Gerenciamento de Projetos

1.514 visualizações

Publicada em

Assimilar os conceitos fundamentais aplicados em Gerenciamento de Projetos;
Compreender seus objetivos e sua complexidade;
Perceber as principais dificuldades enfrentadas pela Equipe de Projeto e das Organizações para o sucesso de um Projeto

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.514
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
246
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Para definir o Sponsor: Grana envolvida;
  • Gerenciamento de Projetos

    1. 1. Gerência de Projeto S
    2. 2. Objetivo de Aprendizado  Assimilar os conceitos fundamentais aplicados em Gerenciamento de Projetos;  Compreender seus objetivos e sua complexidade;  Perceber as principais dificuldades enfrentadas pela Equipe de Projeto e das Organizações para o sucesso de um Projeto.
    3. 3. Tópicos  Conceito de Projeto  O que é um Programa?  Atividade em sala de aula  O que é Gerenciamento de Projeto?  Áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos  Características do Gerente de Projeto  Fases e Ciclo de Vida de Um Projeto  Influências Organizacionais
    4. 4. O que é um Projeto? S
    5. 5. O que é um Projeto? “Um projeto é um complexo e não rotineiro esforço único limitado por tempo, orçamento, recursos e especificações designadas para atender as expectativas de clientes.” Project Management – The Managerial Process, 2000 – Clifford F. Gray & Erick W. Larson
    6. 6. O que é um Projeto? “Qualquer série de atividades e tarefas que:  Tem um objetivo específico a ser completado dentro de certas especificações;  Tem data de início e fim;  Tem limitações de orçamento;  Consomem recursos.” Project Management – A Systems Approach to Planning, Scheduling and Controlling, 1995 – Harold Kerzner.
    7. 7. O que é um Projeto? “Processo único, consistindo de um grupo de atividades coordenadas e controladas com datas para início e término, empreendido para alcance de um objetivo conforme requisitos específicos, incluindo limitações de tempo, custo e recursos.” NBR 10006
    8. 8. O que é um Projeto? “Um empreendimento temporário, planejado, executado e controlado, com objetivo de criar um produto ou serviço único.” PMBOK, 2000 - PMI
    9. 9. O que é um Projeto? “Um esforço temporário empreendido para criar um produto ou serviço ou resultado exclusivo.” PMBOK, 2004 - PMI
    10. 10. Características do Projeto Temporário Projetos são empreendimentos temporários no sentido em que necessariamente devem possuir um início e um fim bem definidos. Podem ser horas, semanas, meses ou anos. Mas os limites de tempo devem estar definidos.
    11. 11. Características do Projeto Exclusivos Projetos criam entregas exclusivas. A presença de elementos repetitivos não muda a unicidade fundamental do esforço global.
    12. 12. Características do Projeto Elaboração Progressiva A determinação das características do produto ou serviço do projeto vão sendo determinadas pouco a pouco. Progressivamente. Significa desenvolver em etapas. Ex.O produto de um projeto de desenvolvimento econômico pode inicialmente ser definido como: Melhorar a qualidade de vida da população da comunidade XXXX. Posteriormente, passa a “providenciar acesso a água potável para até 500 habitantes da comunidade XXX que recebem menos de yyy R$”.
    13. 13. Características do Projeto Projeto x Trabalho Operacional Os trabalhos desenvolvidos dentro de uma organização, em sua maioria:  são executados por pessoas;  têm sua execução restringida pela limitação de recursos;  são planejados, executados e controlados. O que então difere Projetos das operações normais de uma organização ?
    14. 14. O que é um Programa? Um programa é um grupo de projetos gerenciados de forma coordenada, visando obter benefícios difíceis de serem alcançados quando gerenciados isoladamente. Podem envolver uma série de empreendimentos cíclicos ou repetitivos.
    15. 15. O que é Gerenciamento de Projeto? S
    16. 16. Gerenciamento de Projeto Projetos normalmente requerem:  o estabelecimento de uma organização diferenciada da estrutura normal da empresa, liderada por um Gerente de Projeto;  alocação de recursos de infraestrutura, humanos e financeiros de forma dedicada ao projeto;  implantação de ferramentas de planejamento e controle para assegurar o cumprimento das metas de prazos, custos e qualidade.
    17. 17. Gerenciamento de Projeto (PMBOK) “Gerenciamento de Projetos consiste na aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do Projeto a fim de atender aos seus requisitos.”
