41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd

on

  • 9,069 visualizações

 

Estatísticas

Visualizações

Visualizações totais
9,069
Visualizações no SlideShare
8,988
Visualizações incorporadas
81

Actions

Curtidas
1
Downloads
150
Comentários
2

1 Incorporado 81

http://projetomissaofinal.com.br 81

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Adobe PDF

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

41 sugestões para o reavivamento e a reforma da iasd Document Transcript

  • 1. 1À Comissão de Reavivamento eReforma da Associação Geral daIgreja Adventista do Sétimo Dia.EXCELENTÍSSIMO PRESIDENTEPR. AMANDO MIRANDADe: João Abel Antunes PompeuE-mail:abelpompeu@hotmail.comSite:www.projetomissaofinal.com.brFone: (067) 9981-2141Rua: Marambaia, nº. 706, B. Coophavilla II.CEP.: 79 097 090Campo Grande - Mato Grosso do SulBrasil
  • 2. 2De: João Abel Antunes Pompeu, coordenador do Programa de Reavivamento Permanente, Reforma Contínua e Evangelismo Final!Para: À Comissão de Reavivamento e Reforma da Associação Geral da IASD, com cópia ao Exm°. Sr. Pr. Ted Wilson, “o Rei Josias moderno”, “um homem para seu tempo” (como Ellen White diz de Lutero), MD Presidente da Conferência Geral da IASD.Assunto: Atendimento ao apelo do Pr. Ted Wilson: “Marche! Defendendo o Reavivamento e a Reforma.” Envio de Sugestões Para o Reavivamento e a Reforma da IASD. Exmº. Sr. Presidente da Comissão de Reavivamento e Reforma daAssociação Geral da IASD, Pr. Armando Miranda: Preliminarmente: Segue anexa Carta de Apresentação do presidenteda associação da qual sou membro. Consigno que sempre venho tendo o apoio espiritual e valiosoincentivo dos nossos queridos pastores Erton kölher, presidente da DSA eJonas Arrais. Como é bom ter o incentivo de líderes de visão de futuro! Cremos que o Pr. Ted e aqueles que o assessoram e estão lutando parao reavivamento e a reforma da Igreja são “alguns”, que a Srª. Whitemenciona: “Tenho aguardado ansiosamente, esperando que Deus derrameSeu Espírito sobre alguns e os use como instrumentos de justiça paradespertar e colocar em ordem sua igreja.” Testemunhos Para Igreja, vol.2, p. 484. Estamos nos oferecendo para os trabalhos de reavivamento e reforma,pois: “Desde que os chefes se puseram à frente de Israel, o povo seofereceu voluntariamente, bendizei ao Senhor.” Juízes 5:2. Felicidade é pouco para dizer o que eu e milhares de irmãos estamossentido pela notícia de saber que neste momento profético, estácomeçando, através de um plano coordenado pela A.G, o movimentoprofético do último grande reavivamento e da última grande reforma! Era
  • 3. 3isto que nos faltava, pois só falta reavivarmos, reformarmos eevangelizarmos sob o poder do Espírito Santo, para vermos Jesus voltar!“Vem, Senhor Jesus.” Apoc. 22:20. Mandamos fazer 5.000 Cartas Abertas para ajudar a espalhar aqui emCampo Grande, estado de Mato Grosso do Sul (Brasil), a notícia doestabelecimento da Comissão de Reavivamento e Reforma, aí naAssociação Geral. Foi um sábado de muita festa e alegria em muitasigrejas! Tudo para honra e glória de Deus! Peço licença para uma ligeira apresentação pessoal e do programaque coordeno: Sou teólogo adventista, advogado e ex-obreiro. Há onzeanos fui tocado pelo Senhor para iniciar o meu reavivamento e a minhareforma. Senti que devia iniciar um programa neste sentido, que no iníciotinha o nome de Projeto Missão Final. Hoje está com o nome de Programade Reavivamento Permanente, Reforma Contínua e Evangelismo Final!Deixei o meu emprego de assessor jurídico de uma prefeitura municipal etenho me dedicado integral e exclusivamente aos estudos sobre os temasem epígrafe.Trabalho fazendo seminários nas igrejas pelo Brasil. Venditodos os meus bens. Cheguei até ficar sem carro, mas não parei ostrabalhos, confiando de que o mesmo era da vontade de Deus e que Eleproveria os meios. Ele Proveu! Venho sobrevivendo, financeiramente, demodo muito simples, de uma indenização que recebi e consagrei aostrabalhos de reavivamento e reforma da nossa querida IASD. Neste período, eu e os que apoiam o trabalho que faço,aprendemosalgumas coisas e queremos compartilhá-las, no desejo de dar a nossamodesta contribuição, baseadas nas Fontes Sagradas, pois entendemos que:a) “Temos que seguir as direções dadas por meio do Espírito de Profecia.”Obreiros Evangélicos, p. 308.b) “Devemos seguir as direções dadas por Deus por meio do EspíritoSanto.” Testemunhos Seletos, vol. 1, p. 275.c) “Deus tem retido as Suas bênçãos porque Seu povo não tem trabalhadoem harmonia com as Suas diretrizes.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 7,p. 19.d) “Até que ponto aqueles que professam confiança nos Testemunhos têmprocurado viver de acordo com a luz concedida através deles? Até que
  • 4. 4ponto têm considerado as advertências dadas? Até que ponto têm acatadoas instruções recebidas?” Testemunhos Para a Igreja, vol. 5, p. 663. Que bom que pela fala do Pr. Ted o Espírito de Profecia será“instrucional” e não apenas “devocional”. Que bom que chegamos ao fimda “era” do “eu acho”, “eu penso” e “vamos fazer assim”! Que bom quevamos buscar o “Assim diz o Senhor”, o “Está escrito.” Pois nosso trabalhonão é tanto “fazermos planos” para obra de Deus, e sim, executarmosfielmente os Seus planos, feitos há anos, no Seu tempo (Já) e do Seu modo:Fazer o reavivamento e a reforma! Fazer do reavivamento nosso primeirotrabalho, nossa primeira ocupação!a) “Se nos aventurarmos a sair por nossa própria conta, seguindo nossaspróprias idéias, nossos planos, deixando atrás a Jesus, não devemos esperarganhar força, ânimo ou poder moral.” Testemunhos Para a Igreja, vol. V, p.527.b) “Quando apresentamos nossas próprias idéias e opiniões,desencaminhamos a outros. “Daí importância a um claro “Assim Diz oSenhor”, e sereis então cooperadores de Cristo.” Esse Dia Com Deus -MM/1980.p. 367. Em atenção ao Espírito de Profecia, entendemos que a reforma a seriniciada deve ser “ampla”, “completa” (em tudo e em todos), “grande”,“inteira”, daí a amplitude das nossas sugestões.a) “A fim de preparar um povo para estar em pé no dia de Deus, deveriarealizar-se uma grande obra de reforma.” O Grande Conflito, p. 311.b) “Uma profunda e completa obra de reforma é necessária na IgrejaAdventista do Sétimo Dia.”Mente, Caráter e Personalidade, vol. 2, p. 559.c) “Deus requer daqueles que estão prontos a se deixarem reger peloEspírito Santo, que dêem início a uma obra de inteira reforma.” ServiçoCristão, p. 42. Segue o Projeto: “Programa de Reavivamento Permanente, ReformaContínua e Evangelismo Final!”, Com fartas fundamentações do Espíritode Profecia!
