MIGUEL MIMOSO CORREIA 8º ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES DE GONDOMARCOMUNIDADES VIRTUAIS DEINFORMAÇÃO E CONHECIMENTOO SE...
Adaptado de Nils Müller - TrendONEEvolução dos média
“Realidade Aumentada”uma brevíssima cronologiaLASCAUX | 15.000 A.C.Pinturas rupestresPLATÃO| 515 A.C.Alegoria da CavernaPO...
PANORAMA | 1792Londres(Robert Barker)SENSORAMA| 1955(Morton Heilig)HMD | 1965Head-mounted display(Ivan Sutherland)HOLODECK...
Cinema 3D | 2008AvatarAplicações | 2012Telefones InteligentesGoogle Glass | 2013HMD+Telefones InteligentesLentes de Contat...
Mundos Virtuais
Mundos Virtuais4. Interactividade:Permite ao utilizador alterar, desenvolver, ousubmeter conteúdos.5. Persistência:A exist...
Second Life“The Rig”Desenvolvimento dehardware sensitivo capazde simular uma experiênciaimersiva.“Linden World”| 1999Versã...
“Não criei um jogo.Estou a construir um novo país”(Philippe Rosedale, 2006)
CONSTRUÇÃO INTERAÇÃO SOCIAL MÚSICA AO VIVO CONFERÊNCIAS
SIMULAÇÕES TEATRO EXPLORAÇÃO APRENDIZAGEM
Bibliotecas no Second Life
2005“Gaming, Learningand Libraries Symposium”2006Alliance Library System e a OnlineProgramming for All Libraries formamuma...
Serviços de Biblioteca- Balcão de Referência- Discussões e palestras- Encontros e Conferências- Grupos de leitores- Sessõe...
Serviços educativos- E-learning- Criação de objetosdigitais- Simulações- Actividades delaboratório- SLoodle- Aprendizagem ...
Alguns exemplos:NACIONAIS- Universidade de Évora- Universidade de Trás-os-montes e Alto Douro- Universidade do Porto- Inst...
2009 - 2013- Crise financeira obriga a repensar os investimentos.- As instituições continuam a não dar prioridade a este t...
2009 - 2013- Algumas instituições de “primeira linha” retiram-se e procuramoutras soluções ou redimensionam-se.- Migração ...
Open Simulatorssimuladores relacionados com a educaçãohttp://www.osgrid.org/http://logicamp.dyndns.org/http://www.jokaydia...
Open Simulatorshttp://simonastick.com/
Vantagens- Ambiente imersivo e graficamente rico que encoraja a colaboração eparticipação;- Incentiva a interação e a comu...
Desvantagens- Longa curva de aprendizagem;- Relação custo vs. Benefício. Pagamentos por cartão de crédito;- Visualizador p...
http://www.youtube.com/watch?v=ba1a5LyxQ14
OBRIGADOmiguelcorreia@gmail.com* Imagens retiradas do Google Images e Flickr
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem

2.313 visualizações

Publicada em

8º ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES DE GONDOMAR
BIBLIOTECAS DIGITAIS v.s BIBLIOTECAS VIRTUAIS
5 e 6 de abril de 2013 na Biblioteca Municipal de Gondomar
Uma organização em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.313
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.039
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunidades Virtuais de Informação e Conhecimento : O Second Life como plataforma de colaboração e aprendizagem

