 
Marlus da Silva Pedrosa
Contato: marsivas@hotmail.com
20/05/2013
• Glândulas sebáceas na mucosa oral.
• Estrutura anexas da pele
• 80% da população.
• Variação anatômica
 Lesões papulares amareladas ou branco-amareladas.
 Mucosa Jugal e vermelhão do lábio superior.
 Mais comum em adultos ...
 Lóbulos acinares abaixo do epitélio.
 Células com forma poligonal, núcleo central.
 Dispensa tratamento
 Não é necessário biópsia
 Para a redução das lesões utiliza-se um laser de CO2
 Grânulos de ford...
 DEFINIÇÃO
É uma anomalia congênita, causada pela presença de
freio lingual curto , pela inserção do músculo
genioglosso ...
CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS
As manifestações variam dos casos leves até os mais graves;
O freio pode estender-se anteriorment...
TRATAMENTO E PROGNÓSTICO
Quando provocam pouco ou nenhum problema clínico: tratamento
desnecessário.
Quando houver dificul...
 alteração incomum de causa desconhecida;
 aglossia;
 Síndromes de hipogênese dos membros oromandibulares:
alterações d...
 Tratamento e prognóstico
 depende da natureza e da gravidade;
 cirurgia e ortodontia: melhorar a função oral
 Condição incomum caracterizada pelo aumento da
língua.
 Crianças;
 Leve a grave;
 Recém-nascidos;
 Macroglossias acentuadas;
 Síndrome de Beckwith-Widemann:
o Onfalocele;
o...
 Em geral pacientes com hipotireiodismo ou com a
síndrome de Beckwith-widemann, usualmente tem a
língua com aumento difus...
 Depende da causa específica;
 Síndrome de Down e edêntulos: Nenhuma
alteração;
 Tumor, proliferação neoplásica de algu...
 Dependem da causa e da gravidade;
 Moderados: Não necessita cirurgia;
 Pacientes sintomáticos: glossectomia.
 Exostose comum que ocorre na linha média do palato
duro;
 Etiologia
o Origem genética (traço autossômico dominante);
o ...
 Classificação (Morfologia)
o Toro plano: base ampla, superficie lisa, se estende
simetricamente para ambos os lados;
o T...
 Carateristicas clinicas e Radiográficas
o Massa dura de osso na linha media do palato duro;
o Pequenos (2cm de diametro ...
 Caracteristicas Histopatológicas
o Massa de osso cortical lamelar denso;
 Tratamento
o Remoção cirurgica:
• Pacientes e...
Exostose que se desenvolve ao longo da superfície lingual da
mandíbula. É provavelmente multifatorial, incluindo
caracterí...
 Características clínicas:
a. Ocorre ao longo da superfície lingual da mandíbula, sobre a linha miloióidea , na
região do...
 Características clínicas:
a. Não é tão comum como o toro palatino; prevalência varia entre 5 e 40%.
b. Pico de prevalênc...
 Características clínicas:
Toros acentuados encontrando-se
na linha média;
Protuberâncias ósseas lobuladas bilaterais
do ...
 Características radiográficas:
Radiografia oclusal que mostra toros
mandibulares bilaterais.
Radiopacidade superposta ás...
 Características histopatológicas:
a. Densa massa nodular de osso cortical lamelar.
b. Zona mais interna de osso trabecul...
• Características histopatológicas
 Tratamento e prognóstico:
a. Tratamento desnecessário
b. Tratamento necessário: colocação de prótese total ou parcial in...
NEVILLE, B. W. Et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 2 ed.
Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
“E se eu tivesse que nascer: Eu nasceria;
Se eu tivesse que viver: Eu viveria;
Se eu tivesse que morrer: Eu morreria;
Se e...
Patologia semi 001.2013 odontogência
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Patologia semi 001.2013 odontogência

964 visualizações

Publicada em

oral pathology

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
964
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Patologia semi 001.2013 odontogência

