Web 1x Web2

761 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
761
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Web 1x Web2

  1. 1. A origem da internet (Arpa)   A comunicação via internet (protocolos)  A criação da www e a popularização da internet  Os primeiros navegadores  A internet no Brasil
  2. 2. 1995: www ganha o mundo e empresas pontocom crescem vertiginosamente. Papéis destas empresas atingiam valores altos (valor de futuro) 2000: papéis das empresas pontocom despencaram com o bug do milênio e a bolha estourou
  3. 3. Foi a primeira geração de internet  comercial. Seu grande trunfo era a quantidade de informações disponíveis; A web era um repositório quase infinito de  conteúdo, mas unilateral; Somente os responsáveis por uma página  podiam colocar informação na web; Os aplicativos da web 1.0 eram  fechados. 1995 havia 10 mil páginas na web 
  4. 4. O termo “Web 2.0” se refere às páginas web cuja importância se deve principalmente à participação dos usuários. Este termo foi criado retroativamente para descrever as limitações que caracterizaram o desenvolvimento inicial da rede, baseado no conceito de páginas Web e a exigência de cadastramento prévio para acesso ao conteúdo da página
  5. 5. O termo Web 2.0 é utilizado para descrever a  segunda geração da World Wide Web - tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração dos internautas com sites e serviços virtuais. Sua essência é permitir que os usuários sejam mais  que meros espectadores: eles são parte do espetáculo. Os melhores sites são ferramentas para que os  internautas gerem conteúdo, criem comunidades e interajam. Alguns, como a Wikipédia, possibilitam a construção  coletiva do conhecimento. É difícil lidar com o excesso de informação inútil. 
  6. 6. É uma infra-estrutura comum, mediante a qual se pode compartilhar, processar e transferir informação de forma SENSÍVEL. Tal infra-estrutura faz com que as máquinas COMPREENDAM significados de informação, tornando o trabalho fácil e ágil.
  7. 7. Uma rede de significados   Informação classificada  Hierarquia de dados  Infra-estrutura ordenada  Converter a rede em uma mega base de dados
  8. 8. Existe uma equipe chamada World Wide Web Consortium (W3C) que se dedica a melhorar, ampliar e padronizar o sistema e as linguagens da web. Publicações e ferramentas estão sendo desenvolvidos.
  9. 9. Ela vai permitir: Realizar deduções lógicas  Realizar inferências  Combinar informações  Gerar informações “novas” a partir de uma referência  Realizar consultas complexas  Automatizar processos
  10. 10. Efetivamente não. Mas há tentativas... Livraria on-line Amazon. Se você compra regularmente na Amazon, os computadores do site interpretam suas preferências e arriscam palpites sobre livros que você gostaria de ler.
  11. 11. Efetivamente não. Mas há tentativas... Buscador 2.0 X 3.0 Tema: São Paulo+ time Google, encontra milhões de sites a partir de uma ou mais palavras-chave que você tecla. Se você teclar quot;São Pauloquot; e quot;timequot; em busca de informações sobre o clube no Google, ele apresentará todos os sites que contenham essas palavras. Mas não vai indicar aqueles que falam do São Paulo Futebol Clube e não usam a palavra quot;timequot;. Radar Network O buscador da Radar avaliaria a relevância dos sites, a partir do conteúdo de cada página. Entraria em cada site e quot;compreenderiaquot; quando o assunto é futebol. Com isso, ele saberia se a página trata de São Paulo como time ou cidade.
  12. 12. Anos Pós- Futuro 90 2003
  13. 13. Quantidade de Usuários são parte Inteligência artificial informação do espetáculo: - organização e o disponível 24 horas geram uso mais inteligente por dia conteúdo, criam do conhecimento já FOCO: comunidades, intera disponível na gem Internet. conteúdo FOCO: FOCO: usuário estruturas
  14. 14. Conteúdo era Excesso de Máquina vai de mão informações trabalhar única, tipo inúteis sozinha e pode banco de errar dados, exigia cadastramento
  15. 15. Privada Pública Pública e privada - conteúdo – conteúdo - Lógica do dirigido e era pago compartilha pago + mento compartilha mento
  16. 16. Steve Jimmy Tim Case, dono Wale, criador Berners-Lee da AOL, que da criou a www e comprou a wikipedia, a quer recriá-la Time Warner enciclopédia tornando em em uma web construção semântica
  17. 17. Buscava Busca Buscará conforto informação, pesqu participação, quer e menor esforço. isa e praticidade ter acesso a Será a era dos nos serviços informação e robôs oferecidos por ajudar a construir nerds o conteúdo e compartilhar experiências
  18. 18. Não apenas Um editor (seja Capacidade semântica permite que um site de torna um site mais “muitos outros” notícias ou um eficiente. Na comentem e site pessoal no pesquisa, se terá colaborem com o Geocities) respostas mais conteúdo colocava o precisas. O usuário publicado, como conteúdo num site poderá fazer também permite da Web para que perguntas ao seu que os usuários muitos outros programa e ele será coloquem, eles lessem, mas a capaz de ajudá-lo a mesmos, material comunicação entender mais sua original. terminava aí. necessidade.
