Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo

9.397 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado para a disciplina "Gestão de Estoques Informacionais" ministrada pela Profª Maria das Mercês Apóstolo Pereira. A disciplina faz parte do curso de graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo - FESPSP.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.397
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
167
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo

  1. 1. Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da informação – FaBCI Carolina Martins TENÓRIO Helena Akemi MISUMI Melissa Isabel CAMPANINI Regiane Alves de ASSIS Roberta Amaral Sertório GRAVINA Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo São Paulo 2010
  2. 2. Carolina Martins TENÓRIO Helena Akemi MISUMI Melissa Isabel CAMPANINI Regiane Alves de ASSIS Roberta Amaral Sertório GRAVINA Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo Trabalho apresentado para obtenção de nota na disciplina de Gestão de Estoques Informacionais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP. Professora Maria das Mercês Apóstolo. São Paulo 2010
  3. 3. 026.31 E85 Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo / Carolina Martins Tenório... [et al.]. -- 2010. 31 f. ; il. Outros autores: Helena Akemi Misumi, Melissa Isabel Campanini, Regiane Alves de Assis, Roberta Amaral Sertório Gravina. Inclui bibliografia Docente Maria das Mercês Apóstolo Trabalho apresentado para obtenção de nota na disciplina de Gestão de Estoques Informacionais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP ministrada pela professora Maria das Mercês Apóstolo. 1. Estudo de usuário 2. Biblioteca de São Paulo I. Tenório, Carolina Martins II. Mizumi, Helena Akemi III. Campanini, Melissa Isabel IV. Assis, Regiane Alves de V. Gravina, Roberta Amaral Sertório VI. Apóstolo, Maria das Mercês CDD - 026.31
  4. 4. LISTA DE GRÁFICOS Gráfico 1 – Idade....................................................................................................... 14 Gráfico 2 – Sexo........................................................................................................ 14 Gráfico 3 – Escolaridade........................................................................................... 15 Gráfico 4 – Ocupação................................................................................................ 15 Gráfico 5 – Região de moradia.................................................................................. 16 Gráfico 6 – Como conheceu a BSP........................................................................... 16 Gráfico 7 – Freqüência.............................................................................................. 17 Gráfico 8 – Retorno................................................................................................... 17 Gráfico 9 – Outras bibliotecas................................................................................... 18 Gráfico 10 – Motivo................................................................................................... 18 Gráfico 11 – Finalidade............................................................................................. 19 Gráfico 12 – Participação.......................................................................................... 19 Gráfico 13 – Facilidade de localizar material............................................................. 20 Gráfico 14 – Razão da dificuldade............................................................................ 20 Gráfico 15 – Falta de material................................................................................... 21
  5. 5. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO 5 2 OBJETIVOS 6 2.1 Objetivo geral 6 2.2 Objetivo específico 6 3 JUSTIFICATIVA 7 4 METODOLOGIA 8 5 A BIBLIOTECA DE SÃO PAULO 9 6 PESQUISA DE CAMPO 10 6.1 Aplicação dos questionários 10 6.2 Tabulação dos resultados 12 6.3 Análise dos resultados 21 7 CONCLUSÃO 23 REFERÊNCIAS 25 BIBLIOGRAFIA 26 APÊNDICE 27
