Revolução industrial

1.262 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
252
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução industrial

  1. 1. Revolução Industrial Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com
  2. 2. ConceitoA Revolução Industrial foi um conjuntode mudanças que aconteceram na Europanos séculos XVIII e XIX. A principalparticularidade dessa revolução foi asubstituição do trabalho artesanal peloassalariado e com o uso das máquinas.
  3. 3. Fatores que favoreceram aRevolução IndustrialAcumulação de capitaisExistência de matérias-primasMão de obra barataMercados consumidores
  4. 4. Pioneirismo InglêsAscensão da burguesia e a das ideias liberais ao poder;A Lei dos Cercamentos (Enclosure Acts) que limitou o acesso à terra, permitiu a mecanização da agricultura e, consequentemente liberou mão de obra do campo para as cidades;Ricas jazidas de carvão;Progresso nas ciências aplicadas e as novas invenções;Capital acumulado do comércio colonialInfraestrutura naval e burguesia empreendedora.
  5. 5. Principais inventos1ª fase1782 – James Watt, máquina a vapor quepassa a ser usada em larga escala
  6. 6. Principais inventos1ª fase1804 – Richard Trevithick inventa alocomotiva a vapor.
  7. 7. Principais inventos2ª fase1875 – Telefone, Graham Bell
  8. 8. Principais inventos2ª fase1880 - Lâmpada elétrica, Thomas Edison
  9. 9. Principais inventos2ª fase1886 - Motor a combustão, Karl Benz
  10. 10. Primeira Segunda Fase Fase Material Industrial FERRO AÇO BásicoPrincipal Fonte ELETRICIDADE Energética VAPOR PETRÓLEO DIVERSIFICAÇÃO SetorPredominante TÊXTIL DA PRODUÇÃO (expansão)
  11. 11. Novas relações de trabalhoDivisão de classes sociais: → Capitalista = dono dos meios de produção → Proletário = trabalhador assalariadoTrabalho = mercadoria que o trabalhador vende em troca de um salárioDeclínio da produção artesanal, produção em larga escala = Fábricas
  12. 12. Aumento da produção, barateamento dos custos, mais fácil acesso aos bens de consumoConcentração da produção industrial em centros urbanosSurgimento da classe operáriaOficinas artesanais deram lugar ao sistema fabril, onde a máquina homogeneiza o trabalho humano e acentua-se a divisão social do trabalho
  13. 13. ConsequênciasEconômicas: (“fim da escravidão”) → modo de produção capitalista se torna o modo de produção dominante → IMPERIALISMO = busca de mercados para extrair matérias-primas e vender manufaturados - Inglaterra e França = impérios coloniais na Ásia e África (partilha) - conflitos ( = 1ª guerra )
  14. 14. Sociais: → surgimento de gravíssimas questões sociais → jornada de trabalho de 15/16h por dia → salários miseráveis → péssimas condições de trabalho → salários pagos em vales → habitações de péssimas condições → exploração do trabalho infantil e feminino
  15. 15. → aumento do desemprego, exploração excessiva dos trabalhadores, surgimento das ideologias revolucionárias...Horas de trabalho por semana para trabalhadores adultos nas indústrias têxteis: 1780 - em torno de 80 horas por semana 1820 - 67 horas por semana 1860 - 53 horas por semana
  16. 16. Políticas: → Burguesia no poder, aplicação do Liberalismo “lassez faire, laissez passer” (deixai fazer, deixar passar)“plena igualdade de direito, desigualdade de fato” → sociedade baseada no dinheiro e na instrução
  17. 17. Reação dos trabalhadoresSurgimento dos sindicatos (Trade Unions)Cartismo (cartas ao Parlamento)Ludismo (quebra das máquinas)

×