Educação Bahá'í: uma Compilação

Excertos dos Escritos
de BaháVlláh, 'Abdu'1-Bahá
e Shog^hi Effendi

Compilado pelo
Depart...
Educação Bahá'í: uma Compilação

Excertos dos Escritos
de Bahá'u'lláh, 'Abdu'1-Bahá
e Shoghi Effendi

Compilado

pelo

Dep...
Copyright © 1977 pela Assembléia
Espiritual Nacional dos Bahá'ís
dos Estados Unidos

Editora Bahá'í Brasil
direitos reserv...
"O recém-nascido daquele Dia excede os mais
sábios e veneráveis homens de hoje, e o mais
insignificante e iletrado daquele...
Sumário

Prefácio
I.
II.
III.
IV.

7

dos Escritos de Bahá'u'lláh

13

dos Escritos de 'Abdu'1-Bahá

23

dos Escritos de S...
Prefácio
A todas as Assembléias Espirituais Nacionais.
Queridos amigos Bahá'ís,
Entre as metas do plano de cinco anos dada...
Uma carta escrita em nome do Guardião a um crente individual em 7 de junho de 1939 explicava:
" . . . os ensinamentos de B...
Além disso, os vários excertos devem ser lidos dentro do contexto geral.
A apropriada educação das crianças é de vital imp...
Educação Bahá'í
I. Dos Escritos de
BaháVlláh *
"Os Profetas e Mensageiros de Deus têm sido enviados
com o fim único de guiar a humanidade ...
na sombra deste Nome e buscaram o amparo desta poderosíssima Revelação. Aqueles, porém, que deixaram de procurar
este ampa...
Nós, verdadeiramente, conferimos a vós esta incumbência em
numerosas epístolas assim como em Meu Mais Sagrado Livro.
Feliz...
re estéril. Assim, tanto quanto o permitam vossa capacidade e
aptidão, deveis adornar a árvore do ser com frutos tais como...
e as Leis de Deus. Pois, sem isto, não se pode incutir o temor
a Deus, e, sem o temor a Deus, surgirão uma infinidade de
a...
"Os eruditos deste dia devem guiar o povo na aquisição
daqueles ramos do conhecimento que são úteis, e dos quais
possam co...
Infelizmente, parece que o conhecimento "que em grande
parte eliminaria o medo" não foi revelado ou identificado por
Bahá'...
"Declara o Grande Ser: O homem de consumado conhecimento e o sábio dotado de penetrante sabedoria são os dois
olhos para o...
"Abençoado é o professor que se mantém fiel ao convênio
de Deus e se ocupa com a educação das crianças. Para ele, a
Pena S...
II. Dos Escritos de
'Abdu'1-Bahá *

"Ó Deus, Ó Tu que lançaste o Teu esplendor sobre as
luminosas realidades dos homens, d...
"Verdadeiramente, Tu és o Poderoso, o Protetor, o Forte,
o Defensor, o Grande, o Mais Generoso.
"Ó Companhia de Deus! Para...
pessoas que hoje são fortes e eloqüentes defensores do Senhor
Deus, discípulos que são, verdadeiramente, descendentes puro...
tivo; mas, se assim não for, uma mera gota poderá talvez isolar o homem do fluxo da graça, pois com a erudição vêm a
arrog...
os mistérios dos seres. Se ele se abriga à sombra do Verdadeiro Educador e é devidamente treinado, torna-se a essência
das...
''O requisito primário, o mais urgente, é a promoção da
educação: É inconcebível que qualquer nação possa alcançar
prosper...
"•'Precisamos agora de um educador que seja ao mesmo
íempo um educador material, humano e espiritual, e cuja autoridade se...
deve de tal modo educar a realidade humana a ponto de torná-la o centro das virtudes divinas, em um grau tal que os
atribu...
ção do temor a Deus, é certo que os seus esforços rumo à retidão seriam vigorosamente fortalecidos".
("The Secret of Divin...
"As Manifestações de Deus, por outro lado, afirmam que
as diferenças são demonstrável e inquestionavelmente inatas e
que a...
Pergunta. — "Quantas espécies de caráter tem o homem?
£ qual é a causa da variedade e das diferenças entre os homens?"
Res...
rão, naturalmente, uma constituição frágil e nervos fracos; serão angustiados e precipitadas; não terão paciência, nem res...
giosas. A educação tem uma influência universal e suas conseqüências são muito grandes.
"Talvez alguém diga que, sendo dif...
da criação, A resposta é que a avidez, ou seja, desejar algo
mais, é uma quaLdade louvável, desde que devidamente usada. A...
"Vede, pois, quão grande é a diferença entre a civilização
material e a divina. Com o uso da força e de punições, a civili...
crime, mas, antes, dirija todas suas energias para a aquisição
da virtude, e encare a própria prática de uma má ação como
...
e enfermo; nenhum fosso mais negro nem tormento mais repugnante do que manifestar qualidades merecedoras de condenação.
"O...
alguns dias, esquecerá tudo e regressará à sua condição habitual e a seus modos costumeiros. Portanto, é na primeira infân...
"Há certos pilares que foram estabelecidos como os
inabaláveis apoios da Fé de Deus. O mais poderoso deles é
o conheciment...
"Ó tu que estás enamorado pelos santos sopros de Deus!
"A educação das crianças é um assunto da máxima importância. O bebê...
"Nós anteriormente escrevemos e enviamos uma carta
detalhada sobre a educação das crianças na fé, na certeza, na
erudição ...
uma obtenha fama mundial em todos os ramos do conhecimento, da ciência e das artes.
"Certamente, certamente não negligenci...
inhor, louvando o Seu nome e, na mais melodiosa voz entoarem cânticos e recitarem orações.
"Estas crianças são como pequen...
que se desenvolvam em todos os sentidos, manifestem as excelentes dádivas e bênçãos do Senhor e combinem as perfeições
hum...
balharem e a esforçarem-se, e acostumai-as às dificuldades. Ensinai-as a dedicarem suas vidas a assuntos de grande importâ...
"Pois a íntima realidade do homem é uma linha de demarcação entre a sombra e a luz, um lugar onde os dois mares
se encontr...
todas essas crianças, criadas nos Ensinamentos sagrados, desenvolvam naturezas semelhantes às suaves aragens que sopram at...
ca as crianças nas coisas de Deus e, como se fossem pérolas,
cria-as no íntimo da concha da guia divina.
"Esforça-te de co...
e promovei as bases da instrução nos vários ramos do conhecimento por intermédio de professores que sejam puros e santific...
Isto, verdadeiramente, vem da graça do vosso Senhor, o Beneficente".

*'Ó tu, professor das crianças do Reino!
"Tu te leva...
recompensa do Senhor de sinais e provas claros, e que os olhos
da graça celestial se volvam em vossa direção."

"Ó vós que...
da criança ao amor de Deus, prosseguiu com a educação nos
outros ramos do conhecimento."

"Ó vós, bem-amados de 'Abdu'1-Ba...
"Os crentes estão moralmente obrigados a estabelecer escolas onde as crianças possam adquirir conhecimento, e, como
estes ...
nadas pelas luzes do conhecimento do Senhor e pelo Seu amor,
Este é, na verdade, o melhor meio de educar todos povos."

"E...
"Devotai a máxima atenção a este assunto, pois o princípio básico e fundamental de uma escola é, antes e acima de
tudo o m...
vida nenhuma, os portais da Sua graça abrir-se-ão totalmente
para eles".

"Ó firmes no convênio! Louvado seja Deus por hav...
Deus vos assistirão. A memorização de Epístolas, versículos
divinos e tradições sagradas é também muito louvável.
"Seguram...
da vida, cada criança será revigorada pelas gentis brisas do>
amor de Deus e vibrará de alegria com a doce fragrância da
g...
isto em persa?' Se uma das crianças responder: 'a tradução
desta palavra é ásiman', que o professor a elogie e encoraje.
S...
enviada para aquele campo para o qual tem inclinação, desejo e
talento.
"Mas a base indispensável de tudo é que ele desenv...
Deus e permanecer firme em Suas leis, de dedicar total obediência a todo governo justo, de mostrar lealdade e fidelidade a...
"O aprendizado da moral e da boa conduta é muito mais
importante do que o conhecimento dos livros. Uma criança
asseada, ag...
"Ó vós, servas do Misericordioso!
"A escola para meninas tem precedência sobre a escola
para rapazes, pois incube às menin...
receber uma educação e, com todo o entusiasmo, adquirir os
conhecimentos da humanidade. Breve virá o dia em que as
mulhere...
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Educação bahá'í
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Educação bahá'í

283 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
283
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação bahá'í

