René descartes

2.701 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.701
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

René descartes

  1. 1. René Descartes<br />Vida<br />René Descartes (31 de Março de 1596, La Haye en Touraine, França — 11 de Fevereiro de 1650, Estocolmo, Suécia), também conhecido como Renatus Cartesius (forma latinizada), foi filósofo, físico e matemático francês. Notabilizou-se sobretudo por seu trabalho revolucionário na filosofia e na ciência, mas também obteve reconhecimento matemático por sugerir a fusão da álgebra com a geometria - fato que gerou a geometria analítica e o sistema de coordenadas que hoje leva o seu nome. Por fim, ele foi uma das figuras-chave na Revolução Científica.<br />Descartes, por vezes chamado de " o fundador da filosofia moderna" e o " pai da matemática moderna" , é considerado um dos pensadores mais importantes e influentes da História do Pensamento Ocidental. Inspirou contemporâneos e várias gerações de filósofos posteriores; boa parte da filosofia escrita a partir de então foi uma reação às suas obras ou a autores supostamente influenciados por ele. Muitos especialistas afirmam que a partir de Descartes inaugurou-se o racionalismo da Idade Moderna - enquanto que décadas mais tarde se assentaria nas Ilhas Britânicas, através de John Locke e David Hume, principalmente, um movimento filósofico que de alguma forma é oposto no qual se convencionou chamar de empirismo.<br />Cogito, ergo sum.<br />Obras<br />Regras para a direção do espírito (1628?) - obra da juventude inacabada na qual o método aparece em forma de numerosas regras<br />O Mundo ou Tratado da Luz (1632-1633) - obra contém algumas das conquistas definitivas da física clássica: a lei da inércia, a da refração da luz e, principalmente, as bases epistemológicas contrárias ao que seria denominado de princípio da ciência escolástica, radicada no aristotelismo.<br />Discurso sobre o método (1637)<br />Geometria (1637)<br />Meditações (1641) - expande o método cartesiano exposto em " Discurso sobre o método" <br />Immanuel Kant<br />Vida<br />Kant nasceu, viveu e morreu em Königsberg (atual Kaliningrado), na altura pertencente à Prússia. Foi o quarto dos nove filhos de Johann Georg Kant, um artesão fabricante de correias (componente das carroças de então) e da mulher Regina. Nascido numa família protestante, teve uma educação austera numa escola pietista, que frequentou graças à intervenção de um pastor. Passou grande parte da juventude como estudante, sólido mas não espetacular, preferindo o bilhar ao estudo. Tinha a convicção curiosa de que uma pessoa não podia ter uma direcção firme na vida enquanto não atingisse os 39 anos. Com essa idade, era apenas um metafísico menor numa universidade prussiana, mas foi então que uma breve crise existencial o assomou. Pode argumentar-se que teve influência na posterior direcção.<br />Kant foi um respeitado e competente professor universitário durante quase toda a vida, mas nada do que fez antes dos 50 anos lhe garantiria qualquer reputação histórica. Viveu uma vida extremamente regulada: o passeio que fazia às 15:30 todas as tardes era tão pontual que as mulheres domésticas das redondezas podiam acertar os relógios por ele.Kant nunca deixou a Prússia e raramente saiu da cidade natal. Apesar da reputação que ganhou, era considerado uma pessoa muito sociável: recebia convidados para jantar com regularidade, insistindo que a companhia era boa para a constituição física.<br />Por volta de 1770, com 46 anos, Kant leu a obra do filósofo escocês David Hume. Hume é por muitos considerados um empirista ou um cético,muitos autores o consideram um naturalista.Kant sentiu-se profundamente inquietado. Achava o argumento de Hume irrefutável, mas as conclusões inaceitáveis. Durante 10 anos não publicou nada e, então, em 1781 publicou o massivo " Crítica da Razão Pura" , um dos livros mais importantes e influentes da moderna filosofia.<br />Nos cerca de vinte anos seguintes, até a morte em 1804, a produção de Kant foi incessante. O seu edifício da filosofia crítica foi completado com a Crítica da Razão Prática, Que lidava com a moralidade de forma similar ao modo como a primeira crítica lidava com o conhecimento; e a Crítica do Julgamento, que lidava com os vários usos dos nossos poderes mentais, que não conferem conhecimento factual e nem nos obrigam a agir: o julgamento estético (do Belo e Sublime) e julgamento teleológico (Construção de Coisas Como Tendo " Fins" ). Como Kant os entendeu, o julgamento estético e teleológico conectam os nossos julgamentos morais e empíricos um ao outro.