  19. 19. Utilidade: Web sites não são mais  depósitos isolados de informação com canais de comunicação de uma só via (um entre muitos), mas, ao invés disso, são fontes de conteúdo e funcionalidade, tornando-se assim plataformas de computação para oferecer aplicativos da Web aos usuários finais.
  20. 20. Compartilhamento: Um enfoque da criação e distribuição de conteúdos na Web caracterizada pela comunicação aberta, controle descentralizado, liberdade para compartilhar e recombinar conteúdos, bem como o desenvolvimento da ideia de “mercado como uma conversa” (muitos para muitos).
  21. 21. Banco de dados: ao  desenvolver softwares que usam insumos da comunidade e interação com os usuários, sites como Wikipedia, MySpace, You Tube e Flickr criaram sofisticados armazéns para estocagem de conteúdos sem produção própria.
  22. 22. Os editores da Web estão  criando plataformas ao invés de conteúdo. Os usuários estão criando conteúdo. “Em 2006, a Web mundial tornou-se um instrumento que reúne pequenas contribuições de milhões de pessoas e as torna importantes”, explicou a Time.
  23. 23. Mídias Sociais São ferramentas online projetadas para  permitir a interação social a partir do compartilhamento e da criação colaborativa de informação nos mais diversos formatos. Redes sociais  São as relações entre os indivíduos na comunicação mediada por computador. Esses sistemas funcionam através da interação social, buscando conectar pessoas e proporcionar sua comunicação e, portanto, podem ser utilizados para forjar laços sociais.
  24. 24. Social Networking:  Orkut, Facebook, linkedin, etc. Redes sociais temáticas:  Youtube, Flickr, Last.FM, MySpace, etc Redes de compartilhamento:  Slideshare, E- Mule, Torrent, Wikipedia, etc. Microblogging: Twitter, Jaiku, etc.  Comunicadores instantâneos:  messenger, skype, gtalk, etc Redes de interesse:  Blogs, wikis, fóruns, comunidades, etc.
  25. 25. Participação voluntária: a obrigatoriedade elimina  a curiosidade e a possibilidade de pró- atividade Isonomia: quando todos são iguais perante  determinadas regras Ações coordenadas e decisões compartilhadas: não  há hierarquia mas não significa que não seja organizada – há uma coordenação que orienta e todas as decisão são compartilhadas com o grupo Sentimento de pertencimento: o participante se vê  como parte do grupo e importante para o grupo Existência do objetivo comum: aquilo que reúne o  grupo, que motivou a participação no grupo
  26. 26. Tags: para catalogar ou apenas localizar conteúdos criados. Os tags são escolhidos informalmente e não pertencem a nenhum esquema de classificação formalmente definido. Isto é chamado de folksonomia TAGS = INDEXAÇÃO PERSONALIZADA Taxionomia era a indexação por critérios científicos, utilizada antes da web 2.0
  27. 27. ICEROCKET.COM Delicious.com TECHNORATI.COM
  28. 28. Uma nuvem de tags (do inglês tag cloud) é um sistema automático inserido num site para visualizar as tags mais usadas pelos visitantes da página. O código do computador gera uma nuvem de tags e as exibe com uma fonte maior, conforme a frequência de uso, permitindo que os usuários visualizem rapidamente o conteúdo principal relacionado a cada tag.