  1. 1. Educação Bahá'í: uma Compilação Excertos dos Escritos de BaháVlláh, 'Abdu'1-Bahá e Shog^hi Effendi Compilado pelo Departamento de Pesquisa da Casa Universal de Justiça Centro Mundial Bahá'í
  2. 2. Educação Bahá'í: uma Compilação Excertos dos Escritos de Bahá'u'lláh, 'Abdu'1-Bahá e Shoghi Effendi Compilado pelo Departamento de Pesquisa da Casa Universal de Justiça Centro Mundial Bahá'í E D I T O R A BAHÁ'Í — BRASIL R u a Engenheiro Gama Lobo, 267 20 551 — Rio de Janeiro — RJ. 1 98 1
  3. 3. Copyright © 1977 pela Assembléia Espiritual Nacional dos Bahá'ís dos Estados Unidos Editora Bahá'í Brasil direitos reservados 1.» Edição — Abril 1981
  4. 4. "O recém-nascido daquele Dia excede os mais sábios e veneráveis homens de hoje, e o mais insignificante e iletrado daquele período sobrepujará em compreensão os mais eruditos e consumados sacerdotes desta era." O Báb aos seus discípulos "The Dawn — Breakers p. 94"
  5. 5. Sumário Prefácio I. II. III. IV. 7 dos Escritos de Bahá'u'lláh 13 dos Escritos de 'Abdu'1-Bahá 23 dos Escritos de Shoghi Effendi e de Cartas Escritas em seu Nome 77 Suplemento: das Palestras de 'Abdu'1-Bahá 101
  6. 6. Prefácio A todas as Assembléias Espirituais Nacionais. Queridos amigos Bahá'ís, Entre as metas do plano de cinco anos dadas a algumas Assembléias Espirituais Nacionais está a promoção da educação bahá'í das crianças. Porém, este assunto é de profundo interesse para os bahá'ís em todas as terras, não apenas naquelas em que, como o plano indica, metas específicas devem ser alcançadas. A nosso pedido, o Departamento de Pesquisa no Centro Mundial preparou esta compilação dos ensinamentos bahá'ís referentes à educação bahá'í, para que os amigos, em todos os lugares, os estudem e comecem a aplicá-los conforme as circunstâncias permitirem. Na parte principal da compilação, todos os excertos são de Epístolas ou de outros escritos autenticados. Em adição, existe um suplemento com excertos de palestras de 'Abdu'1-Bahá registrados em "Star of the West" e em "The Promulgation of Universal Peace". Espera-se que, no futuro, seja possível confirmar estes conhecidos pronunciamentos através de comparação com as transcrições das palestras em sua língua original, mas, até lá, os amigos podem usá-los, na sua presente forma, para referência e estudo. Podem compartilhar esta compilação com os crentes sob sua jurisdição, completa ou parcialmente, da maneira que julgarem mais adequada.
  7. 7. Uma carta escrita em nome do Guardião a um crente individual em 7 de junho de 1939 explicava: " . . . os ensinamentos de Bahá'u'lláh e 'Abdu'1-Bahá não apresentam um sistema educacional definido e detalhado, mas,, simplesmente, oferecem certos princípios básicos e estabelecem diversos ideais de ensino que deveriam guiar os futuros educadores bahá'ís em seus esforços por formular um currículo de ensino adequado, que esteja em absoluta harmonia com o espírito dos Ensinamentos Bahá'ís e satisfaça, assim, os requisitos e necessidades da era moderna. "Estes princípios básicos encontram-se nas sagradas escrituras da causa, devendo ser cuidadosamente estudados e gradualmente incorporados a vários programas de faculdades e universidades. Porém, a tarefa de elaborar um sistema de educação que seja oficialmente reconhecido pela causa e imposto, como tal, a todo o mundo bahá'í é algo que a atual geraçãc» de crentes não pode, obviamente, empreender e que tem de ser gradualmente realizada pelos eruditos e educadores bahá'ís do futuro." Ao lerem a compilação, os amigos deveriam ter em mente a explicação acima e não interpretar como uma instrução universal o que, de fato, pode ser simplesmente um exemplo do tipo de caminho a ser mais vantajosamente seguido. Por exemplo, as citações das Epístolas de 'Abdu'1-Bahá e das cartas de Shoghi Effendi escritas nos primeiros anos de sua Guardiania foram dirigidas aos bahá'ís da Pérsia quando aquela comunidade, apesar de oprimida, já era numerosa e vivia em uma sociedade na qual a escolaridade era escassa e rudimentar. Na atualidade, na maioria dos países, a educação compulsória e os sistemas educacionais governamentais estão amplamente difundidos e satisfazem as necessidades gerais da educação material; sendo assim, os recursos da Fé nesse campo devem ser concentrados na educação moral e espiritual e no estabelecimento de escolas primárias e tutoriais em áreas de ensino em massa, onde o analfabetismo é ainda a regra gerah 8
  8. 8. Além disso, os vários excertos devem ser lidos dentro do contexto geral. A apropriada educação das crianças é de vital importância para o progresso da humanidade, e a alma, a base essencial de toda a educação, é o treino moral e espiritual. Quando ensinamos a nossos semelhantes as verdades e o tipo de vida da Fé Bahá'í temos que lutar contra barreiras de indiferença, materialismo, superstição e uma multidão de preconceitos errôneos, mas nossas crianças recém-nascidas se nos apresentam como almas puras, não maculadas pelo mundo. À medida que forem crescendo, enfrentarão incontáveis provações e dificuldades. Desde seus primeiros instantes de vida, temos o dever de treiná-las, tanto material quanto espiritualmente, da forma ensinada por Deus e assim, ao chegarem à idade adulta, poderão vir a ser campeões de Sua Causa e gigantes espirituais e morais entre a humanidade, equipados para enfrentar todas as provações, tornando-se, verdadeiramente, "estrelas no céu da compreensão" e "águas cristalinas das quais depende a própria vida de todos os homens". Nossa oração no Sagrado Limiar é que a provisão de jóias da sabedoria divina contida nesta compilação seja um estímulo e uma fonte de inspiração para os pais, os professores e as Assembléias Espirituais Bahá'ís em todo o mundo, e uma bênção para a geração futura. Com amorosas saudações Bahá'ís, A Casa Universal de Justiça.
  9. 9. Educação Bahá'í
  10. 10. I. Dos Escritos de BaháVlláh * "Os Profetas e Mensageiros de Deus têm sido enviados com o fim único de guiar a humanidade ao Caminho Reto da Verdade. É o intuito fundamental de sua Revelação educar todos os homens para que possam, na hora de sua morte, ascender ao trono do Altíssimo no grau máximo de pureza e santidade e com desprendimento absoluto". (Seleção dos Escritos de Bahá'u'!láh, LXXXI, p. 104) "Decretamos, ó povo, que o fim supremo e final de toda a erudição seja o reconhecimento daquele que é o objeto de todo o conhecimento..." (Seleção dos Escritos de BaháVlláh, XCVIII, p. 128) "Considera tu. . . a revelação da luz do Nome de Deus, « Educador. Vê como, em todas as coisas, as evidências dessa revelação estão manifestas; vê como dela depende o melhoramento de todos os seres. Essa educação é de duas espécies. Uma é universal. Sua influência penetra todas as coisas e as sustenta. Por esta razão foi que Deus asumiu o título de "Senhor de todos os mundos." A outra se limita aos que entraram , (*) Todas as passagens não referenciadas são excertos de Epístolas ainda não traduzidas, ou passagens recentemente traduzidas. . 13
  11. 11. na sombra deste Nome e buscaram o amparo desta poderosíssima Revelação. Aqueles, porém, que deixaram de procurar este amparo, privaram-se deste privilégio e não podem derivar benefícios do sustento espiritual que se fez descer através da graça celestial deste Mais Grandioso Nome. Como é grande o abismo fixado entre uma espécie e a outra!" (Seleção dos Escritos de BaháVlláh, XCIII, p. 123) "O homem é o Talismã supremo. A falta de devida educação, porém, privou-o daquilo que ele inerentemente possui. Através de uma palavra procedente da boca de Deus, foi ele chamado à existência; por mais uma palavra, foi guiado a reconhecer a fonte da sua educação; por ainda outra palavra, seu grau e destino foram salvaguardados. Diz o Grande Ser: Considerai o homem como uma mina rica em jóias de inestimável valor. A educação, tão somente, pode fazê-la revelar seus tesouros e habilitar a humanidade a tirar dela algum benefício." (Seleção dos Escritos de BaháVlláh, CXXII, p. 164) "Volvei vossas mentes e vontades à educação dos povos e raças da terra, para que talvez as dissensões que a dividem possam, através do poder do Maior Nome, ser apagadas de sua face, e todos os seres humanos se tornem os sustentáculos de uma só Ordem e os habitantes de uma mesma Cidade". (Seleção dos Escritos de BaháVlláh, CLVI, p. 207) "Nós prescrevemos para todos os homens aquilo que conduzirá à exaltação da palavra de Deus entre Seus servos e, também, ao progresso do mundo da existência e à elevação das almas. Para este fim, o maior meio é a educação da criança. A esta, cada um e todos devem se apegar com firmeza. 14
  12. 12. Nós, verdadeiramente, conferimos a vós esta incumbência em numerosas epístolas assim como em Meu Mais Sagrado Livro. Feliz aquele que a ela presta obediência. Pedimos a Deus que assista a cada um e a todos na obediência a este mandamento inescapável que surgiu e se tornou manifesto através da pena do Ancião dos Dias". "A todo o pai foi ordenada a instrução do seu filho e filha na arte de ler e escrever e em tudo que se encontra registrado na Santa Epístola. Aquele que não cumprir com o que lhe está prescrito, se for rico, os fideicomissários fá-lo-ão pagar o necessário para a instrução das crianças, caso contrário, o assunto será entregue à Casa de Justiça. Verdadeiramente, nós fizemos dela um abrigo para os pobres e necessitados. Aquele que cria seu filho ou o filho de outrem, é como se tivesse criado um filho Meu; sobre ele repousem Minha Glória, Minha terna Bondade e Minha Mercê, que envolveram o mundo." "(Synopsis and Codification of the Kitáb-í-Aqdas" p. 15-16) "Homens e mulheres devem colocar uma parte do que ganham através de sua profissão, da agricultura ou de outros negócios aos cuidados de uma pessoa fidedigna, para ser dispendida na educação e instrução das crianças, sob a orientação dos fideicomissários da Casa de Justiça." (Excerto de "Tablet of the World", "Bahá'í World Faith", 176) "Empregai toda energia para adquirirdes tanto perfeições interiores quanto exteriores, pois o fruto da árvore humana tem sempre sido, e sempre será, perfeições internas e externas. Não é desejável que um homem seja deixado sem conhecimentos ou habilidades, pois será, então, nada mais que uma árvo15
  13. 13. re estéril. Assim, tanto quanto o permitam vossa capacidade e aptidão, deveis adornar a árvore do ser com frutos tais como a sabedoria, o conhecimento, a percepção espiritual e a fala eloqüente." "O homem pode comparar-se ao aço, cuja essência está oculta: através de advertência, explicação, bom conselho e educação, essa essência será trazida à luz. Se, contudo, lhe for permitido permanecer na sua condição original, a corrosão da sensualidade e dos apetites, efetivamente, destruí-lo-ão. "Há muitas coisas que, quando negligenciadas, se desperdiçam e revertem ao nada. Quantas vezes, neste mundo, vemos uma criança que perdeu seus pais e, assim, a não ser que seja dada atenção à sua educação e instrução, não pode produzir frutos. E, melhor morto do que vivo, está aquele que não produz frutos." "E dever obrigatório dos pais educar seus filhos a serem firmes na fé, pois uma criança que se aparta da religião de Deus não agirá de modo a conquistar o agrado de seus pais e de seu Senhor. Toda a ação louvável nasce da luz da religião, e, faltando-lhe esta suprema benção, a criança não se afastará de nenhum mal, nem se aproximará de nenhum bem." "O temor a Deus sempre tem sido o fator primordial na educação de Suas criaturas. Felizes aqueles que isto alcançaram!" ("Epistle to the Son of the Wolf" p. 27) "O que é de suprema importância para as crianças, o que deve preceder tudo o mais, é ensinar-lhes a unidade de Deus 16
  14. 14. e as Leis de Deus. Pois, sem isto, não se pode incutir o temor a Deus, e, sem o temor a Deus, surgirão uma infinidade de ações odiosas e abomináveis, e serão manifestados sentimentos que transgredirão todos os limites. . . "Os pais devem envidar todos os esforços para levar seus filhos a serem religiosos, pois, se as crianças não atingirem este que é o maior de todos os ornamentos, não obedecerão a seus pais, o que, de certo modo, significa que não obedecerão a Deus. Com efeito, tais crianças não terão consideração por ninguém e farão exatamente o que lhes aprouver." "As escolas devem primeiro treinar as crianças nos princípios da religião, a fim de que a Promessa e o Castigo, mencionados nos livros de Deus, possam afastá-los das coisas proibidas e adorná-los com o manto dos mandamentos; mas, isto, em tal medida que não prejudique as crianças por resultar em intolerância e fanatismo ignorante". ("The Eight Leaf of Paradise", "Words of Parad : se", "Bahá'í World Faith", p. 182) "As artes, os ofícios e as ciências elevam o mundo do ser e conduzem à sua exaltação. O conhecimento é como asas para a vida do homem e uma escada para a sua ascensão. A todas, incumbe a sua aquisição. Deve ser adquirido, contudo, o conhecimento de tais ciências que possam benificiar aos povos da terra, e não daquelas que começam com palavras e terminam com palavras. . . "Em verdade, o conhecimento é um autêntico tesouro para o homem e uma fonte de glória de benção, de contentamento, de exaltação, de alegria e de felicidade. Feliz é o homem que a ele se apega, e desafortunado o desatento". ("Epistle to the Son of the Wolf" p. 26-7) 17
