NÃO SEJA “AQUELE CARA”
como planejamento e UX podem trabalhar juntos para transformar
a paquera com a marca em algo mais d...
Quem sou eu
Porque as marcas acabam sendo “aquele cara"
Trabalhando juntos



DO QUE VAMOS FALAR HOJE
ME APRESENTANDO

Sou o menos planner do Planner Summit :B
2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007
TESLA FBIZ WUNDERMAN ITHINK WUNDERMAN RAZORFISH
DIGITAS
FLAGCX
PUC-SP
QUE...
REDAÇÃO
2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007
UX UX
PROJETOS
UX
PLANNING
UX PLANNING
BI
UX
PLANNING
UX
PLANNING...
Daí fiquei na dúvida:
do que falar no Planner Summit?
Eu decidi não falar de UX
(ao menos não exatamente).
2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007
PUC-SP
COMUNICAÇÃO SEMIÓTICA
QUEM SOU EU
Video e
Startups
Video
Apps
em
s...
Houve muitas mudanças no último ano, e muitos acontecimentos
importantes (foi ano da Copa!),
mas nenhum case foi tão, tão ...
TINDER
Foi um dos usos mais continuados e mais reais que eu vi até agora.
Algumas marcas o usaram como plataforma.
Mas o maior re...
</3 HISTÓRIAS DE
ENCONTROS PÉSSIMOS </3
Normalmente, isso acontece
quando um dos lados
é muito, muito…. péssimo.
E eu tenho a sensação de
que estamos nos
tornando...
O que me parece óbvio:
Não existe bom encontro se for unilateral.
E não existe boa comunicação ou interação unilateral.
MAS E AGORA?

Mas como eu sei se eu estou sendo "aquele cara"?
Como é que eu sei se eu estou sendo alguém péssimo?
Aí ele falou, "ah, cê acha muito deprê comprar umas cervejas e ir lá pra minha
casa?" e eu, "Não, imagina, vamos pra sua c...
Frustração é um problema comum com marcas.
Deriva de uma promessa que é irreal ou de alguma
experiência muito mal projetad...
COM PRODUTOS
E COM EXPERIÊNCIAS
"Aí de repente esse cara, ele sentou na minha frente, e ficou um tempo olhando
pra mim, ficou secando-me e ele simplesment...
Esse é um caso clássico de “queimar a largada".
Muito antes de ter qualquer coisa certa,
você já pula para conclusão.
COM MANIFESTO DE MARCA
E COM PEDIDOS
(...) E em quinze minutos ele se tornou a pessoa mais insuportável do mundo, eu
fiquei tentando me matar com o canudinho d...
Repetir uma mensagem ou proposta pode ajudar na
retenção - mas pode ser fonte de irritação.
Afinal, deixa de ser uma quest...
QUEM É ESSE CARA?!
PQ FAS ISO? :(
A gente se encontrou num Starbucks perto da Paulista, da Avenida Paulista aqui
em São Paulo, e ela… E dois amigos dela apa...
Não ser inclusivo é um problema enorme para marcas.
Afinal, deixa de ser uma questão do que a marca pode oferecer,
e vira ...
FILAS, FILAS, FILAS
OBSOLESCÊNCIA ESQUECIDA
VOCÊ É “AQUELE CARA” QUANDO
Frustra
Você falha em
entregar o que
promete.
Queima largada
Você promete
demais, em
detriment...
DEU PRA ENTENDER :(
TRABALHANDO JUNTOS