    18. 18. Gerenciamento de Projeto O gerenciamento de projetos é realizado através da aplicação e da integração dos seguintes processos: Iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle, e encerramento,
    19. 19. Gerenciamento de Projeto A Gerência de Projeto inclui:  Identificação das necessidades;  Estabelecimento de objetivos claros e alcançáveis;  Balanceamento das demandas conflitantes de qualidade, escopo, tempo e custo.  Adaptação das especificações, dos planos e da abordagem às diferentes preocupações e expectativas das diversas partes interessadas.
    20. 20. Gerenciamento de Projeto Mas,... O que são e quais são as expectativas que os stakeholders possuem em relação ao Projeto?
    21. 21. O que são Stakeholders? Stakeholders são indivíduos, grupos de indivíduos ou organizações que podem influenciar de maneira positiva ou negativa o projeto.
    22. 22. Principais Stakeholders O Cliente A Empresa Executora O Gerente do Projeto O Sponsor
    23. 23. GovernoGoverno AcionistasAcionistas Empregados Empregados FornecedoresFornecedores ComunidadesComunidades ClientesClientes Emprego, Remuneração, Crescimento Relações comerciais, Lucros Interesses Prazo, Custo e Qualidade Impostos, Investimentos, Políticas Lucro, Aumento de Patrimônio Zelo com Meio Ambiente Stakeholders de um Projeto
    24. 24. Objetivos do Gerenciamento de Projeto O Gerente do Projeto deverá organizar e administrar processos de planejamento, execução e controle das atividades do Projeto que possibilitem, considerando todas as incertezas inerentes, levar o Projeto à sua conclusão com sucesso.
    25. 25. Objetivos do Gerenciamento deObjetivos do Gerenciamento de ProjetoProjeto “Na nossa empresa, um Gerente de Projeto deverá ser capaz não só de gerenciar os aspectos de engenharia, aquisição e construção, como também de gerenciar aspectos relativos a finanças, engenharia de custos, programação, questões ambientais, requisitos das agências reguladoras, estimativas de custos e inflação, problemas sindicais, relações públicas e com o cliente e aspectos de legislação. Estes atributos se referem apenas aos aspectos domésticos. No caso de projetos internacionais, outras considerações trazem dificuldades adicionais.” Definição das responsabilidades de um Project Manager na Fluor Corporation:
    26. 26. Gerenciamento de ProjetoGerenciamento de Projeto Conceito de sucesso do Projeto conforme classicamente definido Projeto concluído:  dentro do prazo;  dentro dos custos;  no nível tecnológico e/ou de desempenho desejado;  tendo utilizado de forma eficaz os recursos alocados.
    27. 27. Gerenciamento de ProjetoGerenciamento de Projeto Conceito moderno de sucesso Projeto concluído:  dentro do período de tempo alocado;  dentro do custo orçado;  no nível adequado de desempenho ou especificação;  com aceitação dos resultados pelo cliente;  com alterações de escopo mínimas ou acordadas mutuamente;  sem alterar o desenvolvimento normal dos trabalhos da organização;  sem alterar a cultura corporativa.
    28. 28. Gerenciamento de ProjetoGerenciamento de Projeto Obstáculos ao sucesso de um Projeto:  complexidade do Projeto;  requisitos especiais do cliente;  dificuldades organizacionais;  riscos do Projeto;  mudanças tecnológicas;  dificuldade de estimar prazos e custos;  balancear demandas conflitantes (trade-off);  entre outros...!!!
    29. 29. Áreas de Conhecimento em Gerência de Projetos
    30. 30. O Trinômio Sagrado Tempo Qualidad e Custo
    31. 31. A Evolução do Trinômio Qualidade Escopo Tempo Custo
    32. 32. As 9 Áreas de Conhecimento INTEGRAÇÃO Qualidade Escopo Tempo Custo Suprimentos Comunicação Riscos Recursos Humanos
    33. 33. Principais Áreas do Gerenciamento de Projetos  Gerenciamento da integração do projeto  Gerenciamento de escopo do projeto  Gerenciamento de tempo do projeto  Gerenciamento de custos do projeto  Gerenciamento de qualidade do projeto  Gerenciamento de recursos uumanos do projeto  Gerenciamento das comunicações do projeto  Gerenciamento de riscos do projeto  Gerenciamento de aquisições do projeto
    34. 34. GerenciamentoGerenciamento de Projetode Projeto IntegraçãoIntegração EscopoEscopo TempoTempo CustoCusto QualidadeQualidade R.H.R.H. ComunicaçãoComunicação RiscoRisco AquisiçãoAquisição Desenvolvimento do termo de abertura, da declaração de escopo preliminar, Planejamento, definição e verificação do escopo, criação da EAP; Controle Mudanças Definição,seqüenciamento e estimativa de duração das atividades; desenvolvimento e controle do cronograma Planejamento de recursos; estimativa, orçamento e controle de custos Planejamento, garantia e controle da qualidade Planejamento organizacional, alocação de pessoas e desenvolvimento da equipe Planejamento da comu- nicação; distribuição de informação; relatório de desempenho; fecha-mento administrativo Plan da gestão de risco; identificação do risco; análise qualitativa e quantitativa de risco; plan resposta ao risco; controle e monitora-mento do risco Plan aquisição; Plan pedido; pedido; seleção fornecedor; Adm e encerramento contrato Fonte: PMBOK 2000, pag.14
    35. 35. Áreas de especialização  O Conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos;  Conhecimento das normas e regulamentos da área de aplicação;  Entendimento do ambiente do projeto;  Conhecimento e habilidades de gerenciamento geral;  Habilidades interpessoais.
