Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Fundação Instituto de Administraç...
Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais...
Introdução <ul><li>Inovação    desenvolvimento econômico  (1) </li></ul><ul><li>Crescimento do capital empreendedor  (2) ...
Questão de Pesquisa <ul><li>“ Quais os fatores que dificultam empreendimentos inovadores no Brasil?&quot; </li></ul>
Objetivo Geral e  Específicos <ul><li>Identificar as barreiras  para o  empreendedorismo  inovador </li></ul><ul><ul><li>O...
O que é Inovação “ Implementação  de um  produto , serviço, processo, método de marketing, método organizacional, prática ...
Conceitos e  temas relacionados <ul><li>Difusão de Inovação  (Rogers, 1962) </li></ul><ul><li>Grau de Inovação  (Christens...
Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais...
Metodologia <ul><li>Inovação e temas relacionados </li></ul><ul><li>Estudos anteriores </li></ul><ul><li>Perfil dos entrev...
Perfis dos Entrevistados Entrevistado Perfil Berthier Ribeiro Netto Diretor da Google /  Professor da UFMG Carlo Dapuzzo S...
Barreiras Individuais Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Baixa qualidade e di...
Barreiras do Grupo Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Universidade pública te...
Barreiras Organizacionais Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Muitas indústria...
Barreiras da Indústria Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Cadeia de valor de ...
Barreiras Sociais (1/2) Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Ambiente altamente...
Barreiras Sociais (2/2) Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Legislação limita ...
Barreiras Técnicas Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Um número limitado de u...
Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais...
Conclusões <ul><li>Inovação e empreendedorismo estão relacionados ao desenvolvimento econômico </li></ul><ul><li>Inovação ...
Contribuição <ul><li>Visão abrangente das barreiras para inovação na perspectiva de empreendedores, agentes indutores e in...
Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Fundação Instituto de Administraç...
Difusão da Inovação (Rogers, 1934)
3 M e os “ Sete Hábitos das Empresas Altamente Inovadoras ” <ul><li>Inovação em  todos os níveis </li></ul><ul><li>Preserv...
Nove Princípios da Inovação do Google <ul><li>Inovação, não perfeição instantânea ( lançar e melhorar ) </li></ul><ul><li>...
Incentivos à Inovação no Brasil Infra-estrutura Normalização Difusão tecnológica Proteção a propriedade intelectual Etc… S...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil

2.758 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Barreiras Para Inovação em Empresas de Base Tecnológica no Brasil

  1. 1. Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Fundação Instituto de Administração Pós-Graduação em Administração MBA Executivo Internacional Miguel Artur Feldens Orientador: Emerson Maccari 18 de Março de 2011
  2. 2. Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul>
  3. 3. Introdução <ul><li>Inovação  desenvolvimento econômico (1) </li></ul><ul><li>Crescimento do capital empreendedor (2) (3) </li></ul><ul><li>Brasil 13 o em publicações científicas (4) </li></ul><ul><li>Brazil 29 o colocado em patentes (5) </li></ul><ul><li>Schumpeter, J. The theory of economic development.. 1934. </li></ul><ul><li>Gvcepe. Panorama da indústria brasileira de private equity e venture capital. 2008. </li></ul><ul><li>Weisz, J. Mecanismos de apoio à inovação tecnológica. 2008. </li></ul><ul><li>MCT. Relatório de avaliação do Plano Plurianual. 2009. </li></ul><ul><li>USPTO. Patents by Country, State and Year. 2009. </li></ul>
  4. 4. Questão de Pesquisa <ul><li>“ Quais os fatores que dificultam empreendimentos inovadores no Brasil?&quot; </li></ul>
  5. 5. Objetivo Geral e Específicos <ul><li>Identificar as barreiras para o empreendedorismo inovador </li></ul><ul><ul><li>Obstáculos para desenvolver e introduzir produtos inovadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Fatores individuais, relativos aos grupos de indivíduos, sociais, organizacionais, da indústria onde os empreendedores atuam ou técnicos (1) </li></ul></ul><ul><ul><li>Práticas (replicáveis) das empresas inovadoras </li></ul></ul><ul><li>Owens, D. A. The idea conspiracy: exposing the plot against new ideas in your organization. 2010. (Manuscrito do autor, a ser publicado) </li></ul>
  6. 6. O que é Inovação “ Implementação de um produto , serviço, processo, método de marketing, método organizacional, prática de negócios ou organização do trabalho que seja novo ou significativamente melhorado para a firma… para a indústria ou para o mundo ” (OECD. Manual de Oslo, 2005).
