Seminário de embriologia

284 visualizações

Publicada em

embriologia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário de embriologia

  1. 1. FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE BACABAL- FEBAC 2ª SEMANA DE GESTAÇÃO ALUNOS: FRANCILENE DE SOUSA FRANCISCO VALDO JOELMA LIMA MAYRA CRISTINA MARIA VANIELE RAYR PEREIRA
  2. 2. IMPLANTAÇÃO DO BLASTOCISTO
  3. 3. FORMAÇÃO DA CAVIDADE AMNIÓTICA  Conforme o avanço da implantação do blastocisto, aparece uma pequena cavidade na massa celular interna, é o primórdio da cavidade amniótica.  As próprias células do embrioblastos vão secretar fluidos e esses fluidos vão empurrando essas células pra baixo, após este evento as células amniogênicas separam-se do embrioblasto e formam uma delgada camada ou membrana que vai recobrir internamente toda camada amniótica e no final do processo a cavidade estará totalmente formada.
  4. 4. FORMAÇÃO DO DISCO EMBRIONÁRIO As mudanças morfológicas no embrioblasto formam uma placa bilaminar quase circular de células achatadas. Duas camadas compõem este disco: - Epiblasto: é a camada mais espessa, composta, primordialmente, por células colunares altas e diretamente ligada à cavidade amniótica. Hipoblasto: é um composto de pequenas células cubóides.
  5. 5. DESENVOLVIMENTO DO SACO CORIÔNICO  Formação de um pequeno saco vitelino primitivo;  Surgimento das vilosidades coriônicas primárias;  São o primeiro estágio no desenvolvimento das vilosidades coriônicas da placenta;  Divisão do mesoderma extra-embrionário em duas partes: mesoderma somático extra-embrionário, que reveste o trofoblasto e cobre o âmnio; e mesoderma esplâncnico extra-embrionário, que envolve o saco vitelino;  O córion é formado pelo mesoderma somático extra- embrionário e as duas camadas de células de trofoblasto, e forma a parede do saco coriônico onde encontra-se o pedículo que suspende o embrião e os sacos vitelinos e amnióticos.
  6. 6. DESENVOLVIMENTO DO SACO CORIÔNICO Características típicas do final da 2ª semana
  7. 7. TÉRMINO DA IMPLANTAÇÃO  As células sinciciotrofoblásticas deslocam as células endometriais na parte central do sítio de implantação;  Os sinciciotrofoblastos produzem o hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG);  O hCG passa para o sangue materno através das lacunas do sinciciotrofoblasto e mantém a atividade hormonal do corpo lúteo no ovário durante a gravidez;  A secreção de estrogênio e progesterona pelo corpo lúteo mantêm a gravidez; No fim da segunda semana aumenta a produção de hCG pelos sinciciotrofoblastos.
  8. 8. LOCAIS DE IMPLANTAÇÃO DO BLASTOCISTO
  9. 9. SÍTIOS DE IMPLANTAÇÃO EXTRA-UTERINA
  10. 10. OBRIGADO!

×