O que importa é:
como podemos não ser "aquele cara"?
Boas novas: temos nossos skills!
Ainda há mais se juntarmos as forças de Planners e UXers.
Mas usá-los depende de auto-aná...
UMA PESQUISA RÁPIDA
Com três perguntas, tentei
mapear tudo o que
poderíamos entregar:
• Que skills e conhecimentos uma
pes...
R E P E R T Ó R I O
C U R I O S I D A D E
S E N S O C R Í T I C O
C O N S U M I D O R E S T R A T É G I A
P R O B L E M A ...
R / G A F C B B R A S I L
A MINHA EMPRESA :)
W + K G O O G L E F A C E B O O K N E T F L I X
GOOGLE IDEO APPLE
F A N T A S...
O QUE VOCÊ ACHA EXEMPLAR
DESPEDIDA DA KOMBI
C N A T R E I N A N D O
C O M I D O S O S
L E I A P A R A U M A C R I A N Ç A
...
Conclusão:
Fizemos a pré-escola da paquera no mesmo lugar,
mas divergimos a partir daí.
Planner é mais alguém que faz um big move,
UXer é um cara que deixa recadinhos pra você
esperando que um dia você o note.
Objeto de
comunicação
Objeto de
interação
EM RESUMO
PESQUISA
BRANDING
FRAMING
...
PESQUISA
DESIGN
TECNOLOGIA
...
BIG IDEA
...
Tudo o que criamos é um OBJETO.
Um objeto, assim como um encontro, é um ponto finito,
por mais complexo que seja, de um to...
A maior parte dos problemas aparece justamente quando
tendemos apenas para um lado -
ou com uma grande ideia, ou com um gr...
apresento
<3 O GUIA PLANNER/UX DE COMO
NÃO ESTRAGAR UM ENCONTRO <3
Brincadeira.
Mas há uma checklist que pode ser usada
para averiguar o trabalho.
Quanto você está tentando?
Sério?
Não seja um manifesto de marca
daqueles.
Não fale demais.
Essa é a regra número um de um...
CHECKLIST #2
Suas intenções são claras?
Procura só diversão, paquera,
relacionamento sério?
Suas intenções devem ser
clarí...
CHECKLIST #3
Você está fazendo
boas perguntas?
Fale de viagens, e não de filmes. :)
Fazer boas perguntas pode
beneficiar a t...
Como está seu
arsenal de paquera?
Para um dia, um livro de piadas.
Para outro, um passeio bucólico. E
para um terceiro, um...
Você já pensou se quer que isso dure?
É só por uma noite?
Embora já tenhamos falado de
intenções,
é importante falar clara...
CHECKLIST #6
Tá vendo essa barra?
Não force.
Posso aplicar esse checklist na minha vida
profissional, na minha vida pessoal?
Sim (e não, plmdds).
Definir em duas simples frases,
uma com o valor da oferta e
depois com o posicionamento
da mesma.
Value Proposition Sense-...
E compreenda:
É seu dever como pessoa de planejamento articular
corretamente boas mensagens e grandes ideias.
É seu dever ...
E É INACEITÁVEL
  
Desconexão
Não esqueçamos de
nos conectar com as
pessoas (antes de
consumidores
e usuários).
Olhar p...
Obrigado! /brunocanato brunocanato.com/brunocanato
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para transformar a paquera com a marca em algo mais duradouro - Bruno Canato

3.158 visualizações

Publicada em

Por Bruno Canato - Flagcx

Publicada em: Mídias sociais

Não seja "aquela cara": como planejamento e UX podem trabalhar juntos para transformar a paquera com a marca em algo mais duradouro - Bruno Canato