  • 5. 5 Nossas Sugestões PARTE - I 1ª. Que a ênfase de todo esforço ministerial, seja com aigreja ou evangelístico, seja na onipotente pessoa do DeusEspírito Santo! Que isto seja ensinado desde o primeiro anonos nossos cursos teológicos e enfatizado sempre!a) “Temos demorado sobre as profecias, doutrinas têm sido expostas; maso que é essencial à igreja a fim de que possa crescer em força e eficiênciaespirituais, para que a pregação possa levar consigo convicção, e almasserem convertidas a Deus, tem sido grandemente deixado fora do esforçoministerial. Este assunto tem sido posto de lado, como se algum tempo nofuturo fosse dedicado à sua consideração. Outras bênçãos e privilégios têmsido apresentados ao povo até se despertar na igreja o desejo de alcançar aprometida bênção de Deus, mas a impressão quanto ao Espírito Santo temsido de que esse dom não é para a igreja agora, mas a de que no futuro seránecessário à igreja recebê-lo.” E Recebereis Poder - MM/1999, p.308.b) “A ausência do Espírito é que torna tão destituído de poder oministério da pregação. Pode haver erudição, talento, eloqüência, ouqualquer dom natural ou adquirido; mas, sem a presença do Espírito deDeus, nenhum coração será tocado, pecador algum ganho para Cristo.”Testemunhos Para a Igreja, vol. 8, p. 21. 2ª. Sugestão do nome do “Plano”: Programa deReavivamento Permanente, Reforma Contínua e EvangelismoFinal! Para ficar claro que o reavivamento deve ser diário e a reforma nãodeve cessar nunca, até a volta de Jesus!a) “Reforma, contínua reforma, deve ser conservada diante do povo.”Temperança, 249.
  • 6. 6b) Evangelismo Final: “Fazei soar um alarme pela extensão e largura daTerra. Dizei ao povo que o dia do Senhor está perto, e se apressagrandemente. Ninguém fique por advertir... O fim está próximo.” MM/77.,p. 27 3ª. Criação de um Fundo Missionário Para oReavivamento , a Reforma e o Evangelismo Final!a) “O pedido de meios para levar avante a causa da verdade jamais serámais urgente que agora.” Testemunhos Seletos, vol. I, p.470.Com o reavivamento, o batismo do espírito Santo, o dinheiro para oEvangelismo Final vai aparecer, haverá liberalidade:b) “Deus exige que os que possuem bens aqui, ponham seu dinheiro emgiro para Ele - ponham-no na causa para espalhar a verdade.”Testemunhos Para a Igreja, vol.1, p. 197.c) “Não há, por assim dizer, escassez de recursos entre os adventistasdo sétimo dia. Mas muitos adventistas do sétimo dia deixam de reconhecera responsabilidade que sobre eles repousam de cooperar com Deus e comCristo na salvação de almas.” Conselhos Sobre Mordomia, p. 85.d) “Esta liberalidade da parte dos crentes foi o resultado do derramamentodo Espírito Santo... Assim será sempre, quando o Espírito de Deus tomarposse da vida... Dinheiro, tempo, influência – só serão apreciados por elesquando usados como meio de fazer avançar a obra evangélica. Assim foi naigreja primitiva; e, ao ver-se na igreja de hoje que, pelo poder do Espíritoos membros retiraram suas afeições das coisas do mundo, e se dispõem afazer sacrifícios a fim de que os seus semelhantes possam ouvir oevangelho.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 335. 4ª. Criação de um vigoroso e contínuo programa dereavivamento e reforma do ministério, anciãos e demaislíderes. A reforma deve começar pelos pastores e nas suasatividades sagradas! Segue uma apostilha com o Título: Pastores, Anciãos e Líderes!Reavivamento e Reforma Já! Deus Manda! Guia de Estudos vol. I.
