Belo Horizonte, 25 de setembro de 2002
Caro companheiro de ideal espírita:
Voltamos a falar-lhe da 20ª Semana da Fraternid...
MAIOR IDEAL
01
Tristeza dor e angústia
Te atormenta o coração?
Cultiva a fraternidade
Melhores dias virão.
Casimiro Cunha
...
Com jeito de nordestino
Traz no balaio esperança
E o coração de menino
Leandro Gomes de Barros
08
Os companheiros cantando...
Mediunidade Ideal
M Ministério de atividades múltiplas, movimenta variados recursos
com oportunidades de trabalho e renova...
D Demonstra disposição íntima para desculpar com mais freqüência
agravos e ofensas. O perdão é o melhor remédio contra os ...
Luz para o Mundo
" Vós sois a luz do mundo."
- Jesus
(Mateus,
5:14)
Abolindo o domínio da Lei que impõe, por herança exclu...
Companheiros de Ideal Espírita,
Foi com júbilo que presenciamos o encontro bienal
de todos os fraternistas desta terra de ...
O Júbilo de Scheilla
Ao lado de José Grosso, acabara de chegar à rude casinha do
sertão nordestino.
Prestaríamos ali o soc...
Recado Breve
Festa de amor
Com alegria divina
É o que nos ensina
o Evangelho do Senhor
Permutando o afeto
Praticamos carid...
RECEITA DE VIDA
Qual ...?
O dia mais belo? Hoje.
A coisa mais fácil? Equivocar-se.
O obstáculo maior? O medo.
O erro maior...
Mensagens da  XX Semana da Fraternidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mensagens da XX Semana da Fraternidade

415 visualizações

Publicada em

Mensagens da 20ª Semana da Fraternidade, a ser realizada durante a Semana Santa de 2003, de 18 a 21 de abril.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
415
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mensagens da XX Semana da Fraternidade

