Criação de nome e concepção de campanha  de um novo vinho da Vinícola Miolo. Também     foram definidos alguns pontos a se...
Criação de nome e concepção de     campanha do novo produto.
 Brasilé o 5º maior mercado de vinho do  mundo, 2º das Américas; Consumo de vinho per capita é de 2l/ano; Maior preocup...
 Líder de mercado de vinhos finos (40% de  market share); Joint ventures no Chile, Espanha, Itália,  Argentina e França;...
Há, também, 12 marcas do grupo: Almadén;                Ouro   Verde; Costa   Pacífico;       RAR; Giovani   Rosso;  ...
São divididos em sete categorias:
 Tem  grande variedade de rótulos distribuídos  em 15 marcas diferentes; Aposta na revitalização do seu público  através...
 Pioneiraentre as principais Vinícolas brasileiras (1910); Líder   de vendas de espumantes no Brasil; Possui um portfól...
 Tem    melhor reputação dentro e fora do país; Mais   associada ao luxo e qualidade; Preço   um pouco mais alto;
 Relaciona vinho à saúde, família, tradição,  status e momentos especiais; Requer discurso mais elaborado para comprar;...
   Falta de demonstração      Benefícios à saúde;    no varejo;                 Envelhecimento da   Excesso de marcas ...
 Aumentar   as vendas de vinhos finos; Desmistificar a solenidade em torno do  vinho; Buscar não-consumidores; Fideliz...
Il Trionfo di Bacco – Casale Monferrato
 Saúde; Custo   / Benefício; Qualidade; Extraordinário; Requinte;Slogan: “Sempre é hora de aproveitar.”
“Não existe hora certa para bons momentos.”Através da frase, busca-se passar a idéia deque o vinho continua sendo uma fuga...
   Revistas (Veja e Caras);   Rádio;   Eventos (Feira do Livro, Peças de Teatro);   Ponto de Venda;   Jornal;   Inte...
As peças de rádio, jornal e revista terão um apelomaior sobre o requinte e a qualidade do produto,visando pessoas que já c...
 Valor   médio gasto em vinhos/mês; Consumo     per capita de vinho/mês; Número    de novos consumidores no semestre; ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Criação de Nome e Concepção de Campanha - Vinícola Miolo

1.170 visualizações

Publicada em

Case de concepção de campanha e criação de nome de produto para as Vinícolas Miolo.

Realizado para a cadeira de Planejamento Publicitário II, na Famecos.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criação de Nome e Concepção de Campanha - Vinícola Miolo

  1. 1. Criação de nome e concepção de campanha de um novo vinho da Vinícola Miolo. Também foram definidos alguns pontos a serem analisados para verificar a efetividade do projeto (métricas de marketing). Trabalho realizado no primeiro semestre de 2011 (quarto semestre da faculdade); Cadeira de Planejamento Publicitário II, do professor Cássio Grinberg. Matheus Guareschi: (51) 9644-0196
  2. 2. Criação de nome e concepção de campanha do novo produto.
  3. 3.  Brasilé o 5º maior mercado de vinho do mundo, 2º das Américas; Consumo de vinho per capita é de 2l/ano; Maior preocupação com qualidade em vez de quantidade; Vinho fino brasileiro preterido em relação aos importados; No inverno: 70% consumo; 45% preço; Queda de 10% nos de mesa e aumento de 50% na produção de vinhos finos (2006 a 2009).
  4. 4.  Líder de mercado de vinhos finos (40% de market share); Joint ventures no Chile, Espanha, Itália, Argentina e França; Tem mais de 100 rótulos; Parceria com artistas e designers para maior criatividade no acabamento dos produtos; Muito premiada no exterior; Maior exportadora de vinhos brasileira; Produz 12mi de litros de vinhos finos por ano; Presença considerável na internet.
  5. 5. Há, também, 12 marcas do grupo: Almadén;  Ouro Verde; Costa Pacífico;  RAR; Giovani Rosso;  San Cristoforo; Henry Marionnet;  Seival Estate; Los Nevados;  Vinícola Lovara; Osborne;  Vinícola Miolo.
  6. 6. São divididos em sete categorias:
  7. 7.  Tem grande variedade de rótulos distribuídos em 15 marcas diferentes; Aposta na revitalização do seu público através da internet (Keep Cooler e Marcus James); É a preferida dos gaúchos (Marcas de quem decide 2011); Reconhecida no exterior;
  8. 8.  Pioneiraentre as principais Vinícolas brasileiras (1910); Líder de vendas de espumantes no Brasil; Possui um portfólio de produtos dividido em 7 categorias; Aposta na tradição da empresa como seu trunfo;
  9. 9.  Tem melhor reputação dentro e fora do país; Mais associada ao luxo e qualidade; Preço um pouco mais alto;
  10. 10.  Relaciona vinho à saúde, família, tradição, status e momentos especiais; Requer discurso mais elaborado para comprar; Prefere vinhos importados; Vê o preço como sinônimo de qualidade; Se confunde com o número de marcas e tipos de vinho; Sabor e preço são, respectivamente, os fatores determinantes na decisão de compra;
  11. 11.  Falta de demonstração  Benefícios à saúde; no varejo;  Envelhecimento da Excesso de marcas e população; tipos de vinho;  Crescimento de “Sazonalidade” especialistas na área; percebida;  Garante saída da rotina; Carga tributária;
  12. 12.  Aumentar as vendas de vinhos finos; Desmistificar a solenidade em torno do vinho; Buscar não-consumidores; Fidelizar o consumidor; Facilitar acesso às informações sobre o vinho e seus tipos; Destacar a marca nos PV.
  13. 13. Il Trionfo di Bacco – Casale Monferrato
  14. 14.  Saúde; Custo / Benefício; Qualidade; Extraordinário; Requinte;Slogan: “Sempre é hora de aproveitar.”
  15. 15. “Não existe hora certa para bons momentos.”Através da frase, busca-se passar a idéia deque o vinho continua sendo uma fuga docotidiano, uma saída para um momentoespecial. Porém, não é muito difícil de sechegar lá, ao contrário do que muitos pensam.
  16. 16.  Revistas (Veja e Caras); Rádio; Eventos (Feira do Livro, Peças de Teatro); Ponto de Venda; Jornal; Internet (redes sociais, portais, etc).
  17. 17. As peças de rádio, jornal e revista terão um apelomaior sobre o requinte e a qualidade do produto,visando pessoas que já consomem vinhos (finos ounão).Nos pontos de venda e em eventos patrocinados,a idéia é que se trabalhe mais em cima dosconceitos de saúde e custo benefício, com foconos consumidores em potencial. Estes fatores sãopercebidos como os mais atraentes e possíveis depersuasão para não-consumidores.As peças na internet serão uma mescla dos doismodos anteriores, mas com mais foco no segundo.
  18. 18.  Valor médio gasto em vinhos/mês; Consumo per capita de vinho/mês; Número de novos consumidores no semestre; Conhecimento da marca e do mercado; Avaliaçãode percepção custo/benefício por parte dos consumidores;

×