  7. 7. Conceitos e temas relacionados <ul><li>Difusão de Inovação (Rogers, 1962) </li></ul><ul><li>Grau de Inovação (Christensen, 1997) (Schumpeter, 1934) </li></ul><ul><li>Perfis de Empresas Inovadoras: 3M & Google </li></ul><ul><li>Mecanismos de fomento (Weisz, 2006) </li></ul><ul><li>Panorama de “venture capital” no Brasil (Gvcepe, 2008) </li></ul><ul><li>Barreiras para Inovação (Owens, 2010) </li></ul>
  8. 8. Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul>
  9. 9. Metodologia <ul><li>Inovação e temas relacionados </li></ul><ul><li>Estudos anteriores </li></ul><ul><li>Perfil dos entrevistados </li></ul><ul><li>Roteiro das entrevistas </li></ul><ul><li>Entrevista piloto </li></ul><ul><li>Demais entrevistas (5) </li></ul><ul><li>Transcrição </li></ul><ul><li>Análises </li></ul><ul><ul><li>Principais barreiras </li></ul></ul><ul><ul><li>Agrupamento dos entrevistados </li></ul></ul><ul><ul><li>Principais barreiras X grupo </li></ul></ul>
  10. 10. Perfis dos Entrevistados Entrevistado Perfil Berthier Ribeiro Netto Diretor da Google / Professor da UFMG Carlo Dapuzzo Sócio do fundo de VC Monashees Guilherme Ary Plonski Presidente da Amprotec / Professor da USP Marcos Simões Instituto Empreendedor Endeavor Mara Abel Sócia da Endeeper / Professora da UFRGS Sílvio Meira Cientista Chefe do CESAR / Conselheiro do Porto Digital / Professor da UFPE
  11. 11. Barreiras Individuais Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Baixa qualidade e disponibilidade de pessoal qualificado e da prestação de serviços </li></ul><ul><li>Foco no mercado interno e não na construção de produtos inovadores em escala global </li></ul><ul><li>Dificuldade de traduzir o discurso do produto na proposição de valor </li></ul><ul><li>Poucos empreendedores com visão de “alto impacto” </li></ul><ul><li>Empreendedores com visão de “ dono ” e não de sócio </li></ul><ul><li>Busca por financiamento, ao invés de dinheiro e inteligência conectados </li></ul><ul><li>Perda de foco devido à visão voltada para a tecnologia, ao invés do foco no cliente ou problema de negócio </li></ul>
  12. 12. Barreiras do Grupo Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Universidade pública tem dificuldade de ver com bons olhos atividade comercial </li></ul><ul><li>Poucos casos de transformação do conhecimento acadêmico-científico em empreendimentos inovadores (i.e. geradores de emprego, renda, exportações, etc.) </li></ul><ul><li>Falta de cultura pró-inovação e empreendedorismo </li></ul><ul><li>Uma pequena minoria dos egressos da universidade têm como objetivo empreender (ou trabalhar em uma “start up”) </li></ul>
  13. 13. Barreiras Organizacionais Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Muitas indústrias são pouco expostas à competição e se tornam pouco receptivas à inovação </li></ul><ul><li>Poucas empresas de grande porte enxergam as possibilidade de inovação aberta e do licenciamento tecnológico de empreendedores </li></ul><ul><li>Poucas incubadoras vão além da infra-estrutura e serviços administrativos básicos </li></ul><ul><li>Incubados focados na resolução de barreiras técnicas, com poucos se dedicando à busca da tecnologia mais adequada para o problema, na perspectiva do cliente </li></ul><ul><li>A maior parte dos empreendimentos não possui todas as competências de gestão para se tornar grandes negócios </li></ul>
  14. 14. Barreiras da Indústria Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Cadeia de valor de VC/PE pouco desenvolvida, com poucos investidores dispostos a aportar dinheiro em negócios inovadores </li></ul><ul><li>Alternativas de saída para o investidor são limitadas, exigindo um ciclo longo de investimento </li></ul><ul><li>Falta de projetos de alto impacto </li></ul><ul><li>Produtos propostos trazem pouca inovação ou são inovadores regionalmente </li></ul><ul><li>Investidores de estágio inicial precisam estar preparados para ciclo longo de maturação de negócios </li></ul><ul><li>Apoio financeiro com recursos públicos é limitado a algumas e geralmente se focam em P&D </li></ul>
