Boletim pfd email

857 visualizações

Publicada em

Boletim das Bibliotecas Escolares Marquês de Marialva anexo ao jornal Novidades do Marquês. Dezembro de 2014

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
857
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
536
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim pfd email

  1. 1. Boletim das Bibliotecas Escolares É na doçura das melodias da quadra de Natal e no encanto do som dos sinos, que nos povoados se eleva e vibra, que vamos transformando os dias cinzentos e frios de inverno em dias de calor humano. Espalham-se sorrisos de paz, de harmonia e de plenitude em esfusiante e contínua alegria interior. É assim que nas nossas BE se vive este momento: em harmonia constante com a palavra, seja na audição das contínuas leituras, seja no agrado que elas proporcionam, seja na atitude de quem escolhe o livro, seja em outras atividades motivadoras de valores ou de emoções, seja na persistente teimosia em elaborar projetos e candidatá-los ao que é oferecido, sempre em nome do livro e da leitura. Com efeito, queremos que as BE do nosso Agrupamento sejam a causa dos desejos e o meio para os realizar. Por isso continuamos a partilhar experiências, a concorrer, a correr de um lado para o outro e a fazer de cada gesto ou de cada atividade uma página em branco, esperando mais tarde nela poder escrever simplesmente: valeu a pena! E, com efeito, têm valido a pena as iniciativas, mesmo que espontâneas, ligadas à promoção da leitura. Segundo Carlos Drummond de Andrade, “a leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça a quase totalidade não sente esta sede”. Estamos inteiramente de acordo com Drummond deAndrade quanto ao prazer que a leitura nos oferece, mas pensamos que “a quase totalidade” a ignorar esse gozo, esse deleite, será certamente um exagero. E dizemos isto porque constatamos que os índices de leitura têm subido e o gosto pelo ato de ler começa também a manifestar-se, sobretudo nos mais pequeninos. Essa fruição é já significativamente notória em alguns grupos, diremos mesmo: um dado adquirido. No entanto, não podemos abrandar a peleja na provocação da sede da leitura, porque acreditamos que o leitor se conquista na confiança plena de aproximação ao livro. Boas Festas e boas leituras!
  2. 2. 2 Bibliotecas Escolares No final do ano letivo anterior, foi apresentado à comunidade, na Expofacic, o logótipo das nossas bibliotecas. Gostámos tanto que vamos aqui explicar a sua criação pelas mãos do professor José Plácido. Há já uns anitos, por volta dos finais dos anos 90, foi pedido ao professor Plácido que coordenasse o processo para a criação de um logótipo para a escola (na altura ainda não havia Agrupamento). A resposta foi excelente e a proposta apresentada integrava 5 quadrados a formarem um C, acompanhados pelo nome da escola. Os cinco quadrados simbolizavam os cinco anos de escolaridade que a escola albergava (do 5.º ao 9.º ano) que, num crescendo, relativo ao avançar dos anos de escolaridade, formavam o C que simbolizava Cantanhede. As cores escolhidas foram as que representam o nosso concelho: o amarelo e o violeta. Já visitaram os nossos blogues este ano? Estão diferentes! http://be23cantanhede.blogspot.pt/ http://aemmrecursosdigitais.blogspot.pt/ A partir deste ano letivo, o Agrupamento de Escolas Marquês de MarialvapertenceàrededeleituraALer+.Acandidaturafoiapresentada para o biénio 2014|2016 pela equipa das Bibliotecas Escolares em parceria com a Rádio ONDAMM e, em linhas gerais, consiste na produção de gravações em podcasts (áudio) de excertos de obras para serem divulgadas online. Durante estes dois anos iremos contar com a participação dos alunos dos quatro níveis de ensino, do pré-escolar ao 3.