Introdução à moeda social (MS):Introdução à moeda social (MS):
Como desenhá-laComo desenhá-la
para a sua comunidadepara a ...
ConteúdoConteúdo
 Oremos…Oremos…
 Tipologia da moeda socialTipologia da moeda social
 Implementação da moeda social, pa...
Oremos…Oremos…
Banco nosso,Banco nosso,
que estás nos Céus,que estás nos Céus,
santificado seja o Vosso Nome;santificado s...
Tipologia de moedasTipologia de moedas
 Fuente: elaboración propia a base deFuente: elaboración propia a base de Wild (20...
Lastro em moeda oficialLastro em moeda oficial
 Emite-se a MS quando seEmite-se a MS quando se deposita € etc.deposita € ...
Circulação de ChiemgauerCirculação de Chiemgauer
 Fonte: Gelleri (2009)Fonte: Gelleri (2009)
Uma nota de ChiemgauerUma nota de Chiemgauer
Chiemgauer (Alemanha)Chiemgauer (Alemanha)
 Uma moeda regional que funciona desde 2003Uma moeda regional que funciona des...
Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)
Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)
 Um banco comunitárioUm banco comunitário que concedeque concede
microcréditos...
Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)
 Bilhete de 5 palmas e um cartão de créditoBilhete de 5 palmas e um cartão de ...
Produtos como lastroProdutos como lastro
 Emite-se a MS quando alguém deposita bensEmite-se a MS quando alguém deposita b...
LETS (mundo)LETS (mundo)
 LETSLETS (Local Exchange Trading System): Nascido(Local Exchange Trading System): Nascido
na Co...
LETS (mundo)LETS (mundo)
 No dia 15 de Janeiro Ana compra a Beatriz 5No dia 15 de Janeiro Ana compra a Beatriz 5
quilos d...
LETS (mundo)LETS (mundo)
 No dia 18 de Janeiro Ana dá um livro para oNo dia 18 de Janeiro Ana dá um livro para o
Carlos e...
LETS (mundo)LETS (mundo)
 No dia 20 de Janeiro a Beatriz encomenda aoNo dia 20 de Janeiro a Beatriz encomenda ao
David o ...
FiatFiat
 Concede-se uma quantidade determinada deConcede-se uma quantidade determinada de
moeda quando alguém entra ao s...
Passos no desenho da MSPassos no desenho da MS
 1: Objetivos da MS1: Objetivos da MS
 2: Considerações ao desenhar a MS2...
1/7: Objetivos da MS1/7: Objetivos da MS
 A) Qual é o objetivo da MS que vcs gostariam deA) Qual é o objetivo da MS que v...
2/7: Considerações ao desenhar MS2/7: Considerações ao desenhar MS
 A) Qual o tipo de MS que se ajusta melhor aosA) Qual ...
3/7: Descripção da MS3/7: Descripção da MS
 Visão e missão para uma MSVisão e missão para uma MS
 Quando tiverem esta MS...
4/7: Emissão da MS4/7: Emissão da MS
 Cada iniciativa tem vantagens e desvantagens:Cada iniciativa tem vantagens e desvan...
Tipologia de moedasTipologia de moedas
 Fuente: elaboración propia a base deFuente: elaboración propia a base de Wild (20...
5/7: Capta5/7: Captação dos sóciosção dos sócios (1/3)(1/3)
 Cada categoria de sócios tem os seus própriosCada categoria ...
5/7: Captação de5/7: Captação de sóciossócios (2/3)(2/3)
 Interesses de cada categoriaInteresses de cada categoria
MS Pag...
5/7: Captação de sócios5/7: Captação de sócios (3/3)(3/3)
 Concretizem as vantagens de usar MSConcretizem as vantagens de...
6/7: Recuperação do custo6/7: Recuperação do custo operativooperativo
 Quota anualQuota anual
 Taxa de transação:Taxa de...
