MATO GROSSO DO SUL    HIDROGRAFIAProf. Marco Aurélio Gondim      www.gondim.net
BACIAS HIDROGRÁFICAS• O Brasil possui 12 Regiões Hidrográficas,  sendo que duas configuram-se em Mato  Grosso do Sul. A ba...
Região Hidrográfica Paraná• Área: 169,5 mil Km² (47,46% do território  estadual).• Destaque para os rios Aporé, Sucuriú,  ...
Região Hidrográfica Paraná• Banha SP, PR, MS, MG, GO, SC, DF• O rio Paraná nasce da união do rio  Paranaíba com o rio Gran...
Região Hidrográfica Paraguai•   Nascente: serra do Aporé (MT).•   Maior parte da bacia: ARG, BOL, PAR•   Rio Paraguai: rio...
Região Hidrográfica Paraguai• Área: 187,6 mil km² (52,54% do MS)• Os rios mais importantes são o Taquari, Miranda,  Negro ...
ÁGUAS SUBTERRÂNEAS• Mato Grosso do Sul possui oito unidades  aquíferas:  – Aquífero Cenozóico  – Bauru  – Serra Geral  – G...
DESTAQUE• Destaque para o Aquífero Guarani, que  apesar da pequena área de afloramento é  a principal reserva subterrânea ...
ÁREA DO SAG• Área aproximada: 1.194.000 km2  – 840.000 km2: Brasil  – 225.000 km2: Argentina  – 72.000 km2: Paraguai  – 58...
ÁREA DO AQUÍFERO• Maior área no território brasileiro: 840 mil  Km² (2/3 da área total)• Ocorrência: GO, MS, MG, SP, PR, S...
ÁREA• No MS, o SAG (213.200 km2) é composto  pelas formações Pirambóia e Botucatu.• Áreas de afloramento: 36.000 km2• O re...
AFLORAMENTO• Área de afloramento no MS: faixa central  do Estado com cerca de 100 km de  largura no norte do Estado e estr...
• A leste do Município de Chapadão do Sul,  na divisa com o Estado de Goiás, ocorre  uma estreita faixa de afloramentos co...
AQUÍFERO GUARANI• O Sistema Aquífero Guarani (SAG) está  inserido no contexto geológico da Bacia  Sedimentar do Paraná, es...
FORNECIMENTO• Atualmente, o Sistema Aquífero Guarani  representa um importante manancial de  fornecimento de água potável ...
FORNECIMENTO• Vários municípios do Estado possuem  sistemas de abastecimento de água  sustentados total ou parcialmente pe...
UTILIZAÇÃO NO MS• Aproximadamente 100 poços tubulares  profundos captam água do Sistema  Aquífero Guarani• Abastecimento p...
• A maioria dos poços tubulares profundos  perfurados encontra-se próximo à área de  afloramento, onde o SAG apresenta-se ...
LOCALIZAÇÃO• coordenadas 17°30’ e 24° N e 51° e 56º E• A porção leste do Estado de Mato Grosso  do Sul insere-se no arcabo...
FLUXO• No Estado de Mato Grosso do Sul nota-se  que o sentido do fluxo a partir das áreas  de recarga é radial, em direção...
RECARGA• São distinguidas três zonas principais de  recarga:  – A primeira encontra-se ao norte da área    estudada, no Es...
RECARGA• São distinguidas três zonas principais de  recarga:  – A segunda área de recarga do aquífero está    localizada n...
RECARGA• São distinguidas três zonas principais de  recarga:  – A terceira área de recarga está relacionada    ao Chapadão...
CONSUMO DE ÁGUA NO MS• Plano de Recursos Hídricos:• A população de Mato Grosso do Sul  consome cerca de 87 milhões de metr...
DEMANDA PER CAPITA NO MS• Abastecimento urbano:  – 219,9 litros / dia / hab com perdas  – 131,9 litros sem perdas.• O cons...
CONSUMO DE ÁGUA NO MUNDO       Fonte: OMS e PERH/MS
CONSUMO DE ÁGUA NA PECUÁRIA•Bovinos de leite: 62 litros / dia / cabeça•Bovino de corte: 55 litros / dia / cabeça•Suínos: 2...
TRANSPORTE HIDROVIÁRIO• Brasil: total de 8.500 km de hidrovias  – Hidrovia do Madeira (Corredor Oeste-Norte)  – Hidrovia d...
HIDROVIA PARAGUAI-PARANÁ• É um dos mais extensos e importantes  eixos continentais de integração política,  social e econô...
DISTRIBUIÇÃO DA HIDROVIALocalização            Extensão (km)Brasil                 890Mato Grosso            485Mato Gross...
