Outubro 2011 O Renascimento Asiático  Tópicos para um retrato sócio-económico
O que é a Ásia? Existe uma Ásia? <ul><li>Maior e mais populoso continente, cobrindo 30% da superfície terrestre do globo, ...
A Ásia recupera a centralidade de grande potência  Império do Meio
Uma viagem não sem percalços <ul><li>« The greatest invention of the XX century was air-conditioning! »  Lee Kuan Yew, Che...
O Renascimento Asiático Uma translação implícita
Altíssimas expectativas <ul><li>A ascensão asiática nas últimas cinco décadas é uma história de sucesso económico sem par,...
Duas realidades lado a lado! Source: Education at a Glance 2007: OECD Indicators   High-School Graduates   Source: Wolfram...
Com repercussão económica! Source: Wolfram-Alpha   Source: Wolfram-Alpha   Source: Wolfram-Alpha   Source: Wolfram-Alpha  ...
A ascensão económica da Ásia
Os motores Asiáticos de Crescimento <ul><li>Relatório do Asian Development Bank: “ ASIA 2050 – Realizing the Asian Century...
3 grandes blocos – classificação ADB DESENVOLVIDOS Brunei;  Hong Kong;  Japan;  Republic of Korea;  Macau;  Singapore; Tai...
Um novo paradigma de acumulação de riqueza
Desafios comuns a toda a Ásia <ul><li>Modelo concertado de actuação em 3 níveis </li></ul><ul><li>Terciarização </li></ul>...
Desafios comuns a toda a Ásia <ul><li>Riscos de travagem económica após 30 anos de crescimento acelerado, num modelo não s...
Gerindo uma urbanização massiva <ul><li>Competitividade do modelo asiático repousa em respostas visionárias a desafios nun...
As grandes capitais migram para a Ásia <ul><ul><li>Dianteira em eficiência energética, nas comunicações e com elevada qual...
O lado visivel, quando tudo corre bem Beijing -2010 Jakarta  2011 Hong Kong – Terminal Marítimo 2013 Kuala Lumpur -2011 Mu...
Coalescência de interesses regionais, e imposição duma nova Agenda Global  <ul><li>Progresso exige incremento de cooperaçã...
Os dois epílogos <ul><li>Cenário 1 </li></ul><ul><li>Cenário 1 : Ásia define o seu próprio destino. Salto quântico para ec...
O maior mercado de consumo da classe média!  <ul><li>Se os mercados comandam as economias, entrámos num ciclo virtuoso em ...
Os Blocos Asiáticos em Comparação
O atraso da India sobre a China  <ul><ul><li>xxxx. </li></ul></ul>… pode ser recuperável em menos de 10 anos
CHINA vs. INDIA ..com implicações no resto do Mundo
Miguel Crespo  [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

201110 retrato socio económico dos países asiáticos

721 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
721
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Growth with inclusion Growth and inclusion need not be mutually exclusive; indeed they can be mutually reinforcing. To sustain growth over the long-term, almost all Asian countries must give much higher priority to inclusion and reducing inequalities—rich/poor, rural/urban, educated/ uneducated and along ethnic lines. Countries should give highest priority to education and developing human capital, with a focus on women, essential to fully realize the demographic dividend. Increasing access to quality infrastructure services will be important.Urban inequality, which has been rising in parts of Asia, will need to be addressed. Rural development— including agriculture—will remain important in all low and middle income economies to uplift millions of Asians still resident in rural areas. However, rural developmentis not an alternative to urban development. They complement each other.
  • Growth with inclusion Growth and inclusion need not be mutually exclusive; indeed they can be mutually reinforcing. To sustain growth over the long-term, almost all Asian countries must give much higher priority to inclusion and reducing inequalities—rich/poor, rural/urban, educated/ uneducated and along ethnic lines. Countries should give highest priority to education and developing human capital, with a focus on women, essential to fully realize the demographic dividend. Increasing access to quality infrastructure services will be important.Urban inequality, which has been rising in parts of Asia, will need to be addressed. Rural development— including agriculture—will remain important in all low and middle income economies to uplift millions of Asians still resident in rural areas. However, rural developmentis not an alternative to urban development. They complement each other.