  1. 1. NÃO SEJA “AQUELE CARA” como planejamento e UX podem trabalhar juntos para transformar a paquera com a marca em algo mais duradouro Bruno Canato Maio de 2015
  2. 2. Quem sou eu Porque as marcas acabam sendo “aquele cara" Trabalhando juntos    DO QUE VAMOS FALAR HOJE
  3. 3. ME APRESENTANDO 
  4. 4. Sou o menos planner do Planner Summit :B
  5. 5. 2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007 TESLA FBIZ WUNDERMAN ITHINK WUNDERMAN RAZORFISH DIGITAS FLAGCX PUC-SP QUEM SOU EU
  6. 6. REDAÇÃO 2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007 UX UX PROJETOS UX PLANNING UX PLANNING BI UX PLANNING UX PLANNING PUC-SP COMUNICAÇÃO SEMIÓTICA QUEM SOU EU TESLA FBIZ WUNDERMAN ITHINK WUNDERMAN RAZORFISH DIGITAS FLAGCX
  7. 7. Daí fiquei na dúvida: do que falar no Planner Summit?
  8. 8. Eu decidi não falar de UX (ao menos não exatamente).
  9. 9. 2005 2006 2008 2009 2010 2011 2012 2013 20142007 PUC-SP COMUNICAÇÃO SEMIÓTICA QUEM SOU EU Video e Startups Video Apps em social Social media BlogsPaid Media HotsiteSite DSPs e DMPs REDAÇÃO UX UX PROJETOS UX PLANNING UX PLANNING BI UX PLANNING UX PLANNING TESLA FBIZ WUNDERMAN ITHINK WUNDERMAN RAZORFISH DIGITAS FLAGCX
  10. 10. Houve muitas mudanças no último ano, e muitos acontecimentos importantes (foi ano da Copa!), mas nenhum case foi tão, tão forte quanto este:
  11. 11. TINDER
  12. 12. Foi um dos usos mais continuados e mais reais que eu vi até agora. Algumas marcas o usaram como plataforma. Mas o maior residual que eu tenho visto do Tinder, e o que mais me agrada, é
  13. 13. </3 HISTÓRIAS DE ENCONTROS PÉSSIMOS </3
  14. 14. Normalmente, isso acontece quando um dos lados é muito, muito…. péssimo. E eu tenho a sensação de que estamos nos tornando aqueles caras que os realizam com frequência.
  15. 15. O que me parece óbvio: Não existe bom encontro se for unilateral. E não existe boa comunicação ou interação unilateral.
  16. 16. MAS E AGORA? 
  17. 17. Mas como eu sei se eu estou sendo "aquele cara"? Como é que eu sei se eu estou sendo alguém péssimo?
  18. 18. Aí ele falou, "ah, cê acha muito deprê comprar umas cervejas e ir lá pra minha casa?" e eu, "Não, imagina, vamos pra sua casa, amigo, que é isso". Fomos pra casa dele, a gente pega uma lata, se serve, na sala, e ele liga a TV. Liga a TV, e se senta, e eu, que eu faço, sei lá, peço uma pipoca? virei pra ele e disse, "acho que estou ficando com sono, vou embora". (…) aí ele, "ah, vamos subir?", e eu, "(…) meu, agora?", mas falei "tá, vamo lá, vamo lá pro seu quarto". Chega lá, ele tem uma TV no quarto, e ele liga a TV de novo. (E eu), "Não, não, você não vai ficar vendo essa luta, né?" Aí eu sentei na beira da cama, eu sentei na beira da cama, peguei e sentei na beira da cama. Aí ele pegou e sentou do outro lado. Aí eu fiquei, "que que tá acontecendo aqui?"  Luciana, jornalista
  19. 19. Frustração é um problema comum com marcas. Deriva de uma promessa que é irreal ou de alguma experiência muito mal projetada.
  20. 20. COM PRODUTOS
  21. 21. E COM EXPERIÊNCIAS
  22. 22. "Aí de repente esse cara, ele sentou na minha frente, e ficou um tempo olhando pra mim, ficou secando-me e ele simplesmente virou e falou assim, "nossa, você é muito bonita!", aí falei, "ah, brigada, né". E ele simplesmente lançou, "você quer casar comigo?", e eu "Oi? … Não?" Aí ele "ah, por quê?", e assim "cara, não te conheço, não sei nem quem é você". Aí ele começou todo aquele discurso de "ai, antigamente as mulheres não sabiam com quem iam se casar, e ah, casamento prometido, e blá-blá-blá."  Cristina B., assistente de marketing
  23. 23. Esse é um caso clássico de “queimar a largada". Muito antes de ter qualquer coisa certa, você já pula para conclusão.
  24. 24. COM MANIFESTO DE MARCA
