Declarações dos direitos humanos Se originou no dia 10 de dezembro 1948. É importante pois é um documento das nações unida...
Unesco *-* A Unesco promove a livre circulação de ideias audiovisuais, fomenta a liberdade de imprensa e a independência, ...
Direitos internacionais da  crinça! É importante pois cita os direitos das crianças. Ordem: Em 20 de Novembro de 1989
Estatuto da  criança e do adoelcente! É ele quem o responsável pela regulamentação sobre a criação e a utilização desses r...
Concelho Tutelar! O Conselho Tutelar é composto por cinco membros, eleitos pela comunidade para acompanharem as crianças e...
Neste trabalho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação1

187 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
187
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação1

  1. 1. Declarações dos direitos humanos Se originou no dia 10 de dezembro 1948. É importante pois é um documento das nações unidas que cita os direitos humanos.
  2. 2. Unesco *-* A Unesco promove a livre circulação de ideias audiovisuais, fomenta a liberdade de imprensa e a independência, o pluralismo e a diversidade dos meios de informação, através do Programa Internacional para a Promoção da Comunicação.
  3. 3. Direitos internacionais da crinça! É importante pois cita os direitos das crianças. Ordem: Em 20 de Novembro de 1989
  4. 4. Estatuto da criança e do adoelcente! É ele quem o responsável pela regulamentação sobre a criação e a utilização desses recursos, garantindo que sejam destinados à ações de promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes, conforme estabelece o Estatuto.
  5. 5. Concelho Tutelar! O Conselho Tutelar é composto por cinco membros, eleitos pela comunidade para acompanharem as crianças e os adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso. Devido ao seu trabalho de fiscalização a todos os entes de proteção (Estado, comunidade e família), o Conselho goza de autonomia funcional, não tendo nenhuma relação de subordinação com qualquer outro órgão do Estado.
  6. 6. Neste trabalho

×