Visão Subnormal, Telescópio. Dr Michel Bittencourt

500 visualizações

Publicada em

Visão Subnormal, Telescópio.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
500
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Glare, Pos lasik
    Forms a veil of luminance which reduces the contrast and thus the visibility of a target is decreased
  • Tiposcopio diminui a refletividade, diminuindo o ofuscamento, aumenta o contraste entre as linhas.
    Acetato amarelo; reduz luz refletida, aumenta o contraste.

  • Perto: Lentes convexas
  • Metido de auxilio
  • Pupila de saida deve ser menor que 5 mm para nao dispersar luz. O Campo de visão é definida pelo diafragma(objetiva), que determina a quantidade de luz que entra no sistema. Quando muito grandes causam aberracoes e peso.
    FOCO ajustavel ou afocais. Curta intermediarias e longas.
    ABERRACOES ACROMATICAS
  • De acordo com as lentes empregadas
    Foco do intermediário ao infinito
  • Quanto maior é ampliação, menor é a pupila de saida e menor é o campo de visão. Ajustam o foco de 20 cm até o infitino.
    Johannes Kepler (Weil der Stadt, 27 de dezembro de 1571 — Ratisbona, 15 de novembro de 1630) foi um astrônomo, matemático e astrólogo alemão
  • Paralaxe vem do grego παραλλαγή , que significa alteração
    Em astronomia, paralaxe é a diferença na posição aparente de um objeto visto por observadores em locais distintos. A paralaxe estelar é utilizada para medir a distância das estrelas utilizando o movimento da Terra em sua órbita.
    posição aparente de um objeto é a sua posição no espaço como parece ao observador. Duas pessoas que estão em posições diferentes na Terra vêem a mesma estrela com praticamente o mesmo ângulo, porque a estrela está muito distante, assim, ambas podem estar apontando para a mesma estrela ao estarem ambas apontando para cima, no entanto a tendência é de que quando uma quiser ver para o que a outra está apontando ela olhe num ângulo diferente, do mesmo jeito do que para objetos próximos, como na figura:
  • 200 patients who received the implant, the mean best corrected visual acuity before implantation was worse than 20/300, Dr. Lane said. More than 80% of patients had at least a 2-line improvement in visual acuity on the Snellen chart 1 year after surgery, and 46% of patients improved 4 lines or more at 1 year, he reported. Most of those patients, according to Dr. Lane, maintained their improved visual acuity 2 years postoperatively (75% with 2 lines or better and 43% with 4 or more lines of improvement).
  • Visão Subnormal, Telescópio. Dr Michel Bittencourt

    1. 1. Telescópio Michel Bittencourt
    2. 2. VISÃO SUBNORMAL • “Possui um comprometimento de seu funcionamento visual, mesmo após tratamento e/ou correção de erros refracionais e tem uma acuidade visual inferior a 20/60 até percepção de luz ou campo visual inferior a 10 graus do seu ponto de fixação mas que utiliza ou é potencialmente capaz de utilizar a visão para planejamento e execução de uma tarefa". http://www.cbo.com.br/subnorma/conceito.htm
    3. 3. CLASSIFICAÇÃO ICD-9-CM (WHO/ICO) CATEGORIAS GERAIS DE HABILIDADE http://www.cbo.com.br/subnorma/conceito.htm
    4. 4. • Central – DMRI, Corioretinite. Leitura, escrita, inabilidade de reconhecer face e distância de objetos • Periférica – Glaucoma, Retinose pigmentar. Dificuldade de mobilidade, leitura • Borramento visual - Cicatriz corneana, Hemorragia vitrea, Catarata. Redução de contraste, glare
    5. 5. OBJETIVOS • Aumento da funcionabilidade • Link com a comunidade • Educação
    6. 6. Auxilios não opticos: Modificam os materiais e melhoram as condições do ambiente. Guia para escrita Acetato amarelo Tiposcópio Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    7. 7. • Auxílio ópticos para perto: lentes convexas. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    8. 8. Iluminação • Lâmpadas incadecentes (amarela): permitem maior contraste (catarata e opacidades). Sofrem menos dispersão e levam a menor ofuscamento. • Fluorescentes: menor contraste, mais ofuscantes. • Halogênio: efeito tóxico da radiação ultravioleta. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    9. 9. Telescópio • Aumentam a imagem do objeto por ampliação angular. • Magnificação de 2x a 10x. • Perto, intermediário e longe. • Campo diminui com a magnificação. • Tipos: Monocular, Clip on, armação de óculos. Telemicroscópio Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    10. 10. • Telescópio de Galileu: Lente esférica negativa (côncava) na acular e uma lente positiva (convexa) na objetiva. Imagem virtual direta. Geralmente de pequena ampliação. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    11. 11. • Telescópio de Kepler: lentes convexas na objetiva e acular. Imagem real e invertida. Sistema interno de primas torna imagem direta. Melhor qualidade óptica. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    12. 12. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    13. 13. Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal
    14. 14. FUTURO American Academy of Ophthalmology 2010 Joint Meeting. People with end-stage age-related macular degeneration (AMD). Legally blind and has no surgical or medical alternatives. "The reason why this [device] works is a magnification effect, so the central scotoma can be overcome," Dr. Lane told meeting attendees. This pea-sized implant, which replaces the natural lens, magnifies images greater than 2 times and projects the images onto a healthy part of the retina. Use the untreated fellow eye for peripheral vision. http://www.myvisiontest.com/newsarchive.php?id=1273
    15. 15. BIBLIOGRAFIA • Série Oftalmologia Brasileira - Conselho Brasileiro de Oftalmologia - 3o Edição, Óptica, Refração e Visão Subnormal, Rio de Janeiro, Cultura Médica, 2014. • http://www.cbo.com.br/subnorma/conceito.htm • http://www.myvisiontest.com/newsarchive.php?id=1273 • http://medicine.yale.edu/eyes/patient-care/low-vision.aspx

    ×