º ciclo, dos educadores e professores das várias áreas curriculares e níveis de ensino, dos assistentes operacionais e técnicos, dos pais/encarregados de educação ou outros familiares e ainda de membros da comunidade local, com ou sem visibilidade pública. Porque a leitura é transversal a todo o conhecimento, pretendemos aliar a competência da leitura à da literacia da informação e dos média, indo também ao encontro de um projeto concelhio de promoção das literacias. Assim, para além da promoção da leitura, através da divulgação, em podcast de livros de diferentes tipologias, da criação e consolidação de hábitos de leitura, pretendemos ainda que os alunos melhorem as suas competências no âmbito da ética da informação, pelo que, Contacto: be23cantanhede@gmail.com Visita-nos http://be23cantanhede.blogspot.com http://eb23cantanhede-m.ccems.pt http://aemmrecursosdigitais.blogspot.pt http://literaciascantanhede.blogspot.pt https://sitesgoogle.com/sitesbefinisterracantanhede2/home Os nossos logótipos! concomitantemente, fomentaremos o respeito pelos direitos de autor e a utilização de tecnologias digitais promotoras da leitura. Ao escutarem os seus conhecidos (amigo, pai, avó, político local, professor, treinador, músico,…) e ao poderem escutar-se a si próprios, os alunos terão certamente uma outra perspetiva e entusiamo face à leitura. Contamos com a colaboração de todos e, se tudo correr como o previsto, estaremos no AR a partir do 2.º período deste ano! Mais tarde, aquando da passagem a Agrupamento, o logótipo foi adaptado retirando-se um dos quadrados que agora passaram a representar os 4 ciclos de ensino: pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º CEB e, claro, alterando-se o nome do estabelecimento de ensino. E foi assim que, mais uma vez, o professor Plácido correspondeu ao nosso pedido adaptando o logótipo do Agrupamento às nossas bibliotecas, transformando dois dos quadrados em livros. E já que o professor faz parte da equipa das BE, este ano também foi incumbido de criar o logótipo do projeto “Leituras no AR”. Nós gostámos e vós, também gostais? Vejam no artigo abaixo.
  3. 3. Esta é uma atividade que está a decorrer nas escolas do 1.ºCEB de Ançã e Cantanhede Sul. Uma vez por semana, durante a hora de almoço, a biblioteca abre exclusivamente para dar lugar à leitura em voz alta. Os nossos amores e “amoras”, depois de treinarem em silêncio a leitura de um texto à sua escolha, podem propor-se a lê-lo em voz alta. Se a leitura for correta, o aluno recebe um carimbo num cartão. Quando o cartão estiver preenchido, uma lembrança assinalará este feito! Pensamos que esta pode ser uma forma de fomentar o gosto pela leitura e aumentar o conhecimento das obras existentes nas respetivas bibliotecas, ao mesmo tempo que se desenvolvem as competências de leitura. Esperamos para ver… e ouvir! Bibliotecas Escolares 3 Já reparaste que este ano a BE está a apostar na criação de um ambiente calmo no seu espaço? Embora hoje as bibliotecas não sejam lugares sagrados do silêncio, é muitoimportantequeosutilizadoressaibam respeitarumambientepropícioaoestudoeà concentração. Há muitos espaços ao ar livre naescola,ondepodemosfalaràvontadesem incomodarquemtrabalha.Aproveitemo-los! E já agora, sussurrem na BE! A ler+ O projeto do nosso Agrupamento, “Leituras no AR”, integra desde o dia 7 de novembro a rede do Plano Nacional de Leitura “A LER+”. Foi com muita alegria queaequipadaBErecebeunoreferidodia 7,naTorredoTombo,odiplomaqueatesta estenovodesafioparaoAgrupamento.Na sessãoestiverampresentesossecretários de Estado do Ensino Básico e da Cultura, os coordenadores da Rede de Bibliotecas EscolaresedoPlanoNacionaldeLeiturae, no encerramento e entrega dos diplomas, o Ministro da Educação e Ciência. Esta rede passou a integrar cerca de 