7/7: Emi7/7: Emissão e retirada dssão e retirada da MS (1/3)a MS (1/3)
 Chiemgauer (Alemanha)Chiemgauer (Alemanha)
7/7: Emissão e retirada7/7: Emissão e retirada da MS (2/3)da MS (2/3)
 SOL-Violette (Toulouse, França)SOL-Violette (Toulo...
7/7: Emissão e retirada7/7: Emissão e retirada da MS (3/3)da MS (3/3)
 Como se emitirá e como se retirará a sua MS?Como s...
Mais materiais de capacitaçãoMais materiais de capacitação
 Jogos de cinco colunas no manual “MOEDAJogos de cinco colunas...
Mais informaçõesMais informações
 IMS: http://www.monedasocial.org/IMS: http://www.monedasocial.org/
 Documental da RTVE...
Muito obrigado pela sua atenção!!Muito obrigado pela sua atenção!!
e-mail: miguel@ineval.orge-mail: miguel@ineval.org
skyp...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Porto, 17 de janeiro de 2015

416 visualizações

Publicada em

Apresentação de tipologias da moeda social e como implementá-la.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
416
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Porto, 17 de janeiro de 2015

  1. 1. Introdução à moeda social (MS):Introdução à moeda social (MS): Como desenhá-laComo desenhá-la para a sua comunidadepara a sua comunidade Miguel Yasuyuki HirotaMiguel Yasuyuki Hirota miguel@ineval.orgmiguel@ineval.org http://www.monedasocial.org/http://www.monedasocial.org/ Porto, 17 de Janeiro de 2015Porto, 17 de Janeiro de 2015
  2. 2. ConteúdoConteúdo  Oremos…Oremos…  Tipologia da moeda socialTipologia da moeda social  Implementação da moeda social, passo a passoImplementação da moeda social, passo a passo
  3. 3. Oremos…Oremos… Banco nosso,Banco nosso, que estás nos Céus,que estás nos Céus, santificado seja o Vosso Nome;santificado seja o Vosso Nome; Venha a nós o Vosso Reino;Venha a nós o Vosso Reino; Seja feita a Vossa vontade,Seja feita a Vossa vontade, Assim na Terra como no Céu.Assim na Terra como no Céu. O dinheiro nosso de cada dia nos dai hoje;O dinheiro nosso de cada dia nos dai hoje; Perdoai as nossas ofensas,Perdoai as nossas ofensas, Assim como nós perdoamosAssim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido;a quem nos tem ofendido; E não nos deixeis na Liquidação,E não nos deixeis na Liquidação, Mas livrai-nos do desalojo. Ámen.Mas livrai-nos do desalojo. Ámen.
  4. 4. Tipologia de moedasTipologia de moedas  Fuente: elaboración propia a base deFuente: elaboración propia a base de Wild (2011)Wild (2011) Categoria Sub- categorias Exemplos Bens e/ou serviços Lastro com dinheiro oficial Chiemgauer, SOL-Violette, Banco Palmas, Expronceda Lastro com outros bens e/ou serviços Banco de horas comunitario (Argentina), Terra Transação (crédito) Confiança mútua LETS (CES), bancos do tempo, RES, RedeBarter, Trocobuy Dívida Emissão como crédito Euro, WIR, Chiemgauer Não há Fiat Club de trueque, Bitcoin Pago de impostos Moeda nacional oxidável, moeda pelo Comité de Criação Monetária
  5. 5. Lastro em moeda oficialLastro em moeda oficial  Emite-se a MS quando seEmite-se a MS quando se deposita € etc.deposita € etc.  Exemplos:Exemplos: Chiemgauer (Alemanha), SOL-VioletteChiemgauer (Alemanha), SOL-Violette (França), Euskal Moneta (França), Bristol Pound(França), Euskal Moneta (França), Bristol Pound (Reino Unido), Expronceda (Espanha), Banco(Reino Unido), Expronceda (Espanha), Banco Palmas (Brasil) e Berkshare (EUA)Palmas (Brasil) e Berkshare (EUA)  Vantagem:Vantagem: A moeda oficial garante aA moeda oficial garante a confiabilidade da MS, facilitando a integração deconfiabilidade da MS, facilitando a integração de comércios locaiscomércios locais  Desvantagem:Desvantagem: Dependência ao € etc.Dependência ao € etc. (se não tens(se não tens €, não podes emitir MS)€, não podes emitir MS)
