Revolução farroupilha

2.732 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
94
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução farroupilha

  1. 1.  A Revolução Farroupilha foi a mais longa guerra civil da história brasileira, durando de 1835 até 1845, foram dez anos de batalhas entre Imperialistas e Republicanos, os primeiros defendiam a manutenção do império e os segundos lutavam pela proclamação da república brasileira.
  2. 2.  No final do século XVIII, era apresentado ao mundo os ideais iluministas e liberais. Na Europa a burguesia francesa acendia ao poder após a Revolução, e na América, os norte-americanos conhecem a independência, após longa batalha. Os iluministas e os liberais pregavam a liberdade e a igualdade, a livre iniciativa e a propriedade privada. Estas idéias não tardaram em chegar ao Brasil e no início do século XIX, a monarquia brasileira passava a ser vista como atraso ao desenvolvimento, principalmente para a burguesia que se formava. Aconteceram diversas revoltas em todo o país e no sul estoura a Revolução Farroupilha.
  3. 3.  As idéias de autonomia e federalismo, encantam a elite brasileira e ganham força ao natural na província de Rio Grande de São Pedro do Sul. A distância do poder central, a condição de produtor de alimentos, os elevados impostos pagos ao império e a recente vivência de guerras impulsionaram o estado gaúcho a não aceitar a submissão que lhe era imposta. A elite rural gaúcha cansada dos desmandos do centro do país e do descaso político se rebela.
  4. 4.  No dia 20 de setembro de 1835 os farrapos marcham sobre Porto Alegre, tomando o poder da cidade. No dia seguinte Bento Gonçalves, líder do levante, entra triunfante na capital. Dá posse ao vice-presidente da província, Marciano Ribeiro, e declara: "em nossas mãos, a oliveira substitui a espada", acalmando a população.
  5. 5.  Alguns dias depois o estado está em mãos farroupilhas, somente Rio Pardo, São Gabriel e Rio Grande ficam em poder do império.
  6. 6.  No dia 15 de julho de 1836, os imperialistas reconquistam Porto Alegre. Bento Gonçalves, líder dos farrapos, tenta a reconquista da capital mas é frustrado após três horas de luta, foi uma derrota decisiva, a capital nunca seria reconquistada pelos revolucionários.
  7. 7.  Em 09 de setembro de 1836, ocorre a primeira grande batalha, Antônio de Souza Netto, a figura mais respeitada das forças farroupilhas depois de Bento Gonçalves, vence as tropas imperiais na Batalha do Seival. A vitória sobre os imperiais foi tão entusiasmante, que Netto, instigado pelos liberais exaltados, toma uma decisão: proclama a República Rio-Grandense, separando o estado gaúcho do Brasil. Estava finalmente declarado o caráter revolucionário do movimento farroupilha.
  8. 8.  Em 02 de outubro, na batalha de Fanfa, os farroupilha são derrotados. Bento Gonçalves e outros oficiais farroupilhas são presos. Bento é enviado como prisioneiro para o Rio de Janeiro. Lá conhece o italiano Garibaldi que adere ao movimento farroupilha mudando-se para o sul.
  9. 9.  As forças imperiais, acreditando que a revolta havia sido sufocada, oferece anistia aos derrotados. Mas Antônio de Souza Netto, agora líder absoluto do movimento, mantém-se rebelado.
  10. 10.  Em 05 de novembro de 1836, a câmara municipal de Piratini oficializa a proclamação da República Rio-Grandense. Mesmo preso Bento Gonçalves é declarado presidente do novo país, o vice nomeado é José Gomes Jardim, que assume interinamente.
  11. 11.  Em outubro de 1837, Bento Gonçalves foge da prisão e em 16 de dezembro assume a presidência da República.
  12. 12.  O ano de 1838, é ruim para os rebelados, os farroupilhas não tem sucesso na reconquista de Porto Alegre e Rio Grande e sofrem importantes baixas.
  13. 13.  Em 1839, Giuseppe Garibaldi e Davi Canabarro conquistam as cidades catarinenses de Laguna e Lages, e proclamam a "República Catarinense", ou "República Juliana". Em 15 de novembro os farrapos são surpreendidos e Laguna é reconquistada pelos imperiais. As embarcações rebeldes são destruídas, somente Garibaldi escapa. A cavalaria de Canabarro foge pelo litoral escondendo-se em Torres.
  14. 14. TRAVECIA DOSLANCHÕES
  15. 15.  De 1840 em diante dois terços do exército brasileiro está no estado. Em 1843, em sua ofensiva final, o exército brasileiro tem 11.400 combatentes. Em primeiro de março de 1845, os imperialistas, liderados por Duque de Caxias e os republicanos farroupilhas assinam a paz de "Ponche Verde", declarando fim aos conflitos.
  16. 16. Principais comandantes e importantes da REVOLUÇÃOFARROUPILHA .