  15. 15. "Os eruditos deste dia devem guiar o povo na aquisição daqueles ramos do conhecimento que são úteis, e dos quais possam colher benefícios tanto os próprios eruditos como a humanidade em geral. Aquelas atividades acadêmicas que começam e terminam somente com palavras nunca foram, e jamais serão, de qualquer valor. A maioria dos eruditos doutores da Pérsia devota toda sua vida ao estudo de uma filosofia cuja colheita final nada mais é do que palavras." "Incumbe às crianças esforçarem-se ao máximo na aquisição da arte de ler e escrever. Um domínio da escrita que satisfaça as necessidades mais urgentes será suficiente para algumas; e, então, é melhor e mais adequado que dispendam o seu tempo estudando aqueles ramos do conhecimento que são de utilidade. "Quanto ao que a Pena Suprema previamente prescreveu, sua razão é que, em toda a arte e ofício, Deus ama a mais elevada perfeição." "Nos tesouros do conhecimento de Deus reside oculto um conhecimento que, quando aplicado, eliminará, em grande parte, o medo, embora não totalmente. Este conhecimento, no entanto, deve ser ministrado desde a infância, visto que muito ajudará na sua eliminação." (Epistle to the Son of the Wolf" p. 32) Quando Shoghi Effendi foi questionado acerca do 'conhecimento' referido na passagem acima, deu a seguinte resposta através de sua secretária: 18
  16. 16. Infelizmente, parece que o conhecimento "que em grande parte eliminaria o medo" não foi revelado ou identificado por Bahá'u'lláh e, por essa razão, não sabemos qual é."' (De uma carta datada 5 de Janeiro de 1948, escrita em nome de Shoghi Effendi a Charles S. Krug, publicado no Bahá'í News", n.° 210, de agosto de 1948, p. 3) "Compete aos titulares do governo convocarem uma reunião e escolherem um dos diversos idiomas, assim como uma das escritas existentes, ou, senão, criarem uma nova língua e uma nova escrita, a serem ensinadas às crianças nas escolas de todo o mundo. Deste modo, estariam aprendendo apenas dois idiomas, um deles sendo a sua própria língua nativa, o outro, a língua na qual comunicar-se-iam todos os povos do mundo. Fossem os homens se apegar com firmeza ao que tem sido mencionado, toda a terra viria a ser considerada como um só país, e o povo seria aliviado e liberto da necessidade de aprender e ensinar diferentes línguas." ("Epistle to the Son of the Wolf p. 138) "Ensinai a vossas crianças as palavras que têm sido reveladas por Deus para que elas as possam recitar nos tons mais melodiosos. Isto se encontra revelado num poderoso livro." "Ensinai a vossas crianças aquilo que tem sido revelado do céu de majestade e poder, para que elas possam recitar as Epístolas do Misericordioso, nos mais melodiosos tons, nos recintos dos Mashriqu'1-Adhkars". (Kitáb-i-Aqdas) 19
  17. 17. "Declara o Grande Ser: O homem de consumado conhecimento e o sábio dotado de penetrante sabedoria são os dois olhos para o corpo da humanidade. Queira Deus que a terra jamais seja privada destas duas magníficas dádivas. . . "Ao iniciar-se todo empreendimento, é obrigatório ter-se em mira seu fim. Dentre todas as artes e ciências, dirigi as crianças para o estudo daquelas que resultem em vantagem para o homem, que assegurem seu progresso e elevem seu grau. Deste modo, os odores fétidos da desordem serão dispersos, e, assim, através dos altos esforços dos líderes das nações, todos viverão protegidos, seguros e em paz." "Quanto às crianças: Nós ordenamos que, no princípio, sejam treinadas nas observâncias e leis da religião e, posteriormente, naqueles ramos do conhecimento que são benéficos, em atividades comerciais que sejam distinguidas pela integridade e em ações que promovam a vitória da Causa de Deus ou que tragam um resultado tal que faça com que o crente se aproxime mais do seu Senhor. "Pedimos a Deus que assista os filhos dos Seus amados e que os adorne com sabedoria, boa conduta, integridade e retidão. "Verdadeiramente, Ele é Quem perdoa, o Clemente." "Ó Husayn! Ó tu Preceptor! "Da Sua Maior Prisão, o semblante do Ancião dos Dias está voltado para ti e Ele te ensina o que te fará aproximar de Deus, O Senhor da humanidade." "Abençoado é o professor que se levanta para ensinar as crianças e guiar o povo para os caminhos de Deus, o Doador, o Bem-Amado." 20
  18. 18. "Abençoado é o professor que se mantém fiel ao convênio de Deus e se ocupa com a educação das crianças. Para ele, a Pena Suprema dedicou aquela recompensa que está revelada no Mais Sagrado Livro. "Abençoado, abençoado é ele!" 21
  19. 19. II. Dos Escritos de 'Abdu'1-Bahá * "Ó Deus, Ó Tu que lançaste o Teu esplendor sobre as luminosas realidades dos homens, derramando sobre eles as luzes resplandecentes do conhecimento e da guia, que os escolhestes dentre todas as coisas criadas para esta graça excelsa, que os fizeste abarcar todas as coisas, compreender sua essência mais íntima e desvendar seus mistérios, trazendo-os das trevas para o mundo visível! 'Verdadeiramente, Ele manifesta a Sua mercê especial a quem quer que Ele deseje! (1) "Õ Senhor, ajuda os Teus amados na aquisição do conhecimento, das ciências e das artes, e na descoberta dos segredos que se encontram entesourados na mais íntima realidade de todos os seres criados. Faz com que aprendam as verdades ocultas que estão inscritas e entesouradas no âmago de tudo o que existe. Faz com que sejam insígnias de guia entre todas as criaturas e raios penetrantes da mente derramando a sua luz nesta 'primeira vida'. (2) "Faz deles condutores até ti, guias para o Teu caminho, mensageiros exortando os homens para o Teu Reino. (*) Todas as passagens não referenciadas são excertos de Epístolas ainda não traduzidas, ou passagens recentemente traduzidas. (1) Alcorão 3:67. (2) Alcorão 56:62 (Numa Epístola 'Abdu'1-Bahá explica tratar-se de uma referência à vida neste mundo como distinta da do próximo.) 23
  20. 20. "Verdadeiramente, Tu és o Poderoso, o Protetor, o Forte, o Defensor, o Grande, o Mais Generoso. "Ó Companhia de Deus! Para cada coisa criada a Antiga Soberania determinou uma perfeição própria, uma virtude particular e uma especial excelência, de modo que, cada uma no seu grau, possa se tornar um símbolo revelando a sublimidade do verdadeiro Educador do gênero humano e para que, cada uma, tal como um espelho cristalino, possa manifestar a graça e o esplendor do Sol da Verdade. "E, dentre todas as criaturas, Ele escolheu o homem para lhe conceder a Sua mais maravilhosa dádiva, e fez com que ele alcançasse as bênçãos da Companhia no alto. A mais preciosa dádiva é atingir Sua guia infalível, de modo que a mais íntima realidade da humanidade venha a ser como um nicho» para guardar esta lâmpada; e, quando os esplendores desta luz incidem sobre o brilhante cristal do coração, a pureza do coração faz com que os raios cintilem ainda mais intensamente do que antes e resplandeçam gloriosamente nas mentes e nas almas dos homens. "A obtenção da suprema orientação está na dependência do conhecimento e da sabedoria, e em estar-se informado quanto aos mistérios das Palavras Sagradas. Por este motivo, devem os amados de Deus, sejam eles jovens ou idosos, homens ou mulheres, cada qual seguindo suas aptidões, empenharem-se na aquisição dos vários ramos do conhecimento e ampliarem a sua compreensão dos mistérios dos Livros Sagrados e sua hab:lidade em dominar as provas e evidências divinas. "O eminente Sadru's-Sudúr(l), que, verdadeiramente, atingiu uma posição extremamente elavada nos Retiros do Paraíso, foi quem inaugurou a reunião de ensino. Ele foi a primeira alma abençoada a assentar o alicerce desta momentosa instituição. Louvado seja Deus. No decurso de sua vida ele educou (1) Um distinto crente iraniano que criou as primeiras aulas para instrução de professores bahá'ís. 24
  21. 21. pessoas que hoje são fortes e eloqüentes defensores do Senhor Deus, discípulos que são, verdadeiramente, descendentes puros e espirituais deste que tão perto chegou do Santo Limiar. Depois de seu passamento, alguns abençoados indivíduos tomaram medidas para perpetuar o seu trabalho de ensino, e, quando soube disto, o coração deste Cativo regozijou-se. "Nestes dias, do mesmo modo, peço intensamente que os amigos de Deus envidem todo esforço, na medida de suas capacidades, nesta direção. Quanto mais arduamente lutarem por ampliar a extensão de seu conhecimento, melhor e mais gratificante será o resultado. Que os amados de Deus, sejam eles jovens ou idosos, homens ou mulheres, cada qual de acordo com suas aptidões, se levantem e não poupem esforços na aquisição dos vários ramos existentes do conhecimento, tanto espirituais como seculares, e das artes. Sempre que se reunirem em seus encontros, que a sua conversação se restrinja a assuntos eruditos e à informação sobre o conhecimento e as ciências da atualidade. "Se assim o fizerem, inundarão o mundo com a Luz Manifesta e transformarão esta terra de pó em jardins do Reino da Glória". "Ó tu amigo verdadeiro! Lê, na escola de Deus, as lições do espírito e, do Mestre do amor, aprende as mais profundas verdades. Busca os segredos do Céu, e fala da graça e do favor abundantes de Deus. "Embora a aquisição das ciências e das artes seja a maior glória da humanidade, isto só será assim sob a condição de que o rio humano deságue no poderoso Mar, e que da antiga fonte de Deus derive a sua inspiração. Quando isto vem a suceder, cada professor é, então, como um oceano sem limites; cada aluno, uma fonte pródiga de conhecimento. Se, portanto, a procura do conhecimento conduzir à beleza Daquele que é o Objeto de todo o conhecimento, quão excelente esse obje25
  22. 22. tivo; mas, se assim não for, uma mera gota poderá talvez isolar o homem do fluxo da graça, pois com a erudição vêm a arrogância e o orgulho que conduzem ao erro e à indiferença para com Deus. "As ciências deste mundo são gotículas da realidade; se elas não conduzirem à realidade, que fruto pode advir da ilusão? Pelo Deus uno e verdadeiro! Se o conhecimento não for um meio de acesso a Ele, o Mais Manifesto, então nada é senão perda evidente. "Incumbe a ti adquirir os vários ramos do conhecimento e volver tua face para a beleza da Manifesta Beleza, a fim de que possas ser um sinal da guia salvadora entre os povos do mundo e um centro focai de entendimento nesta esfera da qual são excluídos os sábios e sua sabedoria, com exceção daquele que entra no Reino das Luzes e fica informado do mistério velado e oculto, do segredo bem-guardado." "O homem está no grau mais elevado da materialidade e no princípio da espiritualidade; ou seja, ele é o fim da imperfeição e o princípio da perfeição. Está no último grau das trevas, e no princípio da luz; por esta razão tem sido dito que a condição do homem é o fim da noite e o princípio do dia, significando isto que ele é a soma de todos os graus de imperfeição e que possui os graus da perfeição. Tem um lado animal assim como um lado angélico; e o objetivo de um educador é de tal modo treinar as almas humanas que o seu aspecto angélico possa sobrepujar o seu lado animal." (O Esplendor da Verdade, p. 194) "Diz-se que o homem é o maior representante de Deus; ele é o Livro da Criação porque nele estão encerrados todos 26
  23. 23. os mistérios dos seres. Se ele se abriga à sombra do Verdadeiro Educador e é devidamente treinado, torna-se a essência das essências, a luz das luzes, o espírito dos espíritos; torna-se o centro dos sinais divinos, a fonte das virtudes espirituais, a alvorada das luzes celestiais, e o receptáculo das inspirações divinas. Se for privado desta educação, torna-se a manifestação das qualidades satânicas, a soma dos vícios animalescos e a fonte de todas as condições das trevas. "O motivo da missão dos Profetas é educar os homens de modo a tornar este pedaço de carvão um diamante, e para que esta árvore estéril seja enxertada e produza os mais doces, os mais deliciosos frutos. Quando o homem atinge o mais nobre estado no mundo da humanidade, pode então continuar a progredir nos graus da perfeição, mas não em estado; porquanto tais estados são limitados, mas as perfeições divinas são infindáveis." (O Esplendor da Verdade, p. 195) "Rigorosa investigação haverá de mostrar que a causa primária da opressão e da injustiça, da iniqüidade, da irregularidade e da desordem é a falta de fé religiosa das pessoas e o fato de não terem educação. Quando, por exemplo, as pessoas são genuinamente religiosas, letradas e bem educadas, e se apresenta uma dificuldade, podem recorrer às autoridades locais; se não encontram justiça nem tem assegurados os seus direitos, e se percebem que a conduta do governo local é incompatível com a aprovação Divina e a justiça do rei, podem, então, levar seu caso a cortes superiores e descrever o desvio da lei espiritual em que incorreu a administração local. Estas cortes podem, então, requisitar os registros locais do caso e, deste modo, se fará justiça. No presente, contudo, devido à sua escolaridade inadequada, a maior parte da população nem mesmo tem vocabulário para exprimir o que deseja." ("The Secret of Divine Civilization", p. 18) 27
