A Páscoa  <ul><li>Não existe esse vocábulo na língua portuguesa; entrou na linguagem por meio da liturgia da igreja católi...
Páscoa: vem da palavra grega  PASOH. Q ue quer:  “ Dizer passar além, passar por perto.” No hebraico, a palavra descreve a...
A PÁSCOA PARA ISRAEL  <ul><li>Foi instituída no Egito para comemorar o acontecimento culminante da redenção de Israel - </...
ELEMENTOS DA PÁSCOA NO VELHO TESTAMENTO 1 - O Cordeiro.  Representava o preço da redenção e libertação de Israel do Egito;...
ELEMENTOS DA PASCOA NO NOVO TESTAMENTO 1  - O Cordeiro  - Simbolizava Cristo, a libertação do pecado - Jo 1.36. João Batis...
3 - Ervas Amargas  - Simbolizavam a amargura que o cordeiro iria passar e a amargura das almas humanas por causa do pecado...
A PÁSCOA DOS NOSSOS DIAS E SEUS SÍMBOLOS. A.INSTITUIÇÃO. A  festividade da Páscoa foi fixada pelo Concílio de Nicéia em 32...
OS SÍMBOLOS. 1. O Coelho -   Substituíram o cordeiro pelo coelho, como símbolo de fecundidade ( o coelho chega a produzir ...
3. O Peixe  -   É o símbolo do Cristianismo. Dizem que no passado quando os cristãos se reunião, faziam desenho de um peix...
 
A PÁSCOA PARA OS EVANGÉLICOS. Para Os evangélicos, a Páscoa tem apenas valor histórico e figurativo.  O que tem maior sent...
CONCLUSÃO: Todos aqueles que nasceram de novo tem em suas vidas Jesus Cristo, o verdadeiro cordeiro pascal. Devem lembrar ...
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Slide A Pascoa

37,904

Published on

Published in: Espiritual
0 Comentários
10 pessoas curtiram isso
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
37,904
No Slideshare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1,221
Comentários
0
Curtidas
10
Incorporar 0
No embeds