  15. 15. Barreiras Sociais (1/2) Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Ambiente altamente burocratizado tira foco da inovação, para lidar com requisitos legais, fiscais, etc. </li></ul><ul><li>Inexistência de regimes legais e fiscais específicos para empreendimentos inovadores </li></ul><ul><li>Falta de visão da diversidade nas 5,5 milhões de empresas no Brasil impossibilita que problemas sejam sistematicamente resolvidos pelas políticas públicas </li></ul><ul><li>Barreiras legais e regulatórias ainda dificultam a formação de novos fundos </li></ul><ul><li>Marco legal dificulta uso do poder de compra do estado para produtos inovadores </li></ul>
  16. 16. Barreiras Sociais (2/2) Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Legislação limita o universo de empresas que podem obter benefícios fiscais para investimento em inovação </li></ul><ul><li>Alto custo de transação dificulta que empresas maiorres invistam em inovação em pequenos fornecedores </li></ul><ul><li>Baixa tolerância ao fracasso (cultural e legal) </li></ul><ul><li>Regime de insegurança jurídica dificulta entrada de investidores internacionais </li></ul>
  17. 17. Barreiras Técnicas Perspectiva dos Empreendedores Perspectiva dos Investidores & Indutores <ul><li>Um número limitado de universidades forma pessoas com padrão internacional </li></ul><ul><li>Dificuldade de encontrar pessoas para funções chave para transformar empreendimentos no portfolio em grandes negócios </li></ul>
  18. 18. Sumário <ul><li>Introdução & Referencial </li></ul><ul><li>Metodologia & Resultados </li></ul><ul><li>Considerações Finais </li></ul>
  19. 19. Conclusões <ul><li>Inovação e empreendedorismo estão relacionados ao desenvolvimento econômico </li></ul><ul><li>Inovação pode ser medida e gerenciada </li></ul><ul><li>Descompasso entre a produção científica e o desenvolvimento de produtos inovadores no Brasil </li></ul>
  20. 20. Contribuição <ul><li>Visão abrangente das barreiras para inovação na perspectiva de empreendedores, agentes indutores e investidores </li></ul><ul><li>Entendimento das barreiras permite ações concretas para fomentar inovação e mitigar riscos </li></ul>
  21. 21. Barreiras para a Inovação de Produtos em Pequenas Empresas de Base Tecnológica no Brasil Fundação Instituto de Administração Pós-Graduação em Administração MBA Executivo Internacional Miguel Artur Feldens Orientador: Emerson Maccari 18 de Março de 2011
  22. 22. Difusão da Inovação (Rogers, 1934)
  23. 23. 3 M e os “ Sete Hábitos das Empresas Altamente Inovadoras ” <ul><li>Inovação em todos os níveis </li></ul><ul><li>Preservação da cultura , independente dos líderes </li></ul><ul><li>Ampla base tecnológica </li></ul><ul><li>Comunicação </li></ul><ul><li>Objetivos e metas individuais </li></ul><ul><li>Quantificar impacto da pesquisa na receita </li></ul><ul><li>Pesquisadores devem entender os clientes </li></ul>Post It?
  24. 24. Nove Princípios da Inovação do Google <ul><li>Inovação, não perfeição instantânea ( lançar e melhorar ) </li></ul><ul><li>Idéias vêm de toda a parte </li></ul><ul><li>Licença para perseguir sonhos ( 20% projects ) </li></ul><ul><li>Transformar projetos (fracassados) ao invés de “ matá-los ” </li></ul><ul><li>Compartilhar toda informação possível </li></ul><ul><li>Usuários em primeiro lugar </li></ul><ul><li>Dados guiam todas as decisões </li></ul><ul><li>A criatividade adora restrições </li></ul><ul><li>Se você é brilhante, estamos contratando </li></ul>Users
  25. 25. Incentivos à Inovação no Brasil Infra-estrutura Normalização Difusão tecnológica Proteção a propriedade intelectual Etc… Subvenção do governo Private Equity “ Venture Capital / Private Equity”

×