  24. 24. ''O requisito primário, o mais urgente, é a promoção da educação: É inconcebível que qualquer nação possa alcançar prosperidade e sucesso a menos que leve a efeito esta questãa suprema e fundamental. A principal razão do declínio e queda dos povos é a ignorância. Hoje, o povo em geral está ignorante mesmo em relação aos assuntos comuns, quão menos pode ele compreender o âmago dos importantes problemas e das complexas necessidades desta época". (The Secret of Divine Civilization, p. 109) "Observai atentamente como a educação e as artes da civilização trazem honra, prosperidade, independência e liberdade para um governo e seu povo". (The Secret of Divine Civilization, p. 111) "Mas há três espécies de educação: material, humana e espiritual. A educação material trata do progresso e do desenvolvimento do corpo, através da aquisição de seu sustento, de seu conforto e bem estar materiais. Esta educação é comum aos animais e ao homem. "Educação humana significa civilização e progresso, ou seja: governo, administração, obras de caridade, profissões, artes e ofícios, ciências, grandes invenções e descobertas e instituições organizadas. Estas são atividades essenciais, ao homem e o distinguem do animal. "Educação espiritual é aquela do Reino de Deus: consiste na aquisição das perfeições divinas. Esta é a verdadeira educação; pois, neste estado, o homem torna-se o foco das bênçãos divinas, a manifestação das palavras "Façamos o homem à nossa imagem e semelhança". Este é o objetivo do mundo da humanidade. 28
  25. 25. "•'Precisamos agora de um educador que seja ao mesmo íempo um educador material, humano e espiritual, e cuja autoridade seja efetiva em todas as condições. Se alguém dissesse: "eu possuo perfeita compreensão e inteligência e não tenho necessidade de tal educador", estaria negando o que é claro e .evidente; como se uma criança dissesse: "eu não preciso de educação; agirei de acordo com a minha razão e inteligência e assim atingirei as perfeições da existência"; ou como se um •cego dissesse: "eu não preciso de visão porque muitas outras pessoas cegas vivem sem dificuldade." "É, portanto, claro e evidente que o homem necessita de um educador, e que este educador tem de ser inquestionável e indubitavelmente perfeito, sob todos os aspectos, e enaltecido acima de todos os homens. Do contrário, se ele fosse igual ao resto da humanidade, não poderia ser seu educador. Especialmente porque ele tem de ser ao mesmo tempo seu educador material e humano assim como espiritual; isto quer dizer que ele tem de ensinar os homens a organizarem e executarem assuntos materiais, e a formarem uma ordem social de forma a estabelecer a cooperação e o auxílio mútuo na vida, a fim de que os assuntos materiais sejam organizados e regulados para qualquer circunstância que possa advir. Do mesmo modo, ele •deve estabelecer a educação humana; isto quer dizer que ele tem de educar a inteligência e o pensamento de tal forma que atinjam um completo desenvolvimento, para que o conhecimento e a ciência progridam e a realidade das coisas, os mistérios dos seres e as propriedades da existência sejam descobertos; para que, dia a dia, as orientações, as invenções e as instituxões possam ser aperfeiçoadas, e que, das coisas perceptíveis aos sentidos, se possam deduzir conclusões referentes às coisas intelectuais. "Ele também deve transmitir educação espiritual, de sorte que a inteligência e a compreensão possam penetrar o mundo metafísico, receber o benefício da brisa santificadora do Espírito Santo e entrar em contato com a Assembléia Suprema. Ele 29
  26. 26. deve de tal modo educar a realidade humana a ponto de torná-la o centro das virtudes divinas, em um grau tal que os atributos e nomes de Deus resplandeçam no espelho da realidade do homem, e o santo versículo — 'Nós faremos o homem à Nossa imagem e semelhança' se realize." (O Esplendor da Verdade, p. 27-28) "Há quem imagine que um sentido inato de dignidade humana impedirá o homem de cometer más ações e assegurará a sua perfeição material e espiritual. Ou seja, que um indivíduo dotado de inteligência natural, firme determinação e um ânimo encorajador abster-se-á, instintivamente, de infligir o ma! aos seus semelhantes, sem qualquer consideração pelo severo castigo conseqüente das más ações ou as grandes recompensas da retidão, e ansiará por praticar o bem. No entanto, se ponderarmos as lições da história, tornar-se-á evidente que o próprio sentido de honra e dignidade, em si, é uma das bênçãos provenientes das orientações dos Profetas de Deus. Observamos também, nas crianças, os sinais de agressividade e indisciplina, e, se uma criança é privada das orientações de um professor, suas qualidades indesejáveis aumentam de um momento para o outro. É evidente, pois, que o aparecimento deste senso natural de dignidade e honra humanas é o resultado da educação. Em segundo lugar, mesmo se admitirmos, por amor ao argumento, que a inteligência instintiva e uma qualidade moral inata impediriam más ações, é óbvio que os indivíduos assim caracterizados são tão raros quanto a pedra filosofal. Uma suposição deste gênero não pode tornar-se válida por meras palavras, mas tem de apoiar-se em fatos. Observemos que força na criação impele as massas em direção a ações e objetivos retos! "À parte disso, se aquele raro indivíduo que realmente exemplifica tal faculdade se tornasse também uma personifica30
  27. 27. ção do temor a Deus, é certo que os seus esforços rumo à retidão seriam vigorosamente fortalecidos". ("The Secret of Divine Civilization", p. 97-8) "Quanto às diferenças entre os seres humanos, e à superioridade de alguns indivíduos em relação a outros, os materialistas são de duas escolas de pensamento: um grupo é de opinião que estas diferenças, e as qualidades superiores de alguns indivíduos, são inatas e, como eles diriam, uma exigência da natureza. Segundo eles é óbvio que as diferenças dentro de cada espécie são inerentes. Por exemplo, existem, na natureza, diferentes espécies de árvores; também os animais são variados em sua natureza; mesmo os minerais variam naturalmente entre si: eis aqui uma pedreira cheia de pedras, eis ali uma mina de rubis, translúcidos e intensamente rubros; aqui, uma concha encerra uma pérola, ali, apenas um pouco de barro. "A outra escola de filósofos tradicionais sustenta a idéia de que as diferenças entre os indivíduos e os vários níveis de intelecto e talento provêm da educação, pois, com treinamento, um ramo torto pode crescer reto, e uma árvore estéril do deserto pode se tornar frutífera — através de enxertia, produzirá frutos que poderão ser amargos, mas, com o tempo, tornar-se-ão doces. No princípio seus frutos podem ser pequenos, mas tornar-se-ão grandes e saborosos, uma delícia para o paladar. "A prova mais forte apresentada por este segundo grupo é a seguinte: as tribos de África são, de uma maneira geral, ignorantes e selvagens, enquanto que os povos civilizados da América são, em geral, possuidores de sabedoria e compreensão, o que prova ser a diferença entre estes dois povos devida à educação e experiência. Tais são as opiniões apresentadas pelos filósofos. 31
  28. 28. "As Manifestações de Deus, por outro lado, afirmam que as diferenças são demonstrável e inquestionavelmente inatas e que a expressão 'Nós fizemos alguns de vós sobressairem-se dentre os demais, (1) é um fato provado e indiscutível. É seguro que os seres humanos são, por sua própria natureza, diferentes uns dos outros. Observai um pequeno grupo de crianças, filhas dos mesmos pais, freqüentando a mesma escola, recebendo a mesma educação, alimentando-se com a mesma dieta: algumas, tornando-se bem educadas, conquistarão alto grau de desenvolvimento, outras atingirão um nível médio, e algumas de nenhum modo se mostrarão educáveis. É, evidente portanto que a disparidade entre os indivíduos é devida a diferenças de grau que são inatas. "Mas as Manifestações consideram também que a instrução e a educação, exercem evidentemente uma tremenda influência. Se, por exemplo, uma criança for privada da escola, certamente permanecerá ignorante e seu conhecimento ficará limitado ao que for capaz de descobrir por si mesma; mas, se for levada a um professor qualificado para estudar as ciências e as artes, virá a conhecer as descobertas realizadas por milhares de outros seres humanos. Deste modo, a educação é uma guia para os que se extraviaram; ela faz com que o cego veja; dá juízo ao tolo e concede grandeza ao improdutivo, faz com que o mudo fale, e transforma a falsa aurora na verdadeira luz matinal; através dela, a diminuta semente tornar-se-á uma altiva palmeira e o escravo fugitivo, um rei soberano. "Deste modo, é certo que a educação exerce uma influência e, por esta razão, os Manifestantes de Deus, os Mananciais de Sua mercê, são enviados ao mundo para que, através dos sopros de santidade, Eles possam educar a raça humana e façam da criança de peito um homem forte e valoroso. Através Deles, os rejeitados da terra tornam-se os estimados companheiros do Céu, e os despojados recebem o seu quinhão". (1) 32 Alcorão, 17:22.
  29. 29. Pergunta. — "Quantas espécies de caráter tem o homem? £ qual é a causa da variedade e das diferenças entre os homens?" Resposta. — "O homem possui o caráter inato, o caráter herdado e o caráter adquirido, que é obtido pela educação. "Com referência ao caráter inato: embora a criação divinaseja absolutamente boa, não obstante, as variações nas qualidades naturais do homem provêm da diferença de grau; todas são excelentes mas algumas, mais do que outras, de acordo com o grau. Assim, toda a humanidade possui inteligência € capacidades mas a inteligência, a capacidade e o mérito dos homens diferem. Isto é evidente. "Por exemplo, tomai algumas crianças de uma mesma família, de um mesmo lugar, de uma mesma escola, instruídas por um mesmo professor, criadas com a mesma alimentação, num mesmo clima, com o mesmo vestuário, e estudando as mesmas lições — é certo que, entre estas crianças, algumas serão hábeis nas ciências, algumas mostrarão uma aptidão média e outras serão incapazes. Portanto, é evidente que, na natuieza original, existe uma diferença de grau e variações de valor e capacidade. Esta diferença não implica o bem ou o mal, mas é simplesmente uma diferença de grau. Uma tem o grau mais elevado, outra o grau médio e, outra ainda, o grau mais baixo. Da mesma forma, o homem existe, e também o animal, a planta e o mineral existem — mas os graus destas quatro existências variam: Que diferença entre a existência do homem e a do animal! E, ainda assim, ambas são existências. É evidente que há' diferenças de graus na existência. "A variedade nas qualidades herdadas têm sua origem na força ou fraqueza da constituição; isto quer dizer que, se os pais são fracos, os filhos serão fracos; se forem fortes, os filhos serão robustos. Do mesmo modo, a pureza do sangue exerce um grande efeito, pois o embrião puro é como a estirpe superior que existe nas plantas e animais. Por exemplo, vede como as crianças nascidas de pais e mães fracos e frágeis te33
  30. 30. rão, naturalmente, uma constituição frágil e nervos fracos; serão angustiados e precipitadas; não terão paciência, nem resistência, nem resolução, nem perseverança, pois os filhos herdam a fraqueza e a debilidade dos seus pais. "Além disso, uma bênção especial é concedida a algumas famílias e gerações. Assim, é uma bênção especial que de entre os descendentes de Abraão tenham vindo todos os Profetas dos filhos de Israel. É uma bênção concedida por Deus e esta descendência: a Moisés, por parte de seu pai e sua mãe, a Cristo, por parte da linhagem materna, e também a Maomé e ao Báb, e a todos os Profetas e às Santas Manifestações de Israel. A Abençoada Beleza é também um descendente direto de Abraão, pois Abraão teve além de Ismael e Isaac, outros filhos, que, naqueles tempos, migraram para as terras da Pérsia e do Afeganistão, sendo a Abençoada Beleza um dos seus descendentes. "Portanto, é evidente que também existe o caráter herdado em tal grau que, se os carateres não estiverem em conformidade com sua origem, embora fisicamente pertençam a essa linhagem, espiritualmente não são considerados membros da família como Canaã(l), que não é reconhecido como pertencente à raça de Noé. "Mas a diferença das qualidades, no que se refere à cultura, é muito grande, pois a educação tem grande influência. Através da educação, o ignorante se torna erudito, o covarde se torna valente; através do cultivo, o ramo torto endireita-se, o fruto amargo e azedo das montanhas e florestas torna-se doce e delicioso, e a flor de cinco pétalas adquire cem. Através da educação, nações selvagens se tornam civilizadas e mesmo os animais são domesticados. A educação deve ser considerada de suma importância pois, assim como as moléstias no mundo dos corpos são extremamente contagiosas, as qualidades do espírito e coração são do mesmo modo, extremamente conta(1) 34 Cf. Gênese 9:25.
  31. 31. giosas. A educação tem uma influência universal e suas conseqüências são muito grandes. "Talvez alguém diga que, sendo diferentes a capacidade e o valor entre os homens, é, portanto, a diferença de capacidade que, certamente, causa a diferença de carateres(l). "Mas isto não é assim, pois a capacidade é de duas espécies: capacidade natural e capacidade adquirida. A primeira, sendo criação de Deus, é absolutamente boa — na criação de Deus não existe o mal; a capacidade adquirida, porém, se tornou a causa do aparecimento do mal. Por exemplo, Deus criou todos os homens de tal maneira, e deu-lhes uma tal constituição e tais capacidades, que são beneficiados pelo açúcar e pelo mel e prejudicados e destruídos pelo veneno. Esta natureza, esta constituição, é inata e foi concedida igualmente, por Deus, a toda a humanidade. Mas o homem vem, pouco a pouco, a habituar-se ao veneno, tomando uma pequena dose cada dia e aumentando-a gradualmente até atingir um ponto tal que não pode viver sem uma grama de ópio a cada dia. As capacidades naturais são, desta maneira, completamente pervertidas. Observai quanto a capacidade natural e a constituição podem ser modificadas até que, por diferentes hábitos e treino, são completamente corrompidas. Ninguém critica as pessoas más por causa das suas capacidades e natureza inatas, mas sim por suas capacidades e natureza adquiridas. "Na criação não existe o mal; tudo é bom. Certas qualidades e disposições inatas em algumas pessoas, embora pareçam censuráveis, não o são na realidade. Por exemplo, podeis ver numa criança de peito, desde o princípio da sua vida, os sinais da avidez, da cólera e da violência. Poderia ser dito, então, que o bem e o mal são inatos na realidade do homem e que isso é contrário à absoluta benevolência da natureza e (1) caráter. E, por isso, as pessoas não podem ser censuradas pelo seu 35