  1. 1. MIGUEL MIMOSO CORREIA 8º ENCONTRO DE BIBLIOTECAS ESCOLARES DE GONDOMARCOMUNIDADES VIRTUAIS DEINFORMAÇÃO E CONHECIMENTOO SECOND LIFECOMO PLATAFORMA DE COLABORAÇÃO E APRENDIZAGEM
  2. 2. Adaptado de Nils Müller - TrendONEEvolução dos média
  3. 3. “Realidade Aumentada”uma brevíssima cronologiaLASCAUX | 15.000 A.C.Pinturas rupestresPLATÃO| 515 A.C.Alegoria da CavernaPOMPEIA | 1 A.C.FrescosITÁLIA | 1685Apoteose de S. Inácio(Tromp d’Oeil)
  4. 4. PANORAMA | 1792Londres(Robert Barker)SENSORAMA| 1955(Morton Heilig)HMD | 1965Head-mounted display(Ivan Sutherland)HOLODECK | 1970’SStar Trek
  5. 5. Cinema 3D | 2008AvatarAplicações | 2012Telefones InteligentesGoogle Glass | 2013HMD+Telefones InteligentesLentes de Contato (RA)Futuro próximo: Biotecnologia
  6. 6. Mundos Virtuais
  7. 7. Mundos Virtuais4. Interactividade:Permite ao utilizador alterar, desenvolver, ousubmeter conteúdos.5. Persistência:A existência do mundo continuaindependentemente dos utilizadores estaremligados.6. Socialização/Comunidade:O mundo permite e encoraja a formação deredes sociais online, como equipas, clubes,grupos de interesse, etc.1. Espaço partilhado:Permite a participação de vários utilizadoresem simultâneo.2. Interface gráfico:Apresenta um espaço visual, num espaçobidimensional, com imagens semelhantes abonecos animados, ou a ambientes imersivostridimensionais.3. Imediatez:A interação é feita em tempo real.
  8. 8. Second Life“The Rig”Desenvolvimento dehardware sensitivo capazde simular uma experiênciaimersiva.“Linden World”| 1999Versão alfa e restrita àempresa Linden Lab.“Second Life” | 2002Versão aberta ao públicoAnos de Ouro| 2007-08Comunicação social fazcoberturas exaustivassobre o SL. Aumentosignificativo de utilizadores
  9. 9. “Não criei um jogo.Estou a construir um novo país”(Philippe Rosedale, 2006)
  10. 10. CONSTRUÇÃO INTERAÇÃO SOCIAL MÚSICA AO VIVO CONFERÊNCIAS
  11. 11. SIMULAÇÕES TEATRO EXPLORAÇÃO APRENDIZAGEM
  12. 12. Bibliotecas no Second Life
  13. 13. 2005“Gaming, Learningand Libraries Symposium”2006Alliance Library System e a OnlineProgramming for All Libraries formamuma parceria no sentido de explorarserviços de bibliotecas em mundosvirtuais no espírito da web 2.0.Experiências isoladas já tinham sidoefectuadas noutros mundos virtuais(World of Warcraft)
  14. 14. Serviços de Biblioteca- Balcão de Referência- Discussões e palestras- Encontros e Conferências- Grupos de leitores- Sessões de Poesia- Exposições virtuais- Coleções virtuais- Palavra ao autor- Teatro- Atividades de apoio às instituiçõesem MV’s (ex. universidades)
  15. 15. Serviços educativos- E-learning- Criação de objetosdigitais- Simulações- Actividades delaboratório- SLoodle- Aprendizagem de outros idiomas- Discussões e palestras- Encontros e conferênciasSugestão:Virtual Worlds Best Practice inEducation: VWBEP 2013(Julho 24-27)http://www.vwbpe.org/
  16. 16. Alguns exemplos:NACIONAIS- Universidade de Évora- Universidade de Trás-os-montes e Alto Douro- Universidade do Porto- Instituto Politécnico deSantarémINTERNACIONAISPara uma lista mais exaustiva:http://wiki.secondlife.com/wiki/Second_Life_Education_Directory
  17. 17. 2009 - 2013- Crise financeira obriga a repensar os investimentos.- As instituições continuam a não dar prioridade a este tipo deprojetos.- Falta de recursos humanos para dinamizar projetos em mundosvirtuais.- Em 2012 a Linden Lab anuncia o fim do desconto de 50% parainstituições sem fins lucrativos. (*Em 2013 voltou a considerar odesconto – de forma discreta – a algumas instituições)
  18. 18. 2009 - 2013- Algumas instituições de “primeira linha” retiram-se e procuramoutras soluções ou redimensionam-se.- Migração para soluções em OpenSim ou para soluções em WalledGardens (semelhantes a uma rede privada protegida por firewall).- Aparecem soluções “on the fly” que permitem contornarproblemas de acesso: ex. Sim-on-a-stick
  19. 19. Open Simulatorssimuladores relacionados com a educaçãohttp://www.osgrid.org/http://logicamp.dyndns.org/http://www.jokaydiagrid.com/
  20. 20. Open Simulatorshttp://simonastick.com/
  21. 21. Vantagens- Ambiente imersivo e graficamente rico que encoraja a colaboração eparticipação;- Incentiva a interação e a comunicação;- Estimula a exploração e a criatividade;- Possibilita a recriação de realidades factuais ou ficcionais;- Permite a realização de ações de laboratório ou de simulaçãodificilmente reproduzíveis em contexto real.
  22. 22. Desvantagens- Longa curva de aprendizagem;- Relação custo vs. Benefício. Pagamentos por cartão de crédito;- Visualizador próprio: requer instalação com possibilidades derestrições de acesso (firewalls);- Pouco investimento na conversão da plataforma para o navegadoresde Internet ou dispositivos móveis.- Requer equipamento (hardware) atualizado com uma boacapacidade gráfica;
  23. 23. http://www.youtube.com/watch?v=ba1a5LyxQ14
  24. 24. OBRIGADOmiguelcorreia@gmail.com* Imagens retiradas do Google Images e Flickr

×