem impulsionado o crescimento da desenvolvida do Centro-Oeste brasileiro. de indústrias pouco poluentes com ênfase prontos e a serem licitados, a previsão é terrestre e aérea para o restante do País. Há construção civil e bens de consumo? na preservação ambiental, manutenção que o governo invista em torno de R$ 110 A economia brasiliense é muito impulsionada oito rodovias radiais que fazem a ligação da do equilíbrio ecológico e preservação do milhões, alavancando a economia no setor. pela construção civil e o comércio. Além Capital Federal com as demais regiões do A vocação de Brasília para grandes obras é patrimônio da cidade. disso, a agricultura e a avicultura possuem País e o Aeroporto Internacional Juscelino indiscutível. Desde a construção da cidade, Agricultura e avicultura possuem lugar destaque, pois abastecem a cidade e Kubitschek é um dos mais movimentados do em tempo recorde, a capital demonstra de destaque na economia da região? Há exportam alimentos para outras regiões. território brasileiro. dinamismo acima da média no setor. O previsão de crescimento nesses setores? crescimento populacional, a migração, a alta renda e o padrão de qualidade de vida Entrevista com Edson Souza Sobrinho, O Distrito Federal tem potencial de estimulam o mercado brasiliense que, segundo sócio da Moore Stephens. crescimento na agricultura e avicultura. O o Sindicato da Indústria da Construção Civil do café e a soja são os grandes destaques na DF (Sinduscon-DF), é o segundo maior do País, região. Com a perda de parte significativa atrás somente de São Paulo. Historicamente, Brasília é tombada pela UNESCO. Isso da safra de soja dos Estados Unidos o mercado de Brasília cresce a uma velocidade tem atraído investimentos em indústrias registrada no decorrer desse ano, torna- maior do que a dos demais centros urbanos. não-poluentes? Quais os incentivos para se evidente a necessidade e o potencial as indústrias de softwares, cinema e brasileiro de ampliar a produção de grãos. gemologia, por exemplo? Quanto à avicultura, da receita cambial das Sem dúvida empresas exportadoras do Distrito Federal, Brasília tem sido divulgada pelo governo local como centro tecnológico e digital com alguma, a atual gestão cerca de 80% são geradas por produtos muito potencial de crescimento. Notam- está empenhada em atrair avícolas (cortes de frango e ovos férteis para incubação). se os esforços do governo em conhecer empreendedores de todo os modelos dos melhores polos digitais O frango inteiro, por exemplo, é o primeiro do mundo e trocar experiências no setor o mundo para o Distrito produto da pauta exportadora do Distrito de mobilidade e planejamento urbano de Federal Federal, que corresponde aproximadamente outros locais do mundo. por 45% das exportações globais locais. Em seguida, os cortes de frango participam Está prevista, em curto e médio prazo, a Apesar disso, a construção civil tem com cerca de 32% sobre as exportações realização de licitação internacional para apresentado desaceleração no Distrito efetivadas. Por fim, exportação de ovos que a iniciativa privada administre, por Federal nos últimos 12 meses. É o que férteis para incubação gera a quarta meio de Parceria Público Privada (PPP), o mostra a pesquisa Sondagem Indústria da maior receita das exportações brasilienses, Parque Tecnológico Cidade Digital. O espaço Construção, realizada pela Federação da respondendo por 6,5% da receita cambial funcionará como um grande condomínio, Indústria do DF (Fibra) em parceria com a do Distrito Federal. que reunirá o que há de mais moderno no ramo de tecnologia, entre empresas Confederação Nacional da Indústria (CNI). Esses dados indicam o potencial do Distrito nacionais e estrangeiras. Além desses sucessivos meses de queda Federal e sua importância na economia nesse setor, o nível local de atividade da nacional nesses setores. Além disso, o cenário é de otimismo, construção civil está em curva descendente impulsionado com a realização dos em face da média nacional.12 13
