Cultura Afro Brasileira

156.038 visualizações

Publicada em

Trabalho de Arte

16 comentários
36 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
156.038
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16.663
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3.184
Comentários
16
Gostaram
36
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura Afro Brasileira

  1. 1. Cultura Afro - Brasileira
  2. 2. História <ul><li>O Brasil é um dos países que mais possui população negra em todo o mundo. Isso, devido aos mais de 4 milhões de homens, mulheres e crianças que foram trazidas para cá com o comércio de escravos nos meados do ano 1500. </li></ul><ul><li>Os escravos, conseguiram sua liberdade, porém continuaram sendo descriminados, humilhados e mal tratados. Muitos não possuíam bens e local para morar, o que gerou problemas, como as favelas que hoje encontramos no Rio de Janeiro, por exemplo. </li></ul><ul><li>Hoje, os “afro – brasileiros” se destacam na música, no meio comercial, no teatro, em filmes, no meio empresarial e em muitos outros meios no Brasil, muitas vezes superando aqueles brancos que se diziam insuperáveis. </li></ul>
  3. 3. Os Afro - Brasileiros <ul><li>Desde que eram escravos, os “afro brasileiros” já possuíam uma infinidade de aspectos próprios, como por exemplo, a cultura, a religião e a arte. </li></ul>Capoeira – Expressão Artística Afro Brasileira – Arte Marcial Algumas Esculturas Africanas
  4. 4. Arte Afro - Brasileira <ul><li>Baseada nas histórias, crenças, lendas e na filosofia africana. </li></ul><ul><li>Basicamente feito com elementos da Natureza. </li></ul>Máscara de Madeira Igbo-Ukwu: arte africana em bronze
  5. 5. Capoeira <ul><li>Capoeira é uma arte marcial desenvolvida inicialmente por escravos negros no Brasil, a partir do período colonial. </li></ul><ul><li>Marcada por seus golpes que enganam o adversário, que geralmente são feitos no solo ou completamente invertidos. </li></ul><ul><li>Inicialmente criado para proteção e defesa própria </li></ul><ul><li>Hoje vista mais como uma forma de expressão artística, devido ao movimento que os corpos fazem, durante a prática. </li></ul>
  6. 6. Música <ul><li>A música criada pelos afro-brasileiros é uma mistura da música portuguesa, indígena e africana, produzindo uma grande variedade de estilos. </li></ul><ul><li>Entre os estilos influenciados, temos: Samba, Maracatu, Ijexá, Maxixe, Lambada, Carimbó, entre outros. </li></ul><ul><li>A música afro – brasileira era altamente descriminada, sendo vista como “Música para marginais” até o século XX, onde só então começou a ser melhor aceita pela população. </li></ul><ul><li>Dois instrumentos clássicos usados nas músicas afro – brasileiras, são os tambores e o Berimbau. </li></ul>
  7. 7. Da Esquerda para direita: Viola, Médio e Gunga(ou Berra-Boi ) Tambores
  8. 8. Cozinha <ul><li>A cozinha brasileira deriva em grande parte da cozinha africana, mesclada com elementos da cozinha indígena e portuguesa. </li></ul><ul><li>Na Bahia, principalmente, pratos como vatapá e moqueca são típicos da culinária afro-brasileira. </li></ul><ul><li>A feijoada é o prato nacional do Brasil. É basicamente a mistura de feijões pretos, carne de porco e farofa. Começou como um prato português que os escravos negros modificaram:os donos de escravos davam as partes pobres do porco aos escravos e estes misturavam estas partes com feijão e farinha </li></ul>
  9. 9. Moqueca Vatapá Feijoada
  10. 10. Alguns Afro – Brasileiros Conhecidos <ul><li>Entre os mais famosos estão: Pelé, Daiane dos Santos, Agnaldo Timóteo, Vanessa da Mata, Marcelo D2, Gilberto Gil, Tobias Barreto, Cafu, entre muitos outros </li></ul>Pelé Vanessa da Mata Gilberto Gil
  11. 11. <ul><li>O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. </li></ul><ul><li>Prega o seguinte conceito: “Desde o início da história do Brasil temos conosco os afro – descendentes, que nos ajudaram a lutar em busca de um país justo e livre. Somos influenciados por eles a todo tempo, assim como eles são influenciados por nós. Hoje devemos nos unir a eles pela luta a igualdade, assim como fizeram muitas vezes por nós.” </li></ul>Dia da Consciência Negra
  12. 12. FIM Alunos – Eduardo Felipe Cordeiro Bruno Alexandre Cordova

×