PRINCIPAIS TERMINAIS PORTUÁRIOS:  HIDROVIA DO PARAGUAI NO MS• Porto Corumbá: margem direita do rio Paraguai - km  1.528,8•...
MERCADORIAS TRANSPORTADAS  NA HIDROVIA DO PARAGUAI•Soja•Manganês•Ferro•SilícioFonte: AHIPAR
HIDROVIA DO RIO PARANÁ• Extensão navegável 1.020 km:   – desde a Usina Hidrelétrica (UHE) de Itaipu, no Município de Foz  ...
IMPORTÂNCIA DA HIDROVIA PARANÁ• Região de 76 milhões de hectares (SP,  PR, MS, GO, MG)• Geração de quase a metade do PIB  ...
CARACTERÍSTICAS DA         HIDROVIA PARANÁ• Extensão da Hidrovia: 1.020,00 km• Extensão do canal em corrente livre: 245,00...
MERCADORIAS TRANSPORTADAS    NA HIDROVIA PARANÁ• Farelo de Soja• Soja• Areia
REFERÊNCIA• IBGE• História e Geografia do Mato Grosso do  Sul – Gressler, Vasconcelos, Souza• Potencialidades sul-mato-gro...
Prof. Marco Aurélio Gondim   www.marcoaurelio.tk
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net

21.297 visualizações

Publicada em

Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.297
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.866
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
71
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geografia do Mato Grosso do Sul - Hidrografia. Blog do Prof. Marco Aurélio Gondim. www.gondim.net

  1. 1. MATO GROSSO DO SUL HIDROGRAFIAProf. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net
  2. 2. BACIAS HIDROGRÁFICAS• O Brasil possui 12 Regiões Hidrográficas, sendo que duas configuram-se em Mato Grosso do Sul. A bacia do rio Paraguai, a oeste, e a bacia do rio Paraná, a leste.
  3. 3. Região Hidrográfica Paraná• Área: 169,5 mil Km² (47,46% do território estadual).• Destaque para os rios Aporé, Sucuriú, Verde, Pardo, Ivinhema, Amambai e Iguatemi, à margem direita do rio Paraná.• Região mais rica do MS.
  4. 4. Região Hidrográfica Paraná• Banha SP, PR, MS, MG, GO, SC, DF• O rio Paraná nasce da união do rio Paranaíba com o rio Grande• Destaque para os rios Aporé, Sucuriú, Verde, Pardo, Ivinhema, Amambai e Iguatemi, à margem direita do rio Paraná.• Região mais rica do MS.• Maior aproveitamento hidrelétrico: Itaipu, Porto Primavera e Urubupungá (Ilha Solteira e Jupiá)
  5. 5. Região Hidrográfica Paraguai• Nascente: serra do Aporé (MT).• Maior parte da bacia: ARG, BOL, PAR• Rio Paraguai: rio de planície• Navegabilidade• Pouco aproveitamento hidrelétrico• Hidrovia: minério de manganês de Urucum• Portos: Corumbá, Ladário, Porto Esperança, Porto Murtinho
  6. 6. Região Hidrográfica Paraguai• Área: 187,6 mil km² (52,54% do MS)• Os rios mais importantes são o Taquari, Miranda, Negro e Apa (margem esquerda do rio Paraguai).• Pantanal: uma das maiores planícies alagáveis do mundo.• Os rios inundam a planície, formando extensos lagos (baías) e uma grande quantidade de cursos d’água (corixos).• Causas da inundação: pouca declividade e os solos planossolo e podzólico hidromórfico com pouca drenagem (argila).
  7. 7. ÁGUAS SUBTERRÂNEAS• Mato Grosso do Sul possui oito unidades aquíferas: – Aquífero Cenozóico – Bauru – Serra Geral – Guarani – Aquidauana-Ponta Grossa – Furnas – Pré-cambriano Calcários – Pré-cambriano
  8. 8. DESTAQUE• Destaque para o Aquífero Guarani, que apesar da pequena área de afloramento é a principal reserva subterrânea de água doce da América do Sul e um dos maiores sistemas aquíferos do mundo.
  9. 9. ÁREA DO SAG• Área aproximada: 1.194.000 km2 – 840.000 km2: Brasil – 225.000 km2: Argentina – 72.000 km2: Paraguai – 58.000 km2: Uruguai• Encontra-se em quase toda sua extensão sobreposto por rochas basálticas pertencentes à formação Serra Geral, cuja espessura pode chegar a 1000 metros
  10. 10. ÁREA DO AQUÍFERO• Maior área no território brasileiro: 840 mil Km² (2/3 da área total)• Ocorrência: GO, MS, MG, SP, PR, SC, RS• No MS, ocupa toda porção centro-leste com área de aproximadamente 213.200 km2
  11. 11. ÁREA• No MS, o SAG (213.200 km2) é composto pelas formações Pirambóia e Botucatu.• Áreas de afloramento: 36.000 km2• O restante da região encontra-se sobreposto pelos basaltos.