  25. 25. E COM PEDIDOS
  26. 26. (...) E em quinze minutos ele se tornou a pessoa mais insuportável do mundo, eu fiquei tentando me matar com o canudinho do Starbucks enquanto ele falava. (…) Depois disso ele me chamou pra sair de novo e eu falei "não", ele me chamou pra sair de novo eu falei que definitivamente a gente não ia mais sair, ele me chamou de novo pra sair e eu falei que "não, pelo amor de Deus, pára!" , ele perguntou qual que era o problema e eu falei que não tinha problema nenhum, eu só não queria mais. Ele perguntou se eu estava trabalhando muito, e eu falei que saía meia-noite do trabalho e ele disse que não tinha problema, a gente saía depois da meia-noite, e falava não, e ele continuava insistindo. Depois de uns cinquenta nãos… Ele não parou, na verdade até hoje, isso faz uns seis meses, até hoje eu recebo uns likes no Insta dele."  Raisa S., branded content
  27. 27. Repetir uma mensagem ou proposta pode ajudar na retenção - mas pode ser fonte de irritação. Afinal, deixa de ser uma questão do que a marca pode oferecer, e vira uma imposição. De um diálogo, um monólogo.
  28. 28. QUEM É ESSE CARA?!
  29. 29. PQ FAS ISO? :(
  30. 30. A gente se encontrou num Starbucks perto da Paulista, da Avenida Paulista aqui em São Paulo, e ela… E dois amigos dela apareceram durante o café, e ela ficou conversando com os amigos muito mais do que comigo. E… amigos de longa data, né, deu impressão de que ela já conhecia os caras há um tempo. Enfim. Eu fiquei quieto o tempo todo, no final do encontro eu fui embora, me despedi de forma fria e ela depois, entre aspas, simplesmente não entendeu porque eu me distanciei.  Marcelo S., jornalista e professor
  31. 31. Não ser inclusivo é um problema enorme para marcas. Afinal, deixa de ser uma questão do que a marca pode oferecer, e vira uma imposição. E algumas estratégias de inclusão são igualmente pífias.
  32. 32. FILAS, FILAS, FILAS
  33. 33. OBSOLESCÊNCIA ESQUECIDA
  34. 34. VOCÊ É “AQUELE CARA” QUANDO Frustra Você falha em entregar o que promete. Queima largada Você promete demais, em detrimento do que a pessoa do outro lado quer. Inclui/Exclui Você não inclui ou de fato exclui a pessoa. Repete Você gera fadiga na pessoa pela insistência. 1 2 3 4
  35. 35. DEU PRA ENTENDER :(
  36. 36. TRABALHANDO JUNTOS 
  37. 37. O que importa é: como podemos não ser "aquele cara"?
  38. 38. Boas novas: temos nossos skills! Ainda há mais se juntarmos as forças de Planners e UXers. Mas usá-los depende de auto-análise.
  39. 39. UMA PESQUISA RÁPIDA Com três perguntas, tentei mapear tudo o que poderíamos entregar: • Que skills e conhecimentos uma pessoa precisa ter para trabalhar na área? • Onde você gostaria de trabalhar? • Diga algum grande case de que se lembra?
  40. 40. R E P E R T Ó R I O C U R I O S I D A D E S E N S O C R Í T I C O C O N S U M I D O R E S T R A T É G I A P R O B L E M A T I Z A Ç Ã O EMPATIA PESQUISA METODOLOGIAS N A R R A T I V A C O M U N I C A Ç Ã O D E S I G N E M P A T I A P E S Q U I S A P R O T O T I P A Ç Ã O METODOLOGIAS COMUNICAÇÃO SENSO CRÍTICO AI ESTRATÉGIA TECNOLOGIA U S A B I L I D A D E C U R I O S I D A D E Planners  UX Designers  DO QUE VOCÊ PRECISA
  41. 41. R / G A F C B B R A S I L A MINHA EMPRESA :) W + K G O O G L E F A C E B O O K N E T F L I X GOOGLE IDEO APPLE F A N T A S Y E A H U G E F A C E B O O K ONDE VOCÊ PODE TRABALHAR Planners  UX Designers 
  42. 42. O QUE VOCÊ ACHA EXEMPLAR DESPEDIDA DA KOMBI C N A T R E I N A N D O C O M I D O S O S L E I A P A R A U M A C R I A N Ç A C H I P O T L E D U M B W A Y S T O D I E V I R G I N A I R L I N E S A I R B N B A N D R O I D L O L L I P O P N E T F L I X D U O L I N G O I N S T A G R A M W A Z E Planners  UX Designers 