100 escolas/agrupamento do país das quais 52 entraram este ano letivo. A sessão de trabalhos contou com a apresentação de alguns dos projetos que estão a ser desenvolvidos de norte a sul do país, demonstrando que esta é uma aposta importante para o desenvolvimento da Educação. Eu sussurro, tu sussurras,… nós sussurramos! A leitura é muito importante, pois quando lemos não estamos só a ler, estamos a desenvolver a nossa capacidade de escrever, de memorizar, de adquirir conhecimento… e muito mais. Oslivrosabremportasparanovos mundos. Ler faz-me sonhar! Para mim, o livro também é uma companhia, um amigo e, quando estou triste, um refúgio. Gosto de ler tudo, simplesmente ler… Há dias em que me apetece ler um romance, noutros contos simples ou comédias; não gosto de Ler mais e melhor com a BE! ler sempre o mesmo tipo de livros, gosto e costumo variar. Outro dia a minha mãe mostrou-me uns poemas de Fernando Pessoa e eu adorei! A forma como ele escreve fascina-me. Não posso acabar sem apelar à leitura. Lertambémjámudouaminhaopiniãosobre determinados assuntos, porque aprendi a olhar o livro como uma necessidade e não como uma obrigação. Quando tiverem um bocadinho, leiam e vão ver que não se arrependem! A leitura e a escrita são desafios que devem ser postos em prática pela escola e quanto mais cedo melhor. O aluno deve apropriar-se da competênciadaleituraedaescritacomoumaferramentafundamental para o seu crescimento cognitivo e pessoal. E o que eles pensam? Eva Oliveira, 7.º B
  4. 4. No dia 14 de novembro de 2014, os alunos da nossa turma do 3.º ano e os alunos do 4.º ano da EB1 de Cadima foram convidados, pela Biblioteca Municipal de Cantanhede, para uma atividade com a autora Isabel Minhós Martins. A sessão iniciou-se com a apresentação da sua vida e dos seus livros já escritos. Também nos falou do Planeta Tangerina que é a Editora dos seus livros. Há livros que não têm texto, apenas imagens e com a nossa imaginação podemos inventar histórias muito engraçadas. Aolongodasessão, fizemosperguntasà autorasobreasuainspiraçãoparaaescrita doslivrosetítulos,comoerafeitoumlivro, como eram escolhidas as imagens e outras perguntas que nos ajudaram a perceber como é trabalhoso fazer um livro. No final, alguns meninos compraram livros que foram autografados pela autora. Todos os meninos da nossa turma adoraram este encontro. Encontro com uma escritora incrível No mês de outubro comemorou-se o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares. No nosso agrupamento, realizaram-se várias atividades para que conseguíssemos partilhar a comemoração deste mês com um grande número de alunos. Assim, este ano, os “Contos da BE” para o 1.ºCEB começaram mais cedo, precisamente no NOSSO mês. A escolha recaiu na obra de William Wondriska “Os animais estavam zangados”, editada pela Orfeu Negro. Os adereços que nos ajudaram a tornar a história mais interativa foram elaborados pela turma do 3.º ano do professor Francisco da Cantanhede Sul, com a orientação da professora Graça Serra, no ano letivo de 2013/14, no âmbito da participação no concurso “Conta-nos uma história”. Com esta história visitámos as 12 escolas do nosso Agrupamento e os meninos e meninas prometeram dizer mais vezes “Gosto de ti”! Outubro, mês das BE Na escola sede, os alunos tiveram a oportunidade de visitar a exposição “Era uma vez o livro” e, no dia 27 de outubro, quem quis escreveu em diferentes materiais no âmbito da atividade “Ateliê de Escrita”. Escrever à máquina, escrever com uma pena, desenhar letras capitulares foram, entre outras, as atividades mais apreciadas. Ainda ao longo de outubro, todos os alunos do 5.º ao 9.º ano passaram na BE para assistir à formação “Conhecer a BE”. Foi um mês em cheio! Alunos do 3.º ano da turma CAD 23 (EB1 Cadima)

×