  1. 1.   Marlus da Silva Pedrosa Contato: marsivas@hotmail.com 20/05/2013
  2. 2. • Glândulas sebáceas na mucosa oral. • Estrutura anexas da pele • 80% da população. • Variação anatômica
  3. 3.  Lesões papulares amareladas ou branco-amareladas.  Mucosa Jugal e vermelhão do lábio superior.  Mais comum em adultos – puberdade.  Assintomáticas  Rugosidade na mucosa  Quantidade varia de caso a caso
  4. 4.  Lóbulos acinares abaixo do epitélio.  Células com forma poligonal, núcleo central.
  5. 5.  Dispensa tratamento  Não é necessário biópsia  Para a redução das lesões utiliza-se um laser de CO2  Grânulos de fordyce podem tornar hiperplasiados ou formar pseudocistos recoberto por ceratina.
  6. 6.  DEFINIÇÃO É uma anomalia congênita, causada pela presença de freio lingual curto , pela inserção do músculo genioglosso excessivamente espessa ou pela associação de ambos causando fusão completa ou parcial da língua ao assoalho da boca
  7. 7. CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS As manifestações variam dos casos leves até os mais graves; O freio pode estender-se anteriormente e se inserir no ápice lingual; Pode contribuir para o desenvolvimento de uma mordida aberta anterior; É possível desencadear problemas periodontais; Pode resultar em defeitos de fonação. Casos raros podem estar associados ao deslocamento ântero-superior da epiglote e laringe. ápice da língua em forma de coração, pequena abertura da boca durante a fala, dificuldade de fazer determinados movimentos com a língua (ex:lamber os lábios).
  8. 8. TRATAMENTO E PROGNÓSTICO Quando provocam pouco ou nenhum problema clínico: tratamento desnecessário. Quando houver dificuldade funcional ou periodontal: frenectomia (cirurgia). Recomendação: crianças até 4 ou 5 anos.
  9. 9.  alteração incomum de causa desconhecida;  aglossia;  Síndromes de hipogênese dos membros oromandibulares: alterações dos membros (hipodactilia, hipomelia);  anomalias simultâneas: fenda palatina, bandas intra-orais;  hipoplasia da mandíbula e os incisivos inferiores podem estar ausentes;
  10. 10.  Tratamento e prognóstico  depende da natureza e da gravidade;  cirurgia e ortodontia: melhorar a função oral
  11. 11.  Condição incomum caracterizada pelo aumento da língua.
  12. 12.  Crianças;  Leve a grave;  Recém-nascidos;  Macroglossias acentuadas;  Síndrome de Beckwith-Widemann: o Onfalocele; o Visceromegalia; o Gigantismo; o Hipoglicemia neonatal; o Carcinoma supre-renal; o Tumores viscerais; o Hepatoblastoma.
  13. 13.  Em geral pacientes com hipotireiodismo ou com a síndrome de Beckwith-widemann, usualmente tem a língua com aumento difuso, liso e generalizado;  Amiloidose, neurofibromatose e neoplasia endócrina múltipla, tipo 2B: Multinodular;  Síndrome de Down: superfície fissurada e papilar;  Hiperplasia hemifacial e alguns pacientes com neurofibromatose : aumento unilateral;  Pacientes edêntulos: língua elevada e tende a espalhar-
  14. 14.  Depende da causa específica;  Síndrome de Down e edêntulos: Nenhuma alteração;  Tumor, proliferação neoplásica de algum tecido:vasos sanguíneos e linfáticos e tecido nervoso;  Hemi-hiperplasia e síndrome de Beckwith- Widemann: Aumento muscular;  Amiloidose: Deposição de material protéico
  15. 15.  Dependem da causa e da gravidade;  Moderados: Não necessita cirurgia;  Pacientes sintomáticos: glossectomia.
  16. 16.  Exostose comum que ocorre na linha média do palato duro;  Etiologia o Origem genética (traço autossômico dominante); o Fatores ambientais (Estresse mastigatório); o Multifatorial (genéticas + ambientais). Marlus da Silva Pedrosa 20/05/2013
  17. 17.  Classificação (Morfologia) o Toro plano: base ampla, superficie lisa, se estende simetricamente para ambos os lados; o Toro alongado: Crista na linha média ao longo da rafe palatina; o Toro Nodular: Multiplas protuberancias (podem coalescer); o Toro lobular: massa lobulada (unica base); Marlus da Silva Pedrosa 20/05/2013
  18. 18.  Carateristicas clinicas e Radiográficas o Massa dura de osso na linha media do palato duro; o Pequenos (2cm de diametro em média); o Assintomáticos; o Usualmente não encontrado em exames radiográficos de rotina; o Prevalencia: 9 A 60%; o Asiáticos e esquimós; o Relação homem/mulher - 2:1; o Pico de prevalência: adulto jovem; o Diagnóstico: Clinico, Biópsia. Marlus da Silva Pedrosa 20/05/2013
  19. 19.  Caracteristicas Histopatológicas o Massa de osso cortical lamelar denso;  Tratamento o Remoção cirurgica: • Pacientes edêndulos (Proteses); • Ulceração; • Interferência função cavidade oral  Prognóstico: bom Marlus da Silva Pedrosa 20/05/2013
  20. 20. Exostose que se desenvolve ao longo da superfície lingual da mandíbula. É provavelmente multifatorial, incluindo características genéticas e influências ambientais.
  21. 21.  Características clínicas: a. Ocorre ao longo da superfície lingual da mandíbula, sobre a linha miloióidea , na região dos pré-molares b. Envolvimento bilateral em mais de 90% dos casos c. Nódulos simples maioria d. Percepção: mucosa de recobrimento torna-se secundariamente ulcerada pelo trauma. e. Podem torna-se grandes encontrando-se com a linha mediana.
  22. 22.  Características clínicas: a. Não é tão comum como o toro palatino; prevalência varia entre 5 e 40%. b. Pico de prevalência: adultos jovens . c. Prevalência correlacionada com o bruxismo e com o número de dentes presentes na boca. d. Origem multifatorial e responde ao estresse funcional.
  23. 23.  Características clínicas: Toros acentuados encontrando-se na linha média; Protuberâncias ósseas lobuladas bilaterais do rebordo alveolar lingual da mandíbula.
  24. 24.  Características radiográficas: Radiografia oclusal que mostra toros mandibulares bilaterais. Radiopacidade superposta ás raízes dos dentes inferiores.
  25. 25.  Características histopatológicas: a. Densa massa nodular de osso cortical lamelar. b. Zona mais interna de osso trabecular associada com medula gordurosa;
  26. 26. • Características histopatológicas
  27. 27.  Tratamento e prognóstico: a. Tratamento desnecessário b. Tratamento necessário: colocação de prótese total ou parcial inferior remoção cirúrgica c. Podem recorrer se os dentes permanecerem no local.
  28. 28. NEVILLE, B. W. Et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
  29. 29. “E se eu tivesse que nascer: Eu nasceria; Se eu tivesse que viver: Eu viveria; Se eu tivesse que morrer: Eu morreria; Se eu tivesse que matar: Eu poesia, Eu poesia, Eu poesia...” (Ray Lima)

×