  6. 6. 5 1 INTRODUÇÃO É muito comum ouvir-se que o brasileiro não lê porque o custo de um livro requer um investimento alto demais para a maioria do povo que tem como preocupação principal a subsistência própria. Diz-se que as famílias não são capazes de oferecer condições mínimas de estudo às suas crianças e jovens. O governo tem subsidiado a educação através dos programas bolsa família e bolsa escola em que a família recebe certa quantia monetária em contrapartida à freqüência de seus jovens às escolas. Porém, chegou-se a um consenso que apenas a presença nas aulas não significa aprendizado e que falta aos alunos um ambiente familiar propicio à educação, qual seja, exemplos de pessoas interessadas em entender o que se passa pelo mundo sem que seja pela tela da televisão. Para isto, falta leitura, seja de jornais, revistas ou livros. Diz-se que o brasileiro não está habituado à leitura e que não tem condições financeiras para adquirir obras e que são poucas bibliotecas de fácil acesso à grande maioria do público, embora existam bibliotecas públicas. Destas algumas foram criadas com a finalidade de oferecer “cultura” à população, exemplo das bibliotecas localizadas em Centros de Educação Unificados (CEUs). Nesse contexto, bibliotecas que atendam a um público carente de leitura e de espaços culturais vêm sendo desenvolvidas. A Biblioteca de São Paulo (BSP) é um exemplo deste tipo de biblioteca e foi idealizada justamente para atender a uma parcela da população que não tem acesso a bibliotecas com acervo diversificado e que disponham de recursos tecnológicos. Seu objetivo primeiro é o de atender democraticamente todo o tipo de público e de integrar o livro e o gosto pela leitura com as novas tecnologias. Busca também suprir, ou ao menos minimizar, a escassez de espaços culturais na região em que está inserida. A partir dos objetivos traçados para a BSP desde sua idealização até a concretização do projeto, o presente trabalho busca detectar se os mesmos vêm sendo realmente alcançados e se este novo modelo de biblioteca atende as necessidades culturais e informacionais de sua comunidade.
  7. 7. 6 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivo geral O presente estudo consiste na elaboração e aplicação pessoal de questionário aos usuários da BSP, com o objetivo de mapear o seu público a partir da abrangência da faixa etária, perfil pessoal e seus interesses. 2.2 Objetivo específico Identificar o perfil do público frequentador da BSP, bem como detectar se a biblioteca corresponde a seus interesses. O presente estudo também pretende analisar se os objetivos propostos para a construção da BSP estão de acordo com as necessidades de seus usuários.
  8. 8. 7 3 JUSTIFICATIVA A BSP nasceu com o propósito de atender a um público diversificado e de ser um novo modelo de biblioteca. Com um espaço físico que integra vários ambientes e uma ordenação do acervo que se assemelha a uma livraria, a BSP chama a atenção e, em um primeiro momento, causa estranheza a quem está acostumado a frequentar bibliotecas tradicionais. O aspecto que nos chamou a atenção para a realização da pesquisa é se o público-alvo pensado antes da inauguração da biblioteca condiz atualmente com o seu real frequentador.
  9. 9. 8 4 METODOLOGIA Para a elaboração do presente trabalho, realizamos uma visita presencial à BSP com o intuito de conhecer suas instalações e verificarmos junto à educadora responsável pelo espaço sobre a possibilidade da efetuação de nossa pesquisa na biblioteca. Com a autorização concedida, elaboramos um questionário constituído de quatorze questões fechadas e uma aberta que foi aplicado a 55 usuários da biblioteca em três dias e horários diferentes. A aplicação dos questionários deu-se por meio de entrevista, no ambiente interno e externo da biblioteca, de forma aleatória e de acordo com a disponibilidade dos usuários. Posteriormente à aplicação, empreendemos a tabulação dos resultados utilizando os aplicativos Microsoft Office Word 2007, Microsoft Office Excel 2007, bem como conceitos extraídos de programas de dados estatísticos para a elaboração dos gráficos. A partir da tabulação dos gráficos realizamos a análise dos resultados e contrapomos com nossa hipótese e impressões construídas anteriormente à pesquisa.