    36. 36. Áreas de especialização
    37. 37. Ambiente do Projeto Os projetos têm impactos intencionais e não intencionais:  Ambiente cultural e social;  Ambiente internacional e político;  Ambiente físico
    38. 38. Interação do Projeto com oInteração do Projeto com o AmbienteAmbiente Ambiente “Tudo que está situado fora dos limites ou das fronteiras do sistema considerado” . O Projeto, como um sistema de maior ou menor complexidade, influencia e é influenciado pelo ambiente no qual se encontra inserido.
    39. 39. Elementos de influência do ambiente externo sobre o Projeto PROJETO Sociais Políticos Econômicos Tecnológicos Físicos Ecológicos Legais CLASSIFICAÇÃO PELA NATUREZA Influência Externas
    40. 40. Conhecimento e habilidades de gerenciamento geral O gerenciamento geral fornece a base para a criação das habilidades de gerenciamento de projetos e muitas vezes é essencial para o gerente de projetos. Principais áreas: Contabilidade, compras, vendas, marketing, contratos e legislação comercial, logística, práticas de saúde e segurança, tecnologia da informação, etc.
    41. 41. Características do Gerente de Projeto
    42. 42. Competências de um Gerente de ProjetoCompetências de um Gerente de Projeto O Gerenciamento de Projeto deve ser exercido: - em todas as áreas de competência do Projeto (escopo, prazos, custos, qualidade, comunicação, riscos, aquisições e recursos humanos); - durante todas as suas fases (desde a fase conceitual até o seu encerramento); - em todas as interfaces (internas e externas ao Projeto); - em todos os níveis (permeando toda a organização do Projeto).
    43. 43. Competências de um GerenteCompetências de um Gerente ConhecimentosConhecimentos técnicos etécnicos e administrativosadministrativos HabilidadesHabilidades gerenciais, degerenciais, de relacionamentorelacionamento e políticase políticas AtitudeAtitude Competências de um Gerente deCompetências de um Gerente de ProjetoProjeto
    44. 44. Passíveis de aprendizado na formação profissional ou experiência . Ligados ao campo do racional. Conhecimentos técnicos: domínio de conceitos, técnicas e metodologias; competência na área de especialização e áreas correlatas Conhecimentos administrativos: conhecimentos das práticas, políticas e valores e dos sistemas administrativo- financeiro e de RH da organização. Competências de um Gerente de ProjetoCompetências de um Gerente de Projeto ConhecimentosConhecimentos técnicos etécnicos e administrativosadministrativos
    45. 45. Relacionado diretamente aos aspectos de personalidade. Desenvolve-se no campo do emocional. Competência social para: ⇒liderar; ⇒se comunicar de forma eficaz; ⇒gerar confiança; ⇒facilidade de se relacionar e negociar; ⇒Ter influência na organização; ⇒inspirar uma visão compartilhada; ⇒promover e manter elevado nível de estímulo entre os membros da equipe; ⇒Gerenciar e negociar conflitos; ⇒Resolver problemas. Competências de um Gerente de ProjetoCompetências de um Gerente de Projeto HabilidadesHabilidades gerenciais, degerenciais, de relacionamentorelacionamento e políticase políticas
    46. 46. Baseados nos valores, sentimentos e crenças individuais. Características como: ⇒interesse por questões administrativas; ⇒disciplina de trabalho; ⇒ambição profissional; ⇒atenção para com o ambiente externo. Competências de um Gerente de ProjetoCompetências de um Gerente de Projeto AtitudeAtitude
    47. 47. Um bom Gerente de Projetos deve ser...  Pró-ativo  Tentar novas idéias  Perseverante;orientado a objetivos;  Comunicativo;  Motivador;  Organizado;  Saber priorizar;  Sensível a pessoas e situações;  Facilitador;  Treinador;  inovador  Bom ouvinte;  Planejador;  Decisivo;  Auto-confiante;  Persuasivo;  Entusiasta;  Enérgico;  Criativo;  Saber delegar;  Etc, etc, etc
    48. 48. Habilidades Fundamentais S Comunicação Liferança Tomada de Decisão Negociação Influência na Empresa
    49. 49. Fases e Ciclo de Vida de Um Projeto S
    50. 50. Ciclo de Vida de um Projeto  S Início Planejamento Execução Controle Fim Ciclo de Vidaiclo de Vida de um Projetode um Projeto
    51. 51. Projeto Empreendimento único Desenvolvido no futuro Incertezas Estruturação do Projeto em Fases para proporcionar melhores condições de controle gerencial. (PMBOK 2.1)(PMBOK 2.1) Ciclo de Vida de um Projeto
    52. 52. Ex: Ciclo de Vida de um Projeto Fase A Fase B Fase C Produtos da fase A (deliverables) Produtos da fase B (deliverables) Produtos do Projeto Ciclo de Vida: conjunto das fases em que um Projeto se encontra estruturado.