  1. 1. Belo Horizonte, 25 de setembro de 2002 Caro companheiro de ideal espírita: Voltamos a falar-lhe da 20ª Semana da Fraternidade, a ser realizada durante a Semana Santa de 2003, de 18 a 21 de abril. Lembramos a importância de que se reveste tal acontecimento, planejado com desvelado Amor pela Espiritualidade Maior, a serviço do Cristo, em missões no nosso Planeta. No domingo, 08.09.2002, em uma reunião mensal de Confraternização do GFEIS - Grupo da Fraternidade Irmã Scheilla - a Espiritualidade Mentora da Casa pronunciou-se a respeito da 20ª Semana da Fraternidade. Disse o nosso adorável Palminha: “ Agradecemos ao Pai, pois as intuições para a programação da Semana foram muito bem recebidas. Durante o evento, que está sendo governado pelo Mestre dos Mestres, nós pretendemos fazer jorrar no coração do nosso Brasil, que está à frente do coração do mundo, as benesses do nosso Criador, para que a verdadeira Paz se faça presente na intimidade de cada um. Àquele que não se sentir capacitado para estar fisicamente presente, orientamos que entre em sintonia com os trabalhos que serão realizados, por intermédio das vibrações da prece, e assim poderá contribuir para a criação de um manancial de Amor Sublimado, que deverá jorrar por sobre toda a humanidade encarnada e desencarnada do orbe terrestre. Na verdade, o espaço físico onde se dará o encontro dos fraternistas será somente o foco: programa-se no Mundo Maior um evento grandioso, que cruzará não somente o solo brasileiro, mas os pólos do nosso Planeta. Planeja-se um momento em que serão movimentadas forças de toda a Fraternidade Universal, Estelar, Cósmica, unidas no intuito de fazer que o nosso pequeno planeta reflita a gloriosa Paz Universal. ” Diante dessa iniciativa tão nobre, traçada cuidadosamente nos planejamentos elaborados por Luminares responsáveis pela nossa morada planetária, cabe a cada um de nós, seres pequeninos do mundo físico, contribuir da melhor forma possível. E isso significa, inclusive, observar os prazos definidos pela comissão organizadora central do evento. Informamos que os folders e as fichas de inscrição já estão à disposição dos fraternistas nos Grupos da Fraternidade. Se você ainda não se decidiu, ainda está em tempo. Diga sim, agora, preencha sua ficha de inscrição e prepare-se para o grande banquete espiritual da Semana Santa de 2003. Fraternalmente Organização Social Cristã Espírita André Luiz – OSCAL Célio Alan Kardec de Oliveira Vera Maria Rezende Vieira Coordenação Geral Coordenação de Regiões Fraternas
  2. 2. MAIOR IDEAL 01 Tristeza dor e angústia Te atormenta o coração? Cultiva a fraternidade Melhores dias virão. Casimiro Cunha 02 Não fazer mal a ninguém Serve pra qualquer pessoa Fraternidade urgente Deixa o cristão numa boa. Jair Presente 03 Poeta pensa na trova Homenagem merecida A OSCAL em Venda Nova Essa família é cumprida Sebastião Lasneau 04 Multiplicar o talento A caridade em ação Com base no movimento De confraternização. Newton G. de Barros 05 A morte acabou comigo Meu Deus que decepção Já não me chamam de amigo Sou agora assombração. Emílio de Menezes 06 Movimento pioneiro Quanta alegria conduz No território mineiro Concentrado em Jesus. Belmiro Braga 07 Repentista não descansa
  3. 3. Com jeito de nordestino Traz no balaio esperança E o coração de menino Leandro Gomes de Barros 08 Os companheiros cantando Revivem nosso ideal O seresteiro voltando Com muito amor a OSCAL João Cabete 09 Protege com teus carinhos Afetos que Deus te deu Mas não esquece os filhinhos Que a orfandade escreveu. Meimei 10 Não pensa no sofrimento Nem digas que não tem sorte Somente o que nos pertence Levamos depois da morte. Aura Celeste 11 Na divisão dos teus bens O maior investimento É a soma do que já tens Guardado no sentimento. Irene de Souza Pinto 12 Com Jesus alma querida A influência do mal Será batalha vencida Com seu amor fraternal. Maria Dolores Versos psicografados por Léa Neves de Souza nas dependências do Sesc-Venda Nova em Belo Horizonte no dia 20/04/2003.
  4. 4. Mediunidade Ideal M Ministério de atividades múltiplas, movimenta variados recursos com oportunidades de trabalho e renovação para as almas domiciliadas na terra. E Elevado compromisso de ordem moral para o exercício da caridade revela altura de propósitos e objetivos superiores. D Defesa contra elogios e bajulações, incompatível com os postulados que abraçamos. I Inviabiliza qualquer tentativa da sombra, através da prece, fundamentada no exemplo. U Utiliza créditos na captação de recursos do plano espiritual sob a custódia e garantia de benfeitores do mundo maior. N Não se detêm nas circunstâncias desfavoráveis do caminho, mantendo bom ânimo e serenidade nos momentos mais graves. I Intensifica a fraternidade nos corações na aquisição de valores a edificação da paz. D Desembaraço de toda postura artificial, simplicidade é alicerce de construções mais sólidas. A Atende com precisão e dilatado sentimento de amor, os compromissos perante as leis da vida. D Diante de qualquer solicitação de ordem inferior, resguarda-se na residência moral do evangelho. E Em momento algum, admite privilégios, diante de Jesus somos todos iguais com deveres e obrigações a cumprir. I Incentiva o estudo e a divulgação do livro espírita, visando a própria iluminação, quem sabe enxerga mais longe.
  5. 5. D Demonstra disposição íntima para desculpar com mais freqüência agravos e ofensas. O perdão é o melhor remédio contra os males da alma. E Examina com apurado rigor e mais atenção quanto à origem dos próprios impulsos. A Aproveita todo o tempo disponível para multiplicar a extensão do bem favorecendo mais amplo domínio de si mesmo. L Longe ainda do perfil que acabamos de apresentar aos queridos amigos, encontramos numerosos medianeiros estacionando na câmara escura do desencanto e do sofrimento, desencorajados de servir e trabalhar. André Luiz Página psicografada por Léa Neves de Souza, nas dependências do Sesc- Venda Nova, em Belo Horizonte, durante a reunião da OSCAL no dia 18 de abril de 2003.
