Aula 2 automação de processos

589 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
589
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2 automação de processos

  1. 1. Disciplina: Automação de processos Professor: Maurício Botelho - maubotelho@gmail.com – mauricio.botelho@unisul.br
  2. 2. Agora vamos a rever rapidamente conceitos básicos relacionados com “Processos de Negócio” Agora vamos a rever rapidamente conceitos básicos relacionados com “Processos de Negócio”
  3. 3. Processos de NegócioProcessos de Negócio Os Processos de Negócio como um conjunto de atividades
  4. 4. Processos de NegócioProcessos de Negócio
  5. 5. Exemplo de um sub-processo de crédito com BPMNExemplo de um sub-processo de crédito com BPMN
  6. 6. Automação de Processos de NegócioAutomação de Processos de Negócio Os processos são definidos uma única vez, e usados dentro de um contexto único, já os serviços podem ser e aproveitados em diversos contextos (diferentes processos de negócio, departamentos ou linhas de negócio). Os processos são definidos uma única vez, e usados dentro de um contexto único, já os serviços podem ser e aproveitados em diversos contextos (diferentes processos de negócio, departamentos ou linhas de negócio).
  7. 7. Agora vamos a estudar conceitos e tecnologias relacionadas com a “Automação de Processos de Negócio” Agora vamos a estudar conceitos e tecnologias relacionadas com a “Automação de Processos de Negócio”
  8. 8. • A automação pode ser definida como uma tecnologia relacionada com a execução de tarefas a partir de sistemas baseados em computadores. • O termo "automatização" designaria, em rigor, uma estratégia de automação que comporta um uso extensivo de computadores com vista à integração e gerenciamento de tarefas. Automação de Processos de NegócioAutomação de Processos de Negócio
  9. 9. Automação de Processos de NegócioAutomação de Processos de Negócio Modelagem de ProcessosModelagem de Processos AutomaçãodeProcessos TransiçãoTransição
  10. 10.  Vivemos em uma época em que a modernização dos Sistemas de Informação e a busca por novas ferramentas capazes de reduzir o esforço humano necessário para a realização de atividades é um fato inevitável dentro de qualquer empresa e, a "Automação de Processos de Negócio" representa, uma solução para muitos problemas.  A automação desses processos tem como objetivo agilizar e facilitar a execução dos serviços, economizando tempo e reduzindo o esforço daqueles que são responsáveis pela realização destas atividades. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  11. 11. Em algumas situações a comunicação e/ou relacionamento entre os setores, células ou departamentos de uma estrutura pode ser muito confusa e uma orientação por processos pode melhorar esta situação. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  12. 12. • A partir do processo de negócio mapeado e requisitos identificados pode-se realizar a automatização dos processos. • O termo "automatização" é freqüentemente usado como sinônimo de "automação", embora, na realidade, a automatização decorra de um processo de automação. • A automação ou automatização de processos de negócio é uma prática extremamente eficaz. Quando se automatiza processos, rapidamente é possível obter-se um controle mais rígido e adaptado às necessidades da empresa. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  13. 13. • Automatizar um processo seria de alguma forma tornar o trabalho de uma equipe o mais fácil possível, transformando procedimentos complicados e que demandam muito tempo para sua realização em procedimentos relativamente simples possíveis de serem acompanhados e controlados, também, de forma automatizada. • Desta forma a realização de uma seqüência de passos, tarefas e as atividades de transformação de entradas em saídas, serão realizadas mais rapidamente, trazendo benefícios à instituição onde esta seja aplicada, desde empresas de grande porte até escolas ou universidades, trazendo segurança e agilidade na realização de processos, sem ampla necessidade de interação humana. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  14. 14. • Na área de TI, como qualquer outro tipo ou segmento de empresa existem tarefas que demandam mais tempo para sua realização (suporte e desenvolvimento). A automatização destes processos baseia-se no princípio de que tarefa torna-se repetitiva e trabalhosa em um ambiente corporativo, onde existem vários usuários alocados em diversas setores. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  15. 15. • São diversos os benefícios de automatizar processos: Redução de custos de mão de obra, Redução de desperdícios; Redução do tempo decorrido entre a encomenda e a entrega; Qualidade do serviço; Flexibilidade, Agilidade e velocidade; Consistência e precisão da informação; Gerência do risco do processo; Aumento da produtividade, etc. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio A automação de processos de negócio é realizada pelos Sistemas de Informações (ERP, SCM e CRM), sistemas BPMS, Ferramentas workflow, aplicativos de portais, etc. Também esta automação pode ser realizada a partir do desenvolvimento de software.