  • Growth with inclusion Growth and inclusion need not be mutually exclusive; indeed they can be mutually reinforcing. To sustain growth over the long-term, almost all Asian countries must give much higher priority to inclusion and reducing inequalities—rich/poor, rural/urban, educated/ uneducated and along ethnic lines. Countries should give highest priority to education and developing human capital, with a focus on women, essential to fully realize the demographic dividend. Increasing access to quality infrastructure services will be important.Urban inequality, which has been rising in parts of Asia, will need to be addressed. Rural development— including agriculture—will remain important in all low and middle income economies to uplift millions of Asians still resident in rural areas. However, rural developmentis not an alternative to urban development. They complement each other.
  • Growth with inclusion Growth and inclusion need not be mutually exclusive; indeed they can be mutually reinforcing. To sustain growth over the long-term, almost all Asian countries must give much higher priority to inclusion and reducing inequalities—rich/poor, rural/urban, educated/ uneducated and along ethnic lines. Countries should give highest priority to education and developing human capital, with a focus on women, essential to fully realize the demographic dividend. Increasing access to quality infrastructure services will be important.Urban inequality, which has been rising in parts of Asia, will need to be addressed. Rural development— including agriculture—will remain important in all low and middle income economies to uplift millions of Asians still resident in rural areas. However, rural developmentis not an alternative to urban development. They complement each other.
  • 201110 retrato socio económico dos países asiáticos

    1. 1. Outubro 2011 O Renascimento Asiático Tópicos para um retrato sócio-económico
    2. 2. O que é a Ásia? Existe uma Ásia? <ul><li>Maior e mais populoso continente, cobrindo 30% da superfície terrestre do globo, e 60% da população mundial . </li></ul><ul><li>Ásia começa às portas da Europa, no Canal do Suez ou Estreito do Bósforo. Toca no Ártico, no Oceano Índico e estende-se pelo Pacífico. </li></ul><ul><li>Ásia, é um conceito cultural para o continente mais geografica- e etnicamente mais heterogéneo . Não há uma história unificadora, uma língua comum, nem alianças históricas. </li></ul><ul><li>Contrastes subsistem apesar do milagre económico: metade dos pobres no mundo vivem na Ásia. A fábrica do mundo, líder em novas tecnologias, mas com exércitos de analfabetos ou desempregados . </li></ul><ul><li>Extensão territorial inesgotável, mas hiper-concentração demográfica em “Cidades-Estado”. </li></ul><ul><li>Países ricos de gente pobre , em contraste com Ocidente Pobre de gente rica </li></ul><ul><li>Modelo ultra-liberal, destituído de estado social . Elevadas taxas de poupança, mas propensão imparável ao consumo. </li></ul><ul><li>“ Can-Do attitude ”, e confiança num futuro brilhante, e materialista </li></ul>
    3. 3. A Ásia recupera a centralidade de grande potência Império do Meio
    4. 4. Uma viagem não sem percalços <ul><li>« The greatest invention of the XX century was air-conditioning! » Lee Kuan Yew, Chefe de Estado fundador de Singapura </li></ul><ul><li>Viagem de Deng Xiao Ping a Cantão em 1979. Criação de Zonas Economicas Especiais (Shenzhen, Zhuhai) </li></ul><ul><li>1995: Entrada da Índia na OMC </li></ul><ul><li>1997: Crise financeira asiática em 1997 (incidindo sobre Tailândia, Coreia, Indonésia, Malásia, Filipinas e HK) </li></ul><ul><li>2001: Entrada da China na OMC </li></ul><ul><li>Jogos Olímpicos de Beijing 2008 / Expo Shanghai 2010: E a China sente que chegou a sua hora! </li></ul><ul><li>2015: China elimina restrições ao fluxo de capitais e permite livre flutuação da moeda, país mostra-se rico e fabrica inflação </li></ul><ul><li>2010-2020: Índia reduz drasticamente barreiras alfandegárias </li></ul><ul><li>2050: Sem Piloto-Automático a Ásia pode recuperar a centralidade perdida para o Ocidente há 500 anos (Descobrimentos) ou 250 anos (Revolução Industrial) </li></ul>
