Slides mineração na amazônia

7.280 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
214
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides mineração na amazônia

  1. 1. ECOLOGIA DA AMAZÔNIASEMINÁRIOHELOISA RODRIGUESNATÁLYA PIMENTELSUZANE CARVALHOTAYNÁ RENATA
  2. 2. MINERAÇÃO NAAMAZÔNIASerra dos Carajás
  3. 3.  Mineração é o termo utilizado para a extração ebeneficiamento de minerais que se encontram emestado natural sólidos (carvão), líquidos (petróleobruto) e gasosos (gás natural). A Amazônia tem uma contribuição significativa naatividade de extração e transformação mineralrealizada em território brasileiro, considerando aocorrência na região de diversos minerais queinfluenciam na balança comercial do país, sendo oPará o segundo maior Estado exportador deminérios. O Brasil se destaca principalmente na produção deferro, bauxita (alumínio), manganês e nióbio.
  4. 4.  O ferro é o principal minério destinado à exportação noBrasil, sua extração ocorre especialmente em MinasGerais, no Quadrilátero Ferrífero; no Pará, na Serrados Carajás; e no Mato Grosso do Sul, no Maciço doUrucu; A bauxita é extraída na Serra do Oriximiná, no Pará; As jazidas principais de extração de Manganês seencontram na Serra dos Carajás, Quadrilátero Ferríferoe Maciço do Urucu; Os estados de Minas Gerais e Goiás respondem porgrande parte da produção de nióbio; Tapajós é a região de mineração de ouro maisimportante do Brasil.
  5. 5. Vantagens da Mineração Mineração direciona investimentos para aAmazônia; Sustentabilidade dá retorno; Segundo o Instituto Brasileiro de Mineração(IBRAM), os empréstimos minerais seguem ospreceitos de sustentabilidade consagradosmundialmente, ou seja, aliam retorno financeirocom responsabilidade social e atenção especialaos recursos minerais; Na visão do IBRAM o investimento emsustentabilidade é plenamente amortizado aolongo dos anos e oferece retorno as empresas e àsociedade.
  6. 6.  “Esta iniciativa das mineradoras objetiva fortalecero projeto com o máximo possível de mão de obralocal e, com o passar do tempo, esta ação atrai atéa instalação de redes de ensino superior paraformar futuros profissionais. ” Fernando Coura
  7. 7. Desvantagens A mineração a céu aberto causa diversos impactospara o meio ambiente. Destrói completamente a áreada jazida, as bacias de rejeito e as áreas usadas paradepósito estéril; Os danos também podem ser diretos e indiretos;
  8. 8.  Os impactos ambientais mais significativoscausados pela atividade mineira naAmazônia são: A extração de petróleo e gás natural noEstado do Amazonas: apresentam como impactos diretos maisgraves: o desmatamento resultante daabertura de clareiras aonde se perfuram ospoços e o manejo dos fluidos de perfuraçãoe dos resíduos sólidos retirados dos poços. Mineração Industrial: Ferro, manganês,cassiterita, cobre, bauxita, etc.
  9. 9.  Impactos ambientais da garimpagem deouro: Grandes áreas da Amazônia ocidental têm sidoexploradas por garimpeiros desde a década de 40; Os impactos mais significativos estão relacionadosaos recursos hídricos, o lançamento de mercúrio,óleos e graxas nos cursos dágua; a remoção dasmargens e encostas dos rios; a remoção decamadas dos leitos dos rios provocam poluiçãoquímica da amálgama provoca a dispersão domercúrio na atmosfera.
  10. 10. Conflitos Em toda a região de extração e transformaçãomineral os movimentos sociais têm semanifestado contrários a esta lógica perversa docapital dirigida pelas corporações. Políticas do tipo "comando e controle", baseadasno princípio de que o produtor deve internalizar oscustos ambientais à sua atividade.
  11. 11.  Principais conflitos: Reclamações e conflitos em torno do valor percentualque as empresas transferem as comunidades e peladestinação dos royalties por parte dos políticos; Denúncias pela usurpação das terras; Por melhores condições de trabalho; Preocupação com o desmatamento de florestas evegetação existente na área do projeto; Para que não se continue afetando ou pondo em risco asaúde da população; Denúncias contra a contaminação do ar e d água.
  12. 12.  Em 2008, na região de Carajás ocorreramvárias manifestações com a ocupação dostrilhos da estrada de ferro de Carajás aoporto em São Luis-MA. Mineração comercial das jazidas demanganês do Amapá, explorada desde1950, desencadeou muitos conflitossocioambientais. A empresa Icomi, formadapor empresas nacionais e estrangeiras,instalou-se na área em 1954.
  13. 13.  Para que a mineração na Amazônia possagerar benefícios para as populações locais ediminuir as desigualdades e pobrezas e nãoaumentá-las, como tem sido até o momento,se faz necessário que seja planejada peloEstado, e não pelas empresas, comparticipação da sociedade civil, com umaoutra política de arrecadação e aplicaçãodos royalties. O atual nível de consumo da sociedadeglobal é insustentável. Se desejarmosdiminuir as profundas consequências damineração, precisamos controlar nossasíndrome consumista.
  14. 14. Situação Atual- Avanços na Gestão ambiental;- Das 100 maiores empresas, 25%possuem unidades certificadas pela ISO14.001 - norma internacionalmentereconhecida que define o que deve serfeito para estabelecer um Sistema deGestão Ambiental (SGA)- Sistemas de preservação;
  15. 15. Projetos de mineração ameaçam152 terras indígenas na Amazônia.Baniwa garimpando no Rio Içana, Amazonas.|Celio Horst /Blog do ISA (Instituto Socioambiental)
  16. 16. - Todos os processos minerários em terrasindígenas estão suspensos, mas, se fossemliberados, cobririam 37,6% das áreas. Odiagnóstico faz parte de um estudo doInstituto Socioambiental (ISA) e mostra apressão que os índios sofreriam se suasterras fossem abertas à exploração.- “Se fossem abertas à mineração, algumasterras indígenas teriam 96% de seu territóriocoberto pela exploração”, diz o advogado RaulSilva Telles do Vale, do ISA.“Na prática, a mineração em terras indígenas foibloqueada”, explica Vale. É esse debate que oprojeto de lei ameaça reabrir.
  17. 17. - (Ecodebate, 22/04/2013)Publicado pela IHU online, parceiraestratégica do EcoDebate nasocialização da informação.- IHU On-line é publicada pelo InstitutoHumanitas Unisinos - IHU, daUniversidade do Vale do Rio dosSinos – Unisinos, em São Leopoldo,RS.

×