  • 7. 7 “Homens que estão em posições de muita responsabilidade nocentro da obra estão dormindo. Satanás paralisou-os para que nãodiscernissem seus planos e enganos, enquanto está ativo em seduzir,enganar e destruir.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 2, p. 439.a) “Os vigias são responsáveis pela condição do povo.” Testemunhos ParaIgreja, vol. 5, p. 235.b) “Vi que antes de a obra de Deus fazer algum progresso definido, énecessário que os pastores sejam convertidos... É necessário uma reformaentre o povo, mas essa deve começar o seu trabalho purificador pelospastores.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 1, p. 468.c) “A menos que os pastores sejam convertidos, o povo não o será.”Testemunhos Para a Igreja, vol. 4, p. 445.d) “Os pastores precisam converter-se antes de poderem fortalecer seusirmãos.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 4, p. 469.e) “O povo de Deus não suportará a prova a menos que haja umreavivamento e reforma entre o povo de Deus, mas esta deve começar suaobra purificadora pelos pastores.” Testemunhos Para a Igreja, vol. I, p.469.f) “Houvessem os pastores lançado mãos a essa obra em seus váriosdepartamentos em harmonia com a luz comunicada por Deus, e teriahavido a mais decidida reforma no comer, beber e vestir. Mas alguns setêm justamente atravessado no caminho da marcha da reforma de saúde.Têm segurado o povo para trás por suas indiferentes ou condenatóriasobservações, ou por gracejos e pilhérias. Eles próprios e grande número deoutros têm sofrido a ponto de morrer, mas nem todos aprenderam ainda asabedoria.” Conselhos Sobre Saúde, p. 453g) “É desse batismo do Espírito Santo que as igrejas necessitam hoje. Hána igreja membros e ministros apostatados que precisam reconverter-se,que precisam da influência suavizante e subjugadora do batismo doEspírito, para que ressuscitem em novidade de vida e façam obracompleta para eternidade. Vi que a irreligião e a auto-suficiência sãoacalentadas e ouvi serem proferidas as palavras: „A menos que vocês searrependam e se convertam, jamais verão o reino dos Céus‟. Há muitosque precisam ser rebatizados, mas não devem descer às águas
  • 8. 8enquanto não estiverem mortos para o pecado, curados do egoísmo daexaltação própria; enquanto não puderem emergir das águas para viveruma nova vida com Deus. Fé e arrependimento são condições essenciaispara o perdão do pecado.” Carta 60, 1906.h) “A igreja dificilmente adotará padrão mais elevado do que aquele deseus pastores. Precisamos de um ministério convertido e de um povoconvertido.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 5, p. 227.i) “Os pastores estão dormentes; da mesma forma que os membros daigreja; enquanto o mundo perece em pecado. Queira Deus ajudar o Seupovo a despertar, e andar, e trabalhar como homens e mulheres que estãonas fronteiras de mundo eterno.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 8, p. 37. 5ª. Marcação de Uma Santa Convocação, SantaAssembleia, Concerto Solene, mundial, com jejum, com umsermão do PR. Ted Wilson, marcando o início do Programade Reavivamento Permanente, Reforma Contínua eEvangelismo Final! Esta sugestão está baseada no capítulo 2, página 31 da apostilamencionada na sugestão nº. 4: A Reforma do Rei Josias e Suas LiçõesPara Nós! “A obra de Deus apresenta, de tempos em tempos, surpreendentesemelhança em todas as grande reformas ou movimentos religiosos. Osprincípios do relacionamento de Deus com os homens são sempre osmesmos. Os movimentos importantes do presente têm seu paralelo nospassado, e a experiência da igreja nos séculos antigos encerra liçõespara o nosso próprio tempo.” O Conflito dos Séculos,p. 196. 6ª. No início do programa de reavivamento e reforma, nopróximo final de semana depois do concerto acima, deve serrealizado um seminário sobre o reavivamento e a reformapara:
  • 9. 9a) Mostrar à igreja “Os Resultados do Batismo do Espírito Santo: Chuvasde Bênçãos!”. Motivando a membresia a buscar o batismo do EspíritoSanto.b) Ensinar as igrejas que há “Condições Para o Batismo do EspíritoSanto.” O que fazer e o que não fazer, para Deus nos conceder o batismodo Espírito Santo.c) Deixar claro as “Coisas que os Adventistas do Sétimo Dia Fazem eEntristecem o Espírito Santo!”. Se desejamos o Espírito Santo, devemosparar de ofendê-Lo, entristecê-Lo. “afugentá-Lo”.d) “Os Adventistas do Sétimo Dia e o Pecado Contra o Espírito Santo!” Aigreja deve conhecer as sérias advertências do Espírito de Profecia, a nós,contra este terrível pecado! Segue uma proposta de Seminário com os temas acima.a) “Há muitos hoje em dia tão ignorantes (que ignoram, quedesconhecem, que não sabem), da obra do Espírito Santo sobre o coraçãoquanto os crentes de Éfeso; não há, entretanto, verdade mais claramenteensinada na Palavra de Deus. Profetas e apóstolos têm se demorado sobreeste tema.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 20.b) “É essencial (não pode faltar) que o cristão compreenda o significadoda promessa do Espírito Santo pouco antes da segunda vinda de nossoSenhor Jesus. Falai sobre ela, orai por ela, pregai a Seu respeito, pois oSenhor está mais disposto a conceder o Espírito Santo do que os pais a darboas dádivas a seus filhos.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 10. 7ª. Organização da igreja em Pequenos Grupos (relacional) Para oReavivamento Permanente, a Reforma Contínua e Preparo Para o“Evangelismo Final!” “A formação de pequenos grupos como base de esforço cristão, foi-me apresentada por Aquele que não pode errar. Se há na igreja grandenúmero de membros, convém que se organizem em pequenos grupos afim de trabalhar, não somente pelos membros da própria igreja, mastambém pelos incrédulos. Se num lugar houver apenas dois ou três queconheçam a verdade, organizem-se num grupo de obreiros. Mantenhamindissolúvel seu laço de união, apegando-se uns aos outros com amor e
