Universidade Estadual de Londrina
Heroin “Overdose” Death: Contribuition of
Drug-Associated Environmental Cues
Siegel, S. ...
Sobre o uso...
•
Sujeito que faz uso constante da droga pode
aguentar doses muito maiores do que aquela
que mataria aquele...
Fatores
Farmacológicos
Fatores
Farmacológicos
Doses toleradas
anteriormente
Doses toleradas
anteriormente
OverdoseOverdose...
Modelo de Tolerância
Condicionamento Pavloviano
US UR
Modelo de Tolerância
Condicionamento Pavloviano
Homeostase
Modelo de Tolerância
Condicionamento Pavloviano
CS
Preparação do
Organismo (CR)
Respostas Compensatórias
Modelo de Tolerância
Condicionamento Pavloviano
CS
“Sinalização”
Respostas Antecipatórias
Método

107 Ratos Wistar – 90 e 110 dias (idade);

Nenhum contato anterior com heroína;

Cânula jugular permanente.
Método

15 injeções de heroína em dias alternados;

Injeções de 5% de dextrose (mesmo
volume);

Uma injeção final de he...
Método

Dois ambientes diferentes:
− Colônia;
− Sala (ruído branco – 60dB).
Resultados Obtidos

Controle – 96,4%

DT – 64,3%

ST – 32,4%
Conclusões
.
Os grupos de ratos com a mesma história
farmacológica de administração de heroína
podem diferir em mortalidad...
Referências
.
Benvenuti, M. F. (2004). Condicionamento respondente:
algumas implicações para o desenvolvimento de tolerânc...
Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues
Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues
Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues
Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues

216 visualizações

Publicada em

Comments on Siegel et al's article.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • UR – diminuição da sensibilidade à dor, aumento da temperatura corporal, euforia, relaxamento e diminuição da pressão arterial.
  • Heroin "Overdose" Death - Contribution of Drug-Associated Environmental Cues

    1. 1. Universidade Estadual de Londrina Heroin “Overdose” Death: Contribuition of Drug-Associated Environmental Cues Siegel, S. et al Mayron Pereira Picolo Ribeiro Princípios da Análise do Comportamento Professor Carlos Eduardo Costa (CAÊ) Pós-Graduação em Análise do Comportamento
    2. 2. Sobre o uso... • Sujeito que faz uso constante da droga pode aguentar doses muito maiores do que aquela que mataria aquele que nunca usou. • Cerca de 1% de adictos de heroína morrem por ano nos EUA de “overdose”. • É uma das causas primárias de morte entre jovens (15 – 35 anos) em áreas urbanas com grande número de adictos.
    3. 3. Fatores Farmacológicos Fatores Farmacológicos Doses toleradas anteriormente Doses toleradas anteriormente OverdoseOverdose SinergismoSinergismo Falha na Tolerância Falha na Tolerância
    4. 4. Modelo de Tolerância Condicionamento Pavloviano US UR
    5. 5. Modelo de Tolerância Condicionamento Pavloviano Homeostase
    6. 6. Modelo de Tolerância Condicionamento Pavloviano CS Preparação do Organismo (CR) Respostas Compensatórias
    7. 7. Modelo de Tolerância Condicionamento Pavloviano CS “Sinalização” Respostas Antecipatórias
    8. 8. Método  107 Ratos Wistar – 90 e 110 dias (idade);  Nenhum contato anterior com heroína;  Cânula jugular permanente.
    9. 9. Método  15 injeções de heroína em dias alternados;  Injeções de 5% de dextrose (mesmo volume);  Uma injeção final de heroína (15 mg/Kg).
    10. 10. Método  Dois ambientes diferentes: − Colônia; − Sala (ruído branco – 60dB).
    11. 11. Resultados Obtidos  Controle – 96,4%  DT – 64,3%  ST – 32,4%
    12. 12. Conclusões . Os grupos de ratos com a mesma história farmacológica de administração de heroína podem diferir em mortalidade após a administração de uma alta dose da droga a depender das sinalizações ambientais. É mais provável que ratos que receberam uma dose potencialmente letal no mesmo ambiente em que anteriormente a droga fora administrada sobrevivam quando comparados aos ratos que receberam a mesma dose letal em ambiente diferente do usual.
    13. 13. Referências . Benvenuti, M. F. (2004). Condicionamento respondente: algumas implicações para o desenvolvimento de tolerância, síndrome de abstinência, e overdose. In C. N. Abreu & H. J. Guilhardi (Eds.). Terapia comportamental e Cognitivo- Comportamental: Práticas Clínicas (pp. 186-193). São Paulo: Roca. Siegel, S., Hinson, R. E., Krank, M. D. (1982). Heroin “overdose” death: contribution of drug associate environmental cues. Science. 216. 436-437.

    ×