SURREALISMO
APRESENTAÇÃO•   Marta Resende•   nº54171•   Turma 2•   Professor Pedro Rosário•   Universidade de Tras os Montes e Alto Do...
CONTEXTO HISTÓRICO No fim da primeira Guerra Mundial, a Europa vive umperíodo de instabilidade política, social e ideológ...
 Manifestações artísticas surgem como novasalternativas dentro de um mundo angustiado com aguerra, devido a tantas batalh...
Em 1924 o poeta André Breton - adepto eexperimentador dos métodos psicanalíticos deFreud - publicou em Paris o primeiro ma...
 Entre os artistas mais marcantes da época, napintura, destacam-se Salvador Dalí, Joan Miró e RenéMagritte.
ARTES PLÁSTICAS
   O Surrealismo teve o seuauge na pintura. Através da telae das tintas, os artistas plásticoscolocavam as suas emoções, ...
Os artistas da segunda corrente libertam a mente edão vazão ao inconsciente, sem nenhum controlo darazão.Joan Miró e Max E...
O Carnaval de Arlequim, Joan Miró
A                  CantoraMelancólica, Joan Miró
LITERATURA
Os escritores do surrealismo rejeitaram o romance e a poesia em estilostradicionais e que representavam os valores sociais...
Breton, André, O Amor Louco
Breton, André, Nadja
Breton, André, Os vasos comunicantes
CINEMA
Os cineastas também quebraram com o tradicionalismocinematográfico.Demonstram uma despreocupação total com o enredo ecom a...
Capa e cenas do filme “Um CãoAndaluz”, de Luís Buñuel eSalvador Dalí.
Capa e cenas do filme“LÂge DOr”, de LuisBuñuel e Salvador Dalí.
TEATRO
O dramaturgo francês AntoninArtaud é o maior representante doSurrealismo no teatro, através do seuTeatro da Crueldade.Arta...
 A obra mais conhecida     de AntoninArtaud é Os Cenci. Nas décadas de 1940 e 1950, osprincípios do Surrealismo influenc...
SURREALISMO EM PORTUGALEm 1949, tiveram lugar asprincipais manifestações domovimento Surrealista emPortugal, como a Exposi...
SURREALISMO EM PORTUGAL• Alexandre ONeill publica A Ampola  Miraculosa, constituída por 15 imagens e  respetivas legendas,...
Reflexão    O surrealismo atravessou diversas formas de arte, passando pelapintura, literatura, teatro, publicidade e cine...
CONCLUSÃO    Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Freud, oSurrealismo trouxe o inconsciente para a ativ...
WEBGRAFIAhttp://www.suapesquisa.com/surrealismo/http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fus...
Surrealismo final
Surrealismo final
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Surrealismo final

2.540 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.540
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Surrealismo final