  • 10. 10unidade, animando-se mutuamente para avançar, adquirindo cada qualânimo e força do auxílio dos outros.” Testemunhos Seletos, vol. 3, p. 84. Além do Espírito de Profecia, têm este mesmo parecer: Kurt W.Jonhosn em Pequenos Grupos Para o Tempo do Fim, Casa PublicadoraBrasileira, Tatuí, São Paulo, Brasil 2000 e Russell Burrill, Como Reavivara Igreja do Século 21. Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, São Paulo,Brasil, 2005. 8ª. Elaboração de Guias de Estudos, sucessivos, sobre oReavivamento e a Reforma. 9ª. Um Grande Programa de Orações pelo batismo doEspírito Santo, Sucesso na Reforma e Pela Salvação de Almas! Segue um programa sugestivo, inclusive com adesivo próprio. A oração é a condição principal para o batismo do Espírito Santo! OReavivamento! Oração de Ellen White: "Tem piedade de Tua sofredora causa,piedade da Igreja, tem piedade dos crentes individualmente, ó Tu, Pai dasmisericórdias! Tira de nós tudo quanto contamina. Nega-nos o quequiseres, mas não retires de nós o Teu Santo Espírito." Conselhos aosPais, Professores e Estudantes, p. 359.a) “Só podemos esperar um reavivamento em resposta à oração.”Mensagens Escolhidas, vol. 1, p. 121.b) “No dia de Pentecostes, o Espírito Santo foi derramado sobre osdiscípulos em oração.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 315.c) “Devemos orar com tanto fervor pela descida do Espírito Santo comoos discípulos oraram no dia de Pentecostes.” E Recebereis Poder -MM/1999, p. 151.d) “Somente a súplica fervente, perseverante a Deus, feita com fé - fé queleva a esperar com inteira confiança nele - pode ser eficaz para trazer aos
  • 11. 11homens o auxílio do Espírito Santo.” O Desejado de Todas as Nações, p.431.e) “O Deus que guarda o concerto (o pacto, o acordo, a aliança) queprometeu, derramará Seu Espírito sobre esses discípulos da escola deCristo em resposta à oração a fim de que se tornem ministros da justiça”.Conselhos aos Professores, Pais e Estudantes, p. 514.f) “Devemos orar para que Deus decerre (abra) a fonte da água da vida...Oremos, pois, com o coração contrito e com maior fervor, para que agora,no tempo da chuva serôdia, os chuveiros da graça sejam derramados sobrenós... Se com fé orarmos pela benção, recebê-la-emos conforme Deus nosprometeu.” Testemunhos Para Ministros, p. 509.g) “Para tudo isto, é essencial o derramamento do Espírito Santo. Devemosorar para esse fim. O Senhor espera que Lho peçamos. Ainda nãoempreendemos essa tarefa com todo o coração.” Testemunhos ParaMinistros, p. 512.h) “Não há de vir o Espírito de Deus hoje, em resposta à oração fervorosa,perseverante, e encher-nos de poder para o serviço? Por que, então, seacha a igreja tão fraca e abatida?” Testemunhos Para a Igreja, vol. 8, p. 22. Randy Maxwell tem este mesmo entendimento: Se Meu Povo Orar,Casa Publicadora Brasileira, Tatuí, São Paulo, Brasil – 2004. O Retorno daGlória- O Que Acontece Quando o Povo de Deus Ora Pelo Reavivamento,Casa Publicadora Brasileira, São Paulo, Brasil – 2006. Obs. Há um pequeno-grande-livro, fantástico, de um autorAdventista já falecido, que poderia ser publicado pela igreja e seria deinestimável valor na contribuição de entendermos o valor das orações:George Muller – 50 Mil Orações Respondidas, do Autor H. P. deCastro Lobo – Editora EBAR – www.ebaronline.com.br, e-mail:ebar@veloxmail.com.br, escritório no Rio de Janeiro/Brasil, Fone: (21)2253-2849. Segue cópia em anexo. 10ª. Sejam os cultos de quartas-feiras, transformados emPrograma de Orações Pelo Batismo do Espírito Santo, Sucessona Reforma e pela Conversão de Almas!
  • 12. 12 Temos ótimas experiências de muitas igrejas e até distrito inteiro,que já adotaram este programa! Segue um folder, ainda não publicado, como proposta, contendotodas as orientações e informações de como implantar e manter o propostoprograma de quartas-feiras. Segue uma apostila que é idêntica a citada na 4ª. sugestão, porémcom a parte - I reduzida, que já foi impressa pela Associação Sul-Mato-Grossense (UCOB, BR - DSA) e vem sendo estudada nos programas dasquartas-feiras. O Pr. Dennis Smith, no seu ótimo livro, O Batismo do EspíritoSanto, Casa Publicadora Brasileira, São Paulo- Brasil,..., ventila a hipótesedos cultos às quartas-feiras, como acima referido. 11ª. Disponibilizar DVDs e CDs com informações eorientações, de como implantar e manter o Programa deReavivamento e Reforma. Segue anexo um anteprojeto com as falas sugeridas, mas ainda nãogravado. 12ª. Disponibilizar, continuamente, palestras sobre ostemas de Reavivamento, Reforma e Evangelismo Final!, pormeio de DVDs e CDs. (exemplo: Lares de Esperança – A história do sábado). 13ª. Elaboração de apostilha sobre a reforma de saúde.Segue uma apostila sugestiva. 14ª. Elaboração de Manual Prático da Reforma de Saúdeda IASD. 15ª. Colocar o nome da IASD em evidência em todos osmateriais que saem das nossas editoras e fábricas, indicandoum site evangelístico para visitação.
  • 13. 13 Nossa Sugestão :www.jesusestavoltando.com.bra) “O nome Adventista do Sétimo Dia exibe o verdadeiro caráter de nossafé e será próprio para persuadir aos espíritos indagadores. Como umaflecha da aljava do Senhor, fere os transgressores da lei divina, induzindoao arrependimento e à fé no Senhor Jesus Cristo.” Testemunhos Seletos,vol. 1, pág. 80.b) “O nome Adventista do Sétimo Dia é uma contínua repreensão aomundo protestante. É aqui que está a linha divisória entre os que adorama Deus e os que adoram a besta e recebem seu sinal. O grande conflito éentre os mandamentos de Deus e as exigências da besta.” A IgrejaRemanescente, p. 65.1ª.) Em todos os materiais impressos pelas nossas editoras, colocar: “Umaeditora da Igreja Adventista do Sétimo Dia a serviço da saúde, educação,espiritualidade e cultura.” Site: www...2ª) Em todos os produtos das nossas indústrias, nos rótulos: “Umaindústria da Igreja Adventista do Sétimo Dia a serviço de sua saúde.”www... Obs.: Há caso de família que entrou em contato com a igreja atravésde um pacote de biscoito da nossa indústria Argentina, pediu estudosbíblicos e foi batizada! 16ª. No projeto “Conectando-se com Jesus II”,disponibilizar os livros de estudos escatológicos e proféticos(Apocalipse e Daniel). 17ª. Fazer uma compilação, num só compendio, dosTestemunhos Para a Igreja, com os textos mais relevantes ereferentes aos nossos dias, para que toda a igreja possa tê-lo.