    53. 53. Ex: Ciclo de Vida de um Projeto Projeto Construção do Protótipo Testes Especificações, Desenhos de Fabricação Protótipo Produto aprovado para fabricação Exemplo: Desenvolvimento de um novo Equipamento
    54. 54. Revisão da Montagem e do Plano de Execução Execução de Plano de Troca Recomendações de modificação e melhorias no processo Montagem de Set-Up; plano de execução Documentação das atividades Processo com tempo de set-up reduzido Exemplo: Redução do Tempo de SETUP em uma laminação Ex: Ciclo de Vida de um Projeto
    55. 55. Ciclo de Vida de um Projeto O Ciclo de Vida do Projeto define o início e o término do Projeto. Para cada fase é desenvolvido o ciclo de: PlanejamentoPlanejamento ExecuçãoExecuçãoControleControle
    56. 56. PlanejamentoPlanejamento ExecuçãoExecuçãoControleControle Que atividades? Com que recursos? Em que prazos? Ciclo de Vida de um Projeto
    57. 57. Ciclo de Vida Genérico (1.5.4.5 ref. [2]) Fase Conceitual: estudo da viabilidade do projeto até a sua aprovação. Fase de Planejamento e Organização: o projeto é planejado no nível e abrangência necessários à execução e controle. Fase de Implementação: execução das atividades do projeto e controle da execução, sob a liderança do Gerente do Projeto. Fase de Encerramento: conclusão das atividades, com a aceitação dos resultados pelo cliente, lições aprendidas, avaliação do projeto e desmobilização dos meios e recursos. Ciclo de Vida de um Projeto
    58. 58. As fases se superpõem ao longo de praticamente toda a duração do Projeto. Planejamento Iniciação Execução Encerramento Intensidade Controle tempo Ciclo de Vida de um Projeto
    59. 59. I. Iniciação  Identificação das necessidades;  Equação e definição do problema;  Determinação dos objetivos, metas e escopo;  Análise do ambiente;  Análise das potencialidades e recursos disponíveis;  Estudo da viabilidade dos objetivos;  Estimativa dos recursos necessários;  Elaboração da proposta do projeto;  Apresentação da proposta;  Decisão (ou não) de execução.
    60. 60. II. Planejamento  Detalhamento das metas e objetivos;  Programação das atividades;  Determinação de pontos de controle;  Programação de recursos;  Estruturação formal;  Elaboração do plano de projeto.
    61. 61. III. Execução  Execução das etapas previstas;  Utilização dos recursos dentro do programado;  Consideração do plano de projeto como trilhas e não como lei;  Ativação da comunicação entre os membros do projeto.
    62. 62. IV. Finalização  Re-alocação dos recursos para outras atividades;  Elaboração da documentação do projeto baseado em lições aprendidas;  Transferência dos resultados finais;  Registro de acompanhamento
    63. 63. Conclusão de Fases  A conclusão de uma fase de projeto é geralmente marcada por uma revisão dos “entregáveis” principais e da performance do projeto em função de:  Determinar se o projeto deve continuar para a sua próxima fase;  Detectar e corrigir erros que estejam afetando a performance do projeto;  Revisões de fim de fase possuem a denominação de phase exits, stage gates, kill points.