    5. 5. O Renascimento Asiático Uma translação implícita
    6. 6. Altíssimas expectativas <ul><li>A ascensão asiática nas últimas cinco décadas é uma história de sucesso económico sem par, se bem que menor no plano do desenvolvimento social e político. </li></ul><ul><li>A Ásia financiou a expansão consumista do Ocidente entre 1990 e 2010. </li></ul><ul><li>Até 2050: Ásia posiciona-se como principal mercado de consumo, liderando a retoma de longo prazo </li></ul><ul><li>Em 2050, metade da produção, comércio e investimento deverão estar sedeados na Ásia. </li></ul><ul><li>A transformação em curso pode multiplicar por 6 o rendimento per capita na Ásia (10x para a China e 30x para a India), para níveis similares aos da Europa, e o padrão consumista virá ao de cima. </li></ul><ul><li>Marcha para a Prosperidade encerra enormes desafios: </li></ul><ul><ul><li>suster taxas de crescimento aceleradas, </li></ul></ul><ul><ul><li>gerir expectativas, </li></ul></ul><ul><ul><li>controlar desemprego, </li></ul></ul><ul><ul><li>conter desigualdades, </li></ul></ul><ul><ul><li>diminuir pegada ecológica e </li></ul></ul><ul><ul><li>gerir tensões geo-políticas </li></ul></ul>
    7. 7. Duas realidades lado a lado! Source: Education at a Glance 2007: OECD Indicators High-School Graduates Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha <ul><li>Demografia, educação e grandes megalópolis produzem resultados. </li></ul>
    8. 8. Com repercussão económica! Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha Source: Wolfram-Alpha 3 factores explicativos: Avanço tecnológico / acumulação de capital / crescimento da população activa Ocidente: Populações ricas em Países Pobres Ásia: Países ricos com Populações Pobres
    9. 9. A ascensão económica da Ásia
    10. 10. Os motores Asiáticos de Crescimento <ul><li>Relatório do Asian Development Bank: “ ASIA 2050 – Realizing the Asian Century ” </li></ul><ul><li>Poder de propulsão concentrado em 7 países: República Popular da China, Índia, Indonésia, Japão, Coreia do Súl, Malásia e Tailândia. </li></ul><ul><ul><li>2010: 78% da pop.asiática / 87% do PIB asiático </li></ul></ul><ul><ul><li>2050: 73% da pop.asiática / 90% do PIB asiático, ou 45% do PIB mundial! </li></ul></ul><ul><li>2050: Rendimento per capita atinge USD 46,000 em PPP, 25% acima da média mundial prevista em USD 37,000. </li></ul>
    11. 11. 3 grandes blocos – classificação ADB DESENVOLVIDOS Brunei; Hong Kong; Japan; Republic of Korea; Macau; Singapore; Taiwan; c/ Rendimento per Capita >USD12,196 LOCOMOTIVAS Armenia; Azerbaijan; Cambodia; China; Georgia; India; Indonesia; Kazakhstan; Malaysia; Thailand ; Viet Nam IRRELEVANTES : 31 países tais como Afghanistan; Bangladesh; Bhutan; Iran ; Laos; Mongolia; Myanmar; Nepal; Pakistan ; Philippines ; Sri Lanka.  Progresso tecnológico  Acumulação de capital  Crescimento da força de trabalho
    12. 12. Um novo paradigma de acumulação de riqueza
    13. 13. Desafios comuns a toda a Ásia <ul><li>Modelo concertado de actuação em 3 níveis </li></ul><ul><li>Terciarização </li></ul><ul><li>Envelhecimento </li></ul><ul><li>Intensidade energética </li></ul><ul><li>Modelo social </li></ul><ul><li>Cidades sustentáveis </li></ul><ul><li>Partilha de recursos naturais </li></ul><ul><li>Politicas ambientais </li></ul><ul><li>Transportes </li></ul><ul><li>Fronteiras e fluxos migratórios </li></ul><ul><li>Segurança </li></ul><ul><li>Espaços económicos alargados </li></ul><ul><li>Crescimento inclusivo </li></ul><ul><li>Mercado comum / União monetária </li></ul><ul><li>Conquista de relevo político </li></ul><ul><li>Modelo civilizacional distinto </li></ul><ul><li>Novo Kyoto </li></ul>