  6. 6. Circulação de ChiemgauerCirculação de Chiemgauer  Fonte: Gelleri (2009)Fonte: Gelleri (2009)
  7. 7. Uma nota de ChiemgauerUma nota de Chiemgauer
  8. 8. Chiemgauer (Alemanha)Chiemgauer (Alemanha)  Uma moeda regional que funciona desde 2003Uma moeda regional que funciona desde 2003 em Traunstein / Rosenheim, Alta Bavieraem Traunstein / Rosenheim, Alta Baviera  Vales lastrados em €Vales lastrados em € que circulam entre sócios eque circulam entre sócios e comércios com 2% de oxidação em cada 3 mesescomércios com 2% de oxidação em cada 3 meses  Final de 2013Final de 2013: 2.769 consumidores e 7.181.494 C: 2.769 consumidores e 7.181.494 C de venda anualde venda anual  Abril de 2014Abril de 2014: 624 PMEs, 254 projetos e 968.549 C: 624 PMEs, 254 projetos e 968.549 C em circulaçãoem circulação  Microcréditos em ChiemgauerMicrocréditos em Chiemgauer  http://www.chiemgauer.info/http://www.chiemgauer.info/  http://www.regios.eu/ (sobre microcrédito)http://www.regios.eu/ (sobre microcrédito)
  9. 9. Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)
  10. 10. Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)  Um banco comunitárioUm banco comunitário que concedeque concede microcréditos em reais e palmasmicrocréditos em reais e palmas  Porquê bancos comunitários?Porquê bancos comunitários?: Os grandes bancos: Os grandes bancos não prestam atenção aos pobres > exclusãonão prestam atenção aos pobres > exclusão financeira > dificuldade em sair da pobrezafinanceira > dificuldade em sair da pobreza  Porquê MS?Porquê MS?: Para reter o poder de compra dentro: Para reter o poder de compra dentro do bairrodo bairro  Em 2012Em 2012: 3.660.991,97 R$ prestados, 4.479: 3.660.991,97 R$ prestados, 4.479 créditos produtivos concedidoscréditos produtivos concedidos  Página webPágina web: http://www.bancopalmas.org.br/: http://www.bancopalmas.org.br/  Instituto PalmasInstituto Palmas:: http://www.inovacaoparainclusao.com/http://www.inovacaoparainclusao.com/
  11. 11. Banco Palmas (Brasil)Banco Palmas (Brasil)  Bilhete de 5 palmas e um cartão de créditoBilhete de 5 palmas e um cartão de crédito
  12. 12. Produtos como lastroProdutos como lastro  Emite-se a MS quando alguém deposita bensEmite-se a MS quando alguém deposita bens  Exemplos:Exemplos: Banco de Hora ComunitarioBanco de Hora Comunitario (Argentina), ECOBANCO (feiras em vários(Argentina), ECOBANCO (feiras em vários eventos), Terra (mundo, proposta)eventos), Terra (mundo, proposta)  Vantagem:Vantagem: Toda a MS está garantida com algoToda a MS está garantida com algo tangíveltangível  Desvantagem:Desvantagem: Não tens acesso ao crédito se nãoNão tens acesso ao crédito se não tens nada que depositartens nada que depositar  Mais informações sobre BHC:Mais informações sobre BHC: “Moneda Social y“Moneda Social y Mercados Solidarios”, “Moneda Social yMercados Solidarios”, “Moneda Social y Mercados Solidarios 2”Mercados Solidarios 2” (ambos publicados na(ambos publicados na Argentina e disponíveis on-line)Argentina e disponíveis on-line)  Mais sobre ECOBANCO: “MOEDA SOCIAL EMais sobre ECOBANCO: “MOEDA SOCIAL E DEMOCRACIA: Manual para Compreender eDEMOCRACIA: Manual para Compreender e Fazer” (http://www.redlases.org/)Fazer” (http://www.redlases.org/)
