A revolução nos costumes e nos valores morais

0 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
0
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A revolução nos costumes e nos valores morais

  1. 1. A revolução nos costumes e nos valores morais O choque da guerra Os loucos anos 20
  2. 2. O CHOQUE DA GUERRA E ALTERAÇÃO DE MENTALIDADES• DESCRENÇA NOS VALORES MORAIS DA BURGUESIA DO TRABALHO, ESFORÇO INDIVIDUAL, DEVOÇÃO PELA FAMÍLIA E PELA PÁTRIA• PROCURA-SE GOZAR A VIDA, ESQUECER O HORROR DA GUERRA; NAS CIDADES O NÚMERO DE DIVÓRCIOS CRESCE, AS FAMÍLIAS DESAGREGAM-SE E OS SENTIMENTOS RELIGIOSOS ENFRAQUECEM• A FURIA DE VIVER TRADUZ SE NO GOSTO PELA VIDA NOCTURNA NOS CABARETS,CLUBES ONDE SE OUVE JAZZ, DANCA SE NOVOS RITMOS, FOXTROT CHARLESTON• GOSTO PELA MODA EXTRAVAGANTE• CULTO PELA VELOCIDADE PAIXAO PELAS CORRIDAS DE AUTOMOVEIS, TRAVESSIAS AEREAS• ANSIA DE DIVERTIMENTO E EVASAO LOUCOS ANOS 20
  3. 3. As mudancas sociais a emancipacao feminina• PAPEL IMPORTANTE DA MULHER NA GUERRA, SUBSTITUINDO O HOMEM EM MUITAS ACTIVIDADES PROFISSIONAIS• ADOPTAM NOVOS HABITOS DE VIDA, LUTAM PEL IGUALDADE DE DIREITOS,DIREITO DE VOTO • SAEM , DIVERTEM-SE, FUMAM, ENCURTAM OS CABELOS, USAM DECOTES, ENCURTAM AS SAIAS, PRATICAM DESPORTO
  4. 4. A moda feminina reflexo da nova mulher A silhueta dos anos 20 era tubular, com os vestidos mais curtos, leves e elegantes, geralmente em seda, deixando braços e costas à mostra, o que facilitava os movimentos frenéticos exigidos pelo Charleston - dança vigorosa, com movimentos para os lados a partir dos joelhos. As meias eram em tons de bege, sugerindo pernas nuas. O chapéu, até então acessório obrigatório, ficou restrito ao uso diurno. O modelo mais popular era o "cloche", enterrado até os olhos, que só podia ser usado com os cabelos curtíssimos, a "la garçonne", como era chamado. A mulher sensual era aquela sem curvas, seios e quadris pequenos. A atenção estava toda voltada aos tornozelos.• Livre dos espartilhos, usados até o final do século XIX a mulher começava a ter mais liberdade e já se permitia mostrar as pernas, o colo e usar maquilhagem. A boca era carmim, pintada para parecer um arco de cupido ou um coração; os olhos eram bem marcados, as sobrancelhas tiradas e delineadas a lápis; a pele era branca, o que acentuava os tons escuros da maquilhagem ,

×