O locus da pedagogia

821 visualizações

Publicada em

Palestra ministrada pela Profa. Ms. Ady Arlene Amorim de Souza na I Semana de Pedagogia do curso se Pedagogia Unesp/Univesp Pólo Sorocaba, em dezembro de 2010.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O locus da pedagogia

  1. 1. O LOCUS DA PEDAGOGIA NA CIÊNCIA Profa. Ms. Ady Arlene Amorim de Souza Drawing Hands - Escher - 1948
  2. 2. HÁ NECESSIDADE DE INTEGRAR O REAL, A INFORMAÇÃO E OS DADOS COMPUTADOR/TECNOLOGIA DADOS INFORMAÇÃO REALIDADE CONHECIMENTO SABER MUNDO DO CONHECIMENTO - INFORMAÇÃO NÃO É CONHECIMENTO
  3. 3. DADO INFORMAÇÃO CONHECIMENTO SABEDORIA REALIDADE SÍMBOLOS MARCAS REPRESENTAÇÃO ESTRUTURADA FORMA ESQUEMAS MODELOS MENTAIS ATUAIS NOVOS O TEMPO HOJE ESTÁ QUENTE USO DO CONHECIMENTO “ NÃO VOU GASTAR MUITA ÁGUA ” “ VOU USAR UMA ROUPA LEVE “ NÚMEROS 37 0 É QUENTE – É NECESSÁRIO MOLHAR AS PLANTAS
  4. 4. EXEMPLO: COMO TRANSFORMAR DADO EM INFORMAÇÃO ? De aorcdo com uma pqsieusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as lrteas de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia lrteas etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma ttaol bçguana que vcoê pdoe anida ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa lrtea isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Curisoo, não ahca?
  5. 5. ONTOLOGIA GERAL Ocupa-se da natureza do ser, da realidade onde se movem os entes. Temos de pressupor uma natureza “lá fora”, como algo externo a nós, habitada por entes, seres, coisas, minerais, vegetais, animais, pessoas, fatos, fenômenos etc. A ontologia geral considera também entes da nossa própria natureza biopsicossocial (humana), primeiro porque somos parte da realidade e, segundo, porque esse real externo só nos é acessível por meio de suas representações. Essa ontologia é chamada de geral porque abarca tudo.
  6. 6. ONTOLOGIAS ESPECIAIS (CIÊNCIAS) A) não tratam de tudo ao mesmo tempo (o que seria impossível); A) cada qual “recorta” determinados entes (ônticos) da natureza para estudá-los mais detidamente; B) essa escolha de entes, fenômenos etc. (e não de outros nem de todos) vai compor o objeto de estudo de cada ciência (química, física, geografia, pedagogia etc.); C) “recortes” são apenas artifícios didáticos que facilitam a análise mais profunda dos entes escolhidos, o que não implica estarem estes separados.
  7. 7. EPISTEMOLOGIA Deriva do grego episteme , conhecimento sistemático + logos, discurso. Enquanto a ontologia busca desvelar a essência do ser, a epistemologia procura conhecer o modo mais eficiente de descrever, explicar e controlar o real, tratando do conhecimento científico e dos métodos pelos quais tal conhecimento é adquirido. Ela é flexível, flutuando de acordo com o objeto de estudo. Coloca-se a serviço de uma ciência, examinando de perto os entes materiais ou ideais que compõem o campo de estudo dessa ciência.
  8. 8. METODOLOGIA Método vem do grego met' hodos, que significa, "caminho para chegar a um fim”. A metodologia tem a ver com a pesquisa. É um procedimento que visa verificar e obter conhecimentos sobre a realidade. Por ser reflexiva, sistemática, controlada e crítica, permite descobrir fatos novos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.
  9. 9. CONCEITOS-CHAVE DA PEDAGOGIA Pedagogia  dentre as ciências humanas, é uma ciência social de organização da educação de uma sociedade. Pedagogo  aquele que organiza as possibilidades da ação educativa. Realidade pedagógica  consiste na práxis educativa. Objetivo da Pedagogia  ser interlocutora interpretativa das teorias implícitas na práxis, transformando o senso comum pedagógico em atos científicos, de acordo com valores educacionais relevantes em um dado contexto histórico em aberto e em progresso.
  10. 10. EDUCAÇÃO COMO OBJETO DA PEDAGOGIA <ul><li>O objeto da educação é complexo e multidimensional , pois trata de processos evolutivos e dinâmicos. </li></ul>
  11. 11. A PEDAGOGIA ENQUANTO PRAXEOLOGIA <ul><li>Praxeologia vem do grego praxis = ação + logia = ciência. A especificidade epistemológica da pedagogia encontra seu suporte na prática educativa, considerada em uma dimensão de intencionalidade. Enquanto a pedagogia se baseia numa práxis educativa , a práxis pedagógica consiste no exercício desse fazer científico da pedagogia orientando a prática educativa. </li></ul>
  12. 12. TEORIA PRÁTICA TEORIA PRÁTICA PRÁTICA TEORIA PRÁXIS: UMA ESPIRAL EVOLUTIVA
  13. 13. REALIDADE EDUCATIVA práxis pedagógica (saber sobre o saber-fazer) práxis educativa saber-fazer
  14. 14. <ul><li>“ Vivemos assim vários níveis, diversificados em complexidade, e podemos também morrer em um e viver em outros. Nosso problema passa a ser viver em plenitude, executar de forma plena essa transformação da complexidade que dá sentido à vida. Muitos morrem de fome, não conseguem autonomia orgânica. Outros sobrevivem, mas não possuem os níveis mais elevados de cultura, da contemplação e meditação do encantamento com o Universo.” </li></ul><ul><li>(Jorge Albuquerque Vieira) </li></ul>

×