  1. 1. SURREALISMO
  2. 2. APRESENTAÇÃO• Marta Resende• nº54171• Turma 2• Professor Pedro Rosário• Universidade de Tras os Montes e Alto Douro
  3. 3. CONTEXTO HISTÓRICO No fim da primeira Guerra Mundial, a Europa vive umperíodo de instabilidade política, social e ideológica. A Revolução Russa levou a classe operária pela primeiravez ao poder, fazendo com que o mundo capitalista sesentisse ameaçado. Os valores tradicionais passaram a ser maisintensamente questionados, o que, no meio artístico, levouà busca de novas formas de analisar e representar arealidade.
  4. 4.  Manifestações artísticas surgem como novasalternativas dentro de um mundo angustiado com aguerra, devido a tantas batalhas e mortes. Num ambiente totalmente fragilizado, aparece oSurrealismo, desestabilizador de toda a ideia de culturaexistente até então. Propõe a junção de imagensbizarras, com o intuito de escandalizar e chocar asociedade (a deformação intencional da realidade).
  5. 5. Em 1924 o poeta André Breton - adepto eexperimentador dos métodos psicanalíticos deFreud - publicou em Paris o primeiro manifestodo novo movimento artístico.Este propunha aos artistas e escritores amanifestarem os seus pensamentos de umamaneira livre, espontânea e irracional; quedeixassem as manifestações do subconscienteemergirem, sem qualquer interferência dereflexão intelectual, por mais absurdas e ilógicasque pudessem ser.O subconsciente é o marco do André Bretonsurrealismo.
  6. 6.  Entre os artistas mais marcantes da época, napintura, destacam-se Salvador Dalí, Joan Miró e RenéMagritte.
  7. 7. ARTES PLÁSTICAS
  8. 8.  O Surrealismo teve o seuauge na pintura. Através da telae das tintas, os artistas plásticoscolocavam as suas emoções, oseu inconsciente, erepresentavam o mundoconcreto. O movimento artísticodividiu-se em duas correntes. Aprimeira, representadaprincipalmente por SalvadorDalí, trabalhava com a distorçãoe a justaposição de imagensconhecidas. A sua obra mais A Persistência da Memóriaconhecida neste estilo é “APersistência da Memória”.
  9. 9. Os artistas da segunda corrente libertam a mente edão vazão ao inconsciente, sem nenhum controlo darazão.Joan Miró e Max Ernst representam muito bem estacorrente. As telas saem com formas curvas, linhasfluidas e com muitas cores. “O Carnaval deArlequim” e “A Cantora Melancólica”, de Miró, sãodisso exemplo.
  10. 10. O Carnaval de Arlequim, Joan Miró
  11. 11. A CantoraMelancólica, Joan Miró
  12. 12. LITERATURA
  13. 13. Os escritores do surrealismo rejeitaram o romance e a poesia em estilostradicionais e que representavam os valores sociais da burguesia.As poesias e textos deste movimento são marcados pela livre associaçãode ideias, frases montadas com palavras recortadas de revistas e jornaise muitas imagens e ideias do inconsciente.O poeta Paul Éluard, autor de “Capital da Dor” e André Breton, autorde “O Amor Louco”, “Nadja” e “Os Vasos Comunicantes”, sãorepresentantes da literatura surrealista.
  14. 14. Breton, André, O Amor Louco
  15. 15. Breton, André, Nadja
  16. 16. Breton, André, Os vasos comunicantes
  17. 17. CINEMA
  18. 18. Os cineastas também quebraram com o tradicionalismocinematográfico.Demonstram uma despreocupação total com o enredo ecom a história do filme.Os ideais da burguesia são combatidos, e os desejosnão racionais afloram.Dois filmes representativos deste género do cinema são“Um Cão Andaluz” (1928) e “LÂge DOr” (1930) deLuís Buñuel, em parceria com Salvador Dalí.
  19. 19. Capa e cenas do filme “Um CãoAndaluz”, de Luís Buñuel eSalvador Dalí.
  20. 20. Capa e cenas do filme“LÂge DOr”, de LuisBuñuel e Salvador Dalí.
  21. 21. TEATRO
  22. 22. O dramaturgo francês AntoninArtaud é o maior representante doSurrealismo no teatro, através do seuTeatro da Crueldade.Artaud pretendia, através das suaspeças teatrais, livrar o espectador dasregras impostas pela civilização eassim despertar o inconsciente daplateia.Uma das técnicas usadas pelodramaturgo foi unir o palco e aplateia, durante a realização daspeças.No livro O Teatro e o seuduplo, Arnaud demonstra sua teoria.
  23. 23.  A obra mais conhecida de AntoninArtaud é Os Cenci. Nas décadas de 1940 e 1950, osprincípios do Surrealismo influenciaramo Teatro do Absurdo. Imagem de uma cena da peça de teatro “En Attendant Godot”, de Samuel Beckett.
  24. 24. SURREALISMO EM PORTUGALEm 1949, tiveram lugar asprincipais manifestações domovimento Surrealista emPortugal, como a Exposição doGrupo Surrealista deLisboa, onde expuseramAlexandre ONeill, AntónioDaCosta, AntónioPedro, Fernando deAzevedo, João MonizPereira, José-Augusto França Melancolia, António Dacostae Vespeira.
  25. 25. SURREALISMO EM PORTUGAL• Alexandre ONeill publica A Ampola Miraculosa, constituída por 15 imagens e respetivas legendas, sem que entre imagem e legenda se estabelecesse um nexo lógico.• Esta obra poderá ser considerada paradigmática do Surrealismo português.• Foram lançados, ainda nesse ano, os primeiros números dos Cadernos Surrealistas.
  26. 26. Reflexão O surrealismo atravessou diversas formas de arte, passando pelapintura, literatura, teatro, publicidade e cinema. Com este trabalho, mais uma vez pude constatar que os artistas sãoinfluenciados pelo mundo que os rodeia. O que os torna únicos é a formacomo eles “veem” / interpretam essa realidade. Na verdade, no movimento Surrealista as obras transcendem arealidade, pois trouxeram para o mundo da arte o subconsciente, que nãodeixa de ser a realidade que cada um de nós tem escondida dentro si próprio. Na pintura, as formas curvas, linhas fluidas e a abundância da corparecem refletir o inconsciente, desejos, recalques e sonhos, que os pintoresSurrealistas trazem para as suas telas, de uma forma provocadora, contrapreconceitos filosóficos, políticos, crenças religiosas e inibições dapersonalidade.
  27. 27. CONCLUSÃO Fortemente influenciado pelas teorias psicanalíticas de Freud, oSurrealismo trouxe o inconsciente para a atividade criativa, emespecial para a pintura. Os Surrealistas rejeitam a chamada ditadura da razão e os valoresburgueses, onde o humor, os sonhos e o absurdo são recursos aserem utilizados para libertar o homem de uma existênciautilitária, sem tabus e preconceitos.No meu modo de entender nada existe de inadmissível.O irreal é tão verdadeiro como o real. O sonho e arealidade são vasos comunicantes. (André Breton)•
  28. 28. WEBGRAFIAhttp://www.suapesquisa.com/surrealismo/http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=3650http://www.citi.pt/cultura/temas/frameset_surrealismo.htmlhttp://www.nodo50.org/insurgentes/biblioteca/manifesto_surrealista.pdfhttp://www.infoescola.com/movimentos-artisticos/surrealismo/

×