  32. 32. da criação, A resposta é que a avidez, ou seja, desejar algo mais, é uma quaLdade louvável, desde que devidamente usada. Assim, se um homem é ávido pela aquisição da ciência e do conhecimento ou por tornar-se compassivo, generoso e justo, isso é extremamente louvável. Se ele escreve sua ira e cólera contra os tiranos sanguinários que são como bestas ferozes, isto é altamente louvável; mas, se não usar estas qualidades de uma' maneira correta, elas são condenáveis." (O Esplendor da Verdade, p. 178) "Quanto à diferença entre esta civilização material que agora prevalece e a civilização divina que será um dos benefícios a advir da Casa Universal de Justiça, ela é a seguinte: a civilização material, através do poder de leis punitivas e retaliatórias, refreia o povo dos atos criminosos e, não obstante isto, enquanto leis para retaliar e punir o homem estão continuamente proliferando, como podeis observar, nenhuma lei existe para recompensá-lo. Em todas as cidades da Europa e da América, imensos prédios têm sido erguidos para servir de prisões aos criminosos. "A civilização Divina, contudo, educa de tal modo cada membro da sociedade que ninguém, com exceção de uns poucos insignificantes, tentará cometer um crime. Há, portanto, uma grande diferença entre a prevenção do crime através de medidas violentas e retaliatórias, e essa educação das pessoas, o seu esclarecimento e a sua espiritualização de maneira que, sem qualquer receio de punição ou vingança, elas afastar-se-ão de todos os atos criminosos. Elas considerarão, na verdade, a própria prática do crime como uma grande desgraça e, em si mesma, o mais severo dos castigos. Ficarão enamoradas pelas perfeições humanas e consagrarão suas vidas a tudo quanto traga luz ao mundo e promova aquelas qualidades que são aceitáveis no Santo Limiar de Deus. 36
  33. 33. "Vede, pois, quão grande é a diferença entre a civilização material e a divina. Com o uso da força e de punições, a civilização material procura impedir que as pessoas pratiquem o mal, que causem dano à sociedade e cometam crimes. Mas, em uma civilização divina, o indivíduo é de tal modo condicionado que, sem medo de punição, ele evita a perpetração de crimes, passa a considerar o próprio crime como o mais severo dos tormentos e, com entusiasmo e alegria, lança-se à aquisição das virtudes da humanidade, à promoção do progresso humano e à difusão da Luz através do mundo." "Entre as salvaguardas da Sagrada Fé está a educação das crianças, e isto encontra-se entre os mais importantes princípios em todos os Ensinamentos Divinos. Assim, desde o prime:ro instante, as mães devem criar os seus filhos no berço da moralidade — pois são as mães os primeiros educadores — de tal forma que, quando chegar à maturidade, a criança venha a provar que está dotada de todas as virtudes e qualidades dignas de louvor. "E mais, de acordo com os mandamentos Divinos, toda criança precisa aprender a ler e escrever e deve adquirir conhecimento em tais áreas que sejam úteis e necessárias, bem como aprender uma arte ou ofício. O maior cuidado deve ser dedicado a estes assuntos; não é perrnissível nenhuma negligência, nenhuma falta de ação em relação a eles. "Observai quantas instituições penais, casas de detenções e locais de tortura estão prontos para receber os filhos dos homens, sendo o seu propósito impedi-los, através de medidas punitivas, de praticar terríveis crimes ao passo que este próprio tormento e castigo apenas aumenta a perversão e, por tais meios, o objetivo desejado não pode ser adequadamente atingido. Portanto, o indivíduo tem que ser de tal forma orientado, desde a sua infância, que nunca seja levado a cometer um 37
  34. 34. crime, mas, antes, dirija todas suas energias para a aquisição da virtude, e encare a própria prática de uma má ação como a mais severa de todas as punições, considerando o ato pecaminoso em si como muito mais aflitivo do que qualquer sentença de prisão. Pois é possível treinar de tal forma o indivíduo que, embora o crime não seja totalmente banido, será contudo, muito raro. "A essência do que foi dito é esta: que a educação do caráter da humanidade é um dos mais importantes mandamentos de Deus e que a influência de uma tal educação é idêntica à que o sol exerce sobre a árvore e o fruto. As crianças têm de ser atentamente vigiadas, protegidas e educadas; nisto consiste a verdadeira paternidade e mercê dos pais. "Se assim não for, as crianças tornar-se-ão ervas daninhas crescendo sem controle e transformar-se-ão na amaldiçoada Árvore Infernal(l), incapazes de diferençar o bem do mal, não distinguindo as mais altas qualidades humanas do que é mesquinho e vil; serão criadas na vangloria e o Senhor Perdoador os abominará. "É por este motivo que toda a criança recém-nascida no jardim do amor celestial requer a máxima educação e cuidado." "A causa fundamental do mau procedimento é a ignorância, razão pela qual temos de segurar firmemente as ferramentas da percepção e do conhecimento. O bom caráter tem de ser ensinado. A luz tem de ser disseminada por toda a parte, de modo que, na escola da humanidade, todos possam adquirir as características celestiais do espírito e ver, por si próprias, que, sem a menor sombra de dúvida, não há pior inferno nem abismo mais abrasador do que possuir um caráter mau (1) 38 O zaqqúm, Alcorão 37:60, 44:33.
  35. 35. e enfermo; nenhum fosso mais negro nem tormento mais repugnante do que manifestar qualidades merecedoras de condenação. "O indivíduo tem de ser educado a um grau tão elevado que prefiriria ter seu pescoço cortado a mentir e consideraria mais fácil ser retalhado por uma espada, ou trespassado com uma lança, a pronunciar uma calúnia ou ser dominado pela ira. "Assim acender-se-á o senso da dignidade e do orgulho humanos a fim de consumir no fogo a colheita dos apetites luxuriosos. Então, cada um dos amados de Deus resplandecerá, qual lua brilhante, com as qualidades do espírito, e a relação' entre cada um e o Sagrado Limiar do seu Senhor não será ilusória, mas perfeita e real; será como o próprio alicerce do edifício e não um embelezamento na sua fachada. "Portanto, uma escola para crianças tem de ser um lugar de disciplina e ordem extremas, a instrução deve ser perfeita e medidas devem ser tomadas para a correção e o refinamento do caráter de modo que, nos seus primeiros anos, dentro da própria essência da criança, a fundação divina seja assentada e a estrutura da santidade seja erguida. "Sabei que este assunto de instrução, de retificação e refinamento do caráter, de estímulo e encorajamento da criança é da maior importância, pois tais são princípios básicos de Deus. "Assim, se Deus quiser, destas escolas espirituais levantar-se-ão crianças iluminadas, adornadas com todas as mais belas virtudes da humanidade, e elas difundirão sua luz não apenas através da Pérsia, mas ao redor do mundo. "É extremamente difícil ensinar o indivíduo e refinar seu caráter uma vez passada a puberdade. Nessa altura, como tem mostrado a experiência, mesmo que se faça todo o esforço por modificar determinada tendência sua, tudo é absolutamente inútil. Poderá, talvez, melhorar um pouco hoje, mas, passados 39
  36. 36. alguns dias, esquecerá tudo e regressará à sua condição habitual e a seus modos costumeiros. Portanto, é na primeira infância que um firme alicerce deve ser estabelecido. Enquanto o ramo está verde e tenro pode ser facilmente indireitado. "O que desejamos dizer é que as qualidades do espíritosão o alicerce básico e divino e que adornam a verdadeira essência do homem — que o conhecimento é a causa do progresso humano. Os amados de Deus devem atribuir uma grande importância a este assunto e levá-lo adiante com entusiasmo e zelo." "Se não houvesse educadores, todas as almas permaneceriam selvagens e, se não fosse o mestre, as crianças seriam criaturas ignorantes. "É por esta razão que, neste Novo Ciclo, a educação e a instrução estão inscritas no Livro de Deus como obrigatórias e não voluntárias. Isto é, ao pai e à mãe impõe-se, como um dever, envidar todos os esforços na instrução da filha e do filho, nutri-los do seio do conhecimento e criá-los no regaço das ciências e das artes. Se negligenciarem este assunto, serão tidos como responsáveis e dignos de reprovação na presença do austero Senhor." ("Tablets of 'Abdu'1-Bahá", vol. III, p. 578-9) "E, entre os ensinamentos de Bahá'u' lláh, encontra-se a promoção da educação. Toda a criança tem de ser instruída nas ciências tanto quanto for necessário. Se os pais puderem prover as despesas desta educação, está bem, do contrário, a comunidade tem de prover os meios para o ensino dessa criança." (De uma carta escrita por 'Abdu'1-Bahá à Organização Central para uma Paz Duradora, Haia, 17 de Dezembro de 1919) 40
  37. 37. "Há certos pilares que foram estabelecidos como os inabaláveis apoios da Fé de Deus. O mais poderoso deles é o conhecimento e o uso da mente, a dilatação da consciência e o discernimento das realidades do universo e dos mistérios ocultos do Deus Todo-Poderoso. "A promoção do conhecimento é, assim, um dever inevitável imposto a cada um dos amigos de Deus. Incumbe àquela Assembléia Espiritual, àquela Assembléia de Deus, envidar todos os esforços na educação das crianças de modo que, desde a infância, sejam treinadas na conduta bahá'í e nos caminhos de Deus e, como jovens plantas, cresçam e floresçam nas mansas águas que são os conselhos e admoestações da Abençoada Beleza . Trabalhai, então, de coração e alma; soltai as vossas línguas na promoção deste empreendimento, sacrificai as vossas possessões para que a Escola de 'Ishqbád(l) progrida, sempre, em ordem e disciplina". "Escreveste com referência às crianças: desde o princípio, as crianças têm de receber educação divina e continuamente, ser lembradas de recordar seu Deus. Deixai que o amor de Deus penetre com o leite de suas mães." "Meu desejo é que estas crianças recebam uma educação bahá'í para que progridam, tanto aqui como no Reino, e alegrem o teu coração. "Num tempo futuro, a moralidade degenerará a um grau extremo. É essencial que as crianças sejam criadas na conduta bahá'í para que encontrem a felicidade tanto neste mundo como no vindouro. Se assim não for, ver-se-ão cercados de tristezas e dificuldades, pois a felicidade humana está alicerçada no comportamento espiritual." (1) Consultar "A Presença de Deus". 41
  38. 38. "Ó tu que estás enamorado pelos santos sopros de Deus! "A educação das crianças é um assunto da máxima importância. O bebê, enquanto ainda lactente, deve receber uma educação bahá'í, e o amoroso espírito de Cristo e BaháVlláh deve ser soprado em seu íntimo para que seja criado de acordo com as verdades do Evangelho e do Mais Sagrado Livro". "Ó tu que contemplas o Reino de Deus! "Tua carta foi recebida, e notamos que estás ocupado em ensinar os filhos dos crentes, e que esses pequeninos têm estado a aprender as Palavras Ocultas, as orações e o que significa ser um bahá'í. "A instrução dessas crianças é assim como o trabalho de um jardineiro afetuoso que cuida das suas pequenas plantas nos campos floridos do Todo-Glorioso. Não há dúvida de que produzirá os resultados desejados; isto é especialmente verdade no que se refere à instrução das obrigações e da conduta bahá'í, pois as pequenas crianças devem ser conscientizadas, no coração e na alma, que Bahá'í não é apenas um nome, mas uma verdade. Toda criança tem de ser instruída nas coisas do espírito para que venha a personificar todas as virtudes e tornarse uma fonte de glória para a Causa de Deus. De outra forma, a mera palavra Bahá'í, se não produzir frutos, perderá seu significado. Esforçai-vos, pois, com o melhor de vossa habilidade, para que estas crianças saibam que um bahá'í é aquele que personifica todas as perfeições, que ele tem de irradiar luz como um castiçal aceso — não ser trevas sobre trevas e, ainda assim, ser portador do nome Bahá'í. "Chamai esta escola de Escola Dominical Bahá'í."(l) (1) 42 Uma classe infantil bahá'í em Kenosha, Wisconsin.