  • 14. 14 Todos os volumes são ótimos, mas muitos e caros, para a maioria dosmembros da igreja. Será bom, que este compêndio conste no “Conectando-se com Jesus II.” Estamos preparando uma síntese. 18ª. Todo curso de teologia, de qualquer extensão ougrau acadêmico, Todo Treinamento de liderança e preparopara os trabalhos da Igreja, tenha como ênfase principal oconhecimento teórico-experimental e da eficiência da pessoado Deus Espírito Santo, “nossa fonte de poder e eficiência!a) “Ninguém está preparado para educar e fortalecer a igreja, a menos quetenha recebido o dom do Espírito Santo. Nenhum pastor está preparadopara labutar inteligentemente pela salvação de almas, a menos que sejadotado pelo Espírito Santo, a menos que se alimente de Cristo e tenhaintenso ódio ao pecado. ...”E Recebereis Poder - MM/1999, p. 319.b) “É a assistência do Espírito Santo de Deus que prepara os obreiros,homens e mulheres, para se tornarem pastores do rebanho de Deus.”Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 541c) “A obra do Espírito Santo é imensamente grande. É dessa fonte quesobrevém poder e eficiência ao obreiro de Deus; e o Espírito Santo é oConsolador, como a presença pessoal de Cristo na alma.” E RecebereisPoder - MM/99, p. 177.d) “Deus realizará em nossos dias uma obra que apenas poucos podemprever. Ele suscitará e exaltará entre nós aqueles que são ensinados peloSeu Espírito e não pelo preparo exterior de instituições científicas. Estasnão podem ser desprezadas ou condenadas; são ordenadas por Deus, maspodem oferecer apenas qualificações exteriores. Deus manifestará que Elenão depende de seres mortais muito cultos e cheios de suficiência própria.”Testemunhos Para a Igreja, vol.5, p. 82.e) “Talento, longa experiência, não tornarão os homens condutos de luz, amenos que se coloquem sob os brilhantes raios do Sol da Justiça, e sejamchamados, e escolhidos, e preparados pela dotação do Espírito Santo.”Maranata, O Senhor Vem, MM/1977, p. 217.
  • 15. 15f) “Irão os meus irmãos na obra ministerial lembrar-se que é essencialque Deus seja reconhecido como a Fonte de nossa força, e o Espírito comoConsolador? A grande razão por que Deus pode fazer tão pouco por nós, éolvidarmos (esquecermos) que a viva virtude vem através de nossacooperação com o Espírito Santo.” E Recebereis Poder - MM/1999,p.178.g) “Quão pouco podem os homens fazer na obra de salvar almas, e, noentanto, quanto poderão fazer por meio de Cristo, se forem imbuídos com oSeu Espírito.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 167.h) “Aqueles que querem ser bem-sucedidos em ganhar almas para Cristoprecisam levar consigo a divina influência do Espírito Santo. Mas quãopouco se sabe a respeito da operação do Espírito de Deus! Quão poucotem sido declarado sobre a importância de ser dotado pelo EspíritoSanto.” E Recebereis Poder - MM/1999, p. 221. O Assunto que Cristo mais longamente demorava! Assim devemfazer os pastores!i) “Cristo, o grande Mestre, possuía ilimitada variedade de assuntos de queescolher, mas aquele em que mais longamente demorava era a dotação doEspírito Santo. Quão grandes coisas predisse Ele para a igreja em virtudedesse dom! Todavia, que assunto é menos considerado agora? Quepromessa é menos cumprida? Faz-se um discurso ocasional acerca doEspírito Santo, e depois o assunto é deixado para consideração posterior.”Mensagens Escolhidos, vol.1, p. 156. 19ª. Só enviar às igrejas obreiros que vivam a Reformade Saúde! Para que para isto aconteça, a reforma de saúde deve passar a sermatéria teórica e prática, nos cursos teológicos! “Enviai às igrejas obreiros que vivam os princípios da reforma desaúde. Enviem-se os que podem ver a necessidade de abnegação no apetite,ou serão um laço para a igreja. Vede se o fôlego de vida não entraráentão em nossas igrejas.” Medicina e Salvação, p. 320.
  • 16. 16 20ª. Seja Criada uma Mini-Biblioteca em cada igreja, comlivros proféticos, escatológicos e de reavivamento e reforma. Sugestões de livros prioritários.Obs. Todos os livros citados foram publicados pela Casa PublicadoraBrasileira(CPB), São Paulo - Brasil, exceto o último. Ele é ótimo!1) O Batismo do Espírito Santo, de Dennis Smith,2) Preparação Para Crise Final, de Fernando Chaij.3) Laodicéia, de Jack Sequeira,4) Preparação Para a Chuva Serôdia, de B.E.Wagner,5) O Tempo do Fim, de Roberto C. de Azevedo,6) Pequenos Grupos Para o Tempo do Fim, de Kurt W. Johnson ,7) 1844 Uma Explicação Simples das Principais Profecias de Daniel, deCliffor Goldstein,8) O Retorno da Glória, de Randy Maxwell,9) O Grande Conflito, de Ellen White,10) Se o Meu Povo Orar, de Randy Maxwell,11) Eventos Finais, de Ellen White ,12) E Recebereis Poder, de Ellen White,13) O Terceiro Milênio, de Alejandro Bullón,14) Daniel e Apocalipse versículo por versículo, ambos de HenryFeyrabend,15) Conselhos Sobre Saúde, de Ellen White.16) Ciência do bom Viver, de Ellen White17) Temperança, de Ellen White,18) Conselho Sobre Regime Alimentar, de Ellen White,19) Mordomia e Prosperidade,de Ellen White.