  10. 10. 9 5 A BIBLIOTECA DE SÃO PAULO Inaugurada no dia 8 de fevereiro de 2010, vinculada à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e administrada pela POIESIS - Associação dos Amigos da Casa das Rosas, da Língua e da Literatura, uma Organização Social que se encontra à disposição do Governo de São Paulo para administrar unidades de informação. A BSP possui uma área de 4.257 m², e objetiva atender às crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência física. No andar térreo encontram-se a recepção, o auditório, e a área infanto-juvenil. Esta área possui espaços reservados para leitura com pufes coloridos, diversos computadores para acesso à internet e para assistir filmes, e um local destinado às crianças menores com mobiliário especial e brinquedos. No piso superior é possível localizar as obras para maiores de 18 anos, computadores para assistir filmes e acessar a internet, e a área reservada para deficientes, que dispõe de mobiliário especial, audiolivros, ampliadores de tela e um aparelho pore contact que lê o material escrito e o transforma em palavras e/ou em escrita braille.
  11. 11. 10 6 PESQUISA DE CAMPO Em pesquisa realizada na BSP, tendo como objeto de investigação seus usuários, empreendemos a aplicação de questionários por meio de entrevista estruturada, onde o usuário responde questões com mediação do entrevistador, no decorrer de três dias e horários diferentes. De abordagem quantitativa, a presente pesquisa busca a coleta de dados sobre o público frequentador da BSP e posteriormente confrontar esses dados com nossa hipótese inicial. O ponto de partida para esse estudo foi a ideia de que os usuários vão à biblioteca principalmente para acessar a internet e assistir filmes, o que resultaria no baixo uso do acervo de livros e periódicos. Para tanto, utilizamos como variáveis para a realização do questionário informações de conhecimento do perfil dos usuários e as atividades mais comumente realizadas por eles na BSP. Detalharemos a seguir o modo de aplicação dos questionários e as impressões colhidas no momento das entrevistas. 6.1 Aplicação dos questionários Como a biblioteca foi inaugurada com a proposta de atingir um universo bastante diversificado, procuramos ampliar ao máximo a representatividade da amostragem na pesquisa; desta forma, a aplicação dos questionários deu-se em dias e períodos distintos, conforme abaixo: • 20 formulários aplicados no dia 13/05/2010 (5ª. Feira), entre as 17h. e 18h.30min.; • 20 formulários aplicados no dia 14/05/2010 (6ª. Feira), entre as 10h. e 12h.; • 15 formulários aplicados no dia 15/05/2010 (sábado), entre as 15h. e 16h. 30min. A abordagem dos entrevistados ocorreu de forma aleatória, conforme disponibilidade dos mesmos. Buscamos a não interrupção de suas atividades individuais, principalmente, daqueles que se ocupavam em assistir filmes.
  12. 12. 11 A primeira entrevista foi realizada no momento em que a educadora responsável pela biblioteca, mostrava à primeira equipe de pesquisadoras os equipamentos disponíveis aos portadores de necessidades especiais. O respondente é portador de deficiência visual, possuindo apenas 30% de sua visão e começaria naquele momento a assistir a um filme. No horário entre as 17h. e 18h.30min. do primeiro dia de entrevistas, as entrevistadoras perceberam maior presença de adultos que se ocupavam em ler jornais e revistas ou em assistir filmes, assim como de jovens que se dedicavam ao estudo com o uso de materiais próprios ou a acessar a Internet. No momento das entrevistas ainda no primeiro dia de pesquisa, as pesquisadoras Helena e Melissa foram abordadas por uma consulente da biblioteca que as indagava sobre a localização de determinado assunto e aproveitou para expressar sua opinião dizendo achar incoerente o conteúdo dos dizeres dos cartazes colados ao lado das prateleiras e o discurso dos atendentes responsáveis pelo empréstimo. Os cartazes diziam que os livros dispostos naquela prateleira eram passíveis de empréstimo, porém, os atendentes alegaram que determinados materiais não poderiam ser emprestados por ainda não terem sido catalogados no sistema da biblioteca. O fato causou estranhamento porque a educadora havia confirmado que mesmo obras sem catalogação poderiam ser emprestadas. No segundo dia de entrevistas, as alunas Carolina e Roberta questionaram alguns monitores acerca do mesmo assunto e foram informadas de que a biblioteca recebeu grande quantidade de doações