  8. 8. Cuiabá Moore Stephens Auditores e Consultores CUIABÁ (MT) Indústria e Área: 3.538,16 km2 A Moore Stephens comércio em pleno População: 550.562 hab./km2 (IBGE/2010) Densidade demográfica: 157,2 hab./km2 IDH: 0,821 (PNUD/2000) em Cuiabá atrai investimentos é o agronegócio. Em se uma expansão de 3.700%. Fica evidente que desenvolvimento PIB: R$ 11 bilhões (IBGE/2010) A Moore Stephens chegou a Cuiabá tratando de Cuiabá, podemos elencar os a concessão de incentivos ou a desoneração por meio da Suporte Empresarial. setores da construção civil e o hoteleiro. de alguns setores da economia é a estratégia PIB per capita: R$ 17.830,54 (IBGE/2009) do estado para promover um crescimento O Governo do Estado fomenta a construção econômico. civil e o setor de serviços a terem capacidade Conhecida como a “cidade verde” devido Cuiabá gera a maior parte da energia elétrica de investimentos por capital próprio ou No atual governo, as prioridades foram por gêneros alimentícios, vestuário, a uma vasta área arborizada, Cuiabá é um consumida pelo estado por meio da Usina subsidiado por capital público ou privado. políticas que beneficiaram o setor produtivo eletrodomésticos e artigos diversos. importante polo industrial, comercial e de Termelétrica de Cuiabá e conta com excelentes do estado, ampliando o número das A região possui o Distrito Industrial de Quais os incentivos da política local para renúncias fiscais e promovendo grandes serviços do estado de Mato Grosso. centros comerciais e shoppings centers. Com o Cuiabá (DIC), criado no fim da década de a propulsão econômica? ações de infraestrutura, como o Programa anúncio de ser uma das cidades-sede da Copa A economia da cidade é concentrada no 70 e destinado a estabelecimentos do setor Estradeiro, que teve como objetivo assegurar do Mundo de 2014, prevê-se a implantação Uma dessas políticas é a da renúncia fiscal, comércio e na indústria. No comércio, o industrial, representado, principalmente, pela condições de trafegabilidade na malha de mais dois shoppings na cidade. que foi normatizada pela Lei Complementar foco é o varejo, constituído, principalmente, agroindústria. rodoviária estadual. n° 101, de 4 de maio de 2000, mais conhecida como Lei de Responsabilidade Há estimativa de crescimento a Fiscal (LRF). Em Nota Técnica n° 10/2009, a curto e médio prazo? Secretaria de Estado da Fazenda esclarece que o estado de Mato Grosso, assim como Existe estimativa de crescimento a médio Entrevista com Adilson Luchtenberg, todos os outros entes federativos, institui prazo, principalmente em função de Cuiabá sócio da Moore Stephens. benefícios e incentivos fiscais como forma ser uma das cidades-sede da Copa do Mundo de equilibrar o desenvolvimento e promover em 2014. Muitos investimentos têm sido atividades de ordem econômica com feitos para atender a essa demanda. Qual o setor que mais tem atraído contrapartida social. investimentos e negócios? Em 2003, o valor projetado para a renúncia Se pensarmos em Mato Grosso como um fiscal em Mato Grosso foi de R$ 41 mil; e todo, podemos dizer que o setor que mais em 2010, de R$ 1,5 bilhão, o que representa Por que a Moore Stephens? A contribuição da Moore Stephens é fundamental Para nós, investir nos serviços de auditoria da Moore Stephens nas demonstrações financeiras de acordo com a é o mesmo que investir em segurança para os proprietários legislação de S.A. e imposto de renda. Seu trabalho nos possibilita e funcionários. Ao longo dos anos, a Moore Stephens identificou dar total transparência aos nossos clientes, instituições financeiras oportunidades de recuperação de alguns tributos e melhorias nos e público em geral. É uma consultoria de primeira linha, o que a processos do dia a dia. A parceria da Rota Oeste com a Moore Stephens torna muito importante para nós. Além disso, a equipe sempre é muito enriquecedora, pois eles estão sempre prontos para esclarecer busca algo a mais para superar nossas expectativas, dúvidas e ajudar na conclusão de assuntos tributários, ultrapassa barreiras e traz resultados efetivos para ou seja, é um apoio muito importante para o a Bimetal. desenvolvimento da nossa empresa. Advilço Oliveira dos Santos, gerente de contabilidade Marcos Rolim Lopes, sócio-diretor da Rota Oeste, cliente da da Bimetal, cliente da Moore Stephens desde 2011. Moore Stephens desde 2004. A Bimetal é uma indústria metalúrgica produtora de metal A Rota Oeste é especializada em vendas de soluções de transporte mecânico, torres de energia e celular e metais para a e comercialização de veículos da marca Scania, além de atuar como construção civil. oficina mecânica e revenda de peças.14 15

×