Psicodinamica

444 visualizações

Publicada em

Trabalho do projeto de gestão do cuidado

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
444
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicodinamica

  1. 1. Componente Curricular: Psicodinâmica Docente: Eliane Simoni e Sylvia Barreto Graduação: Enfermagem Projeto de Gestão do Cuidado
  2. 2. Discentes: Bruna Barbosa Bruno Oliveira Elaine Andrade Emanuela Brito Emanuele Costa Fátima Lima Mariana Freire
  3. 3. Segundo a OMS, o Cuidado Paliativo possui uma abordagem que promove uma qualidade de vida de pacientes e familiares que enfrentam doenças que ameaçam a continuidade da vida, por meio da prevenção e do alívio do sofrimento.
  4. 4. Hospital Aristides Maltez 2011- 5.396 2012 -6.611 Relevância da implantação da Gestão do Cuidado na unidade de saúde, contextualizando com dados, características e necessidades da sociedade contemporânea
  5. 5. Missão Promover e prover cuidados paliativos oncológicos da mais alta qualidade, com habilidade técnica e humanitária, com foco na obtenção da melhor qualidade de vida a seus pacientes e familiares. Visão Ser o centro de excelência regional na assistência, em cuidados paliativos oncológicos, através da normatização técnico- científica e capacitação profissional qualificada, com foco no atendimento técnico e humanitário e melhoria da qualidade de vida.
  6. 6.  Modelo Holístico  Teoria - Myra Estrin Levine Equipe :Um médico Uma enfermeira Uma psicóloga Uma assistente social Um profissional da área da reabilitação
  7. 7.  Se dedicar mais a conversar;  Identificar realmente os problemas críticos;  Ser rápido nas decisões;  Maximizar a flexibilidade;  Negociar;  Desenvolver a liderança;  Trabalhar as relações humanas;  Desenvolver capacidades de criatividade e inovação.
  8. 8. PROGRAMA CAPACITAR PARA MUDAR  Implementar a educação continuada, investindo no seu desenvolvimento pessoal, profissional e cultural e promover a integração entre equipe;  Realizar confraternizações, comemorações de aniversários uma vez ao mês e dentro da carga horária de trabalho.
  9. 9. PROGRAMA CUIDANDO PARA CUIDAR  Objetivo de motivar e cuidar dos profissionais, proporcionando condições físicas e psíquicas ideais para que estes exerceram suas funções de forma prazerosa e eficaz;  Duas vezes no semestre - cursos, workshops, vivências e atividades físicas e lúdicas.
  10. 10. PROGRAMA SE EU FOSSE VOCÊ  Visa que o profissional se coloque no lugar dos pacientes, trazendo um momento de reflexão para si e para os outros além do autoconhecimento;  A cada quinze dias no mês.
  11. 11. PROGRAMA QUALIDADE NO CUIDAR  Oferecer apoio emocional, escuta qualificada, controle da dor, explicações sobre procedimentos e situações de forma humanizada;  Realizar de forma continua e humanizada.
  12. 12. PROGRAMA DE INCENTIVO A FESTEJOS  Programa voltado ao incentivo a datas comemorativas para interação e valorização de forma individual e coletiva, onde se comemora o aniversariante do mês e as principais datas comemorativas;  Todo dia 30 de cada mês;  Uma data a ser acordada para a comemoração dos festejos.
  13. 13. PROGRAMA ASTRAL EM ALTA  Promove o alivio das tensões através da arteterapia e o paciente explora aspectos conscientes e inconscientes, por meio de recursos artísticos e visuais;  Participação de profissionais voluntários proporcionando sessões 1 vez por mês.
  14. 14. PROGRAMA DE ACOLHIMENTO E HUMANIZAÇÃO  Acolhimento à família de forma humanizada, sendo informado o diagnostico e informações precisas de forma adequada e esclarecida;  Apoio e incentivos de vínculo família- paciente; acolhimento na despedida;  Sala com ambiente harmonioso para o apoio da família uma vez por semana.
  15. 15. PROGRAMA UM OLHAR SOBRE O CUIDADOR FAMILIAR  Voltado aos cuidadores familiares, propiciando o bem-estar, qualidade de vida aos mesmos, evitando prejuízos físicos e emocionais, e consequentemente o risco de adoecer;  Reuniões quinzenais com a equipe multidisciplinar.
  16. 16. PROGRAMA RELAXAR É PRECISO  Sessões de relaxamento (massagem, acupuntura e Reik) por meio das terapias alternativas complementares.  Duas vezes por semana.
  17. 17. Acomodações de preferência individuais, com espaço para instalação de um familiar ou acompanhante; Um espaço para que possam ser realizadas as atividades de terapia ocupacional e de reabilitação; Espaço para confraternização e reuniões; Sala de meditação, pequenos procedimentos paliativos (gastrostomia por via endoscopia); Espaço ecumênico; Ambientes para os atendimentos dos colaboradores.
  18. 18. "Quando nada mais pudermos fazer por alguém, é preciso que nós saibamos estar ao seu lado." Danielle Hons

×