Núcleo de Estudos e Práticas sobre Infâncias e Educação
Infantil - NUPIE
LINHA DE PESQUISA: INFÂNCIAS E EDUCAÇÃO INFANTIL
...
da criança. de Estudos da Criança: desafios éticos e metodológicos, UFRGS, Porto Alegre, RS,
2014.
CULTURAS E ESPAÇOS
INFA...
RAPOPORT, A.; PICCININI, C. A. A escolha do cuidado alternativo para o
bebê e a criança pequena. Estudos de Psicologia, Na...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cronograma de grupo de estudos - NUPIE

220 visualizações

Publicada em

Grupo de Estudos NUPIE (Cronograma de agosto a dezembro/2014)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
220
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cronograma de grupo de estudos - NUPIE

  1. 1. Núcleo de Estudos e Práticas sobre Infâncias e Educação Infantil - NUPIE LINHA DE PESQUISA: INFÂNCIAS E EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO DE ESTUDOS CRONOGRAMA– 2014 LOCAL – Sala Multi Uso do CEPPSI HORÁRIO: 18h as 20h. TEMA ASSUNTO REFERÊNCIA DATA FACILITADOR CULTURAS E ESPAÇOS INFANTIS Infância e Contextos de Desenvolvimento: as instituições, a rua... LORDELO, Eulina da Rocha. Contexto e desenvolvimento humano: quadro conceitual. In: LORDELO, E. da R., CARVALHO, A.M.A. e KOLLER, S. H. (orgs.). Infância brasileira e contextos de desenvolvimento. São Paulo: Casa do Psicólogo: Salvador, BA: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2002, p. 5 – 18. CARVALHO, Alysson Massote. Crianças institucionalizadas e desenvolvimento: possibilidades e desafios. In: LORDELO, E. da R., CARVALHO, A.M.A. e KOLLER, S. H. (orgs.). Infância brasileira e contextos de desenvolvimento. São Paulo: Casa do Psicólogo: Salvador, BA: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2002, p. 19 – 44. KOLLER, Silvia Helena e NEIVA-SILVA, Lucas. A rua como contexto de desenvolvimento. In: LORDELO, E. da R., CARVALHO, A.M.A. e KOLLER, S. H. (orgs.). Infância brasileira e contextos de desenvolvimento. São Paulo: Casa do Psicólogo: Salvador, BA: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2002, p. 205 – 230. 18/09 Eloína, Tatiane e Rodrigo CULTURAS E ESPAÇOS INFANTIS Discute as relações entre pais e filhos na perspectiva PEREIRA, Melina. O que pensam as crianças sobre a conduta de pai e filho, protagonistas de um dilema moral? Trabalho aceito para II Simpósio Luso-Brasileiro 02/10 Melina UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO – UNIVASF COLEGIADO DE PSICOLOGIA
  2. 2. da criança. de Estudos da Criança: desafios éticos e metodológicos, UFRGS, Porto Alegre, RS, 2014. CULTURAS E ESPAÇOS INFANTIS Discute o lugar da infância em contexto do Semiárido POSTMAN, Neil. O desaparecimento da infância. Rio de Janeiro: Graphia, 2012. RIBEIRO, M. S. de S. e RIBEIRO, L. C. de M. Infâncias do semiárido: Lançando olhares. Trabalho aceito para II Simpósio Luso-Brasileiro de Estudos da Criança: desafios éticos e metodológicos, UFRGS, Porto Alegre, RS, 2014. 16/10 Marcelo RELAÇÕES DE PODER ENTRE CRIANÇAS E NA ESCOLA Introduzir discussões sobre as relações de poder entre as crianças, ou como as mesmas se apropriam e reproduzem essas relações presentes historicamente e na sociedade. Discutir essas relações no âmbito escolar. MEIRELES, Gabriela Silveira. Infância e poder: Marcas das relações de gênero na escola. Educação Infantil e Relações de Gênero. Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Disponível em http://www.fazendogenero.ufsc.br/8/sts/ST10/Gabriela_Silveira_Meireles_10.pdf CERQUEIRA, Fabíola dos Santos. As relações de poder no ambiente escolar O que se fala, quando se cala? Revista latino americana de desarrollo humano. Boletín No 72 – Abril 2011 / p. 1 – 14 Disponível em http://www.revistahumanum.org/revista/wpcontent/uploads/2011/04/orTmoPSCqu05 brasil72.pdf 30/10 Thiago, Rebeca e Thassio INFÂNCIA, EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS Discute a infância e os direitos humanos a partir dos marcos legais, e as políticas públicas BAZÍLIO, Luiz Cavalieri e KRAMER, Sonia. Infância, educação e direitos humanos. São Paulo, Cortez, 2003. (Outras referencias poderão ser apresentadas pelas facilitadoras do dia) 13/11 Carmem e Ilze INFÂNCIA E INSTITUIÇÕES Discute a infância nos contextos familiares e instituições CARVALHO, A. M. A. et al. Vínculos e redes sociais em contextos familiares e institucionais: uma reflexão conceitual. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 3, p. 589-598, set./dez. 2006. CARVALHO, A. M. A. et al. Rede de cuidadores envolvidos no cuidado cotidiano de crianças pequenas. In: CASTRO. M. G.; CARVALHO, A. M. A.; MOREIRA. L. V. C. (Org.). Dinâmica familiar do cuidado: afetos, imaginário e envolvimento dos pais na atenção aos filhos. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 63-110. COSTA, N. R. A.; ROSSETTI-FERREIRA, M. C. Acolhimento familiar: uma alternativa de proteção para crianças e adolescentes. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 22, n. 1, p. 111-118, 2009 MARANHÃO, D. G.; SARTI, C. A. Cuidado compartilhado: negociações entre famílias e profissionais em uma creche. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 11, n. 22, p. 257-270, mai./ago. 2007. 27/11 Anne, Nayara e Laisla MORO, C. S.; GOMIDE, P. I. C. O conceito de infância na perspectiva de mães usuárias e não usuárias de creche. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 13, n. 26, p. 171-180, jul./dez. 2003. 04/12 Eloina e Melina
  3. 3. RAPOPORT, A.; PICCININI, C. A. A escolha do cuidado alternativo para o bebê e a criança pequena. Estudos de Psicologia, Natal, v. 9, n. 3, p. 497- 503, set./dez. 2004. ROSSETTI-FERREIRA, M. C.; COSTA, N. R. A. Construcción de vínculos afectivos en contextos adversos de desarrollo: importancia y polémicas. Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales. Barcelona: Universidad de Barcelona, v. XVI, n. 395 (2), 15 mar. 2012. Disponível em: < http://www.ub.edu/geocrit/sn/sn-395/sn-395-2.htm>. Acesso em: 08 out. 2012. ROSSETTI-FERREIRA, M. C.; SERRANO, S. A.; COSTA, N. R. A. Reflexões sobre o desenvolvimento humano e o contexto institucional. In: ROSSETTI-FERREIRA, M. C.; SERRANO, S. A.; ALMEIDA, I. G. (Org.). O acolhimento institucional na perspectiva da criança. São Paulo: Hucitec, 2011. p. 60-85. REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA INFÂNCIA Discutir a pesquisa sobre representação social sobre infância em espaço de creche no município de Petrolina – Discutir representação social das medidas sócio educativas Apresentação de projetos de pesquisas (TCC):  Adolescente em conflito com a lei: Representações Sociais das medidas socioeducavivas de Prestação de Serviço à Comunidade e Liberdade Assistida.  Representação social de educadoras de creche sobre a infância e a educação infantil. 18/12 Willian Pilá e Laisla

×