Bioerg português

691 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
691
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bioerg português

  1. 1. Centro de Inovação em Bioenergia do Estado de Minas Gerais BIOERG Marcelo Franco Coordenador do Programa Estadual de Bioenergia Belo Horizonte, 9 de Setembro de 2008
  2. 2. BIOERG Sumário <ul><li>1. Antecedentes </li></ul><ul><li>2. Fundamentos para Estruturação </li></ul><ul><li>3. Estratégia de Implementação </li></ul><ul><ul><li>3.1. Primeira etapa: Escritório Gestor </li></ul></ul><ul><ul><li>:: Núcleo de Inteligência Competitiva - NIC BIO </li></ul></ul><ul><ul><li>:: Rede de Ciência, Tecnologia e Inovação - Rede CT&I </li></ul></ul><ul><ul><li>3.2. Segunda etapa: Infra-estrutura </li></ul></ul>
  3. 3. BIOERG Antecedentes <ul><li>Visita do Governador Aécio Neves ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) </li></ul><ul><ul><ul><li>Março de 2007 </li></ul></ul></ul><ul><li>Elaboração da proposta de estruturação do BIOERG </li></ul><ul><ul><ul><li>Maio a setembro de 2007 </li></ul></ul></ul><ul><li>Encaminhamento do resumo executivo e solicitação de consultoria ao BID </li></ul><ul><ul><ul><li>Outubro de 2007 </li></ul></ul></ul>
  4. 4. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Condições climáticas tropicais e área com significativa proporção de solo agricultável em três biomas representativos: cerrado, semi-árido e mata atlântica </li></ul><ul><li>Grande competência técnico-científica e de pesquisa: 11 universidades federais, 2 estaduais e diversas particulares; EMBRAPA, EPAMIG, CETEC </li></ul><ul><li>Posição geográfica estratégica como futuro pólo de inovação e difusão de conhecimento, tecnologia e informação em direção ao Brasil Central </li></ul>Potencial do Estado
  5. 5. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Tradicional parque industrial e estrutura empresarial consolidados e em expansão na produção de etanol, de papel e celulose e na siderurgia </li></ul><ul><li>Elevado potencial para a produção de óleos vegetais e de biodiesel, com envolvimento da agricultura familiar </li></ul><ul><li>Grande oportunidade para co-geração de energia elétrica a partir da biomassa e resíduos sólidos e gasosos (carvão vegetal, bagaço de cana, licor negro, gases de alto-fornos, gases de resíduos urbanos e agrícolas) </li></ul>Potencial do Estado
  6. 6. BIOERG Fundamentos para Estruturação Arranjos Produtivos Locais - APLs APL BIODIESEL E ÓLEOS VEGETAIS Região: Norte de Minas Referência: Montes Claros APL BIOMASSA E CARVÃO VEGETAL Região: Central Referência: Sete Lagoas APL ETANOL Região: Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba Referências: Uberaba e Uberlândia
  7. 7. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Promover o processo de inovação tecnológica, visando a melhoria da competitividade do setor da bioenergia </li></ul>Missão do BIOERG
  8. 8. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Atuar em áreas prioritárias e estratégicas da geração de inovações em bioenergia por meio de redes nacionais e internacionais </li></ul><ul><li>Apoiar estrategicamente o setor privado, com foco na inteligência competitiva, na inovação tecnológica e na formação de recursos humanos </li></ul><ul><li>Compartilhar infra-estruturas e prestar serviços laboratoriais de referência e de biossegurança </li></ul>Objetivos
  9. 9. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Desenvolver novas tecnologias agrícolas e de transformação agroindustrial </li></ul><ul><li>Aprimorar e adequar processos, produtos e equipamentos de produção agrícola e industrial </li></ul><ul><li>Prestar serviços de certificação de qualidade de produtos e equipamentos </li></ul>Áreas de Atuação
  10. 10. BIOERG Fundamentos para Estruturação <ul><li>Oferecer apoio logístico, financeiro e de formação e atualização profissionais </li></ul><ul><li>Apoiar técnica e juridicamente a propriedade intelectual </li></ul>Áreas de Atuação
  11. 11. BIOERG Estratégia de Implementação Publicada no Diário Oficial em 11 de Julho de 2008 Criação do Escritório Gestor
  12. 12. BIOERG Estratégia de Implementação Criação do Escritório Gestor Publicada no Diário Oficial em 11 de Julho de 2008
  13. 13. BIOERG Estratégia de Implementação Estrutura Organizacional
  14. 14. BIOERG Estratégia de Implementação Núcleo de Inteligência Competitiva NIC BIO
  15. 15. BIOERG Núcleo de Inteligência Competitiva - NIC BIO Modelo de Funcionamento
  16. 16. BIOERG Núcleo de Inteligência Competitiva - NIC BIO Estrutura Funcional: Escritórios
  17. 17. BIOERG Núcleo de Inteligência Competitiva - NIC BIO Atuação nos APLs NIC Regional (em cada APL)
  18. 18. BIOERG Estratégia de Implementação Rede de Ciência, Tecnologia e Inovação REDE CT&I
  19. 19. BIOERG Rede de Ciência, Tecnologia e Inovação - CT&I Modelo de Funcionamento
  20. 20. BIOERG Rede de Ciência, Tecnologia e Inovação - CT&I Estrutura Funcional: Plataformas
  21. 21. BIOERG Estratégia de Implementação Dinâmica de Operação da Primeira Etapa
  22. 23. Obrigado! [email_address]

×