  13. 13. LETS (mundo)LETS (mundo)  LETSLETS (Local Exchange Trading System): Nascido(Local Exchange Trading System): Nascido na Colúmbia Britânica, Canadá que depois sena Colúmbia Britânica, Canadá que depois se expandiu para o resto do mundoexpandiu para o resto do mundo  Cada sócio tem a sua própria conta virtual eCada sócio tem a sua própria conta virtual e começa por 0começa por 0: Alguém tem de ficar com saldo: Alguém tem de ficar com saldo negativo para outro(s) ter(em) saldo positivonegativo para outro(s) ter(em) saldo positivo  Saldo negativo:Saldo negativo: Não é dívida que cresçaNão é dívida que cresça exponencialmenteexponencialmente mas uma promissóriamas uma promissória queque podes liquidar com algo que produzes / serviçopodes liquidar com algo que produzes / serviço que oferecesque ofereces
  14. 14. LETS (mundo)LETS (mundo)  No dia 15 de Janeiro Ana compra a Beatriz 5No dia 15 de Janeiro Ana compra a Beatriz 5 quilos de batata e paga 3 pontosquilos de batata e paga 3 pontos Saldo inicial Movi- mento Saldo final Ana 0 -3 -3 Beatriz 0 +3 +3 Carlos 0 0 0 David 0 0 0
  15. 15. LETS (mundo)LETS (mundo)  No dia 18 de Janeiro Ana dá um livro para oNo dia 18 de Janeiro Ana dá um livro para o Carlos e cobra 10 pontosCarlos e cobra 10 pontos Saldo inicial Movi- mento Saldo final Ana -3 +10 +7 Beatriz +3 0 +3 Carlos 0 -10 -10 David 0 0 0
  16. 16. LETS (mundo)LETS (mundo)  No dia 20 de Janeiro a Beatriz encomenda aoNo dia 20 de Janeiro a Beatriz encomenda ao David o arranjo do seu carro e paga 10 pontosDavid o arranjo do seu carro e paga 10 pontos Saldo inicial Movi- mento Saldo final Ana +7 0 +7 Beatriz +3 -10 -7 Carlos -10 0 -10 David 0 +10 +10
  17. 17. FiatFiat  Concede-se uma quantidade determinada deConcede-se uma quantidade determinada de moeda quando alguém entra ao sistemamoeda quando alguém entra ao sistema  Exemplos:Exemplos: Clubes de trueque (Argentina), IthacaClubes de trueque (Argentina), Ithaca Hours (EUA), Bitcoin (mundo)Hours (EUA), Bitcoin (mundo)  Vantagem:Vantagem: Qualquer pessoa, mesmo sem nada,Qualquer pessoa, mesmo sem nada, tem acesso à moedatem acesso à moeda  Desvantagem:Desvantagem: A emissão descontrolada podeA emissão descontrolada pode conduzir à hiperinflaçãoconduzir à hiperinflação
  18. 18. Passos no desenho da MSPassos no desenho da MS  1: Objetivos da MS1: Objetivos da MS  2: Considerações ao desenhar a MS2: Considerações ao desenhar a MS  3: Descrição da MS3: Descrição da MS  4: Emissão da MS4: Emissão da MS  5: Captação de sócios5: Captação de sócios  6: Recuperação do custo operativo6: Recuperação do custo operativo  7: Emissão e retirada da MS7: Emissão e retirada da MS  Manual “Community Currency Guide”:Manual “Community Currency Guide”: https://www.community-https://www.community- exchange.org/docs/Community_Currency_Guide.pexchange.org/docs/Community_Currency_Guide.p dfdf
  19. 19. 1/7: Objetivos da MS1/7: Objetivos da MS  A) Qual é o objetivo da MS que vcs gostariam deA) Qual é o objetivo da MS que vcs gostariam de desenhar?desenhar? (inclusive o âmbito territorial)(inclusive o âmbito territorial)  B) Quais são as necessidades insatisfeitas em queB) Quais são as necessidades insatisfeitas em que vcs gostariam de se focar?vcs gostariam de se focar?  C) Há recursos não utilizados que vcs possamC) Há recursos não utilizados que vcs possam aproveitar?aproveitar?