  • 17. 1720) A Vinda do Consolador, de Leroy Edwin Froom, publicado pelaEditora Renascer..... Brasil. 21ª. Um programa de estudos dos livros de Daniel eApocalipse, para a Igreja:a) “Quando nós, como um povo, compreendermos o que este livro (oApocalipse) para nós significa, ver-se-á entre nós grande reavivamento.”Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, p. 13.b) “Terão nossos irmãos em mente que estamos vivendo em meio aosperigos dos últimos dias? Lede Apocalipse em conexão com Daniel.Ensinai essas coisas.” Testemunhos Para Ministros e ObreirosEvangélicos, p. 115.c) “Há necessidade de mais íntimo estudo da Palavra de Deus;especialmente devem Daniel e Apocalipse merecer a atenção comonunca dantes na história de nossa obra. ... A luz que Daniel recebeu deDeus foi dada especialmente para estes últimos dias.” Testemunhos paraMinistros, p. 112 e 113.d) “Neste tempo - os últimos dias da história da Terra - devemos fazerdo livro de Apocalipse objeto de especial estudo. Por quê? Porque eledescreve as cenas que deveremos defrontar. Precisamos compreender o queteremos pela frente e como confrontar isso. Devemos conhecer queesforços teremos que aplicar, de modo a que nesse tempo de perigo nãosejamos apanhados pelos ardis do inimigo.”Olhando Para o Alto - MM/83,p. 146. 22ª. “Seja erguida um voz de severa repreensão!a) “Há necessidade hoje da voz de severa repreensão, pois gravespecados têm separado de Deus o povo. A infidelidade está depressatornando-se moda. “Não queremos que este reine sobre nós” (Luc. 19:14),é a linguagem de milhares. Os sermões macios tão freqüentementepregados não deixam impressão duradoura; a trombeta não dá um sonido
  • 18. 18certo. Os homens não são atingidos no coração pelas claras, cortantesverdades da Palavra de Deus.” Profeta e Reis, p. 140.b) “Muitos dos que professam crer na verdade, diriam, caso exprimissemseus sentimentos reais: "Que necessidade há de se falar tãopositivamente?" Bem poderiam então perguntar: "Por que necessitavaJoão Batista de dizer aos fariseus: Raça de víboras, quem vos ensinou afugir da ira futura? Mat. 3:7. Que necessidade tinha ele de provocar a irade Herodias, dizendo a Herodes que lhe era ilícito viver com a mulher deseu irmão? Perdeu a vida, por falar assim positivamente. Por que nãopoderia ter agido de maneira a não incorrer na cólera de Herodias?" Assim têm os homens raciocinado, até que a excessiva diplomaciatomou o lugar da fidelidade. Permite-se ao pecado passar sem repreensão.Quando se há de ouvir mais uma vez na igreja a voz da repreensão fiel:"Tu és este homem"? II Sam. 12:7. Não fossem tão raras essas palavras, everíamos mais do poder de Deus. Os mensageiros do Senhor não se devemqueixar de que seus esforços sejam infrutíferos, enquanto não searrependerem de seu amor pela aprovação, seu desejo de agradar aoshomens, o qual os leva a suprimir a verdade, e a clamar: Paz, quando Deusnão falou paz.” Obreiros Evangélicos, P. 150.Não Amenizar e Suavizar as Mensagens Duras e Graves que Deus nosDeu!c) “Quando o Senhor no início me deu mensagens para levar ao Seu povo,foi-me difícil apresentar-lhas, e muitas vezes eu as amenizei e as torneimais suaves pelo temor de ferir a alguém. Foi uma grande prova declarar-lhes as mensagens como o Senhor mas entregou. Eu não compreendia queestava sendo infiel e não via o pecado e o perigo de tal procedimento atéque fui levada em visão à presença de Jesus. Ele me olhou com o cenhocarregado e desviou de mim o Seu rosto. Não é possível descrever oterror e agonia que senti. Caí sobre o meu rosto diante dEle, mas não tiveforça para proferir uma só palavra. Oh! como ansiei ser coberta e ocultadadaquela fronte severa! Pude então compreender um pouco de como sesentirão os perdidos ao clamarem aos montes e às rochas: "Caí sobre nós, eescondei-nos do rosto dAquele que está assentado sobre o trono, e da ira doCordeiro." Apoc. 6:16."” Primeiros Escritos, p. 76.
  • 19. 19d) “Neste tempo terrível, justamente antes de Cristo vir pela segunda vez,os fiéis pregadores de Deus terão de dar um testemunho mais direto doque o de João Batista. Um trabalho de altas responsabilidades acha-sediante deles, e aqueles que falam palavras suaves, Deus não reconhecerácomo seus pastores. Um terrível ai repousa sobre eles.” TestemunhosPara a Igreja, vol. 1, p. 321. 23ª. Uma Obra de Purificação do “Acampamento” (aigreja).a)“O desagrado de Deus está sobre Seu povo. Ele não manifestará Seupoder em seu meio enquanto existirem pecados entre eles e foremincentivados por pessoas em posições de responsabilidade.” TestemunhosPara a Igreja, vol. 3, p. 270.b) “Como um povo, precisamos não nos tornar descuidosos e olhar opecado em indiferença. Importa que o acampamento seja purificado.”Testemunhos Para a Igreja, vol.3, p. 476.c) “Ao ministro de Deus é ordenado: “Clama em alta voz, não te detenhas,levanta a voz como a trombeta e anuncia ao Meu povo a sua transgressão eà casa de Jacó, os seus pecados.” Isa. 58:1. Acerca desse povo diz oSenhor: “Todavia, Me procuram cada dia, toma prazer em saber os Meuscaminhos; como um povo que pratica a justiça.” Isa.58:2. Eis aqui um povoequivocado, cheio de justiça própria, autocomplacente, cujo pastor émandado clamar em alta voz e mostrar-lhes suas transgressões. Emtodas as épocas essa obra tem sido feita em favor do povo de Deus eagora é mais necessária que nunca.” Testemunhos Para Igreja, vol. 5,p.299.d) “Como um povo que professa ser reformador, de posse das mais solenese purificadoras verdades da Palavra de Deus, devemos elevar a norma,muito mais do que está acontecendo agora. Deve-se tratar prontamentecom o pecado e os pecadores na igreja, para que outros não sejamcontaminados. A verdade e a pureza exigem que façamos uma obracompleta para purificar o acampamento de Acãs. Que os que ocupamposições de responsabilidade não sofram pecado num irmão. Mostrem-
  • 20. 20lhe que ele, ou tira o seu pecado, ou é separado da igreja.” ConselhosSobre Saúde, p. 626.e) “Quando os membros da igreja agirem como verdadeiros seguidores domanso e humilde Salvador haverá menos empenho em encobrir edesculpar o pecado. Todos se esforçarão por agir como estando napresença de Deus.” Testemunhos Para Igreja, vol. 5 p.147.f) “Encho-me de tristeza quando penso em nossa condição como um povo.O Senhor não nos cerrou o Céu, mas nosso próprio procedimento deconstante apostasia nos separou de Deus. O orgulho, a cobiça e o amordo mundo têm habitado no coração, sem temor de ser banidos oucondenados. Pecados graves e presunçosos têm habitado entre nós. E noentanto, a opinião geral é que a igreja está florescendo, e que paz eprosperidade espiritual se encontram em todas as fronteiras. A igrejadeixou de seguir a Cristo, seu Guia, e está constantemente retrocedendorumo do Egito. Todavia, poucos ficam alarmados ou atônitos com sua faltade poder espiritual.” Testemunhos Para Igreja, vol. 5, p. 217.g. “Se, porém, os pecados do povo são passados por alto por aqueles quese acham em posições de responsabilidade, o desagrado de Deus estarásobre eles, e Seu povo, como um corpo, será responsável por essespecados. No trato do Senhor com Seu povo no passado, Ele mostra anecessidade de purificar a igreja de erros.Um pecador pode difundir trevasque excluam a luz de Deus de toda a congregação. Ao as pessoascompreenderem que se estão adensando trevas sobre elas, sem que saibama causa, devem buscar diligentemente a Deus, em grande humildade eabatimento do próprio eu, até que os erros que ofendem o seu Espíritosejam descobertos e afastados.” Testemunhos Para Igreja, vol.3, p. 265. 24ª. Reforma de Saúde Já! Segue uma apostila sobre otema.a) “Nosso povo está constantemente retrocedendo quanto à reforma desaúde.” Testemunhos Para Igreja, vol.3, p. 569.
