5. levítico

5.863 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Diversão e humor
2 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.061
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5. levítico

  1. 1. LEVÍTICOA necessidade da purificação e da santidade para aproximar-se de Deus
  2. 2. "LevíticoIntrodução •Título 1. Os hebreus deram-lhe o nome de “Wayyiqra” devido à sua primeira frase, “Chamou o Senhor”. 2. Os tradutores da Septuaginta chamaram-no de “Levítico” (Leuitikon) devido a ênfase dada ao sacerdócio. Era um manual levítico para o uso sacerdotal.
  3. 3. " Autoria• Como nos demais, a autoria de Moisés é confirmada no próprio livro pelo fato de o texto declarar 56 vezes: “Disse o Senhor a Moisés”.• É também um dos livros confirmados por Jesus como sendo de Moisés. Mt. 8.4 .
  4. 4. " Cenário Histórico • DATA DA ESCRITA – 1440 a.C., APROXIDAMENTE. Moisés deve ter escrito logo depois do êxodo, durante os anos de peregrinação com o povo judeu pelo deserto de Cades-Barnéia. • PERÍODO DE TEMPO ENVOLVIDO – 30 DIAS. 1. Moisés evidentemente deu essa legislação logo depois de levantado em 1 de abril de 1444 a.C. e antes de se por em marcha em 20 de maio (Êx. 40.17; Nm. 1.1) 2. Durante este tempo, o povo celebrou durante sete dias o primeiro aniversário da Páscoa e do êxodo (Nm. 9.1-12).
  5. 5. "CENÁRIO RELIGIOSO DO EGITO 1. Recém saídos do Egito idólatra, os aproximadamente 2.500.000 israelitas passaram o 1º ano nas montanhas desertas do Sinai – “Ano Teológico”. Deus proveu comida, água, vestuário e saúde, a fim de afastá-los da idolatria e ensinar-lhes os caminhos e o caráter do Deus único e verdadeiro. 2. Havendo recebido a Lei e o Tabernáculo, precisavam ser instruídos quanto à adoração e culto no santuário, e quanto à maneira de ter uma vida em santidade. * As palavras SANTO e EXPIAÇÃO aparecem 93 e 51 vezes respectivamente.
  6. 6. " TEMA: A necessidade da purificação e da santidade para aproximar-se de Deus. •É um livro de libertação, de redenção, e o caminho, o meio sempre apontado aqui é o sangue. Neste êxodo, libertação virá sempre através do Sangue. É seu tema e anúncio profético da obra de Jesus. VERSO-CHAVE Lv. 19.2 ou 20.26 – “ser-me-eis santos, porque eu o Senhor sou santo...”
  7. 7. " OBJETIVO DO LIVRO Convocar o povo de Deus para a santidade pessoal. Os muitos ritos são usados como auxiliares visuais para retratar o Senhor como Deus Santo e para enfatizar que a comunhão com o Senhor deve ser na base da expiação pelo pecado e vida obediente.
  8. 8. " Esboço do Livro Redenção e Organização de Israel como Povo da Aliança COMUNHÃO COM DEUS ATRAVÉS DAS OFERTAS RITUAIS A. LEIS DE OFERTAS ............................................................................... (1-7) 1. Ofertas de adoração (Holocausto, Alimento, Paz ................................. 1-3 2. Ofertas de restauração (Pecado e Transgressão) .................................. 4-6 3. Instrução especial .................................................................................. 6-7 B. LEIS DO SACERDÓCIO ........................................................................ (8-10) 1. Consagração dos sacerdotes ..................................................................... 8 2. Ministério dos sacerdotes ......................................................................... 9 3. Transgressão dos sacerdotes ................................................................... 10 C. LEIS REFERENTES AO POVO ........................................................... (11-16) 1. Comer apenas carne não imundas ........................................................... 11 2. Manter corpos limpos ......................................................................... 12-15 3. Guardar o dia da expiação ........................................................................ 16
  9. 9. " Esboço do Livro A. LEIS REFERENTES AO ALTAR ................................................................. (17) 1. Único lugar de sacrifício 2. Devia-se usar unicamente sangue sobre ele para a expiação COMUNHÃO COM DEUS ATRAVÉS DE UMA VIDA CORRETA A. Santidade pessoal para todo o povo................................................ (18-20) B. Exigências severas para o sacerdócio .............................................. (21-22) C. Designação das festas anuais ................................................................ (23) D. Respeito contínuo pelo nosso Senhor .................................................. (24) E. Regulamentos especiais para a vida em Canaã ............................... (25-27)
  10. 10. Contribuições singulares de Êxodo1. Mensagem direta do Senhor para Israel. Ditado quase todo pelo Senhor a Moisés em favor de Israel. Deus se identifica pela frase: “Eu sou o Senhor”.2. Princípios Divinos de santidade. Santo = reservado (para o Senhor) /separado. Lv. 11.44.3. Instrução do Senhor para adoração e Comunhão. As ofertas e sacrifícios ensinam ao povo de Deus como adorar, dar graças e restaurar a comunhão interrompida pelo pecado.