<br />Obras<br />Crítica da Razão Pura<br />Crítica da Razão Prática<br />Crítica do Julgamento<br />Doutrina do Direito<br />Fundamentação da Metafísica dos Costumes<br />Prolegómenos a Toda a Metafísica Futura<br />Crítica da Faculdade do Juízo<br />1770;Dissertação sobre a forma e os princípios do mundo sensível e inteligível<br />1783;Prolegômenos para toda metafísica futura que se apresente como ciência<br />1785; Fundamentos da metafísica da moral<br />1786; Primeiros princípios metafísicos da ciência natural<br />1793 ; A Religião dentro dos limites da mera razão<br />1797; A Metafísica da moral<br />1798; Antropologia do ponto de vista pragmático<br />Aristóteles<br />Vida<br />Aristóteles (em grego Αριστοτέλης) nasceu em Estagira, na Calcídica (384 a.C. - 322 a.C.). Filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande, é considerado um dos maiores pensadores de todos os tempos e criador do pensamento lógico.<br />Aristóteles figura entre os mais influentes filósofos gregos, ao lado de Sócrates e Platão, que transformaram a filosofia pré-socrática, construindo um dos principais fundamentos da filosofia ocidental. Aristóteles prestou contribuições fundantes em diversas áreas do conhecimento humano, destacando-se: ética, política, física, metafísica, lógica, psicologia, poesia, retórica, zoologia, biologia, história natural. É considerado por muitos o filósofo que mais influenciou o pensamento ocidental.<br />Por ter estudado uma variada gama de assuntos, e por ter sido também um discípulo que em muito sentidos ultrapassou o mestre, Platão, é conhecido também como O Filósofo. Aristóteles também foi chamado de o estagirita, pela terra natal, Estagira.<br />Obra<br />Da alma;<br />Da sensação e o sensível;<br />Da memória e reminiscência;<br />Do sono e a vigília;<br />Dos sonhos;<br />Da adivinhação pelo sonho;<br />Da longevidade e brevidade da vida;<br />Da Juventude e Senilidade;<br />Da Respiração;<br />História dos Animais;<br />Das Partes dos Animais;<br />Do Movimento dos Animais;<br />Da Geração dos Animais;<br />Da Origem dos Animais.<br />Física;<br />Sobre o céu;<br />Sobre a geração e a corrupção;<br />Meteorológicos.<br />Karl Marx<br />Vida<br />Karl Heinrich Marx (Tréveris, 5 de maio de 1818 — Londres, 14 de março de 1883) foi fundador de uma das grandes teorias que iria influenciar os séculos dezenove e vinte, intelectual alemão, economista, sendo considerado um dos fundadores da Sociologia e militante da Primeira e Segunda Internacional.<br />Também é possível encontrar a influência de Marx em várias outras áreas, tais como: Filosofia e História. Teve participação como intelectual e como revolucionário no movimento operário, escrevendo o Manifesto Comunista.<br />Atualmente é bastante difícil analisar a sociedade humana sem se referenciar, em maior ou menor grau, à produção de Karl Marx, apesar da polêmica causada por suas afirmações.<br />Obras<br />Diferença entre a filosofia da natureza de Demócrito e a de Epicuro , (1841 trabalho de doutorado)<br />A questão judaica (1843)<br />Miséria da filosofia<br />Manuscritos econômico-filosóficos (Ökonomisch-philosophische Manuskripte), 1844 (publicados apenas em 1930);<br />Crítica da Filosofia do Direito de Hegel (1844)<br />Teses sobre Feuerbach (1845, publicado póstumamente)<br />Contribuição para a Crítica da Economia Política (Zur Kritik der politischen Ökonomie), (1859)<br />A Guerra Civil na França<br />A Sagrada Família (Die heilige Familie), 1845;<br />A Ideologia Alemã (Die deutsche Ideologie), 1845-46;<br />Miséria da Filosofia (Das Elend der Philosophie), 1847;<br />Manifesto do Partido Comunista (Manifest der Kommunistischen Partei), 1848;<br />Trabalho assalariado e Capital, 1849;<br />O 18 Brumário de Luís Bonaparte (Napoleão III Luís Bonaparte) (Der 18 Brumaire des Louis Bonaparte) (publicado em 1852 em jornais e em 1869 como livro );<br />Estatutos Gerais da Asociação Internacional dos Trabalhadores (1864)<br />Salário, preço e lucro (1865)<br />O Capital (Das Kapital) - Livro I, publicado em 1867; Livros II e III, publicado postumamente por Engels. Outros textos foram publicados por Karl Kautsky<br />As resoluções da Conferencia de Delegados da Associação Internacional dos Trabalhadores (Londres, 23 de setembro de 1871) (em colaboração com Engels, 1871)<br />Crítica ao programa de Gotha, 1875, (publicado póstumamente)<br />Formações Econômicas pré-capitalistas (Grundrisse)<br />

×