Líder Eficaz - Supermercados

238 visualizações

Publicada em

Dicas para você redirecionar seu trabalho gerencial, comprometer a equipe e turbinar resultados. A eficiência consiste em perguntar ou em responder perguntas da equipe? Mudar é difícil, mas não mudar pode ser fatal.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
238
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Líder Eficaz - Supermercados

  1. 1. Gestor de Loja Dicas para você redirecionar seu trabalho e comprometer a equipe. Moacir Moura Treinamento e valorização profissional.
  2. 2. Ou você muda, ou mudam você. Mudar é difícil. Não mudar é fatal.
  3. 3. Com ser um Gestor de loja que tem as respostas na ponta da língua? Este artigo discute as questões fundamentais do gestor de loja. Até que ponto ele deve ter todas as respostas na ponta da língua? Atuando como uma central de respostas, o líder facilita ou dificulta o trabalho de sua equipe? Qual é o padrão de eficiência, posicionar-se como gestor de loja ou como gestor de sonhos? Onde está a hora da verdade num centro de consumo? Apertar botões ou tocar corações? – Boa leitura. Digamos que a pergunta deste artigo fosse “onde está o gerente?”, cuja resposta óbvia seria “na loja”, claro. Não está tão claro assim, porque o gerente deve estar onde os fatos acontecem. E os fatos acontecem em vários pontos do estabelecimento, em cada departamento. Todas as seções são importantes, mas há pontos quentes que são prioritários onde o fluxo de pessoas é maior. E as oportunidades de vendas também. Muito bem. Mas se não houver fatos relevantes, onde o gerente estaria? Pois é, não havendo fatos, o gerente cria, inventa e faz as coisas acontecerem. Muitas vezes basta mudar um produto de lugar, destacar uma seção ou fazer uma promoção relâmpago para alterar
  4. 4. o ritmo de pulsação da loja, atrair clientes e vender mais. Nesse sentido, poderíamos deduzir que um dos papéis do líder é gerenciar e criar fatos. Mas com eficiência, naturalidade, alegria e sobretudo agilidade. Agilidade e felicidades são irmãs gêmeas no comércio, segundo o que foi debatido na NRF (National Retail Federation), maior feira mundial de varejo realizada em Nova York, no começo do ano. Até que ponto o gestor deve ser uma central de respostas? – Até onde sua gestão não comprometa a criatividade das pessoas. Evidente que você terá que responder muitas questões, por isso é gerente. Entretanto, sua equipe crescerá à medida em que você se transforme numa central de perguntas. Liderança, como equilibrar estratégia com execução? Questionar, cobrar soluções da equipe. Que tal responder à uma pergunta com outra pergunta? Haverá uma certa estranheza, mas as pessoas vão aprender a pensar. Essa mudança de atitude altera o perfil do seu time. Postura é fundamental. Física, mental, comportamental e estrategicamente também. Maneira de pensar e agir. Jeito e hábitos de líder. O que você faz e como você faz servem de exemplo para os seus líderes de setores. Tudo o que gerente fala serve como treinamento para a equipe. – Mas o que e como você faz as coisas é que as pessoas observam e tomam como exemplo. Além de liderar e fazer seu trabalho, você está treinamento o seu pessoal - Você quer acelerar vendas e turbinar lucros? – www.moacirmoura.com.br Qual é o seu propósito? Pense aí, troque ideias com o RH e seus superiores hierárquicos, e liste alguns pontos fundamentais para o progresso da loja e de sua carreira. Propósitos pressupõem foco. As empresas são Feitas para Ganhar. Há gerentes que focam seu trabalho na operação, em métricas e planilhas, mas esquecem as pessoas. Supermercado é um negócio feito por gente e para gente. Por isso, vale a pena você se posicionar como gestor de sonhos, não como operador de loja apenas. Fale-se muito em ambiente de trabalho, clima organizacional e relacionamento. E quem trabalha na ponta, lá onde a hora da verdade acontece, olho no olho do cliente, considera que esse tal de clima é
  5. 5. produzido pela matriz, mais precisamente no RH. Importa-se da matriz e da cultura geral da empresa boa parte do clima. Isso é verdade. Mas o famoso “bom lugar para se trabalhar” é feito na loja pelo gestor e pelos seus líderes de setores. Todo o santo dia. Dicas Melhore o desempenho da equipe e multiplique resultados.  Deixe sempre bem claro o que você espera dos líderes de setor e da própria equipe;  Repita isso com frequência. Acabe com a síndrome do “eu já falei.” – Falar é uma das suas principais funções;  Ouvir também. Escute com atenção funcionários e clientes, dando o devido valor ao que eles falam;  Feedback. As pessoas precisam saber como estão indo. Diga isso a elas e dê o seu tom, dialogando sobre a melhor forma de fazer o trabalho;  Dissemine a cultura da melhoria contínua, hoje melhor do que ontem, amanhã melhor do que hoje.

×