  17. 17.  Bento Gonçalves da Silva (Triunfo, 23 de Setembro de 1788 — Pedras Brancas, 18 de Julho de 1847) foi um militar e revolucionário brasileiro, um dos líderes da Revolução Farroupilha, que buscava a independência da província do Rio Grande do Sul do Império do Brasil.
  18. 18.  ntônio de Sousa Neto (Rio Grande, 25 de maio de 1803 — Corrientes, 2 de Julho de 1866) foi um político e militar brasileiro, um dos mais importantes nomes do Rio Grande do Sul. Nasceu na estância paterna, em Capão Seco, no distrito de Povo Novo, da atual cidade de Rio Grande; lá e lembrado pelo CTG General Netto (de Povo Novo).
  19. 19.  Ana Maria de Jesus Ribeiro, mais conhecida como Anita Garibaldi, (Morrinhos, Laguna, 1821 — Mandriole, Itália, 4 de agosto de 1849) foi a companheira do revolucionário Giuseppe Garibaldi, sendo conhecida como a "Heroína dos Dois Mundos". Ela é considerada, até hoje, uma das mulheres mais fortes e corajosas da época.
  20. 20.  Giuseppe Garibaldi (Nice, 4 de julho de 1807 — Caprera, 2 de junho de 1882) foi um guerrilheiro italiano, alcunhado de "herói de dois mundos" devido a sua participação em conflitos na Europa e na América do Sul. Uma das mais notáveis figuras da unificação italiana, ao lado de Giuseppe Mazzini e do Conde de Cavour, Garibaldi dedicou sua vida à luta contra a tirania.
  21. 21.  David José Martins, conhecido como David Canabarro, (Taquari, 1796 — Santana do Livramento, 1867) foi um militar brasileiro.
  22. 22.  Onofre Pires da Silveira  Na Revolução Farroupilha Canto (Porto Alegre, 25 de foi dos mais ativos e atuantes setembro de 1799 - Santana coronéis. do Livramento, 3 de março  Coube a ele comandar as de 1844), foi um militar e forças que deram inicio à revolucionário brasileiro. Revolução Farroupilha na Combateu com o Regimento noite de 19 de setembro de de Cavalaria de Milícias de 1835, no vitorioso encontro Porto Alegre pela da Ponte da Azenha, que integridade do Rio Grande criou condições para a do Sul, nas guerras contra conquista de Porto Alegre Artigas, em 1816 e 1821, e em 20 de setembro de 1835, pela do Brasil, na Guerra com a entrada nela do líder Cisplatina (1825 - 1828). politico-militar da revolução, e seu primo, o coronel Bento Gonçalves da Silva.
  23. 23.  A expressão "tchê", uma das mais típicas do linguajar gaúcho, é de origem guarani. Tendo o sentido de "meu". A Erva Mate, também uma herança indígena, chegou a ser condenada pelos padres Jesuítas, pois "o demônio, por meio de algum feiticeiro, inventou-a", diziam eles. A cuia era muito parecida com a usada hoje, mas o mesmo não se pode dizer da bomba que era feita de bambus.
  24. 24.  palavra "gaúcho" inicialmente designava os ladrões de gado e os malfeitores - "os homens sem lei e sem rei". Eram os "guacho", que significa "órfão" e refere-se aos filhos de índia com o branco espanhol ou português. Somente em meados do século XIX o termo deixou de ser depreciativo. A população do Rio Grande do Sul em 1814 era de 70.656 pessoas, sendo que destes, 20.611 eram escravos. A população de Porto Alegre era de 6.111 habitantes. A maior população do Estado estava na cidade de Rio Pardo com 10.445 pessoas.
  25. 25.  Entre 1824 e 1830, chegam 5.350 imigrantes alemães que se espalham pela região de São Leopoldo. Entre 1831 e 1840, período entre a abdicação de Dom Pedro I e a maioridade de Dom Pedro II, o Brasil é governado por regentes, dentre os quais se destaca o Padre Feijó. Foi neste período que eclodiram divérsas rebeliões, inclusive a Revolução Farroupilha.
  26. 26.  Camaradas! Nós, que compomos a Primeira Brigada do exército liberal, devemos ser os primeiros a proclamar, como proclamamos, a independência dessa província, a qual fica desligada das demais do Império e forma um Estado livre e independente, com o título de República Rio-Grandense, e cujo manifesto às nações civilizadas se fará oportunamente. Camaradas! Gritemos pela primeira vez: Viva a República Rio-Grandense! Viva a independência! Viva o exército republicano rio- grandense!" (Antônio de Souza Netto)
  27. 27.  Como a aurora precursora  Mas não basta, para ser livre, Do farol da divindade, Ser forte, aguerrido e bravo; Foi o Vinte de Setembro Povo que não tem virtude, O precursor da liberdade. Acaba por ser escravo. Mostremos valor,  Mostremos valor, constância, constância, Nesta ímpia e injusta guerra; Nesta ímpia e injusta Sirvam nossas façanhas guerra; De modelo a toda a terra. Sirvam nossas façanhas Sirvam nossas façanhas De modelo a toda a terra. De modelo a toda a terra Sirvam nossas façanhas De modelo a toda a terra

×