  16. 16. Agora precisamos estudar a “Automação de Processos de Negócio” a partir de Sistemas de Informações (ERP, CRM e SCM). Agora precisamos estudar a “Automação de Processos de Negócio” a partir de Sistemas de Informações (ERP, CRM e SCM).
  17. 17. • O impacto da TI na realização do trabalho abrange desde alterações na forma de realização do trabalho individual até a maneira pela qual as empresas trabalham juntas em Processos de Negócio, passando pela redefinição da maneira pela qual os grupos de pessoas realizam suas tarefas grupais. • O emprego de Sistemas Integrados de Gestão (Enterprise Resources Planning - ERP), Sistemas de Gestão de Relacionamento de Clientes (Customer Relationship Management -CRM), aplicativos de portais, Ferramentas workflow e sistemas BPMS e por exemplo, exigem que as pessoas passem a executar suas tarefas de acordo com as rotinas e os procedimentos determinados pela TI. Automatização de Processos de NegócioAutomatização de Processos de Negócio
  18. 18. Automatização de Processos de Negócio Automatização de Processos de Negócio• A utilização adequada da tecnologia pressupõe a definição da prioridade de tratamento, dedicando aos processos prioritários o esforço necessário de forma a garantir um resultado importante para o negócio da empresa. Depende, também, da cuidadosa seleção dos processos a serem tratados. • Atualmente, a automação dos processos de negócio na maioria das organizações é realizado mediante o uso dos Sistemas de Informações (ERP, CRM, SCM), workflow, BPMS, soluções de portais, etc. • É importante destacar que, por um lado, existem muitas soluções proprietárias para a Automação de Processos de Negócio, comercializados em pacotes contendo módulos básicos e adicionais, em função do interesse e estratégia da empresa. Também existem soluções do tipo Software Livre e de Código Aberto.
  19. 19. Agora vamos a ver rapidamente um sistema ERP. Agora vamos a ver rapidamente um sistema ERP.
  20. 20. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP • Com o avanço da TI, as organizações passaram a utilizar Sistemas de Informação (SI) para apoiar suas atividades. Vários destes sistemas foram desenvolvidos para atender aos requisitos específicos das diversas unidades de negócio, plantas, departamentos e escritórios. • Um SI poderia ser compreendido como um conjunto de componentes inter-relacionados, desenvolvidos para coletar, processar, armazenar e distribuir informações, facilitando a coordenação, o controle, a análise, a visualização e o processo decisório nas organizações.Os sistemas ERP são sistemas de informação no estágio mais avançado e integram informações e Processos de Negócio entre as diversas áreas funcionais de uma organização, proporcionando recursos e procedimentos para um gerenciamento eficiente destas informações.
  21. 21. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP • Também, pode-se compreender como um banco de dados único, interage com um conjunto integrado de aplicativos e consolida todas as operações da organização em um único ambiente computacional. • A utilização de um sistema ERP melhora o fluxo de informações e facilita o acesso aos dados operacionais, favorecendo a adoção de estruturas organizacionais mais achatadas e flexíveis. • Além disso, as informações tornam-se mais confiáveis, possibilitando a tomada de decisão com base em dados que refletem a realidade da empresa. • Um outro benefício é a adoção de melhores práticas de negócio, suportadas pelas funcionalidades dos sistemas, que resultam em ganhos de produtividade e em maior velocidade de resposta da organização.
  22. 22. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP • Os sistemas ERP abrangem uma gama de funcionalidades e processos de negócio. Logicamente, de acordo com as soluções existentes, há variação em amplitude (número de atividades e processos contemplados pelo sistema) e em profundidade (grau de especificidade e flexibilidade com que trata um processo determinado). • De forma geral, estes sistemas ERP fornecem suporte às atividades administrativas (finanças, recursos humanos, contabilidade e tributário), comerciais (pedidos, faturamento, logística e distribuição) e produtivas (projeto, manufatura, controle de estoques e custos).