  29. 29. Escolher tema para pesquisa de blogs   Acessar os três sites de busca e exercitar busca simples e busca avançada (advanced)  Fazer um relato curto no blog  Tempo: 15 minutos Icerocket.com technorati.com Delicious.com
  30. 30. Entrar no blog individual  Inserir uma nuvem de tags  Aparência Complementos  Tempo: 5 minutos 
  31. 31. Lançamento: 1998 Origem: Larry Page e Sergey Brin, colegas na universidade de Stanford, decidem que um buscador seria o grande desafio. Slogan: portal de buscas da web Desafio: se adaptar à web semântica
  32. 32. Palavra é Google, o que vem em mente? BUSCA GRATUITA Como sustentar um site de serviço? PUBLICIDADE
  33. 33. Anunciante Solução? AdSense O Google que não produz conteúdos, mas apenas localiza, criou um mecanismo de anúncio por palavra-chave. A empresa define quanto ela paga cada vez que o usuário clicar, e o Google cobra por clique. Google Usuário
  34. 34. Empresa Anuncia no Google Solução? Usuário clica Google AdSense no anúncio e negocia com vai para o site terceiros da empresa Site/Blog Robôs eletrônicos indexam conteúdo
  35. 35. 2005: Google divulgou uma receita publicitária superior a seis bilhões de dólares 2006: o rendimento com anúncios chegou a 10 bilhões de dólares. Tudo isto sem precisar contratar nenhum representante de vendas. (fonte: http://investor.google.com).
  36. 36. Busca eficiente   Publicidade aberta e compartilhada  Serviços como gmail, RSS, Office  Mapas, blogger, calendário Larry Page Sergey Brin
  37. 37. Lançamento: fevereiro 2005 Origem: ex-funcionários do PayPal, o banco online e financeira que impulsiona grande parte do comércio do eBay. Slogan: Broadcast Yourself(Seja Um Comunicador) Desafio: respeitar os direitos autorais. Muitas pessoas se apropriam do conteúdo de outras pessoas.
  38. 38. Em junho de 2006, a NBC reduziu as resistências quando decidiu fazer uma parceria com o YouTube e criou um canal oficial no site para exibição de clipes. Os usuários podem escolher entre os Mais Recentes, os Tops, os Mais Vistos e Mais discutidos, e encontrar rapidamente o clipe de maior sucesso do momento. Ou acessar apenas um dos canais Em outubro de 2006, a Google comprou o You Tube por 1.6 bilhões de dólares em ações
  39. 39. Os usuários do Digg encontram conteúdo interessante em outro site online, depois submetem os links e sumários à consideração do Digg. Em seguida, outros usuários do Digg “votam” nas histórias que eles mais gosta
  40. 40. Exercício 3 Escolher um site de web 2.0 ou uma  secção 2.0 de um site  Navegar pelas possibilidade e anotar o que encontrar de mais interessante Fazer um printscreen de uma tela que  lhe chame atenção (printscreen é o botão que fica no topo do teclado ao lado do scroll lock)  Colar no Paint, salvar e guardar
  41. 41. Exercício 4 Produzir um texto com uma comparação entre a  Web 1.0 e a Web 2.0 , destacando em especial a forma como uma e outra alteraram o comportamento dos usuários da internet; no texto citar o website selecionado como modelo de web 2.0 no exercício anterior Você poderá encontrar alguns parâmetros para  desenvolver o trabalho nos endereços a seguir: http://eduspaces.net/scarr/files/6472/14565/Web+2. 1. 0.doc http://espig.blogspot.com/2007/10/web-20-mdulo- 2. 2-o-legado-da-web-10-e-as.html http://usabilidoido.com.br/web_20_no_brasil.html 3. http://marcogomes.com/blog/2005/sobre-a-web-20/ 4. http://sala19maxial.blogs.sapo.pt/309.html 5.
  42. 42. Exercício 6 Usar o site escolhido e analisado no  primeiro exercício como exemplo e ilustração para o artigo sobre web 1.0 x web 2.0; No comando upload/inserir, clicar em  (adicionar uma imagem) Escolher o arquivo para fazer upload e  clicar em selecionar na janela que abrir em seguida. Selecionar a imagem, aguardar o  upload, selecionar o tamanho, alinhamento e direcionar para alguma url Voltar ao texto e finalizar o post. 
  43. 43. Leitura recomendada: Como funciona a Web 2.0: http://informatica.hsw.uol.com.br/web -20.htm Planeta Web 2.0 – livro em espanhol - download livre : www.planetaweb2.net

×