  • 21. 21b) “A obra da reforma de saúde é o meio empregado pelo Senhor paradiminuir o sofrimento de nosso mundo, e para purificar Sua igreja.”Conselhos Sobre Reavivamento Alimentar, p. 456. Parte II - Reforma no Evangelismo! “Quando, em nosso trabalho para Deus, seguirmos energicamentemétodos corretos, ter-se-á uma colheita de almas.” Evangelismo, p. 330. 1ª. Não iniciar o grande empreendimento do“Evangelismo Final”, sem antes reavivar, reformar, isto é,purificar a igreja! Este evangelismo deve, antes de ter uma data definida paracomeçar, deve ter “uma condição”, o “preparo, sobretudo, espiritual daigreja”, para que os resultados sejam proporcionais aos esforços e recursosdespendidos! Por que Deus não opera para trazer muitos para a verdade. As vezesestamos lutando para trazer pessoas para a igrejas, mas Deus não opera!a) “O Senhor não opera agora para trazer muitas pessoas para a verdade,por causa dos membros da igreja que nunca foram convertidos, e dos que,uma vez convertidos, voltaram atrás. Que influência haviam de ter essesmembros não consagrados, sobre os novos conversos? Não tornariam semefeito a mensagem dada por Deus, a qual Seu povo deve apresentar?”Testemunhos Para Igreja, vol. 6, p. 370. Reforma Já! Para Não Contaminar os Futuros Membros Com acorruptora Influência de Satanás!b) “O futuro da Igreja depende dos esforços de seus membros no sentido decompreenderem a pecaminosidade do egoísmo, e de sua disposição detomar o remédio que curará a enfermidade de que estão sofrendo. Quepossa haver uma reforma para que os que aceitarem a verdade no futuronão sejam contaminados pela corruptora influência de Satanás.” OlhandoPara o Alto - MM/1983, p. 234.
  • 22. 22c) “Vi que grandes mudanças precisam ser feitas no coração e vida demuitos, antes que Deus possa utilizá-los, mediante Seu poder, para asalvação de outros. Eles precisam ser renovados segundo a imagem deDeus em justiça e verdadeira santidade. Então o amor ao mundo e a sipróprios, e cada ambição da vida designada para exaltar o eu, serãotransformados pela graça de Deus e empregados na especial obra desalvar almas por quem Cristo morreu. A humildade tomará o lugar doorgulho, e a arrogante auto-estima será trocada por mansidão. Toda energiado coração será controlada pelo amor desinteressado a todo ser humano. Vique satanás se oporá quando eles fervorosamente iniciarem a obra dereforma própria.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 2, p. 484. 2ª. Obedecer rigorosamente o “Espírito de Profecia”quanto às mensagens, expô-las de forma direta, clara, pregarnossas mensagens características, expor os erros do tempopresente, pregar o evangelho eterno, etc! (Oitava Secção do livro Evangelismo). Segue uma proposta anexa -Folhetão Jesus Está Voltando! 3ª. Antes da arrancada evangelística final, lançar umGrande Programa de Orações Intercessórias Para a Salvaçãode Almas Para Cristo! Ver sugestão item .... da parte I. Antes do evangelismo!a) “Devemos lutar com Deus em sincera oração pelo batismo do EspíritoSanto, para podermos satisfazer as necessidades de um mundo que pereceno pecado.” RH., 31 de março de 1910.O Espírito de Profecia nos diz como salvar muitas almas:b) “Suas orações perseverantes trarão almas ao pé da cruz. Cooperandocom seus esforços abnegados, Jesus atuará nos corações, realizando
  • 23. 23milagres na conversão de almas.” Testemunhos Para a Igreja, vol. 7, p.27.c) “O Senhor ouvirá nossas orações pela conversão de almas.”Mensagens Aos Jovens, p. 315.d) “Por meio de muita oração importa que trabalheis pelas almas, visto sereste o único método pelo qual podereis atingir os corações.” Evangelismo,p. 342. 4ª. Atender o Espírito de profecia e “Lançar mão daimprensa secular.” Isto causará um impacto mais amplo e alcançará pessoas quedificilmente alcançaremos com os nossos meios de comunicações: comvinhetas em televisões abertas, artigos em jornais, revista, anúncios, spotem rádio, etc. Segue uma vinheta e spot como sugestão.a) “Os homens darão impressão errônea das doutrinas que cremos eensinamos como verdade bíblica, e é necessário que sejam feitos sábiosplanos que nos assegurem o privilégio de inserir artigos na imprensasecular, pois isto será um meio de despertar almas, para que vejam averdade. Deus suscitará homens que terão a capacidade de semear ao ladode todas as águas. Deus proporcionou grande luz sobre importantesverdades, e ela tem de ir ao mundo.” Evangelismo, p. 129.PLACAS, ANÚNCIOS E IMPRENSA!b) “Temos que fazer uso de todos os meios lícitos para apresentar averdade ao povo. Lancemos mãos da imprensa e ponhamos em açãotoda propaganda que sirva para atrair a atenção do povo. Isto não deveser considerado como sendo coisa de pouca importância. Em cada esquinade rua podeis ver placas e anúncios, chamando a atenção para váriascoisas que ocorrem, algumas delas das mais condenáveis. E será que os quepossuem a luz da vida se satisfarão com débeis esforços para atrair aatenção das multidões para a verdade?” Evangelismo, p.129.