  39. 39. "Nós anteriormente escrevemos e enviamos uma carta detalhada sobre a educação das crianças na fé, na certeza, na erudição e no conhecimento espiritual e sobre como deveriam ser educadas para dirigirem-se ao Reino Celestial com corações suplicantes. "É certo que envidareis todos os esforços neste sentido." "Quanto à tua pergunta referente à educação das crianças: cabe a ti nutri-las do seio do amor de Deus e exortálas para as coisas do espírito — para que possam voltar suas faces para Deus; para que os seus modos estejam em conformidade com as regras da boa conduta e o seu caráter seja inigualável; para que façam suas todas as graças e qualidades louváveis da humanidade; para que adquiram correto entendimento dos vários ramos do conhecimento; para que, desde o princípio das suas vidas, possam se tornar seres espirituais, habilitados do Reino, enamoradas pelas doces fragrâncias da santidade, e possam receber uma educação religiosa, espiritual e do Reino Celestial. Verdadeiramente, pedirei a Deus que conceda a elas sucesso." "Ó amigos afetuosos! Exercei todos os esforços para adquirirdes os vários ramos do conhecimento e a verdadeira compreensão. Empregai toda energia para alcançardes tanto realizações materiais como espirituais. "Encorajai as crianças, desde os primeiros anos, a dominar toda espécie de conhecimento, a fazei-as ansiosas por se tornarem hábeis em todas as artes com o propósito de que através da graça favorecedora de Deus, o coração de cada uma se torne como um espelho revelando os segredos do universo, penetrando na mais íntima realidade de todas as coisas; e que cada 43
  40. 40. uma obtenha fama mundial em todos os ramos do conhecimento, da ciência e das artes. "Certamente, certamente não negligencieis a educação das crianças. Criai-as de modo a serem possuidoras de qualidades espirituais, e ficai certos das dádivas e favores do Senhor." "Õ vós dois, servos no Santo Limiar! Fomos grandemente animados e confortados ao sabermos que havíe^s organizado reuniões para a educação das crianças. "Todo aquele que é ativo nessas reuniões, seja como professor, seja como organizador, tornar-se-á, certamente, receptáculo das confirmações do Reino invisível e será rodeado de infinitas mercês. "Portanto, é com grande alegria que oferecemos estímulo para este esforço tão louvável, para que sejais testemunhas de uma grande recompensa. "Aguardai as confirmações seguras e infalíveis do TodoMisericordioso." "Õ vós duas, bem-amadas servas de Deus! Tudo quanto disser a língua de um homem, que ele o prove por seus atos. Se ele se proclama um ciente, que aja, então, de acordo com os preceitos do Reino de Abhá. "Louvado seja Deus, vós duas haveis demonstrado a veracidade de vossas palavras pelos vossos feitos, e haveis ganho as confirmações do Senhor Deus. Todos os dias, ao alvorecer, reuni as crianças bahá'ís e ensinai a elas as orações e como conversar com Deus. Este é um ato digno do maior louvor e traz alegria aos corações das crianças: volverem suas faces para o Reino, a cada manhã, e fazerem menção do Se44
  41. 41. inhor, louvando o Seu nome e, na mais melodiosa voz entoarem cânticos e recitarem orações. "Estas crianças são como pequenas plantas, e ensinar-lhes as orações é como deixar que a chuva caia sobre elas para que cresçam tenras e viçosas, e que as suaves brisas do amor de Deus soprem fazendo-as vibrar de alegria. "Bênçãos vos aguardam, e um belo céu." "Ó firmes no convênio! "Vossa carta chegou e causou grande prazer, pois ela dizia que, louvado seja Deus, os jovens do Paraíso de Abhá são viçosos e tenros graças às chuvas derramadas das nuvens da graça celestial; que vivem e florescem nas chuvas primaveris da guia celestial e que progridem dia a dia. "É certo que, cada um e todos eles, virão a ser um estandarte de guia, um símbolo das dádivas que vêm do Reino do Todo-Glorioso. Serão melodiosos rouxinóis cantando nos jardins do conhecimento, gazelas delicadas e graciosas vagando nas planícies do amor de Deus. Tendes de atribuir a máxima importância à educação das crianças pois isto é o fundamento da Lei de Deus e o alicerce do edifício da Sua Fé. "Se fosse sabido quanta alegria proporcionastes pelo que haveis feito pelas crianças, os crentes, seguramente, educariam todos os seus filhos do mesmo modo." "Ó verdadeiro companheiro! "A humanidade toda é como crianças numa escola, e os Pontos onde Alvorece a Luz, as Fontes da revelação divina, são os professores, extraordinários e sem igual. Na escola das realidades eles educam estes filhos e falhas, de acordo com os ensinamentos de Deus e nutrem-nos do seio da graça, de modo 45
  42. 42. que se desenvolvam em todos os sentidos, manifestem as excelentes dádivas e bênçãos do Senhor e combinem as perfeições humanas; para que progridam em todos os aspectos dos empreendimentos do esforço humano, quer exteriores ou interiores, ocultos ou visíveis, materiais ou espirituais, até transformarem este mundo mortal num grande espelho para refletir aquele outro mundo que jamais perece. "Ó vós amigos de Deus! Porque o Sol da Verdade, nesta mais rnomentosa época, elevou-se ao mais alto ponto do equinócio da primavera e lança seus raios sobre todas as regiões, provocará tal vibrante exaltação, libertará tais vibrações no mundo dos seres, estimulará tal crescimento e progresso, jorrará com tamanha glória de luz, e as nuvens da graça derramarão águas tão abundantes, e campos e planícies encher-se-ão com um tal universo de plantas e flores de doces aromas, que esta simples terra formar-se-á o Reino de Abhá; e este mundo inferior, o mundo superior. Então, esta partícula de pó será como o imenso círculo dos céus; este lugar humano, a corte de Deus; esta mancha de barro, a aurora dos ilimitados favores do Senhor dos Senhores. "Por este motivo, ó amados de Deus! Envidai um poderoso esforço até serdes, vós mesmos, um sinal deste progresso e de todas estas confirmações, e vos torneis os centros locais das bênçãos de Deus, as auroras da luz da Sua unidade, os promotores das dádivas e graças da vida civilizada. Sede, nessa terra, a vanguarda das perfeições da humanidade; fazei progredir os vários ramos do conhecimento; sede ativos e progressistas no campo das invenções e das artes. Esforçai-vos para corrigir a conduta dos homens, e procurai exceder a todo o mundo na moralidade do caráter. Enquanto as crianças estão ainda na sua infância, nutrí-as no seio da graça celestial, educai-as no berço de toda a excelência, criai-as nos braços da bondade. Concedei-lhes a vantagem de toda a espécie de conhecimento útil. Deixai-as partilhar de cada um dos novos, admiráveis e maravilhosos ofícios e artes. Estimulai-as a tra46
  43. 43. balharem e a esforçarem-se, e acostumai-as às dificuldades. Ensinai-as a dedicarem suas vidas a assuntos de grande importância e inspirai-as a empreenderem estudos que beneficiem a humanidade." "A educação e a instrução das crianças está entre os atos mais meritórios da humanidade e atrai as graças e favores do Todo-Misericordioso, pois a educação é o indispensável fundamento de toda a excelência humana e permite ao homem ascender às alturas da glória eterna. Se uma criança for treinada desde a sua infância, através do afetuoso cuidado do Santo Jardineiro ela beberá das águas cristalinas do espírito e do conhecimento, assim como uma jovem árvore entre deslizantes regatos. Seguramente atrairá para si própria os brilhantes raios do Sol da Verdade e, através de sua luz e calor, crescerá cada vez mais viçosa e bela no jardim da vida. "Por este motivo, o mentor deve ser também um médico: isto é, ao dar instrução à criança, deve curar suas imperfeições; deve dar-lhe conhecimento, e, ao mesmo tempo, criá-lo de modo a possuir uma natureza espiritual. Que o professor seja um médico para o caráter da criança, de modo a curar os males espirituais dos filhos dos homens. "Se, nesta momentosa tarefa, um poderoso esforço for empregado, o mundo da humanidade resplandecerá com outros adornos e irradiará a mais imaculada luz. Então, este lugar sombrio tornar-se-á luminoso e esta morada de terra, um Céu. Os próprios demônios, então, transformar-se-ão em anjos; os lobos, em pastores de rebanhos; as matilhas de cães selvagens, em gazelas pastando nas planícies da unidade; as bestas vorazes, em pacíficos rebanhos; as aves de rapina, com garras afiadas como navalhas, em aves canoras chilreando seus melodiosos cantos naturais. 47
  44. 44. "Pois a íntima realidade do homem é uma linha de demarcação entre a sombra e a luz, um lugar onde os dois mares se encontram;(l) é o ponto mais baixo do arco descendente(2) e, por esse motivo, é capaz de atingir todos os graus superiores. Com educação, pode alcançar toda a excelência; sem educação, estagnará, no ponto mais baixo da imperfeição. "Toda a criança é, potencialmente, a luz do mundo e, ao mesmo tempo, suas trevas; por isso a questão da educação deve ser considerada da maior importância. Desde a sua infância, a criança tem de ser nutrida no seio do amor de Deus e criada nos braços do Seu conhecimento, para que irradie luz, cresça em espiritualidade, encha-se de sabedoria e erudição e se revista com as características da hoste angélica. "Visto que fostes designados para esta santa tarefa, deveis, portanto, envidar todos os esforços para tornardes esta escola af amada em todos os aspectos, em todo o mundo; torná-la a causa da exaltação da Palavra do Senhor." "Entre os maiores serviços que possivelmente o honiím pode prestar a Deus Todo-Poderoso está a educação e instrução das crianças, jovens plantas do Paraíso de Abhá, de modo que estas crianças, nutridas pela graça no caminho da salvação, crescendo como pérolas de bondade divina na concha da educação, um dia, venham a adornar a coroa de glória eterna. "Contudo, é muito difícil empreender este serviço e, ainda mais difícil, nele ter êxito. Espero que vos desencumbais bem desta mais importante tarefa, que obtenhais sucesso nela e vos torneis uma insígnia da abundante graça de Deus, para que (1) Alcorão 25:55, 35:13, 55:19-25. casamento revelado por 'Abdu'1-Bahá, que Senhor incomparável!... (2) Ver em "O Esplendor da Verdade", de 'Abdu"l-Bahá sobre o arco ascendente e 48 Vai também Oração do começa, "Ele é Deus! Ó págs 328/9, os comentários descendente.
  45. 45. todas essas crianças, criadas nos Ensinamentos sagrados, desenvolvam naturezas semelhantes às suaves aragens que sopram através dos jardins do Todo-Glorioso e espalhem, por todo o mundo, a sua fragrância." "Ó servo da Abençoada Beleza! "Abençoado és por te haveres empenhado na prestação de um serviço que fará brilhar tua face no Reino de Abhá: a educação e a instrução das crianças. Quando alguém ensina e instrui as crianças de maneira correta, está realizando um incomparável serviço no sagrado limiar. De acordo com o que ouvimos, tens obtido sucesso. Contudo, deves te esforçar, sem cessar, para te aperfeiçoares a ti mesmo e para atingires realizações cada vez mais elevadas. "Em todos os tempos, Eu imploro a Deus Todo-Poderoso que faça de ti o meio para iluminar as mentes dessas crianças, para trazer seus corações à vida e para santificar suas almas." 'Abdu'1-Bahá nutre a esperança do que essas jovens almas na classe do mais profundo conhecimento estejam aos cuidados de alguém que as ensine a amar. Que todas elas, nos domínios do espírito, aprendam bem os mistérios ocultos — tão bem que, no Reino do Todo-Glorioso cada uma delas, tal qual um rouxinol dotado de fala proclama os segredos do Reino Celestial e, como um amante saudoso, manifeste o quão intensamente necessita do Bem-Amado e o quão profundamente anseia por Ele." "Ó tu, serva de Deus! Estabelece tu uma escola celestial e, nessa casa de conhecimento, sè tu uma professora. Edu49
  46. 46. ca as crianças nas coisas de Deus e, como se fossem pérolas, cria-as no íntimo da concha da guia divina. "Esforça-te de coração e alma; cuida para que as crianças sejam educadas de modo a personificarem as mais elevadas perfeições da humanidade, a um tal grau que cada uma delas seja treinada no uso da mente, na aquisição do conhecimento, na humildade e submissão, na dignidade, no zelo e no amor." "Procura tu uma professora. Ela deve ser extremamente modesta, calma, paciente e bem educada, além de perita na língua Inglesa." "ó tu, professor espiritual! Em tua escola, instrui os filhos de Deus nos costumes do Reino. Sê um professor do amor em uma escola de unidade. Instrui os filhos dos amigos do Misericordioso nas regras e maneiras da sua amorosa bondade. Cuida das jovens árvores do Paraíso de Abhá com os mananciais de Sua graça, paz e alegria. Faz com que floresçam sob a chuva da Sua bondade. Esforça-te ao máximo para que as crianças possam distinguir-se e crescer viçosas, delicadas e fragrantes, como as árvores ideais nos jardins do céu. "Todas estas dádivas e mercês dependem do amor pela Beleza do Todo Glorioso, e das bênçãos dos ensinamentos do Altíssimo, e das instruções espirituais do Concurso Supremo, e do êxtase, e do ardor, e da diligente procura de tudo quanto contribua para a honra eterna da comunidade do homem." "Fazei todo o possível para adquirides o avançado conhecimento contemporâneo e esforçai-vos por levar avante a civilização divina. Estabelecei escolas que sejam bem organizadas 50