de outras bibliotecas e que sua maioria não havia sido catalogada, confirmando a tese dos funcionários da referência no dia anterior. A organização se constitui em duas frentes: temas propostos, como seções para os prêmios Jabuti e Imprensa Oficial e temáticas, presentes na classificação geral de uma biblioteca como Literatura, Filosofia, História, Moda, entre outras. E essa segunda frente organizacional também se encontra condicionada à premissa da interdisciplinaridade da biblioteca, interligando suportes diferentes, como DVDs em meio aos livros e separando estantes somente de consulta das que podem ser emprestadas. No que diz respeito à aplicação dos questionários, no segundo dia, houve uma maior aplicação entre o público jovem, sendo cumprida a meta de vinte
  13. 13. 12 unidades para o dia com praticamente a totalidade da atividade com adolescentes que utilizavam o espaço para estudar e realizar trabalhos escolares. Já no terceiro e último dia de pesquisa, por ser final de semana, a entrevistadora Regiane encontrou um público mais diversificado e a abordagem foi realizada aleatoriamente de acordo com a disponibilidade dos usuários. Dentre os usuários entrevistados neste dia, uma usuária portadora de necessidades especiais chamou a atenção para a falta de regulamento na biblioteca, principalmente no que diz respeito ao uso dos computadores para assistir filmes. questionou a falta de um tempo máximo de utilização dos computadores, o que ocasiona uma longa espera por parte de outros usuários que também necessitam utilizar os equipamentos. Esta reclamação mostrou-se presente na fala de outros usuários entrevistados. A aplicação dos questionários foi bem aceita pelos usuários presentes na biblioteca naquele dia, o que levou à aplicação de uma quantidade maior, que a estabelecida anteriormente, de questionários. A representatividade maior desses questionários aplicados no terceiro dia de pesquisa foi de jovens e adultos. 6.2 Tabulação dos resultados A tabulação dos resultados consistiu-se de três etapas, sendo elas: • 1ª etapa: tabulação realizada manualmente em tabela confeccionada a partir do Word 2007 para a verificação de possíveis incongruências nas respostas assinaladas; • 2ª etapa: transferência dos dados da 1ª etapa para uma tabela do Microsoft Office Excel 2007 e programa de dados estatísticos para a confecção dos gráficos ilustrativos da pesquisa; • 3ª etapa: inserção de legenda analítica de cada gráfico para posterior análise geral. A seguir, serão apresentados os resultados da 1ª etapa: TOTAL Todos os formulários Q1 B22, C12, D8, E6, F7
  14. 14. 13 Q2 A25, B30 Q3 A10, B2, C8, D14, E10, F11 Q4 A21, B3, C13, D9, E9 Q5 A35, B4, C5, D2, E3, F6 Q6 A15, B5, C20; D151: Frequentador do PJ, Na escola, Outros centros culturais, Passa na frente, Reside próximo Q7 A8, B11, C12, D1, E24 Q8 A8: gostou do ambiente, gostou do acervo, gosta de ler, C45 Q9 A29: faculdade, escola, CCSP, BP do bairro, Mário de Andrade, Monteiro Lobato; B26 Q10 A12, B9, C2, D72, E27 (com excedente de 2) Q11 A26, B21, C12, D7, E4, F183 (com excedente de 33) Q12 A1, B4, C6, D3, E3, F6, G3, H4, J3; Nenhuma 36 (com excedente de 14) Q13 A35, B16; Nunca utilizou os materiais da biblioteca 4 Q14 A4, B8, C4, D2, E424 (com excedente de 5) Q15 Nada 36; Outros 19: materiais de Antropologia, Arte, Didáticos, Direito, Documentários (nacionais e internacionais), Economia, Filosofia, Física, História, História em Quadrinhos para adultos, Gastronomia, mais Literatura estrangeira, Matemática, Medicina, Periódicos (especialmente de tricô), Política; apostilas de concurso público, cabine de estudo individual, mais computadores, fones de ouvido, melhor identificação nas estantes, internet sem fio, limite no tempo de uso dos computadores, mais monitores para auxílio à pesquisa5 Legenda: QNº: número da questão FNº: número do formulário Excedente: possibilidade de eleger mais de uma opção para algumas respostas. Com a ilustração desta tabela, podemos passar aos resultados da 2ª e 3ª etapas da tabulação, de acordo com o processo acima descrito, onde apresentamos os gráficos confeccionados acrescidos de uma frase explicativa: 1 Na questão 6, “D” significa a opção Outros. 2 Na questão 10, “E” significa a opção Outros. 3 Na questão 11, “F” significa a opção Outros. 4 Na questão 14, “E” significa a opção Outros. 5 A questão 15 foi aberta e, portanto abriu margem para as colocações citadas na tabela e melhor explicadas no gráfico abaixo.
