Boletim BE Praia Março 2010

373 visualizações

Publicada em

Boletim da Biblioteca de Praia de Mira - Março 2010

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim BE Praia Março 2010

  1. 1. Boletim da Biblioteca Jardim-de-infância e EB1 de Praia de Mira - Março 2010 Semana da Leitura De 1 a 9 de Março a Biblioteca esteve em festa! Na Biblioteca de Praia de Mira Este ano, para não destoar, ecelebramos a leitura todos os dias. com o pretexto da vinda do escri- Porém, quando chega a primei- tor José Fanha, que esteve no diara semana de Março, vivemos uma 9 de Março entre nós, a conviteazáfama ainda maior! São idas e da Biblioteca, foi um nunca maisvindas, leituras e pinturas, decla- acabar de entusiasmo!mações e representações. Uma Vamos recordar algumas des-festa! sas actividades! Histórias da Avozinha! Durante a Semana da Leitura, os Encarregados de Educação e outros familiares dos alunos foram convida- dos a vir à escola ler ou contar uma história. Primeiro, pé ante pé, depois com muita segurança, desfilaram, pelas A mãe Sandra mostra imagens salas do Jardim-de-infância e 1º do “Gato comilão”.Natália e Maria José, duas vizinhas e amigas, lêem a par. CEB, trinta e três contadores! Vieram pais, avós, bisavós, irmãos, primos, até vizinhos! Leram histórias bem giras! Alguns até trouxeram instrumen- tos musicais para a banda sonora! Uma mãe trouxe uma filmagem de uma representação teatral... A mãe da Letícia dirige-se à E outros, falaram do mar. Um avô plateia, que está muito atenta. A bisavó Maria e o bisavô Luís contam uma falou de uma baleia pequenina que história a duas vozes! tinha cócegas no dorso e se roçava num bacalhoeiro. Outros falaram de tempos idos, das dificuldades da vida. Sempre com ternura e alegria. Os meninos desta escola têm famílias e amigos bem fixes! Que sejam sempre bem-vindos! O Emanuel lê um conto à sala O avô do Carlos conta histórias do mar. da irmã Inês. Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
  2. 2. Boletim da Biblioteca / Março 2010 Concurso “Era uma vez”! Como dissemos anteriormente, abria, deixando-te passar..EscreveJosé Fanha inspirou-nos durante a ou desenha as tuas aventuras doSemana da Leitura. outro lado da porta encantada. Assim, pegámos na sua obra “A Os alunos gostaram deste desafioporta” e pedimos aos alunos que a e, com a colaboração dos seus pro-continuassem, ilustrando ou escre- fessores, deitaram mãos à obra.vendo um novo capítulo do livro, par- Os resultados foram tão interes-tindo do seguinte tema: Era uma vez... uma porta! santes que, no final, foi feito um Imagina que chegavas ao pé dela livro para oferecer ao escritor, no diae que, com palavras mágicas, ela se da sua visita. Texto premiado Gravura premiada A porta mágica Era uma vez um menino, que andava a brincar no sótão de sua casa. Sempre que lá ia, sentia curiosidade em espreitar por uma porta velhaque lá existia, mas tinha medo do que poderia encontrar... Um dia, a curiosidade foi maior, disse umas palavras mágicas: dim…dom… arroz chauchau, porco doce, vaca amarga, abre-te sésamo… e aporta abriu-se de repente! O menino atravessou-a e ficou surpreendidocom o que viu. Era uma grande cidade, onde todos os habitantes eram felizes, haviasó sorrisos e boa disposição. Todas as crianças brincavam e riam, nãohavia guerras nem coisas más, só coisas boas. Os jardins eram floridos echeiravam a rosas, o sol brilhava como ouro, as pessoas pareciam uma só Lucas, 2º Bfamília, os animais brincavam e saltavam pelas ruas. O menino passou horas a olhar para aquilo. Não lhe parecia real, pare-cia um sonho! Menções honrosas Depois de muito, muito tempo a olhar, resolveu entrar nas brincadei-ras com os outros meninos. Estava tão feliz que nem deu pelas horas apassar. Quando anoiteceu, o menino teve de voltar para casa. Sua mãe per-guntou-lhe onde é que ele tinha estado aquele tempo todo. Ele respondeuque tinha adormecido no sótão e que tivera um sonho de encantar. Tinha decidido que não iria contar a ninguém. Era o seu segredo. Sempre que estivesse triste, entraria naquela porta e, pelo menos, poralgumas horas, esqueceria todos os males do seu mundo real. Rui Santos, 3ºC João Francisco Veríssimo, 4º D André Rosa , 4ºE Bernardo, 2º B João Pedro, 1ºA Luís Gabriel ,4ºD Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”