    14. 14. Desafios comuns a toda a Ásia <ul><li>Riscos de travagem económica após 30 anos de crescimento acelerado, num modelo não sustentável. Como recrear em permanência a vantagem comparativa? </li></ul><ul><li>Competição feroz por recursos naturais finitos (energia, água, terra fértil, ar puro, alimentos não-contaminados). </li></ul><ul><li>Urbanização acelerada, com risco de exclusão das classes mais desfavorecidas em ghettos. </li></ul><ul><li>Gestão de megalópolis sem precedentes: população urbana duplica para 3.1bn, com 80% do PIB gerado em cidades. </li></ul><ul><li>Aumento do fosso entre ricos e pobres, em regimes sem Estado Social. </li></ul><ul><li>Declínio continuado na qualidade e credibilidade das instituições (políticas, judiciais, económicas, de segurança). </li></ul><ul><li>Riscos económicos, sociais e de instabilidade política. </li></ul><ul><ul><li>Escalada de tensões geopolíticas não-geríveis em organismos não-asiáticos. Rescaldo da 2ª Guerra Mundial nunca foi concluído. </li></ul></ul><ul><ul><li>Disputas sérias sobre águas territoriais </li></ul></ul><ul><ul><li>Disputa sobre rios (Himalaias, Kashmir, Tailândia) </li></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade civil organiza-se </li></ul></ul><ul><li>Cultura hermética, pouco aberta ao mundo (ocidental) nos últimos séculos </li></ul><ul><li>Retrocessos ocorrem: Brasil 1930, Japão 1980 </li></ul>..com implicações no resto do Mundo
    15. 15. Gerindo uma urbanização massiva <ul><li>Competitividade do modelo asiático repousa em respostas visionárias a desafios nunca antes colocados, de organização em mega-cidades. </li></ul><ul><ul><li>Dianteira económica-científica-inovação-tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Dianteira em eficiência energética, nas comunicações e com elevada qualidade de vida percepcionada </li></ul></ul>
    16. 16. As grandes capitais migram para a Ásia <ul><ul><li>Dianteira em eficiência energética, nas comunicações e com elevada qualidade de vida percepcionada </li></ul></ul><ul><ul><li>Em 2025, 25 das 50 cidades mais poderosas do mundo, estarão na Ásia. Em 2007 eram 8! </li></ul></ul>
    17. 17. O lado visivel, quando tudo corre bem Beijing -2010 Jakarta 2011 Hong Kong – Terminal Marítimo 2013 Kuala Lumpur -2011 Mumbai -2020
    18. 18. Coalescência de interesses regionais, e imposição duma nova Agenda Global <ul><li>Progresso exige incremento de cooperação e integração regionais: </li></ul><ul><ul><li>Suster conquistas económicas em caso de choques externos; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alavancagem de posições comuns fora da Ásia, e respaldo para reformas difíceis </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação dum mercado único asiático implica fomento da interconectividade (transportes, energia, capital financeiro, capital humano) </li></ul></ul><ul><ul><li>Mitigação de assimetrias sociais entre países </li></ul></ul><ul><ul><li>Sinergias em gestão de recursos naturais, energéticos, e gestão de catástrofes </li></ul></ul><ul><ul><li>Construção de laços políticos em ciclo favorável. </li></ul></ul><ul><ul><li>Articulação de agenda diplomática comum perante Ocidente / África / Rússia / LatAm </li></ul></ul><ul><ul><li>“ As Asia becomes the center of the global economy, it ill be in its self-interest that the rest of world is also doing well economically and politically.” </li></ul></ul><ul><ul><li>ADB Report, Realizing the Asian Century, May 2011 </li></ul></ul>
    19. 19. Os dois epílogos <ul><li>Cenário 1 </li></ul><ul><li>Cenário 1 : Ásia define o seu próprio destino. Salto quântico para economia baseada em ganhos de produtividade. </li></ul><ul><li>Cenário 2 : Ásia na sombra do mundo ocidental. Estagnação, se Ásia não evoluir de modelo assente em disponibilidade de recursos (humanos e capital) </li></ul>Cenário 2
    20. 20. O maior mercado de consumo da classe média! <ul><li>Se os mercados comandam as economias, entrámos num ciclo virtuoso em que inovação, divulgação, penetração, consolidação se transferem para a Ásia. </li></ul><ul><li>O consumo privado passou a ser principal motor do crescimento económico nestes países. </li></ul>2010* Middle Class Population 200-400 50-100 10 100 25 8 * - estimativa do autor, com base em fontes variadas
    21. 21. Os Blocos Asiáticos em Comparação
    22. 22. O atraso da India sobre a China <ul><ul><li>xxxx. </li></ul></ul>… pode ser recuperável em menos de 10 anos
    23. 23. CHINA vs. INDIA ..com implicações no resto do Mundo
    24. 24. Miguel Crespo [email_address]

    ×