3. gênesis

5.985 visualizações

Publicada em

BLOGSPOT
Estudando.combiblia

Publicada em: Espiritual, Diversão e humor
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.985
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.004
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
230
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3. gênesis

  1. 1. GÊNESISA obra de Deus na criação e na Origem da Salvação
  2. 2. " GênesisIntrodução •Título 1. Os hebreus deram-lhe o nome de “Bereshith” devido à sua primeira frase, “No princípio”. 2. Os tradutores da Septuaginta chamaram- no de “Gênesis” (Origem) em virtude de ele relatar a origem do Universo e do homem na obra criativa de Deus.
  3. 3. " Autoria  Cristo e os escritores do Novo Testamento afirmam ser Moisés o autor dos cinco livros conhecidos como “A Lei” - João 1.17; 5.47; 7.19; Rm. 10.5,19.  Todas as tradições pagãs e judaicas o reconhecem como autor, inclusive Maomé. Js. 1.7-8; II Rs. 14.6; Ne. 13.1;  A unidade de estilo, de lingüística e de arrumação entre os cinco livros, aponta para um único autor. Nm. 13.22; Gn. 13.10  O estilo de cada livro corresponde às circunstâncias ocasionais da vida de Moisés
  4. 4. " 5. Evidências arqueológicas dignas de total credibilidade confirmam hoje que houve uma atividade literária intensa antes de Moisés, pelo menos a partir da época de Abraão. 6. Quase todas as tradições judaicas reconhecem, até os tempos modernos, a autoria de Moisés. 9. O reconhecimento de que Moisés usou no processo seletivo vários documentos antigos disponíveis é compatível com a inspiração divina, pois muitos outros escritores bíblicos admitiram essa prática (Lucas 1.1-3).
  5. 5. " Cenário Histórico •DATA DA ESCRITA – 1443 A.C., APROXIDAMENTE. •EXTENSÃO HISTÓRICA DE GÊNESIS – 2369 ANOS. •EXTENSÃO GEOGRÁFICA 1. A Ação do livro é a do vale da Mesopotâmia, atual Oriente Médio (nome grego que significa "entre (meso) rios (potâmia)), conhecido como o “berço” da raça humana, até o vale do rio Nilo no Egito, o berço da terra hebraica. 2. Essa área, com uma configuração crescente, é chamada de “Fértil Crescente”. Três continentes convergem para o seu centro, tornando-a de muitas maneiras o “centro da terra”.
  6. 6. " Tema: Princípios Seu nome em grego e hebraico, bem como seu verso-chave, antecipa o tema de Gênesis. Princípios dos céus, da terra, do homem, do pecado, do evangelho (3.15), dos povos, línguas, nações, Israel, etc.
  7. 7. " Histórico: é proporcionar uma narrativa Verso-Chave autêntica da origem nobre do homem ao Objetivo do livro Gn 1.1 – “No ser criado por Deus, sua queda no princípio criou Deus o céus e a terra”. pecado, com as devidas conseqüências de corrupção e julgamento, e a introdução do reino de Deus e dos programas redentores na terra. Teológico: Salientar a soberania de Deus sobre toda a criação e enfatizar a responsabilidade do homem para com o Deus soberano. Reação positiva de obediência traz a graça e a livramento de deus, sendo que a reação negativa de rejeição e rebeldia acarreta o julgamento divino.
  8. 8. "A obra de Deus na criação e na origem da salvação A. A história primitiva da raça humana........................ (1-11) 1. A narrativa da criação................................................. 1-2 2. A narrativa da queda (Adão, Caim e Abel)................... 3-6 3. A narrativa do dilúvio.................................................. 7-8 4. A narrativa da nova geração....................................... 9-11 B. A história patriarcal da raça humana.......................... (12-50) 1. A vida de Abraão – Aliança Prometida....................... 12-24 2. A vida de Isaque – Aliança transmitida....................... 21-26 3. A vida de Jacó – Aliança prosseguida.......................... 27-36 4. A vida de José – Aliança exercida................................ 37-50
  9. 9. " Cristologia em Gênesis Profecias Específicas • O “descendente” da mulher no protótipo do evangelho (3.15). Um filho de Eva (ou Maria) viria fatalmente ferir e ser temporariamente ferido pela “serpente” ou Satanás (Gl. 4.4). • A “semente” de Abraão na aliança abraâmica (12.3). Um descendente de Abraão viria abençoar todas as nações com a oferta da justificação pela fé (At. 3.25; Gl. 3.7-9). • Um “leão” da tribo de Judá seria levantado como o Soberano do mundo (Gn. 49.9-10; Ap. 5.5).
  10. 10. " Tipos Velados I Coríntios 10.6,11 •Adão tipificou Cristo como o cabeça da raça; um só dos seus atos afetou toda a raça humana. Como “em Adão” todos morreram, também “todos serão vivificados em Cristo” (Rm. 5.12; 1 Cor. 15.21-22). •Abel tipificou Cristo pelo seu “mais excelente sacrifício” de sangue (Gn. 4.4; Hb. 11.4). •Melquisedeque tipificou Cristo como Sumo Sacerdote especialmente designado por Deus, sendo também um Sacerdote-Rei (Gn. 14.18-20; Hb. 7.1).
  11. 11. • Isaque tipificou Cristo como a longa esperada “semente”, na sua submissão no altar do sacrifício e no recebimento da noiva de um país distante (Gn. 21, 22,24).• José tipificou Cristo de muitas maneiras: resistindo ao mal, sendo traído pelos irmãos, e amado pelo pai, sofrendo pelos pecados dos outros, tomando uma esposa gentia quando estava no exílio, e finalmente tornando-se soberano do mundo depois de redimir os seus irmãos (At. 7.9-13).

×