  43. 43. Conclusão: Fizemos a pré-escola da paquera no mesmo lugar, mas divergimos a partir daí.
  44. 44. Planner é mais alguém que faz um big move, UXer é um cara que deixa recadinhos pra você esperando que um dia você o note.
  45. 45. Objeto de comunicação Objeto de interação EM RESUMO PESQUISA BRANDING FRAMING ... PESQUISA DESIGN TECNOLOGIA ... BIG IDEA BRIEFING CRIATIVO PRODUTO PLATAFORMA CURIOSIDADE E EMPATIA SENSO CRÍTICO, SÍNTESE E VISÃO HOLÍSTICA ESTRATÉGIA E COMUNICAÇÃO
  46. 46. Tudo o que criamos é um OBJETO. Um objeto, assim como um encontro, é um ponto finito, por mais complexo que seja, de um todo maior. Acontece que todo objeto está inserido em um SISTEMA de objetos que se intercomunicam e dialogam.
  47. 47. A maior parte dos problemas aparece justamente quando tendemos apenas para um lado - ou com uma grande ideia, ou com um grande produto. Com algo que emociona, ou com algo que se usa. Há muito que um Planner pode ensinar a um UX, e vice-versa.
  48. 48. apresento <3 O GUIA PLANNER/UX DE COMO NÃO ESTRAGAR UM ENCONTRO <3
  49. 49. Brincadeira. Mas há uma checklist que pode ser usada para averiguar o trabalho.
  50. 50. Quanto você está tentando? Sério? Não seja um manifesto de marca daqueles. Não fale demais. Essa é a regra número um de um bom encontro e de uma boa experiência. Também é de bom tom agir como se fosse uma coisa de vontade própria, e não um "oh meu Deus hoje foi o pior dia da minha vida e eu vim aqui só porque você pediu". CHECKLIST #1
  51. 51. CHECKLIST #2 Suas intenções são claras? Procura só diversão, paquera, relacionamento sério? Suas intenções devem ser claríssimas. E mais do que isso - só peça meu tempo se for absolutamente proporcional ao que você me der.
  52. 52. CHECKLIST #3 Você está fazendo boas perguntas? Fale de viagens, e não de filmes. :) Fazer boas perguntas pode beneficiar a todos, mas há um aspecto sobre o qual precisamos conversar - fazer uma lista conjunta de perguntas que não podem faltar, e otimizar nossos esforços de pesquisa.
  53. 53. Como está seu arsenal de paquera? Para um dia, um livro de piadas. Para outro, um passeio bucólico. E para um terceiro, um bungee jumping. É importante entender as possibilidades que temos em mãos, mas senso crítico não se aplica somente ao problema, mas a que ferramentas usaremos para resolver um problema. CHECKLIST #4
  54. 54. Você já pensou se quer que isso dure? É só por uma noite? Embora já tenhamos falado de intenções, é importante falar claramente de duração. Isso vai determinar todas estratégias. E isso tem que ser claro desde o começo. Afinal de contas, todo touchpoint abandonado começou como um "vamos pensar nisso depois". CHECKLIST #5
  55. 55. CHECKLIST #6 Tá vendo essa barra? Não force.
  56. 56. Posso aplicar esse checklist na minha vida profissional, na minha vida pessoal? Sim (e não, plmdds).
  57. 57. Definir em duas simples frases, uma com o valor da oferta e depois com o posicionamento da mesma. Value Proposition Sense-Making Methodology Um modelo que tenta compreender as diferenças claras entre diferentes estados e qual o gap entre o imaginado e o realizado. PELO MENOS USE ALGUMA
  58. 58. E compreenda: É seu dever como pessoa de planejamento articular corretamente boas mensagens e grandes ideias. É seu dever como pessoa de UX desenhar boas interações em produtos e plataformas.
  59. 59. E É INACEITÁVEL    Desconexão Não esqueçamos de nos conectar com as pessoas (antes de consumidores e usuários). Olhar pontual Não deixemos de considerar o sistema em que nossos objetos estarão inseridos. Ser “aquele cara” Não ajamos como "aquele cara" mala de quem todos contam como maus exemplos de encontros.
  60. 60. Obrigado! /brunocanato brunocanato.com/brunocanato

×