DEU NA  REVISTA VEJA: "O LEGADO DE   AÉCIO   EM CONCRETO" A  Cidade Administrativa , encomendada pelo governador...
O novo centro de poder. À esquerda: imagem simulada da Cidade Administrativa Tancredo Neves. Ao lado, o atual estágio da c...
Juscelino  e  Niemeyer   repetiriam a parceria na construção de Brasília.  Setenta anos depois , o governador  Aécio Neves...
Na área de  800 000 metros quadrados , cinco prédios imponentes estão sendo concluídos. Dois deles alocarão  16 000 funcio...
Totalmente vazado, o térreo  será o maior  vão livre de concreto do mundo,  com 147 metros de comprimento   o dobro do vão...
Aécio Neves  explica que os  recursos  não saíram dos cofres do Tesouro estadual, mas da  Companhia de Desenvolvimento Eco...
Cinco mil operários   trabalham em ritmo acelerado há dois anos para finalizar a  Cidade Administrativa   ainda neste gove...
A  expectativa do governador  é que os  prédios públicos , a  avenida  e uma  área industrial  que ele está criando junto ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

JK no século 20 e Aécio Neves no século 21 - Deu na Revista Veja: O Legado de Aécio em concreto

990 visualizações

Publicada em

A Cidade Administrativa encomendada pelo governador mineiro a Oscar Niemeyer retoma o projeto urbanístico traçado por Juscelino Kubitschek para Belo Horizonte.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
990
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JK no século 20 e Aécio Neves no século 21 - Deu na Revista Veja: O Legado de Aécio em concreto

  1. 1. DEU NA  REVISTA VEJA: "O LEGADO DE AÉCIO   EM CONCRETO" A Cidade Administrativa , encomendada pelo governador mineiro a   Oscar Niemeyer ,  retoma o projeto urbanístico traçado por  Juscelino Kubitschek para Belo Horizonte
  2. 2. O novo centro de poder. À esquerda: imagem simulada da Cidade Administrativa Tancredo Neves. Ao lado, o atual estágio da construção Na década de 40, Juscelino Kubitschek ,  então prefeito de Belo Horizonte, mudou o eixo de desenvolvimento da capital mineira para o norte. Com o objetivo de ocupar uma área pouco habitada, o futuro presidente da República encomendou ao arquiteto Oscar Niemeyer , ainda um desconhecido, o complexo que embeleza a Lagoa da Pampulha . Fotos Divulgação e Lucia Serbe
  3. 3. Juscelino e Niemeyer repetiriam a parceria na construção de Brasília. Setenta anos depois , o governador Aécio Neves retomou o projeto de JK . Em dezembro, abrirá as portas da Cidade Administrativa Tancredo Neves , no limite norte de Belo Horizonte, perto do Aeroporto de Confins. Também desenhada por Niemeyer, ela abrigará a nova sede do governo mineiro . Rumo ao Norte  Vista aérea do Cidade Administrativa:  o espaço urbano reorganizado
  4. 4. Na área de 800 000 metros quadrados , cinco prédios imponentes estão sendo concluídos. Dois deles alocarão 16 000 funcionários públicos que hoje dão expediente em nada menos que 53 endereços. No terceiro haverá um centro de convivência, equipado com restaurantes, lojas e bancos. O quarto edifício é um auditório, cujas linhas lembram as da igreja projetada por Niemeyer para a Pampulha.
  5. 5. Totalmente vazado, o térreo  será o maior  vão livre de concreto do mundo,  com 147 metros de comprimento   o dobro do vão do  Museu de Arte de São Paulo (Masp).   Verticais,  as edificações  ocuparão apenas 10% do terreno  da área da Cidade Administrativa .
  6. 6. Aécio Neves explica que os recursos não saíram dos cofres do Tesouro estadual, mas da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) , uma estatal abastecida com royalties das mineradoras e que só pode gastar seus recursos em obras de infraestrutura.  Diz Aécio: "A Cidade Administrativa é uma obra que resume o princípio que norteou minha gestão: conferir eficiência e qualidade à administração pública e, ao mesmo tempo, fazer com que ela seja indutora de desenvolvimento econômico e social ".
  7. 7. Cinco mil operários   trabalham em ritmo acelerado há dois anos para finalizar a Cidade Administrativa ainda neste governo.  A Cidade Administrativa reduzirá os custos fixos do governo estadual em pelo menos 85 milhões de reais . Desse total, 20 milhões são gastos atualmente com aluguéis de prédios ocupados pela administração pública.   A reunião das repartições também propiciará uma  economia de 28 milhões de reais com serviços de telefonia e telecomunicações. Outros 37 milhões de reais serão poupados com a gestão compartilhada de serviços como transporte de pessoas e documentos e com as tecnologias embutidas nos novos prédios .  
  8. 8. A expectativa do governador é que os prédios públicos , a avenida e uma área industrial que ele está criando junto ao aeroporto desviem a atenção dos empreendedores privados para o Norte , uma região pobre da capital. Matéria completa na Veja:  http://veja.abril.com.br/020909/legado-aecio-concreto-p-074.shtml

×