  20. 20. 2/7: Considerações ao desenhar MS2/7: Considerações ao desenhar MS  A) Qual o tipo de MS que se ajusta melhor aosA) Qual o tipo de MS que se ajusta melhor aos seus objetivos?seus objetivos?  B) Se é uma MS com fins comerciais, será B2B,B) Se é uma MS com fins comerciais, será B2B, B2C, C2C ou C2B?B2C, C2C ou C2B?  C) A que fins sociais vcs querem que sirva a MS?C) A que fins sociais vcs querem que sirva a MS?
  21. 21. 3/7: Descripção da MS3/7: Descripção da MS  Visão e missão para uma MSVisão e missão para uma MS  Quando tiverem esta MS, qual o impacto que elaQuando tiverem esta MS, qual o impacto que ela terá na melhoria da sua vida?terá na melhoria da sua vida?  Quem serão as pessoas mais interessadas nestaQuem serão as pessoas mais interessadas nesta MS?MS?  Imaginem como os distintos tipos de participantesImaginem como os distintos tipos de participantes usarão esta MS?usarão esta MS?
  22. 22. 4/7: Emissão da MS4/7: Emissão da MS  Cada iniciativa tem vantagens e desvantagens:Cada iniciativa tem vantagens e desvantagens: Qual escolheriam vcs?Qual escolheriam vcs?
  23. 23. Tipologia de moedasTipologia de moedas  Fuente: elaboración propia a base deFuente: elaboración propia a base de Wild (2011)Wild (2011) Categoria Sub- categorias Exemplos Bens e/ou serviços Lastro com dinheiro oficial Chiemgauer, SOL-Violette, Banco Palmas, Expronceda Lastro com outros bens e/ou serviços Banco de horas comunitario (Argentina), Terra Transação (crédito) Confiança mútua LETS (CES), bancos do tempo, RES, RedeBarter, Trocobuy Dívida Emissão como crédito Euro, WIR, Chiemgauer Não há Fiat Club de trueque, Bitcoin Pagamento de impostos Moeda nacional oxidável, moeda pelo Comité de Criação Monetária
  24. 24. 5/7: Capta5/7: Captação dos sóciosção dos sócios (1/3)(1/3)  Cada categoria de sócios tem os seus própriosCada categoria de sócios tem os seus próprios interesses:interesses: Consumidores, comércios locais,Consumidores, comércios locais, autónomos…autónomos…  As pessoas participam só quando houverAs pessoas participam só quando houver vantagens:vantagens: Que vantagens lhesQue vantagens lhes podemos oferecerpodemos oferecer com a MS?com a MS?
  25. 25. 5/7: Captação de5/7: Captação de sóciossócios (2/3)(2/3)  Interesses de cada categoriaInteresses de cada categoria MS Pagar Receber Trocar a € Tomar créditos Consumidores Sim Não Não ? Comércios Locais Sim Sim Sim Sim Empregados de CLs Sim Sim Não ? Desempregados Sim Sim Não ? Autónomos Sim Sim Sim Sim Setor Público? Sim Sim ? Não Transporte? Sim Sim Sim Não Banca? ? ? ? ? Turistas? Sim Não Não Não
  26. 26. 5/7: Captação de sócios5/7: Captação de sócios (3/3)(3/3)  Concretizem as vantagens de usar MSConcretizem as vantagens de usar MS  Consumidores:Consumidores: DescontosDescontos  Comércios locais:Comércios locais: Publicidade para captar novosPublicidade para captar novos clientes e acesso a microcréditos baratosclientes e acesso a microcréditos baratos  Autónomos (prosumidores):Autónomos (prosumidores): Vantagens deVantagens de consumidores e comércios locais (produtores)consumidores e comércios locais (produtores)  Desempregados:Desempregados: Acesso a informaçõesAcesso a informações relacionadas com o emprego (oferta de emprego,relacionadas com o emprego (oferta de emprego, empreendimentos, capacitações, etc.)empreendimentos, capacitações, etc.)