  15. 15. 14 Gráfico 1 - Idade Questão 1: Qual sua faixa etária? 62% dos entrevistados têm entre 10 e 30 anos. Destes, 40% têm entre 10 e 20 anos Gráfico 2 - Sexo Questão 2: Qual o seu sexo? Mais da metade dos entrevistados (54,5%) é do sexo masculino.
  16. 16. 15 Gráfico 3 - Escolaridade Questão 3: Qual a sua escolaridade? A maioria dos entrevistados possui Ensino Médio completo, contra a minoria de 3,63% que possui apenas o Ensino Fundamental completo. Gráfico 4 - Ocupação Questão 4: Qual a sua ocupação? Dos 55 entrevistados, o percentual predominante (38,18%) é de usuários que apenas estudam, enquanto 23,63% apenas trabalham.
  17. 17. 16 Gráfico 5 – Região de moradia Questão 5: Em que região você mora? 63,7% dos 55 entrevistados moram na região Norte da capital, onde se localiza a BSP. Gráfico 6 - Como conheceu a BSP Como ficou sabendo sobre a BSP? A maioria dos entrevistados tomou conhecimento da BSP por intermédio de anúncios em espaços públicos.
  18. 18. 17 Gráfico 7 - Frequência Questão 7: Quantas vezes você veio à BSP desde a sua inauguração? A maioria dos entrevistados já visitou a Biblioteca mais de 6 vezes. Gráfico 8 – Retorno Questão 8: Se você assinalou a alternativa PRIMEIRA VEZ na questão anterior, voltaria a frequentar a biblioteca? 100% das respostas assinaladas como “primeira vez” na questão anterior, responderam que voltariam a frequentar a BSP.
  19. 19. 18 Gráfico 9 – Outras bibliotecas Questão 9: Você costuma frequentar outras bibliotecas? 52,7% dos entrevistados costumam frequentar outras bibliotecas, geralmente públicas. Gráfico 10 - Motivo Questão 10: Se você assinalou a alternativa NÃO na questão anterior, o que o motivou a frequentar a BSP? Dentre os 47,3% dos entrevistados que elegeu a opção Não na questão anterior, mais de 20% relatou ir à BSP devido à proximidade com a sua residência.
  20. 20. 19 Gráfico 11 - Finalidade Questão 11: Você vai à biblioteca principalmente para: Ler e emprestar livros são os objetivos mais frequentes para a ida a Biblioteca. Gráfico 12 - Participação Questão 12: Quais atividades da programação da BSP você costuma participar? Contação de histórias e música são os eventos que despertam maior interesse, embora ainda tenham pouca frequência de público.
  21. 21. 20 Gráfico 13 – Facilidade de localizar material Questão 13: Você localizou com facilidade os materiais que procurava na BSP? Dos 55 entrevistados que assinalaram ter procurado algum material na biblioteca, mais da metade alegou os ter encontrado com facilidade. Gráfico 14 – Razão da dificuldade Questão 14: Se você assinalou a alternativa NÃO na questão anterior, quais foram as suas dificuldades? Dentre os 29,1% de usuários que não conseguiram encontrar o que procuravam na BSP, sentiram falta de uma sinalização mais eficiente.