  12. 12. AFLORAMENTO• Área de afloramento no MS: faixa central do Estado com cerca de 100 km de largura no norte do Estado e estreitando- se em direção ao sul, chegando a desaparecer próximo ao Município de Bela Vista, sendo recobertas pelos sedimentos das coberturas terciárias na região de São Gabriel do Oeste.
  13. 13. • A leste do Município de Chapadão do Sul, na divisa com o Estado de Goiás, ocorre uma estreita faixa de afloramentos com cerca de 50 km de comprimento.
  14. 14. AQUÍFERO GUARANI• O Sistema Aquífero Guarani (SAG) está inserido no contexto geológico da Bacia Sedimentar do Paraná, estendendo-se pelos territórios brasileiro, argentino, paraguaio e uruguaio, representando um exemplo típico de aquífero transfronteiriço.
  15. 15. FORNECIMENTO• Atualmente, o Sistema Aquífero Guarani representa um importante manancial de fornecimento de água potável para o Estado de Mato Grosso do Sul, respondendo por 25% do abastecimento de água da população
  16. 16. FORNECIMENTO• Vários municípios do Estado possuem sistemas de abastecimento de água sustentados total ou parcialmente pelo SAG, destacando-se Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Cassilândia, Inocência, Camapuã.
  17. 17. UTILIZAÇÃO NO MS• Aproximadamente 100 poços tubulares profundos captam água do Sistema Aquífero Guarani• Abastecimento público, rural e industrial• Responsáveis pelo fornecimento de aproximadamente 47 milhões de m3/ano
  18. 18. • A maioria dos poços tubulares profundos perfurados encontra-se próximo à área de afloramento, onde o SAG apresenta-se livre ou a cobertura basáltica é pequena.
  19. 19. LOCALIZAÇÃO• coordenadas 17°30’ e 24° N e 51° e 56º E• A porção leste do Estado de Mato Grosso do Sul insere-se no arcabouço geológico da Bacia Sedimentar do Paraná
  20. 20. FLUXO• No Estado de Mato Grosso do Sul nota-se que o sentido do fluxo a partir das áreas de recarga é radial, em direção ao centro da Bacia do Paraná, onde o aquífero encontra-se em condições de confinamento.
  21. 21. RECARGA• São distinguidas três zonas principais de recarga: – A primeira encontra-se ao norte da área estudada, no Estado de Goiás, com fluxo direcionado para sul do Estado e também para oeste em direção à região de afloramentos das formações constituintes do SAG, alimentando os rios Coxim e Taquari, formadores do Pantanal Matogrossense.
  22. 22. RECARGA• São distinguidas três zonas principais de recarga: – A segunda área de recarga do aquífero está localizada na região sul do Estado, próxima aos municípios de Ponta Porã e Amambaí, e ao sul do município de Dourados, com fluxo das águas subterrâneas direcionada para leste e nordeste em direção ao Estado do Paraná, e à confluência dos rios Paraná e Paranapanema, e uma segunda direção do fluxo para oeste, também no sentido das zonas de afloramento das formações Botucatu e Pirambóia.
  23. 23. RECARGA• São distinguidas três zonas principais de recarga: – A terceira área de recarga está relacionada ao Chapadão de São Gabriel D’Oeste, uma área topograficamente mais elevada, localizada na porção central do Estado, com fluxo radial em direção às zonas de afloramento localizadas a norte e sul, e em direção leste para a calha do Rio Paraná.
  24. 24. CONSUMO DE ÁGUA NO MS• Plano de Recursos Hídricos:• A população de Mato Grosso do Sul consome cerca de 87 milhões de metros cúbicos de água por ano. – 81%: Região Hidrográfica do Paraná – 19%: Região Hidrográfica do Paraguai
  25. 25. DEMANDA PER CAPITA NO MS• Abastecimento urbano: – 219,9 litros / dia / hab com perdas – 131,9 litros sem perdas.• O consumo humano é o segundo maior uso de recurso hídrico do MS.• Em segundo lugar, está a pecuária, com a dessedentação de animais.