  11. 11. 4. Derramamento de Sangue. O livro fala 93 vezes a palavra “sangue”. No tempobíblico era comum matar animais tanto para uso domésticocomo religioso. A natureza redentora envolveu“derramamento de sangue”.5. O “Sermão do Monte” – Lv. 19.18,34. Ponto forte do amor ao próximo no A.T., amorordenado por Deus em termos claros e concisos. Mt22.396. Dia da Expiação – “Yom Kip-Pur(16) Era reservado para o lamento pessoal de quaisquerpecados não confessados do ano anterior, realçado por umacerimônia nacional que simbolizava aquela confissão e aobra de Deus em remover aqueles pecados através da ofertade dois bodes.
  12. 12. A palavra “expiação”, usada tão somente no A.T., significaliteralmente “cobrir”, e aparece 52 vezes no livro. Isaías 53 ; João 1.297. Calendário sagrado israelita dos “sábados”. (23) Desde que a saída do Egito simbolizou o nascimento de Israelcomo nação, o mês daquele acontecimento (Nisã) tornou-se o 1º anosagrado. Neste calendário o nº 7 sobressai de diversas maneiras:a. O sábado semanal – sétimo dia;b. A festa da Páscoa e o pão asmo –sete dias de duração;c. A festa do Pentecoste – (ou sétima semana depois das Primícias);d. A festa das Trombetas, Expiação e Tabernáculos – sétimo mês sagrado;e. O ano sabático (de descanso) – sétimo ano;f. O ano sabático do jubileu – sétima semana de (quinquagésimo) ano antes do jubileu.Objetivo maior era dar ênfase ao relacionamento de aliança, reflexão epromessas do Senhor.
  13. 13. " OBJETIVO DO LIVRO Convocar o povo de Deus para a santidade pessoal. Os muitos ritos são usados como auxiliares visuais para retratar o Senhor como Deus Santo e para enfatizar que a comunhão com o Senhor deve ser na base da expiação pelo pecado e vida obediente.
  14. 14. " Sistema Sacrificial de ofertas do A.T I. Origem e História das ofertas no A.T A. Deus sacrificou animais para vestir Adão e Eva na ocasião em que fez a sua aliança redentora – Gn.3.15-21. B. A oferta de sangue de Abel foi aceita “pela fé” – Gn.4.4;Hb.11.4. C. Noé adorou a Deus com a oferta de animais limpos no mundo após o dilúvio – Gn. 8.20. D. Abraão, Isaque e Jacó adoraram a Deus com ofertas – Gn.12.7; 26.25. E. Fazer ofertas era quase algo universal dos povos antigos. F. O Senhor apresentou um sistema de ofertas como parte israelita da aliança
  15. 15. " II. Importância das ofertas no A.T. A. Ofertas de sangue simbolizavam o princípio vicário de expiação do pecado através da doação da vida. B. Representavam arrependimento, fé, adoração e agradecimento a Deus. C. Consistiam em religião em ação - Hb. 11.4. D. Reconheciam e confessavam o direito de Deus sobre a vida e bens do homem. E. Tipificavam vários aspectos da oferta “definitiva” de Deus.
  16. 16. " III. Significado das ofertas levíticas A OFERTA SÍMBOLO PARA ISRAEL TIPO DE CRISTO A OFERTA REDENTORA ÊX.12.1-13 REDENÇÃO DO PECADO E MORTE A OFERTA DE CRISTO PELO CORDEIRO DA PÁSCOA ATRAVÉS DO SANGUE DE UM PECADO COMO O CORDEIRO CORDEIRO DE DEUS (JO. 1.29) OFERTAS DE ADORAÇÃO LV. 1-3 CRISTO DEDICOU-SE OFERTAS QUEIMADAS DEDICAÇÃO DA VIDA A DEUS COMPLETAMENTE A DEUS (Hb. 1.29) O CORPO DE CRISTO CONSAGRAÇÃO DA PRODUÇÃO A OFERTAS DE CEREAIS APRESENTADO A DEUS COMO DEUS UMA VIDA PERFEITA (Hb. 10.5) EXPRESSÃO DE AGRADECIMENTO A OFERTA DE CRISTO PROVÊ OFERTA DE PAZ A DEUS POR PARTILHAR COM ELE E PAZ COM DEUS (Ef. 2.14) COM OS OUTROS OFERTAS DE RESTAURAÇÃO LV. 4-7 A OFERTA DE CRISTO PROVÊ RESTAURAÇÃO À COMUNHÃO CONTÍNUA RENOVAÇÃO PELA OFERTA PELO PECADO PELO SANGUE DE UM SUBSTITUTO CONFISSÃO (Hb. 9.12,26; 1 JO. 1.9) RESTITUIÇÃO PELOS DANOS DO A OFERTA DE CRISTO PERANTE OFERTA PELAS CULPAS PECADO CONTRA DEUS E O DEUS COMPENSA O DANO DO PROXIMO PECADO (2 CO. 5.19) OFERTAS CERIMONIAIS DE PURIFICAÇÃO LV. 14 ; NM. 20 PURIFICAÇÃO ESPIRITUAL DA A OFERTA DE CRISTO PURIFICA DUAS AVES CONTAMINAÇAO DE DOENÇAS A CONTAMINAÇÃO DAS FISICAS DOENÇAS (Hb. 9.22) A OFERTA DE CRISTO TAMBÉM PURIFICAÇÃO ESPIRITUAL DA NOVILHA VERMELHA PURIFICA DE CONTAMINAÇÃO CONTAMINAÇAO FORTUITA FORTUITA (Hb. 9.13-14)
  17. 17. " CRISTOLOGIA EM LEVÍTICO 1. Melquisedeque prefigura Cristo na sua obra como sumo sacerdote da nossa salvação. 2. Arão, o sumo sacerdote, tipificou Cristo na obra da salvação. A. Função oficial de Arão: oferecer ofertas pelos pecados e interceder pelo pecador. Is. 53.12 B. Ofertas em 3 espécies: I. O cordeiro da páscoa tipificou Cristo como substituto para prover a redenção e livramento da morte. II. Ofertas de adoração e reparação tipificam a oferta da própria vida e morte de Cristo para prover a perfeita comunhão com o Pai. I. Os bodes do Dia da Expiação retratam o assunto “pecado” solucionado com perfeição por Cristo, que pagou o preço do julgamento do pecado e removeu-o para um lugar de destruição.

×