  22. 22. 21 Gráfico 15 – Falta de material Questão 15: Você acha que falta algum material (tipologias e/ou títulos) na BSP? Se sim, indique o falta. Mais da metade dos entrevistados disseram sentir falta de alguma tipologia de material no acervo da BSP. 6.3 Análise dos resultados Por meio da análise dos dados pudemos verificar que a biblioteca é frequentada em sua grande maioria por adolescentes. Verificamos que há um equilíbrio entre frequentadores do sexo masculino e feminino e quanto à escolaridade, a maioria dos usuários possui o ensino médio completo. Apesar de ser uma biblioteca estadual, esta não recebe usuários de todas as regiões, como demonstrado na figura 5. Os usuários, em sua grande maioria, são da Zona Norte, onde ela está localizada. O fato de a BSP estar ao lado da estação do metrô Carandiru não se mostrou significativo para atrair público de outras regiões. A divulgação por meio de espaços públicos e pela indicação de amigos foi importante para o bom índice de usuários na BSP. Surpreendentemente, a
  23. 23. 22 divulgação na mídia (rádio, televisão, jornais, etc.) ficou em último lugar, contrariando as expectativas de que esses meios seria forma mais efetiva de atrair os usuários. A maioria dos usuários entrevistados já havia frequentado a biblioteca mais de seis vezes, demonstrando assim que a BSP está atendendo as expectativas do público quanto aos seus serviços e qualidade do acervo. Os usuários que a visitavam pela primeira vez, demonstraram o interesse de voltar a frequentá-la. A maioria dos usuários frequentadores da BSP utilizam outras bibliotecas. As mais citadas foram: Biblioteca Monteiro Lobato e as bibliotecas do Centro Cultural São Paulo e Centro Cultural da Juventude. Para os entrevistados que não utilizam outras bibliotecas além da BSP, a proximidade com sua residência se mostrou o fator mais relevante para que eles a frequentassem. O principal objetivo dos usuários na biblioteca se refere ao uso do acervo bibliográfico seguido pela utilização dos recursos eletrônicos, principalmente o acesso à internet. A frequência de público nas atividades oferecidas pela biblioteca ainda é muito baixa, neste caso observamos que a maioria dos usuários não tinha conhecimento da programação, que geralmente ocorre aos finais de semana. A divulgação desta programação é feita no site da biblioteca. Houve, de acordo com os resultados analisados, facilidade por parte dos entrevistados em localizar os materiais na biblioteca e para os entrevistados que tiveram dificuldade de localização dos materiais, destacam-se problemas como: falta de sinalização, falta de orientação e dificuldade na localização de obras no acervo. A maioria dos entrevistados está satisfeita com as tipologias documentais encontradas na BSP e as sugestões mais frequentes de itens que poderiam compor o acervo foram: livros paradidáticos, publicações da área jurídica e uma diversidade maior de títulos de periódicos.