  23. 23. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP Os principais módulos relacionados à gestão financeira são: Contabilidade geral - módulo que contempla todas as funções tradicionais necessárias para atender a necessidade da contabilidade geral. Custos - módulo que apóia a apuração de custos de produção integrados com os módulos que geram as transações físicas que originam as transações de custos. Contas a pagar - módulo que apóia o controle das obrigações e pagamentos devidos pela empresa, cadastro de fornecedores, entre outros. Contas a Receber - controle de contas a receber, cadastro de clientes, controle da situação de crédito dos clientes, prazos, entre outros. Faturamento - módulo que apóia a emissão e controle de faturas e duplicatas emitidas e apóia também as receitas fiscais referentes à venda de produtos.
  24. 24. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP Recebimento fiscal – módulo que apóia as transações fiscais referentes ao recebimento de materiais. Contabilidade fiscal - módulo que apóia as transações da empresa em seus aspectos de necessidade de cumprimento de requisitos legais. Gestão de caixa – módulo financeiro de apoio à gestão dos encaixes e desencaixes da empresa. Gestão de ativos - módulo que apóia o controle dos ativos da empresa. Gestão de pedidos - módulo de apoio à administração dos pedidos de clientes.
  25. 25. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP Os principais módulos relacionados à Gestão de Relacionamento com os Clientes (Customer Relationship Management - CRM). Call Center - contatos diretos com os clientes por meio de telefone. Centro de interação com o cliente (Contact center) - contatos diretos com o cliente por meio de e-mail, chats, portais, suporte on-line. Help Desk - serviços especializados e de suporte. Estatística - coleta e registro de informações. Administração de vendas - suporte para as vendas. Marketing e Telemarketing - registra os atendimentos ativos e receptivos. Automação de vendas - apóia as atividades e operações relacionadas às vendas. Fidelidade do cliente - satisfação do cliente com o
  26. 26. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP
  27. 27. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP um sistema CRM pode ser definido como um conjunto de ações práticas baseadas no marketing de relacionamento com os clientes, um processo de gestão da mudança, suportado numa base tecnológica que tem como finalidade atender, reconhecer e cuidar do cliente em tempo real. um sistema CRM pode ser definido como um conjunto de ações práticas baseadas no marketing de relacionamento com os clientes, um processo de gestão da mudança, suportado numa base tecnológica que tem como finalidade atender, reconhecer e cuidar do cliente em tempo real.
  28. 28. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERPMarketing/ CRM Marketing/ CRMVendasVendas
  29. 29. Veja no gráfico a seguir o número de empresas de micro e pequeno porte por setor de atuação (total 5.028.318 (cinco milhões, vinte e oito mil e trezentos e dezoito)). Veja no gráfico a seguir o número de empresas de micro e pequeno porte por setor de atuação (total 5.028.318 (cinco milhões, vinte e oito mil e trezentos e dezoito)). Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP
  30. 30. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP Os principais módulos relacionados à gestão da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management - SCM). Previsões/Análises de vendas - auxilia a função de previsão de vendas da empresa. Listas de materiais - responsável pelo apoio à manutenção das estruturas de produtos da organização: substituição de componentes e mudanças de engenharia. Programação-Mestre de Produção - coordena a demanda do mercado com os recursos internos da empresa, de forma a programar taxas adequadas de produção de produtos finais. Planejamento de materiais - faz o planejamento das necessidades de materiais. Compras - o módulo de compras visa a apoiar o processo decisório da função de suprimentos dentro da empresa. Controle de fabricação - é um sistema de chão-de-fábrica orientado para a melhoria de desempenho.
  31. 31. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP Controle de estoques - o módulo de controle de estoques apóia a função de controle dos inventários. Posições de níveis de estoque, transações de recebimento, etc. Engenharia - refere as suas interfaces com o processo de planejamento-controle das mudanças de engenharia, controle da produção, etc. Distribuição física – o gerenciamento de forma integrado da cadeia de distribuição pode ser feito pelo que denominamos de planejamento das necessidades de Distribuição. Gerenciamento de transporte - apóia a tomada de decisão em relação ao transporte de materiais. Gerenciamento de projetos - apóiam aos projetos de desenvolvimento de novos produtos.
