LIÇÃO 11 – 15 de junho de 2014 –
Editora BETEL
Enfrentando o sentimento de rejeição
• TEXTO TEXTO AUREO
• AUREO
•
•“E o Senhor, Deus de Israel, deu a
Seom com todo o seu povo na mão de
Israel, e os feriram;...
•VERDADE APLICADA
•
•Por mais que não nos sintamos valorizados ou
amados, devemos lembrar que o Amor do Nosso
Pai e Sua Gr...
• TEXTOS DE REFERÊNCIA
•
• Jz 11.5 - Aconteceu, pois, que, como os filhos de Amom pelejassem contra
Israel, foram os anciã...
•Introdução
•A enfermidade da alma que iremos estudar nesta
lição é o sentimento de rejeição. Embora tenha o
nome parecido...
1. O que é o sentimento de rejeição
• A rejeição é uma das feridas emocionais mais comuns.
A sensação de ser rejeitado, as...
1.1. A rejeição na história de vida da pessoa
•Muitas pessoas sofrem com sentimentos de rejeição
originados durante a infâ...
1.2. Rejeição internalizada
•Há pessoas que internalizam o sentimento de rejeição
e de não aceitação, gerando diversos out...
1.3. Rejeição externalizada
•O sentimento de rejeição também pode ser externalizado.
Nesse caso, a pessoa canaliza agressi...
2. A história de Jefté
• Jefté era rejeitado e aparentemente destinado a ser infeliz.
Ele era um homem valoroso, filho de ...
2.1. Jefté e seus irmãos
•Além de ser rejeitado pelos pais e pela sociedade antes
mesmo do seu nascimento, Jefté enfrentou...
2.2. As consequências da rejeição na vida de Jefté
•Na vida de Jefté, aos traumas antigos somavam-se os
novos. Era rejeiçã...
2.3. Dificuldade em lidar com a autoridade
• Os que sofrem de sentimento de rejeição geralmente têm um
comportamento negat...
3. O sentimento de rejeição na Igreja
•O sentimento de rejeição tende a aflorar em momentos
em que nos sentimos confrontad...
3.1. O sentimento de rejeição pode ser perigoso
• Em alguns casos, o sentimento de rejeição pode se tornar uma arma
perigo...
3.2. Deus nunca se esquece
• O profeta Isaías usa a figura da mãe para exemplificar a
profundidade do amor de Deus em rela...
3.3. Como combater o sentimento de rejeição?
• O sentimento de rejeição no crente deve ser combatido com oração e
comunhão...
Conclusão
•O sentimento de rejeição pode ser provocado por diversos
motivos, alguns deles foram citados nesta lição. Contu...
Como superar o sentimento de rejeição
• 1 Reconheça que qualquer um pode ser rejeitado.
• 2 Permita - se sentir mal no com...
REFERÊCIAS BIBLIOGRÁFICAS
•Editora Betel 2º Trimestre de 2014, ano 24 nº 91 –
Jovens e Adultos - “Dominical” Professor –
E...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição

995 visualizações

Publicada em

Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
995
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 11 Enfrentando o Sentimento de Rejeição