  24. 24. 23 7 CONCLUSÃO De acordo com os resultados obtidos em nossa pesquisa, concluímos que a Biblioteca atinge parte de seus objetivos. Ela se propõe atender a todos os tipos de usuários, porém, são poucos os usuários portadores de necessidades especiais que utilizam os recursos disponíveis. Uma das declarações do governo na inauguração do espaço foi a intenção de que este fosse aproveitado pelos jovens e crianças principalmente; este propósito foi atingido parcialmente, pois a maioria do público é de adolescentes, mas não de muitas crianças, fato explicado, talvez pela norma de que para permanecer nas dependências da BSP, crianças devem estar acompanhadas de pais ou responsáveis, conforme nos foi informado pela educadora. Resolução tomada por haver crianças desacompanhadas que ficavam horas nas dependências da biblioteca. Foi alcançado também o objetivo de ser uma proposta inovadora em que o acervo de caráter aberto está disponível à consulta de qualquer pessoa; porém esta atitude abre precedentes para que os consulentes modifiquem os materiais de local, dificultando a realocação dos mesmos pelo quadro reduzido de funcionários capacitados à leitura de acervo, que é realizada semanalmente. Acreditamos que o maior problema com relação a esse assunto, seja a falta de controle na organização escolhida para tal acervo, em que a disposição física dos materiais não corresponde à tradicionalmente encontrada em uma biblioteca. Colocamos aqui a ressalva de que a amostragem da presente pesquisa foi pequena e não representa fielmente o universo de freqüentadores da biblioteca e, portanto, nossas conclusões devam ser analisadas sob uma ótica menos rigorosa em relação às atitudes a serem pensadas. Sabemos também que a inovação está vinculada a maior liberdade para os usuários para que possam modificar a visão estereotipada de biblioteca onde as pessoas devem seguir muitas regras e desfrutem de pouca diversão. No entanto, percebemos que um mínimo de regras são necessárias para que o espaço seja democraticamente utilizado por todos. Alguns usuários dos finais de semana se manifestaram descontentes com o período livre de uso dos equipamentos, o que conduz a “congestionamentos” em alguns aparelhos, como os de vídeo.
  25. 25. 24 Por se tratar de um empreendimento bastante recente, acreditamos que a Biblioteca ainda necessite de pequenos ajustes em sua forma de atuação, que sabemos já estar ocorrendo, como o estabelecimento de regras de uso para crianças conforme mencionado anteriormente. Observamos que a BSP disponibiliza um grande número de atividades que atendem a diferentes tipos de públicos, porém a participação entre os usuários pesquisados é quase nula. O que nos leva a acreditar que a divulgação das atividades deve ser repensada para que o público possa tomar conhecimento da programação e melhor aproveitá-las. Acreditamos que se deva pensar em formas que possam atender aos dois grandes grupos de usuários do espaço, aqueles que habitam no entorno e buscam ali o uso tradicional de uma biblioteca para leitura e estudo que exige espaço silencioso; e os demais, que vêm atraídos pelas atividades diversificadas de um local de lazer de uso livre que pretendem despertar no público o interesse em desenvolver o prazer da leitura, em adquirir mais conhecimento e aumentar seu patrimônio cultural.
  26. 26. 25 REFERÊNCIAS BIBLIOTECA DE SÃO PAULO. Disponível em: <http://www.bibliotecadesaopaulo.org.br/>. Acesso em 25 maio 2010. ORGANIZAÇÃO POIESIS SOCIAL DE CULTURA. Disponível em: <http://www.poiesis.org.br/>. Acesso em 25 maio 2010.
  27. 27. 26 BIBLIOGRAFIA FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. MENEZES, Maria Eugência de. Biblioteca na área do antigo Carandiru será aberta em fevereiro. Folha de São Paulo, São Paulo, 31 jan. 2010. Disponível em: <http://www.cultura.gov.br/site/2010/02/01/biblioteca-na-area-do-antigo-carandiru- sera-aberta-em-fevereiro/>. Acesso em: 9 jun. 2010. SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23.ed. São Paulo: Cortez, 2007.