  32. 32. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP
  33. 33. Caracterização dos Sistemas ERPCaracterização dos Sistemas ERP
  34. 34. Sistemas ERP do tipo SL/CA – sourceforce.netSistemas ERP do tipo SL/CA – sourceforce.net • Os principais sites que funcionam como repositórios de projetos de sistemas ERP do tipo SL/CA, adotam como forma de classificação de licenças a Open Source Iniciative (OSI), para fornecer uma espécie de certificação de licenças por ela aprovadas. • Numa pesquisa realizada no site SourceForge.net, constatou-se a existência de mais de 100 sistemas ERP do tipo SL/CA classificados em diferentes estágios em relação a sua maturidade de desenvolvimento. • Assim, por exemplo, o repositório SourceForge.net classifica os projetos em 6 diferentes estágios em relação a sua maturidade de desenvolvimento e o estágio mais avançado corresponde à “produção estável”, sendo que para este existem muitos sistemas ERP do tipo SL/CA. Repositório de Software Livre: SourceForge.net
  35. 35. Sistemas ERP do tipo SL/CA – sourceforce.netSistemas ERP do tipo SL/CA – sourceforce.net
  36. 36. Exercício 1: Itens 1, 2, 3 e 4 Exercício 1: Itens 1, 2, 3 e 4
  37. 37. Exercício 1 – Item 3 (ERP)
  38. 38. Exercício 1 – Item 3 (ERP)
  39. 39. Exercício 1 – Item 3 (aplicativos de portal)
  40. 40. Exercício 1 – Item 3 (aplicativos de portal)
  41. 41.  Exercício 1 – Item 3 (aplicativos de portal)
  42. 42.  Exercício 1 – Item 4
  43. 43.  Exercício 1 – Item 4
  44. 44. Exercício 2Exercício 2
  45. 45.  Exercício 2 – Item 1
  46. 46.  Exercício 2 – Item 2 Nome do Software e Tipo Página Descrição (módulos, funcionalidades, benefícios, etc.) Características (Sistema Operacional, linguagens de programação banco de dados, interface, etc.) Linguagens Traduzidas Instalação Manuais e Documentação Considerando a tabela a seguir pesquise no repositório de projetos “SourceForge.net” três Sistemas de Gestão de Relacionamento de Clientes (Customer Relationship Management -CRM), todos em “produção estável ou beta” e do tipo Software Livre e Código Aberto (SL/CA). Para uma maior compreensão do sistema CRM recomenda-se acessar ao aplicativo “demo” que é disponibilizado na página principal destas soluções. Considerando a tabela a seguir pesquise no repositório de projetos “SourceForge.net” três Sistemas de Gestão de Relacionamento de Clientes (Customer Relationship Management -CRM), todos em “produção estável ou beta” e do tipo Software Livre e Código Aberto (SL/CA). Para uma maior compreensão do sistema CRM recomenda-se acessar ao aplicativo “demo” que é disponibilizado na página principal destas soluções.
  47. 47.  Exercício 2 – Item 2 Nome do sistema CRM Página Descrição (módulos, funcionalidades, benefícios, etc.) Características (Sistema Operacional, linguagens de programação banco de dados, interface, etc.) Linguagens Traduzidas Instalação Manuais e Documentação Comentar sobre a portabilidade (executado em diferentes arquiteturas (software e hardware). Comentários sobre alguns diferenciais e sobre sua tecnologia em geral
  48. 48.  Exercício 2 – Item 2
  49. 49.  Exercício 2 – Item 2
  50. 50.  Exercício 2 – Item 2 http://www.vtigerbrasil.com/http://www.vtigerbrasil.com/
  51. 51.  Exercício 2 – Item 2
  52. 52.  Exercício 2 – Item 2
  53. 53.  Exercício 2 – Item 2
  54. 54.  Exercício 2 – Item 2

×