  1. 1. LIÇÃO 11 – 15 de junho de 2014 – Editora BETEL Enfrentando o sentimento de rejeição
  2. 2. • TEXTO TEXTO AUREO • AUREO • •“E o Senhor, Deus de Israel, deu a Seom com todo o seu povo na mão de Israel, e os feriram; e Israel tomou por herança toda a terra dos amorreus que habitavam naquela terra.” Jz 11.21 •
  3. 3. •VERDADE APLICADA • •Por mais que não nos sintamos valorizados ou amados, devemos lembrar que o Amor do Nosso Pai e Sua Graça nos alcançam diariamente.
  4. 4. • TEXTOS DE REFERÊNCIA • • Jz 11.5 - Aconteceu, pois, que, como os filhos de Amom pelejassem contra Israel, foram os anciãos de Gileade buscar Jefté na terra de Tobe. • Jz 11.6 - E disseram a Jefté: Vem e sê-nos por cabeça, para que combatamos contra os filhos de Amom. • Jz 11.7 - Porém Jefté disse aos anciãos de Gileade: Porventura, não me aborrecestes a mim e não me repelistes da casa de meu pai? Por que, pois, agora viestes a mim, quando estais em aperto? • Jz 11.8 - E disseram os anciãos de Gileade a Jefté: Por isso mesmo tornamos a ti, para que venhas conosco, e combatas contra os filhos de Amom, e nos sejas por cabeça sobre todos os moradores de Gileade.
  5. 5. •Introdução •A enfermidade da alma que iremos estudar nesta lição é o sentimento de rejeição. Embora tenha o nome parecido, não se trata de medo da rejeição, assunto que já estudamos anteriormente. No caso do sentimento de rejeição, o indivíduo pensa que não é valorizado pelas pessoas com quem se relaciona
  6. 6. 1. O que é o sentimento de rejeição • A rejeição é uma das feridas emocionais mais comuns. A sensação de ser rejeitado, assemelha-se a ser jogado na lata do lixo da vida, é algo que machuca e deixa marcas que perseguem o indivíduo ao longo • dos anos, condenando-o a um • estado permanente de medo, • tristeza e isolamento . • O sentimento de rejeição está na frustração de nossas expectativas sobre os outros.
  7. 7. 1.1. A rejeição na história de vida da pessoa •Muitas pessoas sofrem com sentimentos de rejeição originados durante a infância, por situações como, por exemplo, o favoritismo (real ou imaginário) Leia!! (Gn 25.28 E amava Isaque a Esaú, porque a caça era de seu gosto; mas Rebeca amava a Jacó.). • O mais importante para a origem do sentimento de rejeição é a interpretação que a pessoa faz de estar sendo rejeitada (exemplo do irmão mais velho do filho pródigo) e não necessariamente, ela estar realmente sendo preterida (exemplo dos filhos de Jacó). Classe, fale sobre isso!!
  8. 8. 1.2. Rejeição internalizada •Há pessoas que internalizam o sentimento de rejeição e de não aceitação, gerando diversos outros sentimentos, como culpa e baixa autoestima. •Outras consequências possíveis são timidez, complexo de inferioridade e dificuldade de se expressar ou expor sua opinião, gerando sofrimento para a pessoa (Jó 32.6 E respondeu Eliú, filho de Baraquel, o buzita, e disse: Eu sou de menos idade, e vós sois idosos; arreceei-me e temi de vos declarar a minha opinião.).
  9. 9. 1.3. Rejeição externalizada •O sentimento de rejeição também pode ser externalizado. Nesse caso, a pessoa canaliza agressividade para fora, como um mecanismo de defesa. Isto é, para defender-se da carência afetiva causada pela rejeição, a pessoa adota comportamento agressivo e arredio, justamente como estratégia para não mostrar sua fragilidade. Muitos são os exemplos de pessoas agressivas, soberbas, maledicentes ou aproveitadoras... Assim vemos que a rejeição possui múltiplas faces.
  10. 10. 2. A história de Jefté • Jefté era rejeitado e aparentemente destinado a ser infeliz. Ele era um homem valoroso, filho de um cidadão influente, porém sua mãe era prostituta. Portanto, seu nascimento não estava nos planos de seus pais. Mesmo antes de nascer Já fora rejeitado (Jz 11.1). • Embora o feto não seja capaz de falar ou pensar e ainda não tenha sido totalmente formado, segundo estudiosos, já é capaz de perceber os sentimentos e expectativas que seus pais nutrem em relação a ele. Durante a gravidez, mãe e filho compartilham, não apenas do mesmo alimento e do mesmo ar, mas de sensações, desgostos e sobressaltos comuns.
  11. 11. 2.1. Jefté e seus irmãos •Além de ser rejeitado pelos pais e pela sociedade antes mesmo do seu nascimento, Jefté enfrentou mais um momento difícil. Quando era jovenzinho, foi expulso por seus irmãos mais novos (Jz 11.2), e os moradores da cidade, movidos pelo preconceito, apoiaram tal decisão. Ninguém moveu uma palha em seu favor.
