Frase, oração e período

1.174 visualizações

Publicada em

Estudo das orações coordenadas assindéticas e sindéticas. Frase, oração e período.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.174
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Frase, oração e período

  1. 1. ESCOLA ESTADUAL PAULO JOSÉ DERENUSSON - “VENCENDO DESAFIOS, CONQUISTANDO VITÓRIAS” LÍNGUA PORTUGUESA PROF. MARCELO MACIEL DE ALMEIDA GRADUADO EM LETRAS E PÓS-GRADUADO EM LINGUÍSTICA (ANÁLISE DO DISCURSO), AMBOS PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA (UFU)
  2. 2. 1- FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO 1.1- FRASE: todo enunciado de sentido completo, podendo ser formada por uma só palavra ou por várias, podendo ter verbos ou não. Exprime, por meio da fala ou da escrita: ideia, emoções, ordens e apelos. Propósito comunicativo (= capacidade de, num intercâmbio linguístico, transmitir um conteúdo satisfatório para a situação em que é utilizada). Exemplos: Luiz e Sefanne são namorados.
  3. 3. As frases classificam-se em: 1.1.1- Declarativa: faz uma declaração. “Os olhos luziam de muita vida...” (Machado de Assis) 1.1.2- Interrogativa: utiliza uma pergunta. “Entro num drama ou saio de uma comédia?” (Machado de Assis) 1.1.3- Exclamativa: expressa sentimento. “Que imenso poeta, D. Guiomar!” (Machado de Assis)
  4. 4. Na língua falada, a frase é caracterizada pela entoação, que indica nitidamente seu início e seu fim. A entoação pode vir acompanhada por gestos, expressões do rosto, do olhar, além de ser complementada pela situação em que o falante se encontra (contexto linguístico). Na língua escrita, a entoação é representada pelos sinais de pontuação (= melodia frasal). Desaparecendo a situação viva, o contexto é fornecido pelo próprio texto, o que acaba tornando necessário que as frases escritas sejam linguisticamente mais completas. Essa maior complexidade linguística leva a frase a obedecer as regras gerais da língua. Portanto, a
  5. 5. 2- ORAÇÃO: É o enunciado com sentido que se estrutura com base em um verbo. 2.1- Orações coordenadas: são orações independentes entre si. 2.1.1- Oraçôes coordenadas assindéticas: são orações que não apresentam conjunções. 2.1.2- Orações coordenadas sindéticas: são orações que apresentam conjunções.
  6. 6. 2.2- Classificação das Orações Coordenadas Sindéticas De acordo com o tipo de conjunção que as introduz, as orações coordenadas sindéticas podem ser: aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas ou explicativas. a) Aditivas Expressam ideia de adição, acrescentamento. Normalmente indicam fatos, acontecimentos ou pensamentos dispostos em sequência. As conjunções coordenativas aditivas típicas são "e" e "nem" (= e + não). Introduzem as orações coordenadas sindéticas aditivas.
  7. 7. b) Adversativas Exprimem fatos ou conceitos que se opõem ao que se declara na oração coordenada anterior, estabelecendo contraste ou compensação. "Mas" é a conjunção adversativa típica. Além dela, empregam-se: porém, contudo, todavia, entretanto e as locuções no entanto, não obstante, nada obstante. Introduzem as orações coordenadas sidéticas alternativas. Exs: "O amor é difícil, mas pode luzir em qualquer ponto da cidade." (Ferreira Gullar) O país é extremamente rico; o povo, porém, vive em profunda miséria. Tens razão, contudo controle-se. Renata gostava de cantar, todavia não agradava. O time jogou muito bem, entretanto não conseguiu a vitória.
  8. 8. Saiba que algumas vezes, a adversidade pode ser introduzida pela conjunção "e". Isso ocorre normalmente em orações coordenadas que possuem sujeitos diferentes. Ex.:: Deus cura, e o médico manda a conta. Nesse ditado popular, é clara a intenção de se criar um contraste. Observe que equivale a uma frase do tipo: "Quem cura é Deus, mas é o médico quem cobra a conta!"
  9. 9. c) Alternativas: Expressam ideia de alternância de fatos ou escolha. Normalmente é usada a conjunção "ou". Além dela, empregam-se também os pares: ora... ora, já... já, quer... quer, seja... seja, etc. Introduzem as orações coordenadas sindéticas alternativas. Exs: Diga agora ou cale-se para sempre. Ora age com calma, ora trata a todos com muita aspereza. Estarei lá, quer você permita, quer você não permita.
  10. 10. d) Conclusivas: Exprimem conclusão ou consequência referentes à oração anterior. As conjunções típicas são: logo, portanto e pois (posposto ao verbo). Usa-se ainda: então, assim, por isso, por conseguinte, de modo que, em vista disso, etc. Introduzem as orações coordenadas sindéticas conclusivas. Exs: Não tenho dinheiro, portanto não posso pagar. A situação econômica é delicada; devemos, pois, agir cuidadosamente. O time venceu, por isso está classificado.
  11. 11. Atenção: Cuidado para não confundir as orações coordenadas explicativas com as subordinadas adverbiais causais. Observe a diferença entre elas: - Orações Coordenadas Explicativas: caracterizam-se por fornecer um motivo, explicando a oração anterior. Ex.: A criança devia estar doente, porque chorava
  12. 12. REVISÃO 1- Identifique as conjunções dos períodos abaixo: a) Zé Brasil trabalhou muito, porém foi despedido. b) Minhas plantas não sobrevivem, pois não consigo matar as formigas. c) Ele não tem assistência médica; logo sofre de muitas doenças. d) Fique aqui, porque o coronel Tatuíra já vem e vai querer falar com você.
  13. 13. 2- Relacione as colunas: a)Tentou matar as formigas, mas não conseguiu. b) Ele não sabia se trabalhava ou se tentava matar as formigas. c) Ele queria ter uma casa e plantar uma horta. d) Era chamado de vadio, pois trabalhava pouco. e) Ele trabalhava pouco; logo era chamado de vadio. ( ) relação de conclusão ( ) relação de contraste, adversidade ( ) relação de confirmação ou explicação ( ) relação de alternância ( ) relação de acréscimo.
  14. 14. 3- Junte as orações dadas em cada item, usando como ligação uma conjunção coordenativa; indique o tipo de relação estabelecida. I- a) O campeonato foi muito duro. b) Os atletas merecem um longo descanso. II- a) Você é um grande amigo nosso. b) Contamos urgentemente com sua ajuda. III- a) Ele é uma pessoa competente. b) É capaz de falhar algumas vezes, como qualquer um de nós. IV- a) Lucas quer ficar rico. b) Deve estudar. c) Deve trabalhar com muito afinco. V- a) Não desanime diante das dificuldades. b) A recompensa vale o esforço. VI- a) O velho pai sofria com isso. b) Não chorava vem maldizia a sorte. VII- a) Aquela cidade não oferece muitas chances de trabalho. b) Muitos jovens insistem em não sair de lá. VIII- a) Matheus e Gabriel Lucas não gostavam da vida na cidade.b) Tinham planos de comprar um sítio e ir morar no interior.
  15. 15. REFERÊNCIAS Classificação das orações coordenadas sindéticas. Disponível em http://www.soportugues.com.br/secoes/sint/sint 26.php. Acesso no dia 21/07/2014 Exercícios sobre orações coordenadas. Disponível em www.noroeste.br/professor/76541/201247212ati vidade7739.doc. Acesso no dia 21/07/2014. Frase, oração e período. Disponível em http://www.infoescola.com/portugues/frase- oracao-e-periodo/. Acesso no dia 21/07/2014.

×