  27. 27. 6/7: Recuperação do custo6/7: Recuperação do custo operativooperativo  Quota anualQuota anual  Taxa de transação:Taxa de transação: como cartão de créditocomo cartão de crédito  Juros para empréstimos em MCJuros para empréstimos em MC  Oxidação:Oxidação: Quem entesoura o dinheiro perde o seuQuem entesoura o dinheiro perde o seu valor paulatinamente (Gesell)valor paulatinamente (Gesell)  Publicidade no folheto / na página web etc.Publicidade no folheto / na página web etc.  CombinaçõesCombinações
  28. 28. 7/7: Emi7/7: Emissão e retirada dssão e retirada da MS (1/3)a MS (1/3)  Chiemgauer (Alemanha)Chiemgauer (Alemanha)
  29. 29. 7/7: Emissão e retirada7/7: Emissão e retirada da MS (2/3)da MS (2/3)  SOL-Violette (Toulouse, França)SOL-Violette (Toulouse, França)
  30. 30. 7/7: Emissão e retirada7/7: Emissão e retirada da MS (3/3)da MS (3/3)  Como se emitirá e como se retirará a sua MS?Como se emitirá e como se retirará a sua MS?
  31. 31. Mais materiais de capacitaçãoMais materiais de capacitação  Jogos de cinco colunas no manual “MOEDAJogos de cinco colunas no manual “MOEDA SOCIAL E DEMOCRACIA: Manual paraSOCIAL E DEMOCRACIA: Manual para Compreender e Fazer”Compreender e Fazer”  ““Plugging the Leaks”: Como fechar as veiasPlugging the Leaks”: Como fechar as veias abertas das economias locais em Portugal.abertas das economias locais em Portugal. http://www.pluggingtheleaks.org/http://www.pluggingtheleaks.org/ (em inglês, o(em inglês, o manual está disponível em espanhol também)manual está disponível em espanhol também)
  32. 32. Mais informaçõesMais informações  IMS: http://www.monedasocial.org/IMS: http://www.monedasocial.org/  Documental da RTVE “Monedas de Cambio”:Documental da RTVE “Monedas de Cambio”: http://www.rtve.es/alacarta/videos/documentos-http://www.rtve.es/alacarta/videos/documentos- tv/documentos-tv-monedas-cambio/2063367/tv/documentos-tv-monedas-cambio/2063367/  Meu blog no jornal espanhol “El País”. Índice:Meu blog no jornal espanhol “El País”. Índice: https://mig76es.wordpress.com/2014/09/09/enlachttps://mig76es.wordpress.com/2014/09/09/enlac e-a-mis-posts-en-el-blog-de-el-pais-espana/e-a-mis-posts-en-el-blog-de-el-pais-espana/  Meu breve artigo sobre a insustentabilidade dasMeu breve artigo sobre a insustentabilidade das moedas oficiais e o rol da MS (em espanhol):moedas oficiais e o rol da MS (em espanhol): http://pillku.com/article/monedas-sociales-y-http://pillku.com/article/monedas-sociales-y- complementarias-mscs/complementarias-mscs/  Positive Money (coletivo britânico que reivindica aPositive Money (coletivo britânico que reivindica a reforma monetária):reforma monetária): http://www.positivemoney.org/http://www.positivemoney.org/
  33. 33. Muito obrigado pela sua atenção!!Muito obrigado pela sua atenção!! e-mail: miguel@ineval.orge-mail: miguel@ineval.org skype: migjp2003skype: migjp2003 Página web: http://www.monedasocial.org/Página web: http://www.monedasocial.org/

×