  28. 28. 27 APÊNDICE A – Questionário utilizado na coleta de dados da pesquisa Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação – FaBCI Gestão de Estoques Informacionais, Professora Maria das Mercês Apóstolo Carolina Martins Tenório, 5º semestre matutino Helena Akemi Misumi, 5º semestre matutino Melissa Isabel Campanini, 5º semestre matutino Regiane Alves de Assis, 5º semestre matutino Roberta Amaral Sertório Gravina, 5º semestre matutino Estudo de usuário: Biblioteca de São Paulo O presente estudo consiste na elaboração e aplicação pessoal de questionário aos usuários da Biblioteca de São Paulo, com o objetivo de mapear o seu público a partir da abrangência da faixa etária e seus interesses. Biblioteca de São Paulo Avenida Cruzeiro do Sul, 2630 Parque da Juventude – Santana CEP 02030-100 – São Paulo, SP Horários de funcionamento De terça a sexta-feira, das 9hs. Às 21hs. Sábados, domingos e feriados, das 9hs. Às 19hs. Contato Telefone: 2089-0800 Fale conosco no site www.bibliotecadesaopaulo.org.br
  29. 29. 28 QUESTIONÁRIO 1) Qual sua faixa etária? A até 10 anos B entre 11 e 20 anos C entre 21 e 30 anos D entre 31 e 40 anos E entre 41 e 50 anos F acima de 51 anos 2) Qual o seu sexo? A feminino B masculino 3) Qual a sua escolaridade? A Ensino Fundamental incompleto B Ensino Fundamental completo C Ensino Médio incompleto D Ensino Médio completo E Ensino Superior incompleto F Ensino Superior completo 4) Qual a sua ocupação? A apenas estuda B apenas trabalha como autônomo C apenas trabalha em empresa D estuda e trabalha como autônomo ou em empresa E não possui ocupação no momento 5) Em que região você mora? A zona Norte B zona Sul C zona Leste D zona Oeste E centro F grande São Paulo
  30. 30. 29 6) Como ficou sabendo sobre Biblioteca de São Paulo? A divulgação na mídia (programas de televisão, rádio, internet, jornais) B divulgação em espaços públicos (estações do metrô, boletins em ônibus, etc.) C indicação de amigos Outros: ________________________________________________________________ 7) Quantas vezes você veio à Biblioteca de São Paulo desde a sua inauguração? A primeira vez B duas vezes (se assinalou esta alternativa, vá para a questão 9) C quatro vezes (se assinalou esta alternativa, vá para a questão 9) D seis vezes (se assinalou esta alternativa, vá para a questão 9) E mais de 6 vezes (se assinalou esta alternativa, vá para a questão 9) 8) Se você assinalou a alternativa PRIMEIRA VEZ na questão anterior, voltaria a frequentar a biblioteca? A sim Por quê? ______________________________________________________ B não Por quê? ______________________________________________________ 9) Você costuma frequentar outras bibliotecas? A sim (se assinalou esta alternativa, vá para a questão 11) Quais? _________________________________________________________________ B não 10) Se você assinalou a alternativa NÃO na questão anterior, o que o motivou a frequentar a Biblioteca de São Paulo? A proximidade com sua residência B espaço diferenciado C acesso à internet D escassez de espaços culturais na região onde mora Outros: ________________________________________________________________ 11) Você vai à biblioteca principalmente para: A ler (livros, jornais, revistas, gibis, etc.) B emprestar livros C acessar a internet D assistir filmes E utilizar o espaço para encontrar amigos, fazer trabalhos, etc. Outros: ________________________________________________________________
  31. 31. 30 12) Quais atividades da programação da Biblioteca de São Paulo você costuma participar? Assinale todas quantas alternativas desejar. A artes gráficas B ciclo de filmes C contação de histórias D cursos E eventos (lançamentos de livros, comemorações de datas especiais, etc.) F música G oficinas H palestras I sarau J teatro 13) Você localizou com facilidade os materiais que procurava na Biblioteca de São Paulo? A sim B não 14) Se você assinalou a alternativa NÃO na questão anterior, quais foram as suas dificuldades? A falta de orientação para a consulta B falta de sinalização na biblioteca C dificuldade de localização do material no acervo D falta de lógica na divisão de áreas do acervo Outros: ________________________________________________________________ 15) Você acha que falta algum material (tipologias e/ou títulos) na Biblioteca de São Paulo. _______________________________________________________________________ _______________________________________________________________________ _______________________________________________________________________ _______________________________________________________________________
  32. 32. 31

×