No notes for slide

Slide A Pascoa

  1. 2. A Páscoa <ul><li>Não existe esse vocábulo na língua portuguesa; entrou na linguagem por meio da liturgia da igreja católica. </li></ul>
  2. 3. Páscoa: vem da palavra grega PASOH. Q ue quer: “ Dizer passar além, passar por perto.” No hebraico, a palavra descreve a passagem do anjo da morte, quando seriam mortos todos os primogênitos do Egito e poupados os dos Israelitas.
  3. 4. A PÁSCOA PARA ISRAEL <ul><li>Foi instituída no Egito para comemorar o acontecimento culminante da redenção de Israel - </li></ul><ul><li>Ex 12.14. Quando Moisés os retirou do Egito. </li></ul>
  4. 5. ELEMENTOS DA PÁSCOA NO VELHO TESTAMENTO 1 - O Cordeiro. Representava o preço da redenção e libertação de Israel do Egito; o sacrifício. 2 - Os Pães Asmos. Revelavam a pressa com que abandonariam a terra do Egito. A farinha amassada sem ter recebido o fermento, por falta de tempo. 3 - As Ervas Amargas . Ou alface agreste, recordavam a opressão do Egito, amargura do cativeiro, além de dar melhor sabor à carne adocicada do cordeiro. 4 - O Sangue . Representava a Expiação.
  5. 6. ELEMENTOS DA PASCOA NO NOVO TESTAMENTO 1 - O Cordeiro - Simbolizava Cristo, a libertação do pecado - Jo 1.36. João Batista afirmou: &quot;Eis o cordeiro de Deus ...&quot;.Era sem defeito - Ex 12.5; 1 Pe 1.18,19. Foi sacrificado, no entanto seus ossos não foram quebrados - Ex 12.46; Sl 34.20; Jo 19.36. O sangue foi derramado para expiação dos pecados, era o penhor da salvação - Ex 12.13; 1 Jo 1.7. Foi comido na Páscoa - Mt 26.26; Jo 10. 2 - Os Pães Asmos - Simbolizavam pureza. O pão deveria ser sem fermento. A proibição baseava-se em que o fermento é um agente de decomposição e servia de símbolo da corrupção moral, e também de doutrinas falsas – Mt 16.11; Mc 8.15. Na nossa comunhão com Cristo não pode haver impureza. A ausência do fermento simbolizava a santidade de vida que se requer no serviço de Deus.
  6. 7. 3 - Ervas Amargas - Simbolizavam a amargura que o cordeiro iria passar e a amargura das almas humanas por causa do pecado. Hoje, todas as vezes que celebramos a ceia do Senhor, relembramos o grande feito da nossa redenção, feita não mais por um cordeiro, não mais por um cativeiro físico, mas pelo próprio Filho de Deus. &quot;Podemos dizer que o Egito foi o calvário da nação hebraica, como o calvário de Jerusalém foi o nosso calvário&quot;. 4 - O Sangue - Simbolizavam a garantia do perdão. &quot;Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados&quot; Hb 9.22. &quot;O sangue de Jesus Cristo, seu filho, nos purifica de todo o pecado&quot; 1 Jo 1.7. O pecado do homem foi coberto pelo sangue propiciatório do cordeiro de Deus.
  7. 8. A PÁSCOA DOS NOSSOS DIAS E SEUS SÍMBOLOS. A.INSTITUIÇÃO. A festividade da Páscoa foi fixada pelo Concílio de Nicéia em 325 D.C., é uma festa anual da Igreja Cristã comemorativa à ressurreição de Cristo.
  8. 9. OS SÍMBOLOS. 1. O Coelho - Substituíram o cordeiro pelo coelho, como símbolo de fecundidade ( o coelho chega a produzir cerca de 110 filhotes por ano ). Apareceu por volta de 1915 na França. A sua cor e a sua rapidez contribuíram para o seu lugar na simbologia. Dizem mais que ele representa a morte e a ressurreição de Cristo, pelo fato de que alguns que habitam lugares frios e nevados hibernam e só saem da caverna quando chega a primavera. Sabemos que não podemos aceitar tamanha aberração, pois em toda a Bíblia encontramos o cordeiro e não o coelho como símbolo de Cristo. 2. O Ovo - O ovo significando começo, origem de tudo. Quando incubado, dele sai vida, porque nele está contido a vida. Em Cristo não está contido a vida, Ele é a própria VIDA - Jo 11.25. O ovo está presente na mitologia antiga, nas religiões do Oriente, nas tradições populares e numa grande parte da Cristandade. Na Idade Média os Europeus adotaram o costume Chinês de enfeitar os ovos. Em 1928 surgiram os ovos de chocolate que foram industrializados em larga escala. No século XVIII a Igreja Católica Romana adotou oficialmente o ovo como símbolo da ressurreição de Crist o.
  9. 10. 3. O Peixe - É o símbolo do Cristianismo. Dizem que no passado quando os cristãos se reunião, faziam desenho de um peixe. Na semana santa não comem carne por causa do corpo de Cristo, e substituíram a carne pelo peixe, mas na Páscoa judaica comiam o cordeiro. Estes símbolos modernos são uma mistura de mitologia pagã com a simbologia cristã paganizada.
  10. 12. A PÁSCOA PARA OS EVANGÉLICOS. Para Os evangélicos, a Páscoa tem apenas valor histórico e figurativo. O que tem maior sentido e valor é a Ceia do Senhor, pois Jesus quando comeu a última Páscoa com os Apóstolos, antes do seu sofrimento , deu um caráter todo especial ao acontecimento - Lc 22.15: &quot;E disse-lhes: Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes do meu sofrimento&quot;.
  11. 13. CONCLUSÃO: Todos aqueles que nasceram de novo tem em suas vidas Jesus Cristo, o verdadeiro cordeiro pascal. Devem lembrar do calvário constantemente, independente de uma data fixada no calendário anual. Criação: Profº Marta Melo
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×