  • 24. 24 5ª. Não omitir o nome da IASD nos materiaisevangelísticos, ao contrário, pô-lo em evidência! Ver o Folhetão anexo 6ª. Criar um site com tudo sobre a volta de Jesus, direto,claro, fácil de encontrar os assuntos, para atender o Espíritode Profecia de “fazer soar um alarme da volta de Jesus” Sugestão: www.jesusestavoltando.com.br - em cada idioma... (noBrasil há o www.jesusvoltará.com.br, de um irmão.) 7ª. Fazer que a Obra médico-missionária reformadacumpra sua a missão! “Ter uma missão e não cumpri-la, cria uma cultura de não cumprir amissão!” 8ª. Pôr a “mão direita do evangelho” para funcionarcom toda força!a) Estabelecer, onde não há, e restabelecer onde já houve, “A Obra dosRestaurantes”, com Escolas Culinárias, para cumprir os fins estabelecidospelo Espírito de Profecia! Fui gerente de um restaurante em BeloHorizonte, Minas Gerais - Brasil) e sei do potencial destas instituições parao cumprimento de nossa missão!b) Fazer com que os nossos hospitais, em muitos lugares do mundo, façama obra médico-missionária para os quais eles devem existir, inclusive comEscolas de Culinárias.Como o sistema de médico obreiros não deu certo, em muitos hospitais, émelhor que muitos deles sejam transformados em Clínicas de Saúde(Centro de Vida Saudável e Escolas de Culinárias), ou vendidos paraaquisição das clinicas para o cumprimento da nossa missão, do que estarem
  • 25. 25nas mãos de um staff médico não adventista e um corpo de funcionáriosdos quais muitos não têm os compromissos da Igreja!c) “Não é seguro confiar em médicos que não têm diante de si o temor deDeus.” Testemunhos Para Igreja, vol. 5, p.194. 9ª. Os hospitais que não têm condições de se adequar a uma obramédica-missionária reformada, devem ser vendidos para aquisição de(Centros de Vida Saudável e Escolas de Culinárias), que exigem bemmenos médicos e podem ser dirigidos por outros profissionais de saúde,cuja categoria há mais oferta de mão de obra. Exemplo: Enfermeiros.Trabalhei como assessor jurídico em dois dos nossos hospitais, às vezes fuicapelão. 10ª. Não construir mais grandes hospitais nas cidades etransferir os que já estão nos grandes centros para o campo!a) “Não devemos construir nas cidades grandes construções para nelascuidarmos dos doentes, pois Deus mostrou claramente que os enfermospodem ser mais bem cuidados saindo das cidades. Em muitos lugares seránecessário iniciar a obra dos hospitais nas cidades; tanto quanto possível,porém, deve esta obra ser transferida para o campo tão logo possam seradquiridos locais apropriados.” Conselhos Sobre Saúde, p. 487.b) “É expressa vontade de Deus que nossas clinicas sejam estabelecidastão distantes das cidades quanto mande a coerência. Tanto quanto possível,estas instituições devem estar situadas em lugares quietos e retirados.”Testemunhos Para a Igreja, vol. 7, p. 86. 11ª. Implantar Escolas de Culinárias nas nossas escolas enas igrejas.a) “Devem ser estabelecidas escolas culinárias em muitos lugares.”Testemunhos para a Igreja, vol . 7, p.113.b) “Mas, em todo lugar onde há uma igreja, devem ser dadas instruçõesquanto ao preparo de alimentos simples, saudáveis, para uso dos quedesejam viver segundo os princípios de saúde. E os membros da igreja
  • 26. 26devem comunicar ao povo da vizinhança a luz que recebem acerca desseassunto.” Conselhos Sobre Saúde, p.541. 12ª. Elaboração de um curso sobre a reforma de saúdepara os membros da igreja, treinando-os para o evangelismoda saúde! 13ª. Preparação de DVDs sobre saúde, como os Lares deEsperança, a história do sábado. 14ª. Um Curso de Saúde para os membros ofereceremcomo introdução para futuros estudos bíblicos e convites paraprogramações evangelísticas. 15ª. Uma reforma na maneira de administrar os nossoshospitais, e tirar muitos deles das crises!a) “Para que nossas instituições sejam prósperas como Deus designou quefossem, precisa haver mais reflexão e sincera oração, combinada cominquebrantável zelo e ardor espiritual.” Testemunhos Para Igreja, vol. 5, p.551.b. “A obra evangélica médico-missionária deve ser levada avante commuita prudência e perfeição. A obra sagrada e solene de salvar almas,tem de avançar de maneira modesta, contudo elevada.” Conselhos SobreSaúde, p. 549. 16ª. Todos os nossos hospitais devem passar a ensinarcomo preparar alimentos saudáveis! “O apetite compreendam a maneira de preparar alimento que sejaimediatamente saudável, apetecível e simples. Esta é a ciência que todo
  • 27. 27hospital e restaurante vegetariano tem de ensinar.”Conselhos SobreRegime Alimentar, p. 275. 17ª. Em Cada hospital, restaurantes vegetarianos eescolas, uma Escola de Culinária! “Onde quer que a obra médico-missionária seja levada a efeito emnossas cidades grandes, escolas de culinária devem ser conduzidas, e ondequer que esteja em processo uma forte campanha educacional missionária,deve estabelecer-se alguma espécie de restaurante vegetariano, que dê umailustração prática da devida seleção de alimentos e seu preparo saudável.”Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 469.Campo Grande (Mato Grosso do Sul Brasil), 10 de setembro de 2010.João Abel Antunes PompeuCONTATO:João Abel Antunes PompeuE-mail: abelpompeu@hotmail.com - Fones: (67) 9981-2141 e 3373-5342.Rua Marambaia, nº. 706, B. Coophavilla II - Campo Grande (MS), CEP.:79.097-090.Site: www.projetomissaofinal.com.br