  47. 47. e promovei as bases da instrução nos vários ramos do conhecimento por intermédio de professores que sejam puros e santificados, que se distingam pelo seu elevado padrão de conduta e excelência em geral e que sejam fortes em fé; educadores com um conhecimento das ciências e das artes. "Cumpre ao exaltado organismo das Mãos da Causa de Deus vigiar e proteger, de todas as formas, estas escolas e atender às suas necessidades, para que todos os meios de progresso estejam continuamente a seu alcance e as luzes do conhecimento iluminem todo o mundo." "Ó firme no convênio! Em resposta à tua carta, sou obrigado a ser breve. Agradece a Deus por haveres conseguido te tornar um professor de jovens bahá'ís, novas árvores do Paraíso de Abhá, e, ao mesmo tempo, seres capaz de beneficiar também outras crianças. "De acordo com o explícito texto divino, ensinar as crianças é indispensável e obrigatório. Sendo assim, os professores são servos do Senhor Deus, pois se levantaram para realizar esta tarefa que é igual à adoração. Portanto, deveis dar graças, cada vez que respirares, por estares educando teus filhos espirituais. "O pai espiritual é superior ao pai físico, pois o último confere apenas a vida deste mundo enquanto que o primeiro dota seu filho com a vida eterna. É por esta razão que, na Lei de Deus, os professores estão contados entre os herdeiros. "Em verdade, adquiristes todos estes filhos espirituais gratuitamente, e isto é melhor do que ter filhos físicos já que tais filhos não são agradecidos a seus pais, pois sentem que o pai os serve por obrigação e, por isso, não importa o que ele faça por eles, não o levam em consideração. Os filhos espirituais, no entanto, apreciam sempre a amorosa bondade de seus pais. 51
  48. 48. Isto, verdadeiramente, vem da graça do vosso Senhor, o Beneficente". *'Ó tu, professor das crianças do Reino! "Tu te levantaste para realizar um serviço que, com justiça, te permitiria glorificar-te acima de todos os professores da Terra. Pois os professores deste mundo fazem uso da educação humana para desenvolver os poderes da humanidade, sejam eles espirituais ou materiais, enquanto que tu estás instruindo estas jovem plantas nos jardins de Deus de acordo com a educação celestial, e lhes estás transmitindo as lições do Reino. "O resultado deste tipo de ensino será a atração das bênçãos de Deus e a manifestação das perfeições do homem. "Apega-te, com firmeza, a essa espécie de ensino, pois os seus frutos serão muito grandes. As crianças devem, desde a sua infância, ser educadas para serem bahá'ís devotos e espirituais. Se esta for a sua educação, permanecerão a salvo de todas as provações." "Ó vós, receptáculos dos favores de Deus! Nesta nova e maravilhosa Era, o alicerce inabalável é o ensino das ciências e das artes. De acordo com os explícitos textos Sagrados, artes e ofícios devem ser ensinados a cada criança no grau que for necessário. Por isso, em toda a cidade e vila, escolas devem ser estabelecidas, e toda a criança dessa cidade ou vila deve empenhar-se no estudo até o grau necessário. "Consequentemente, qualquer alma que ofereça o seu auxílio para a realização deste objetivo será aceita, com certeza, no limiar celestial e enaltecida pela Companhia no Alto. "Visto que vos tendes esforçado muito em prol deste tão importante fim, é minha esperança que venhais a colher vossa 52
  49. 49. recompensa do Senhor de sinais e provas claros, e que os olhos da graça celestial se volvam em vossa direção." "Ó vós que tendes sublime determinação e nobres objetivos! Vossa carta foi eloqüente; seu conteúdo, original e expresso sensivelmente, indicando vossos grandes e louváveis esforços em prol da educação das crianças, tanto meninas quanto rapazes. Isto se encontra entre os mais importantes empreendimentos humanos. Todos os meios de educação possíveis devem ser postos ao alcance das crianças bahá'ís, plantas do jardim celestial, pois nisto consiste a iluminação da humanidade. Louvado seja Deus; os amigos em Ishqábád estabeleceram um sólido alicerce, uma base inexpugnável na cidade do Amor foi construída a primeira Casa de Adoração Bahá'í e, hoje, nesta cidade, os meios para a educação das crianças estão também sendo desenvolvidos, pois, mesmo durante os anos de guerra, este dever não foi negligenciado e, na verdade, as deficiências foram compensadas. Deveis, agora, dilatar o âmbito de vossos esforços e delinear planos para o estabelecimento de escolas de educação superior, de modo que a cidade do Amor se torne o centro local bahá'í das ciências e artes. Graças à generosa assistência da Abençoada Beleza, os meios para este fim serão garantidos. "Devotai particular atenção à escola para meninas, pois a grandeza desta maravilhosa Era será manifestada em decorrência do progresso no mundo feminino. É por isso que podeis observar, em todas as terras, que o mundo das mulheres está em marcha; isto se deve ao impacto da Manifestação Suprema e ao poder dos ensinamentos de Deus. "A educação nas escolas deve começar pelo ensino da religião. Depois da instrução religiosa, e da ligação do coração 53
  50. 50. da criança ao amor de Deus, prosseguiu com a educação nos outros ramos do conhecimento." "Ó vós, bem-amados de 'Abdu'1-Bahá! Um dos amigos enviou-nos uma carta sobre a escola de Ishqábád, anunciandonos que, graças a Deus, os amigos ali estão agora muito empenhados em pôr a escola em ordem, havendo já nomeado professores bem qualificados para suas tarefas e que, de agora em diante, o maior cuidado será devotado à supervisão e administração da escola. "Também é minha esperança que os favores e graças de Deus, o Rei bondoso, envolvam todos vós, de modo que os amigos venham a superar os outros em todas as coisas. "Um dos mais importantes empreendimentos é a educação das crianças, pois sucesso e prosperidade dependem do serviço e da adoração a Deus, o Santo, o Todo-Glorificado. "Entre os maiores de todos os grandes serviços está a educação das crianças, a promoção das várias ciências, ofícios e artes. Louvado seja Deus; estais agora realizando vigorosos esforços para este fim. Quanto mais perseverardes nesta tarefa de maior importância, mais testemunhareis as confirmações de Deus, a tal ponto que vós próprios ficareis atônitos. "Verdadeiramente, esta é uma questão indubitável, uma promessa que seguramente será cumprida." "Ó vós, verdadeiros servos do Senhor das Hostes! "Os serviços que estais prestando em prol da escola de Ta'yíd(l) merecem os mais altos louvores. Certamente que Deus, na Sua infinita bondade, fará derramarem-se sobre vós as Suas múltiplas bênçãos celestiais. (1) Uma escola bahá'í para rapazes em Hamadán, Pérsia. 54
  51. 51. "Os crentes estão moralmente obrigados a estabelecer escolas onde as crianças possam adquirir conhecimento, e, como estes amigos se comprometeram a fazer sacrifícios com este fim e estão contribuindo para o sustento da Escola de Ta'yíd, 'Abdu'1-Bahá, com toda a humanidade e submissão, oferece graças e louvores ao Reino dos Mistérios. Ele pede que bênçãos sejam derramadas sobre vós, e paz de espírito, para que possais triunfar na prestação deste mais louvável serviço com tranqüilidade e alegria. Ó Tu Provedor! Estas almas estão fazendo o bem. Fazei-as bem-amadas de ambos os mundos, torna-as os recipientes de infinitas graças. Tu és o Poderoso, Tu és o capaz, Tu és Aquele que dá, Tu és Aquele que concede, o Senhor Incomparável." "Ó tu que te levantaste para servir a Causa de Deus com iodo teu ser! "O que escreveste com referência à escola é causa de grande regozijo e deleita o coração. Todos os amigos alegraram-se e animaram-se com estas notícias. "Essa escola é uma das instituições vitais e essenciais que, na verdade, sustentam e defendem o edifício da humanidade. Se Deus quizer, ela se desenvolverá e se aperfeiçoará em todos os sentidos. Uma vez que esta escola tenha sido aperfeiçoada em todos os aspectos, uma vez que tenha sido feita florescer e superar todas as outras escolas, então, uma após outra, mais e mais escolas devem ser estabelecidas. "Nossa intenção é dizer que os amigos devem dirigir sua atenção para a educação e instrução de todas as crianças da Pérsia, de modo que todas elas, tendo atingido o poder da compreensão e vindo a conhecer o íntimo das realidades do universo, na escola do verdadeiro conhecimento, continuem a descobrir o sinais e mistérios de Deus, e se vejam ilumi55
  52. 52. nadas pelas luzes do conhecimento do Senhor e pelo Seu amor, Este é, na verdade, o melhor meio de educar todos povos." "Esforçai-vos por melhorar a Escola Tarbíyat(2) e por desenvolver a ordem e a disciplina nesta instituição. Utilizai todos os meios para fazer desta Escola um jardim do TodoMisericordioso, de onde as luzes do conhecimento irradiem seus raios, e no qual as crianças, bahá'ís ou não, sejam educadas a um tal grau que se tornem dádivas de Deus para os homens e o orgulho da raça humana. Que elas façam o maior progresso no mais curto espaço de tempo; que abram bem os olhos e descubram as realidades interiores de todas as coisas, tornem-se proficientes em todas as artes e ofícios e aprendam a compreender os segredos de todas as coisas tais como são — esta habilidade sendo um dos efeitos mais claramente evidentes da servitude ao Sagrado Limiar. "E certo que fareis todos os esforços para que isto se realize e, também, delineareis planos para a abertura de inúmeras escolas. Estas escolas para estudos acadêmicos têm de ser, ao mesmo tempo, centros de treinamento do comportamento e da conduta, e devem favorecer o caráter e a conduta mais do que as ciências e as artes. Um bom comportamento e um elevado caráter moral devem vir primeiro, pois, a menos que o caráter seja educado, a aquisição de conhecimento provará ser apenas prejudicial. O conhecimento é digno de louvor quando acompanhado de uma conduta ética e de um caráter virtuoso; do contrário, é um veneno mortal, um perigo terrível. Um médico de mau caráter e que trai seu juramento solene pode trazer a morte e ser a causa de numerosas enfermidades e doenças. (2) A primeira escola possuída e dirigida pela Comunidade bahá'í da Pérsia, situada em Teerã. Ver "A Presença de Deus" para referências sobre o seu estabelecimento e posterior fechamento obrigatória das escolas bahá'ís na Pérsia. 56
  53. 53. "Devotai a máxima atenção a este assunto, pois o princípio básico e fundamental de uma escola é, antes e acima de tudo o mais, a educação moral, a construção do caráter e a retificação da conduta." "Ó vós, amigos de Deus! O Todo-Misericordioso criou a humanidade para ser o adorno deste mundo contingente, de modo que os homens possam ataviar a terra com as múltiplas bênçãos do Céu; para que a íntima realidade do ser humano possa, tal qual uma lâmpada do espírito, fazer com que a comunidade do homem se torne como um espelho para a assembléia no alto. "É claro que o conhecimento é a maior dádiva de Deus; que o conhecimento, e a sua aquisição, é uma bênção do Céu. Por esta razão, impõe-se aos amigos de Deus envidarem tal esforço e empenharem-se com tamanho entusiasmo na promoção do conhecimento divino, da cultura e das ciências, que, em breve, aqueles que hoje são crianças de escola tornar-se-ão os mais eruditos de todos os sábios. Este é um serviço que se presta ao Próprio Deus, e um dos Seus inevitáveis mandamentos. "Por isso, ó amados amigos, esforçai-vos, de todo o vosso coração, alma e poder, para fazerdes da Escola Tarbíyat um centro de iluminação e um manancial da verdade para que os filhos de Deus possam brilhar com os raios do conhecimento ilimitado, e para que estas frágeis plantas do jardim divino possam crescer e florescer na graça que jorra das nuvens do conhecimento e da verdadeira compreensão, e atinjam um tal grau que cause assombro aos eruditos. "Juro pela generosidade da sabedoria de Deus que, se ganharem este grande prêmio, os membros da Escola de Tarbíyat serão admitidos na assembléia de Deus, e que, sem dú57
  54. 54. vida nenhuma, os portais da Sua graça abrir-se-ão totalmente para eles". "Ó firmes no convênio! Louvado seja Deus por haverdes tido êxito no estabelecimento de uma escola em Mihdíyábád(l) e por estardes empenhados, com grande energia e entusiasmo, na educação das crianças. "Nesta nova e maravilhosa Causa, o avanço de todos os ramos do conhecimento é um princípio fixo e vital, e os amigos, cada um e todos, estão obrigados a envidar todos os esforços para este fim, para que a Causa da Luz manifesta possa se difundir largamente" e cada criança, de acordo com sua necessidade, receba a sua porção das ciências e das artes — até que não se encontre nem um só filho de camponês completamente desprovido de educação. "É essencial que os fundamentos do conhecimento sejam ensinados; essencial que todos saibam ler e escrever. Por este motivo, esta nova instituição é digna do maior louvor e o seu programa deve ser encorajado. É de se esperar que outras vilas vos tomem como modelo e que, em toda a vila onde viva um certo número de crentes, seja fundada uma escola onde as crianças aprendam conhecimentos básicos, a ler e a escrever. "Isto é o que traz alegria ao coração de 'Abdu'1-Bahá, e regozijo e paz à Sua alma." "Ó firmes no convênio! O método de ensino que haveis estabelecido, começando com provas da existência de Deus e da Sua unicidade, a missão dos Profetas e Mensageiros e os Seus ensinamentos, e as maravilhas do universo, é sumamente adequado. Levai-o adiante. Com certeza as confirmações de (1) Mihdfyábad — uma vila perto da cidade de Yazd na Pérsia. 58