  12. 12. 2.2. As consequências da rejeição na vida de Jefté •Na vida de Jefté, aos traumas antigos somavam-se os novos. Era rejeição sobre rejeição, empurrando-o na direção perigosa de uma vida dominada pela revolta. A Bíblia diz que ele fugiu para a terra de Tobe (Jz 11.3). Os sucessivos golpes haviam transformado Jefté num homem revoltado. Ele enveredou pelo caminho do crime. Formou um bando com outros tão amargurados quanto ele. •Várias pessoas, ao sentirem-se rejeitadas, abandonam a família, os amigos e a igreja, passando a frequentar lugares perigosos e deprimentes, achando em seu interior que não merecem coisas boas.
  13. 13. 2.3. Dificuldade em lidar com a autoridade • Os que sofrem de sentimento de rejeição geralmente têm um comportamento negativo em relação à autoridade e costumam se revoltar contra alguém que lhes tenta impor algum limite, pois entendem isso como sendo mais um ato de rejeição a seu respeito. • Caim aceitou que o Senhor tinha rejeitado a sua oferta, porque suas obras eram más , mas entendeu que estava sendo rejeitado, irando-se fortemente (Gn 4.5), não reconhecendo a autoridade do Senhor em sua vida.
  14. 14. 3. O sentimento de rejeição na Igreja •O sentimento de rejeição tende a aflorar em momentos em que nos sentimos confrontados com alguma situação que nos faça sentir preteridos ou menosprezados em relação a algo ou a alguma pessoa. Esse sentimento tem afligido muitos cristãos.
  15. 15. 3.1. O sentimento de rejeição pode ser perigoso • Em alguns casos, o sentimento de rejeição pode se tornar uma arma perigosa, visto que o indivíduo, por se achar rejeitado, pode entrar em disputa contra aquele que ele pensa que o rejeitou (Lc 15.28) Mas ele se indignou e não queria entrar. E, saindo o pai, instava com ele. Mas nem sempre a disputa é maldosa: ao se colocar em disputa com alguém, o indivíduo pode não estar querendo, conscientemente, prejudicar alguma pessoa, mas sim apresentando um sintoma de sentimento de rejeição, tentando ser notado a qualquer preço (Lc 15.29) Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos. Assim, o sujeito acaba por ferir sentimentos de algumas pessoas que estão à sua volta e que são prejudicadas por seus atos
  16. 16. 3.2. Deus nunca se esquece • O profeta Isaías usa a figura da mãe para exemplificar a profundidade do amor de Deus em relação ao seu povo (Is 49.15) Pode uma mulher esquecer-se tanto do filho que cria, que se não compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, me não esquecerei de ti. • O caminho para a cura do sentimento de rejeição está em crermos que Deus se importa conosco, apesar das nossas imperfeições, Ele nos ama profundamente. Antes de sermos concebidos no ventre materno, fomos gerados no coração de Deus.
  17. 17. 3.3. Como combater o sentimento de rejeição? • O sentimento de rejeição no crente deve ser combatido com oração e comunhão com Deus e a igreja (SI 133), além de orientação psicológica. É importante ressaltar que Jesus sabe o que é ser rejeitado por todos os homens (Is 53.3) Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. • O termo hebraico usado aqui para rejeitado é chadel, cujo significado é rejeitado, abstinente,transitório, fugaz, carente , que dura pouco... • Jesus foi rejeitado em Sua própria terra natal: Veja em (Lc 4.16-30).
  18. 18. Conclusão •O sentimento de rejeição pode ser provocado por diversos motivos, alguns deles foram citados nesta lição. Contudo nenhum deles é suficiente para vencer o poder de Deus na vida do servo fiel, que tem certeza das promessas de Jesus (Mt 11.28). Com uma orientação profissional terapêutica, o indivíduo obterá os meios necessários para ficar firme na presença de Deus. • Mas alegrem-se os justos, e se regozijem na presença de Deus, e folguem de alegria. Salmos 68:3
  19. 19. Como superar o sentimento de rejeição • 1 Reconheça que qualquer um pode ser rejeitado. • 2 Permita - se sentir mal no começo. • 3 Compreenda que sentimentos de tristeza contínuos são auto ilusões. • 4 Não procure evitar a rejeição e fingir que é algo com o qual você deve aprender a "conviver“. • 5 Não interprete a rejeição para o lado pessoal. • 6 Se alguém rejeitar você, respeite os desejos dele ou dela e deseje a essa pessoa apenas o bem. • 7 Evite cair na armadilha de viver na esperança de que a pessoa que rejeitou você mude de ideia. • 8 Reveja as possibilidades. • 9 Tente novamente. • 10 Lembre-se sempre, você não precisa de nada externo para se sentir feliz.
  20. 20. REFERÊCIAS BIBLIOGRÁFICAS •Editora Betel 2º Trimestre de 2014, ano 24 nº 91 – Jovens e Adultos - “Dominical” Professor – ENFERMIDADES DA ALMA Identificando os distúrbios emocionais e confrontando-os com soluções divinas e bíblicas. Comentarista, Pr. Israel Maia •Comentário Bíblico Beacon do Antigo Testamento, CPAD. •Aparecido Camargo, Pesquisas em fontes Primárias e Secundárias. Adição e Edição de Textos.

×