    64. 64. Atividade em sala de aula (A1-4): Como evoluem ao longo do Ciclo de Vida do Projeto: o nível de alocação de recursos humanos e financeiros? a capacidade dos patrocinadores influenciarem no Projeto? os riscos e as incertezas relativas ao sucesso do projeto? Ciclo de Vida de um Projeto
    65. 65. Evolução típica do nível de alocação de recursos ao longo do Ciclo de Vida do Projeto (PMBOK - fig. 2-1) Fig.2-1 Exemplo de um Ciclo de Vida Genérico Nível de Custo e Recursos Fase Inicial Fases Intermediárias (uma ou mais) Fase Final Tempo Início Fim Ciclo de Vida de um Projeto
    66. 66. Influências Organizacionais SIM
    67. 67. Formas de Organização Formas de organização com maior focalização no Projeto: Organização funcional Organização matricial OrganizaçãoOrganização por projetospor projetos Estruturas Organizacionais do ProjetoEstruturas Organizacionais do Projeto
    68. 68. Tipos de Estruturas Organizacionais  Organização Funcional Tradicional  Organização Matricial (fraca, balanceada, forte)  Organização Projetizada.  Organização Composta.
    69. 69. Estrutura Funcional ou Hierárquica
    70. 70. Estrutura Funcional ou Hierárquica Vantagens:  Pessoas se reportam a apenas um gerente;  Desenvolvimento mais fácil de excelência técnica;  Objetivos e prioridades claras;  Sinergia mais fácil entre especialistas;  Fácil gerenciamento dos especiaslistas.
    71. 71. Estrutura Funcional ou Hierárquica Desvantagens:  Dificuldade de coordenação entre funções diferentes;  Conflito de interesses entre funções diferentes;  Ninguém responsável por projetos multifuncionais;  Adesão ao ponto de vista da função;  Subordinação dos objetivos da gerência aos objetivos técnicos da função.
    72. 72. Organização Funcional Problemas de integração entre departamentos funcionais Problemasdeintegraçãoentre níveishierárquicos “Ilhas Funcionais” Diretoria Superint. Depto. Div. Estruturas Organizacionais do ProjetoEstruturas Organizacionais do Projeto
    73. 73. Organização por Projetos Todos os recursos necessários ao Projeto são agrupados sob a chefia do respectivo Gerente do Projeto, à exceção de serviços administrativos e de apoio, que continuam a ser prestados pelos departamentos funcionais correspondentes. Características principais de funcionamento: - autoridade centralizada na figura do Gerente de Projeto; - especialistas se deslocam de seus departamentos funcionais e passam a responder ao Gerente do Projeto, instalados fisicamente juntos (collocated). Estruturas Organizacionais doEstruturas Organizacionais do ProjetoProjeto
    74. 74. Estrutura Projetizada
    75. 75. Estrutura Projetizada Especialidade A Especialidade B Especialidade C Gerência Superior Divisão de Marketing Divisão de Projetos Divisão Financeira Gerente de Projetos Gerente de Projetos Gerente de Projetos Project # 1 Projeto 2 Projeto 3 Projeto 4 Projeto 5
    76. 76. Estrutura Projetizada Vantagens:  Orientada a resultados;  Responsbilidades claras;  Comunicação efetuva;  Coordenação de tarefas multi-funcionais facilitada;  Identidade de projeto: motivação;  Alto poder de adaptabilidade.
    77. 77. Estrutura Projetizada Desvantagens:  Desenvolvimento de Know-how limitado;  Perda de memória corporativa;  Instabilidade de emprego;  Estrutura temporária;  Funções e trabalhos duplicados;  Perda de uniformidade.
    78. 78. Estrutura Matricial Vantagens:  Objetivos do projeto mais visíveis;  Melhora o controle de recursos do ponto de vista do Gerente do Projeto;  Maximiza utilização dos recursos escassos;  Melhora alocação de recursos ociosos;  Melhor coordenação do projeto.
    79. 79. Estrutura Matricial Desvantagens:  Mais de um gerente para cada profissional do projeto;  Problemas de alocação de recurso exigindo negociação;  Necessidade de procedimentos e processos dem definidos;  Gerentes funcionais podem ter prioridades diferentes;  Alto potencial de conflito.
    80. 80. Estrutura Matricial Fraca
    81. 81. Estrutura Matricial Balanceada
    82. 82. Estrutura Matricial Forte
    83. 83. Organização Composta
    84. 84. Níveis de Autoridade do Gerente de Projeto Autoridade Funcional Autoridade do Gerente de Projetos Estrutura Funcional Estrutura Projetizada Matriz ForteMatriz Balanceada Matriz Fraca
    85. 85. Influência da Estrutura Organizacional nos Projetos
    86. 86. Dúvidas??????? E agora... o que faço? E agora... o que faço?
    87. 87. fim Tô morto, mas consegui!! ! F I M Ufa... conseguiiiii!!

    ×