  6. 6. Luz para o Mundo " Vós sois a luz do mundo." - Jesus (Mateus, 5:14) Abolindo o domínio da Lei que impõe, por herança exclusiva de semeaduras pretéritas, o clima de resgate e saneamento - justo por natureza-, o Senhor vive a mensagem do Amor Divino, ensinando-nos a ciência excelsa da libertação no Bem legítimo e imortal. Ampliando no tempo o diminuto colégio discipular do Cristo, o Evangelho hoje redivivo no Espiritismo, concede-nos as insígnias da Luz, a fim de que a vivência da caridade inflame a terra toda do sentimento fraternal - esse liame de fé e bem-querer que aos poucos vai dissolvendo o egoísmo e o orgulho. Vossas dores, por isso mesmo, são marcas sublimes de capacitação espiritual, se as suportais com o entendimento da fé. Dificuldades, relacionamentos, desafios são sendas de aprimoramento e iluminação, porque o Senhor nos acessou o infinito de Deus, pela criação magnânima e recamada de sua glória. Sois a luz do mundo - diz-nos Jesus através dos séculos. Sois lâmpadas de vida e amor na Terra, dizemos a vós os Amigos do Além, se vos dispuserdes a sintonizar e viver a mensagem do Inesquecível Crucificado, que fez das misérias humanas o motivo supremo de vossa vivênciação para Deus, com a vida abundante. Companheiros: o serviço é nossa força e a renovação pessoal o nosso caminho perfeito de felicidade e paz. Nossos votos de êxito e bom ânimo, na Seara do Divino Mestre e Senhor! Emmanuel (Mensagem psicografada por Wagner Gomes da Paixão, dia 20/04/2003 na 20ª Semana da Fraternidade, em BH/MG)
  7. 7. Companheiros de Ideal Espírita, Foi com júbilo que presenciamos o encontro bienal de todos os fraternistas desta terra de Santa Cruz. Presenças espirituais veneráveis de desencarnados e de encarnados honraram-nos, enriquecendo as propostas dos temas colocados para o entendimento das mais de 50 caravanas, que se deslocaram de diversos rincões de nossa pátria amada. No campo espiritual, transformamos o local em um grande posto de primeiros socorros para aqueles que se encontravam mais necessitados que nós do auxílio da Misericórdia Divina. Ressaltamos que o nosso coração, no movimento oscalino, deve estar indene a todo sentimento de vaidade e de destaque perante o Movimento da Fraternidade, que congrega milhares e milhares de companheiros encarnados e desencarnados, comprometidos com o Cristo, para levar avante os ensinamentos do Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo. Lembramos aos coordenadores desse encontro que, do lado de cá, uma nova equipe já está sendo formada para preparar o próximo encontro dos fraternistas do Brasil. Paz, Um abraço, Baessa Grupo da Fraternidade Irmã Scheilla Reunião de Orientação Espiritual / ROE, em 21.04.2003 Médium: Osvaldo Miranda
  8. 8. O Júbilo de Scheilla Ao lado de José Grosso, acabara de chegar à rude casinha do sertão nordestino. Prestaríamos ali o socorro imprescindível, a finalização do processo de desenlace de simpático e humilde irmão, que naquele dia chegara ao fim de suas possibilidades físicas. Ao adentrarmos o humilde lar - quase uma tapera - deparamos com Scheilla, toda iluminada por sublime vibração de prece, derramando lágrimas de contentamento, a velar a forma perispiritual do enfermo já exteriorizada com seu efetivo auxílio. Ali, nenhuma sombra, ninguém, mesmo encarnado, somente Scheilla, e agora Zé Grosso e eu, em posição de respeito ante a manifestação de infinita ternura da Benfeitora iluminada. Após instruções a nós, despediu-se, feliz, aquela flor do céu, deixando-nos o encanto de seu perfume cristão. Sem me conter, indaguei ao meu parceiro: - Zé, porque Scheilla tão feliz, emocionada perante o irmão em despedida do corpo? E ele, com riso discreto e matreiro na boca, explicou: - Este é um irmão que, embora pobre, fervoroso e humilde nesta existência, animou, na antiga Prússia e depois nos domínios da Alemanha nazista, a veste de um incrédulo e malfadado elemento, que, ao contrário de considerar seus irmãos, combatia-os em corrida louca. - Mas como ele mudou tanto, de lá para cá ?- indaguei. Sem demora, me olhou significativamente e respondeu: - Por necessidade, ligou-se a um Centro Espírita muito fraternal, aprendeu a receber apoio e a servir, ensinou e aprendeu, desenvolveu a fé e venceu, conhecendo a fraternidade legítima, a própria conversão a Jesus, ao Seu Evangelho. E batendo em meus ombros, antes de proceder ao desligamento final do desencarnante, brincou: - Evangelho é vida; fraternidade é fenômeno de materialização do amor de Deus. Você não acha que é motivo de sobra para o júbilo de nossa Scheilla?! Almir Fontoura (Mensagem psicografada por Wagner Gomes da Paixão, na 20ª Semana da Fraternidade, em BH/MG, dia 20/04/2003)
  9. 9. Recado Breve Festa de amor Com alegria divina É o que nos ensina o Evangelho do Senhor Permutando o afeto Praticamos caridade Mostrando fraternidade Ao mundo inquieto. Neste encontro-amor Pedimos a Jesus Nosso Mestre e Senhor Que nos mantenha em Sua Luz! José Grosso (Psicografado por Wagner Gomes da Paixão, dia 20/04/2003 na 20ª Semana da Fraternidade)
  10. 10. RECEITA DE VIDA Qual ...? O dia mais belo? Hoje. A coisa mais fácil? Equivocar-se. O obstáculo maior? O medo. O erro maior? Abandonar-se. A raiz de todos os males? O egoísmo. A distração mais bela? O trabalho. A pior derrota? O desalento. Os melhores professores? As crianças. A primeira necessidade? Comunicar-se. Que mais faz feliz? Ser útil aos demais. O mistério maior? A morte. O pior defeito? O mau humor. A pessoa mais perigosa? A mentirosa. O sentimento pior? O rancor. O presente mais belo? O perdão. O mais imprescindível? O lar. A receita mais rápida? O caminho correto. A sensação mais grata? A paz interior. O resguardo mais eficaz? O sorriso. O melhor remédio? O otimismo A maior satisfação? O dever cumprido. A força mais potente do mundo? A fé. As pessoas mais necessárias? Os pais. A coisa mais bela? O AMOR. Madre Tereza de Calcutá

×