  3. 3. Boletim da Biblioteca / Março 2010Visita de José Fanha Receber José Fanha foi exactamente o que esperávamos: um verdadeiro aconteci- mento. Numa sala decorada a preceito, com cenas dos seus livros nas paredes, fanto- ches de personagens a penderem do tecto, o escritor conversou, declamou, respondeu a perguntas, riu e enterneceu. Sempre de pé, prendeu a atenção de pequenos e crescidos, que seguiram os seus movimentos e as suas palavras, deli- ciados. A sessão, que contou com os alunos de Lagoa e Barra para além dos da nossa escola, teve dois momentos especiais: a canção de abertura “Verdes são os cam- pos”, pelo 4ºD, e a projecção do filme de encerramento, feito com os desenhos do 3º e 4º ano. Filme e Livro oferecidos a José Fanha Pelo meio foram-lhe oferecidos trabalhos feitos pelos alunos, que o autor elogiou. Para termi- nar, José Fanha, com a simpatia que lhe é habitual, autografou livros na Biblioteca. Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
  4. 4. Boletim da Biblioteca / Março 2010 Biblioteca animada! A Biblioteca, neste 2º perío- De acordo com um calendário minutos com a professora biblio-do, continuou a ser o lugar onde afixado na porta da BE, todos os tecária.a leitura deu a mão à animação! meninos da escola estiveram, às Vamos espreitar o que fize- segundas-feiras, quarenta e cinco ram?! Hora do Conto! Super Leitor Depois do Natal, a obra “Os A obra de José Fanha tambémgnomos e o sapateiro”, pela pena não foi esquecida na animação dedos Irmãos Grimm visitou os alu- biblioteca, em especial os seusnos mais pequenos de Praia de contos e a sua poesia.Mira. De novo, a leitura e a suaexploração empolgaram osouvintes. Resultado: mais gno-mos ficaram vestidos com fatos Neste segundo período, ochiques a valer! concurso Super Leitor conti- nuou de vento em popa. Assim, em sessões divertidas, Intensificou-se a luta pelos os meninos ouviram a bibliotecária lugares cimeiros, destacando-se ler poemas do livro “Cantigas e o 4ºE como a turma mais deter- cantigos” e riram com as graças e minada! desgraças dos bisnaus, passarocos maraus. Com muito suor, dada a com- petição cerrada dos colegas, a Gnomos vestidos pelos meninos do 1º ano vencedora do 2º período foi Juliana Soares. Seguidamente, coube a vez à Foram estas as pontuaçõeshistória tradicional portuguesa mais significativas:“Desanda Cacete”, na versão deAlice Vieira. Nome Turma Pontos Não faltaram, para completar 1º Juliana Soares 4ºE 63o ramalhete, o jogo Ler e Reter e 2º Diogo Perdiz 4ºE 57a sua dramatização! Foi uma ale-gria ver à nossa frente o aguadei- Depois houve o jogo “Ler e 3º Hugo Ferreira 4ºE 54ro recompensado e o estalajadei- Reter”, pintura e recorte de gravu- 4º André Rosa 4ºE 47ro castigado! ras, montagem de pendentes com desenhos da passarada... 5º Filipa Santos 3ºC 34 Os alunos mais velhos ilustra- 6º Igor Miranda 4ºE 33 ram a obra “O dia em que a barriga rebentou”! Os desenhos ficaram 7º Carlos Viegas 4ºD 29 tão bonitos que, com a narração de 8º Miguel Pereira 4ºE 28 um menino, fez-se um filme para oferecer ao escritor! 9º André Rodrigues 4ºE 26 No Jardim-de-infância, profes- 10º Francisco Parada 4ºE 19 soras, auxiliares e crianças, a partir João Leal 3ºC Meninos do 3º ano representam a cena em das leituras, criaram os enfeites que o estalajadeiro espia o aguadeiro pelo que decoraram a sala onde se Não esqueças: o concurso conti- buraco da fechadura. recebeu o autor. nua! Concorre! Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”

×