  55. 55. Deus vos assistirão. A memorização de Epístolas, versículos divinos e tradições sagradas é também muito louvável. "Seguramente dedicareis todo esforço ao ensino e ao aprimoramento da compreensão." "Quanto às crianças: A sua educação formal deve ter início aos cinco anos de idade. Isto é, durante o dia, devem ser atendidas em um local onde haja professores, e deverão aprender boa conduta. "Aqui lhes devem ser ensinadas, em jogos, algumas letras e palavras e um pouco de leitura — como é feito em alguns países onde se fabricam doces, representando letras e palavras, que são dadas às crianças. Por exemplo, fazem um doce em forma de 'a' e dizem seu nome é 'a', ou fazem um 'b' e dizem que se chama 'b' e, assim, sucessivamente com o resto do alfabeto, dando-os para as pequenas crianças. Deste modo, as crianças em breve aprendem as letras.. . "Quando as crianças estão prontas para deitar, que as mães lhes leiam ou cantem as Odes da Abençoada Beleza para que, desde os seus primeiros anos, sejam educadas por estes versos de guia." "ô tu, servo de Deus! Haveis inquirido quanto à educação das crianças. Aquelas crianças que, abrigadas pela Árvore Abençoada, vieram a este mundo, aquelas que são criadas na Fé e se nutrem no seio da graça — essas devem, desde o início, receber educação espiritual diretamente de suas mães. Isto é, a mãe deve continuamente lembrar-se de Deus e Dele fazer menção, e falar da Sua grandeza, e instilar nas crianças o temor a Deus, é criar a criança com gentileza, seguindo a senda da ternura, e com extrema limpeza. Deste modo, desde o princípio 59
  56. 56. da vida, cada criança será revigorada pelas gentis brisas do> amor de Deus e vibrará de alegria com a doce fragrância da guia celestial. Nisto encontra-se o princípio do processo; é a base essencial de todo o resto. "E quando a criança atingir a idade em que pode fazer distinções, que seja colocado numa escola bahá'í na qual, inicialmente, são recitados Textos Sagrados e ensinados conceitos religiosos. Nesta escola, a criança deve aprender a ler e a escrever, assim como algumas bases dos vários ramos do conhecimento que possam ser assimiladas pelas crianças. "Para ser específico: primeiramente o professor deve pôr uma caneta na mão da criança, organizar as crianças em grupos e ensinar cada grupo de acordo com a sua capacidade. Quando as crianças estiverem sentadas, segurando suas canetas, cada uma com um papel na sua frente, o professor deve escrever com o giz no quadro negro e fazer com que as crianças copiem. Por exemplo, o professor escreve um alif (a) e diz: 'isto é um alif. As crianças copiam e repetem: 'isto é ura a.' E, assim, sucessivamente, até o fim do alfabeto. Logo que conheçam bem as letras, que o professor faça combinações com elas, enquanto as crianças o seguem escrevendo as combinações em seus papéis, até que, por este método, venham a familiarizar-se com todas as letras, isoladamente e combinadas em palavras. Que o professor prossiga escrevendo frases enquanto as crianças copiam o que ele escreveu, cada uma na sua própria folha de papel. Que ele, então, explique o significado da frase para as crianças. "E quando tiverem dominado a língua persa, que o professor primeiro traduza palavras isoladas e pergunte aos estudantes o significado dessas palavras. Se um aluno foi capaz de compreender um pouco e de traduzir a palavra, o professor deve elogiá-lo; se todos os alunos forem incapazes de o fazer o professor escreverá, por baixo da palavra em questão, a sua tradução na língua estrangeira. Por exemplo, que ele escreva a palavra 'samá' (céu) em árabe, e pergunte: 'como dizemos 60
  57. 57. isto em persa?' Se uma das crianças responder: 'a tradução desta palavra é ásiman', que o professor a elogie e encoraje. Se não souberem responder, o próprio professor dará a tradução e a escreverá para que as crianças copiem. "Mais tarde, o professor perguntará: 'Como se diz isto em russo, ou, francês, ou, turco?' Se souberem responder, excelente. Do contrário, que o professor diga: 'Em Russo, ou Francês, a tradução é assim ou assim', escreva então a palavra no quadro e faça com que as crianças a copiem. "Quando as crianças estiverem habilitadas a traduzir palavras isoladas, que o professor combine as palavras em frases, •escreva-as no quadro e peça às crianças para a traduzirem. Se elas não conseguirem, que ele mesmo traduza a frase e escreva a tradução. Naturalmente, seria preferível que ele fizesse uso •de várias línguas. "Deste modo, em pouco tempo — ou seja, em três anos — as crianças, pelo fato de escreverem as palavras, tornam-se completamente proficientes em diversos idiomas, e estarão capacitadas a traduzir passagens de uma língua para outra. Quando estiverem habilitadas nestes fundamentos, que sigam aprendendo os elementos de outros ramos do conhecimento e, uma vez que tenham completado este estudo, deixai aqueles que estão capacitados e que têm um profundo desejo de continuar estudando matricularem-se em instituições educacionais superiores, onde estudem cursos avançados nas ciências e nas artes. "Nem todos, contudo, estarão capacitados para ingressar nestes estudos avançados. Essas crianças, portanto, devem ser encaminhadas para uma escola industrial onde podem também adquirir habilidades técnicas e, uma vez que a criança se torne proficiente em tal habilidade, consideração deve ser dada às preferências e inclinações pessoais dela. Se a criança tem inclinação para o comércio, que escolha o comércio; se para a indústria, então a indústria; se para uma educação superior, então o progresso do conhecimento; se para qualquer outra das responsabilidades da humanidade, então isso. Q-'e seja 61
  58. 58. enviada para aquele campo para o qual tem inclinação, desejo e talento. "Mas a base indispensável de tudo é que ele desenvolva características espirituais e as virtudes louváveis da humanidade. Esta é a consideração primária. Se uma pessoa for iletrada, mas estiver ataviada com excelência Divina e animada com os sopros do Espírito, ela contribuirá para o bem-estar da sociedade e a sua incapacidade de ler e escrever não lhe será prejudicial. E se uma pessoa for versada nas artes e em todos os ramos do conhecimento, mas não viver uma vida religiosa, e não incorporar as características de Deus, e não for dirigida por um propósito puro, e se deixar absorver pela vida da carne, então ela é a personificação do mal e nada brotará de todo o seu conhecimento e conquistas intelectuais senão escândalo e tormento. "Contudo, se um indivíduo possui características espirituais e virtudes resplandecentes, se o seu propósito na vida for espiritual e as suas inclinações dirigidas para Deus, e, além disso, ainda estudar outros ramos do conhecimento — teremos então luz sobre luz(l), o seu ser exterior será luminoso; o seu caráter pessoal, radiante; o seu coração, bom; o seu pensamento elevado; a sua compreensão, rápida; a sua categoria, nobre. "Abençoado aquele que atinge este elevado grau." "Muitas são as disciplinas a serem ensinadas nas escolas para crianças, e, por falta de tempo, podemos apenas mencionar algumas: a primeira e mais importante é a educação do comportamento e a formação do bom caráter, o refinamento das qualidades, o despertar do desejo de tornar-se talentoso e de adquirir perfeições e o anseio de apegar-se à religião de (1) 62 Alcorão 24:35
  59. 59. Deus e permanecer firme em Suas leis, de dedicar total obediência a todo governo justo, de mostrar lealdade e fidelidade ao governante empossado, de desejar o bem da humanidade e de ser bondoso para com todos. "E mais, assim como nos ideais do caráter, é necessária a instrução daquelas artes e ciências que sejam benéficas, e de línguas estrangeiras; também é importante a repetição de orações para o bem-estar de governantes e governados. Devem evitar-se os trabalhos materialistas, que são correntes entre aqueles que vêem apenas, o princípio da causalidade natural, as histórias de amor e os livros que despertam as paixões. "Resumindo, que todas as lições sejam totalmente dedicadas à aquisição das perfeições humanas. "Eis, pois, resumidamente, algumas orientações para o currículo destas escolas." "Quanto à organização das escolas: se possível, todas as crianças deveriam vestir o mesmo tipo de roupa, ainda que o tecido seja diferente. Seria preferível que o tecido fosse também uniforme, se, contudo, isto não for possível, não haverá dano. Quanto mais asseados estiverem os alunos, melhor; deveriam estar imaculados. A escola deveria estar situada num local onde o ar seja delicado e puro. As crianças devem ser cuidadosamente orientadas para serem sumamente corteses e bem educadas. Devem ser constantemente encorajadas e incentivadas a ansiar pela conquista de todos os ápices das realizações humanas, de forma que, desde os seus primeiros anos, sejam ensinadas a terem objetivos elevados, a serem bem comportadas, castas, puras e imaculadas, para que aprendam a ter resolução firme e propósito inabalável em todas as coisas. Que elas não façam troças nem zombarias, nem ajam frivolamente, mas sim que avancem diligentemente em direção a suas metas, de modo que, em todas as situações, se encontrem resolutas e firmes. 63
  60. 60. "O aprendizado da moral e da boa conduta é muito mais importante do que o conhecimento dos livros. Uma criança asseada, agradável, de bom caráter e bem comportada — ainda que seja ignorante — é preferível a uma criança rude, suja, de mau gênio, ainda que se esteja tornando profundamente versada em todas as artes e ciências. A razão disto é a seguinte: a criança que se porta bem, muito embora seja ignorante, é de benefício para os outros, enquanto que uma criança desagradável e mal-comportada está corrompida e é prejudicial para os outros, muito embora seja letrada. Se, contudo, a criança for educada para ser letrada e boa, o resultado é luz sobre luz. "As crianças são como um ramo novo e verde — desenvolver-se-ão da maneira como forem orientadas. Tende o máximo cuidado em lhes dar metas e ideais elevados de modo que, quando forem adultos, como velas brilhantes, irradiem seus raios de luz sobre o mundo e não sejam maculadas pela luxúria e pelas paixões como os animais, desatentos e inconscientes, mas, ao contrário, volvam seus corações para a conquista da glória eterna e para a aquisição de todas as excelências da humanidade." "Quanto à educação das crianças, empenhai todo esforço na sua promoção; ela é de suprema importância. Assim é, também, a educação das meninas em todas as regras da conduta virtuosa, para que possam crescer com um bom caráter e elevados padrões de comportamento. Pois as mães são os primeiros educadores da criança, e toda a criança, no princípio da vida, é como um ramo novo e tenro nas mãos dos pais. Seu pai e sua mãe podem educá-la da maneira que qu:zerem." 64
  61. 61. "Ó vós, servas do Misericordioso! "A escola para meninas tem precedência sobre a escola para rapazes, pois incube às meninas desta era gloriosa serem profundamente versadas nos vários ramos do conhecimento, das ciências, das artes, e em todas as maravilhas deste tempo preeminente, para que possam, então, educar seus filhos e orientá-los, desde os seus primeiros dias, no caminho da perfeição. "Se a mãe possuir o saber e as realizações da humanidade, como deveria, os seus filhos, como anjos, serão criados com toda a excelência, em boa conduta e beleza. Portanto, a «scola para meninas que foi estabelecida naquele local deve ser objeto de profundo interesse e de grande empenho dos amigos. As professoras desta escola são servas que estão próximas do Sagrado Limiar, pois estão entre aqueles que, em obediência ao mandamento da Abençoada Beleza, ergueram-se para educar as meninas. "Dia virá quando essas meninas serão mães, e, cada uma delas, na sua profunda gratidão, elevará orações e súplicas a Deus Todo-Poderoso pedindo que, aos seus professores, seja concedida eterna alegria, bem-avsnturança e uma elevada posição no Reino de Deus. "Chamai a esta escola de Escola Mawhibat (A Escola da Generosidade)."(1) "Ó serva do Altíssimo! "Nossos corações regozijaram-se com tua carta sobre a escola para meninas.(2) "Louvado seja Deus por haver agora uma escola deste tipo em Teerã, onde jovens donzelas podem, pela Sua bondade, (1) (2) Uma escola bahá'í para meninas em Hamadán, na Pérsia. A Escola de Tarbíyat, em Teerã, na Pérsia. 65
  62. 62. receber uma educação e, com todo o entusiasmo, adquirir os conhecimentos da humanidade. Breve virá o dia em que as mulheres, em todos os campos, igualar-se-ão aos homens. "Até agora, na Pérsia, os meios para o progresso das mulheres não existiam. Mas agora, Deus seja louvado, desde o despontar da aurora da Salvação, elas têm progredido dia a dia. É de se esperar que elas venham a tomar a liderança nas virtudes e nas conquistas, na proximidade da Corte de Deus Todo-Poderoso, na fé na certeza — e que as mulheres do Oriente tornem-se a inveja das mulheres do Ocidente. "Louvado seja Deus, estás confirmada no teu serviço, estás dedicando teus esforços neste trabalho e suportando grandes dificuldades, o mesmo acontecendo também com a professora da escola, Srta. Lillian Kapper.(l) Dê-lhe as minhas mais afetuosas saudações." "Ó vós, filhas do Reino! "Nos séculos passados, as meninas da Pérsia estavam privadas de toda a instrução. Não tinham nem escolas nem academias, nenhum afetuoso tutor nem professores. Agora, neste maior dos séculos, a bondade do Todo-Misericordioso abarcou também as meninas, e muitas escolas têm sido fundadas na Pérsia para a educação delas — mas o que falta nessas escolas é a educação do caráter, não obstante o fato de ela ser mais importante do que a instrução, pois trata-se da principal realização da humanidade. "Louvado seja Deus, uma escola para meninas foi agora estabelecida em Hamadán.(2) Vós que ali sois professores deveis dedicar vossos esforços mais para a educação do caráter do que para a instrução, deveis orientar vossas alunas para (1) (2) 66 Ver "Star of the West", vol. XI (1921) p. 324-6. Escola de Mawhibat, em Hamadán, na Pérsia.

×