  26. 26. CONSUMO DE ÁGUA NO MUNDO Fonte: OMS e PERH/MS
  27. 27. CONSUMO DE ÁGUA NA PECUÁRIA•Bovinos de leite: 62 litros / dia / cabeça•Bovino de corte: 55 litros / dia / cabeça•Suínos: 27 litros / dia / cabeça•Caprinos: 10 litros / dia / cabeça•Aves consomem 0,32 litros / dia / cabeçaFonte: Emprapa e Operador Nacional do Sistema Elétrico
  28. 28. TRANSPORTE HIDROVIÁRIO• Brasil: total de 8.500 km de hidrovias – Hidrovia do Madeira (Corredor Oeste-Norte) – Hidrovia do Guamá-Capim (Corredor Araguaia-Tocantins) – Hidrovia do São Francisco (Corredor São Francisco) – Hidrovia do Rio Paraná (Corredores Transmetropolitano do Mercosul e do Sudoeste) – Hidrovia do Paraguai (Corredor Sudoeste)
  29. 29. HIDROVIA PARAGUAI-PARANÁ• É um dos mais extensos e importantes eixos continentais de integração política, social e econômica.• Ela corta metade da América do Sul, vai desde a cidade de Cáceres, no estado de Mato Grosso, até Nova Palmira, no Uruguai.• São 3.442 km, sendo 2.202 km até a divisa com o Paraguai e Argentina, e servem a cinco países: Brasil, Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai.
  30. 30. DISTRIBUIÇÃO DA HIDROVIALocalização Extensão (km)Brasil 890Mato Grosso 485Mato Grosso do Sul 787Brasil / Bolívia 48Brasil / Paraguai 332Paraguai 557Paraguai / Argentina 375Argentina 1.240 Fonte: Fórum da Integração Mercosul
  31. 31. PRINCIPAIS TERMINAIS PORTUÁRIOS: HIDROVIA DO PARAGUAI NO MS• Porto Corumbá: margem direita do rio Paraguai - km 1.528,8• Porto do Cimento Itaú Portland S/A: margem direita do rio Paraguai - km 1.517 , no município de Corumbá.• Porto Sobramil: margem direita do rio Paraguai - km 1.516.• Porto de Ladário: margem direita do rio Paraguai - km 1.514,5 na cidade do mesmo nome.• Porto Granel Química: Rio Paraguai - km 2.763, Ladário (MS).• Porto Gregório Curvo: margem esquerda do rio Paraguai, no distrito de Porto Esperança.• Porto Murtinho: Localização à margem esquerda do rio Paraguai, km 996. Sua área de Influência compreende toda região oeste e sudoeste de Mato Grosso do Sul.
  32. 32. MERCADORIAS TRANSPORTADAS NA HIDROVIA DO PARAGUAI•Soja•Manganês•Ferro•SilícioFonte: AHIPAR
  33. 33. HIDROVIA DO RIO PARANÁ• Extensão navegável 1.020 km: – desde a Usina Hidrelétrica (UHE) de Itaipu, no Município de Foz do Iguaçu (PR) até seus extremos, na barragem da UHE de São Simão (Rio Paranaíba), Município de São Simão (GO) e da UHE de Água Vermelha, situada no Rio Grande, Município de Iturama (MG).• No sentido de jusante para montante, a Hidrovia do Rio Paraná tem seu início na barragem da UHE de Itaipu que não dispõe de eclusa, até encontrar a foz do Rio Tietê. Neste ponto, para possibilitar o contorno da barragem da UHE de Ilha Solteira, que não dispõe de eclusa, a hidrovia segue pelo Rio Tietê em direção do Canal de Pereira Barreto, no Rio São José dos Dourados por onde retorna ao Rio Paraná, chegando aos Rios Grande e Paranaíba, ambos formadores do Rio Paraná, onde se localizam as UHE´s de São Simão e Água Vermelha, respectivamente.
  34. 34. IMPORTÂNCIA DA HIDROVIA PARANÁ• Região de 76 milhões de hectares (SP, PR, MS, GO, MG)• Geração de quase a metade do PIB brasileiro• Integração às ferrovias, rodovias e dutovias regionais e federais, formando um sistema multimodal de escoamento da produção agrícola local para exportação.• Mercosul: área de influência do rio Paraná• Importância social e turística.
  35. 35. CARACTERÍSTICAS DA HIDROVIA PARANÁ• Extensão da Hidrovia: 1.020,00 km• Extensão do canal em corrente livre: 245,00 km• Extensão do canal em reservatórios: 785,00 km• Largura do canal de navegação: 45,20 a 300 m
  36. 36. MERCADORIAS TRANSPORTADAS NA HIDROVIA PARANÁ• Farelo de Soja• Soja• Areia
  37. 37. REFERÊNCIA• IBGE• História e Geografia do Mato Grosso do Sul – Gressler, Vasconcelos, Souza• Potencialidades sul-mato-grossenses. Valter Mangini Barros
  38. 38. Prof. Marco Aurélio Gondim www.marcoaurelio.tk

×