Locu es com_e_sem_crase

1.513 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.513
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.218
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Locu es com_e_sem_crase

  1. 1. Locuções com e semcrase à cunha à frente (de)a álcool a curto prazo à frescaà altura (de) à custa (de) a frioà americana a dedo a fundoà argentina à deriva a galopeà baiana a desoras a gásà baila a diesel a gasolinaà baioneta calada à direita à gaúchaà bala à disparada a gostoa bandeiras à disposição à grandedespregadas a distância a grande distânciaà base de a duras penas a granelà beça a elas(s), a ele(s) à guisa deà beira (de) a eletricidade à imitação deà beira-mar à entrada (de) à inglesaà beira-rio a escâncaras a instâncias dea bel-prazer à escolha (de) à italianaa boa distância de à escovinha à janelaà boca pequena à escuta a jatoà bomba a esmo a joelhadasa bordo à espada a jurosa bordoadas à espera (de) a jusantea braçadas à espora a lápisà brasileira à espreita (de) à largaà bruta à esquerda a lenhaà busca (de) a esse(s), a essa(s) à livre escolhaa cabeçadas a este(s), a esta(s) a longa distânciaà cabeceira (de) a estibordo a longo prazoà caça (de) à evidência a lufadasa cacetadas à exaustão à Luís XVa calhar à exceção de a lumea cântaros a expensas de à luza caráter à faca à Machado de Assisà carga a facadas a maisa cargo de à falta de a mando deà cata (de) à fantasia à maneira dea cavalo à farta à mãoa cerca de à feição (de) à mão armadaa certa distância a ferro à mão direitaà chave a ferro e fogo à mão esquerdaa chibatadas à flor da pele à máquinaa chicotadas à flor de à margem (de)a começar de à fome à marinheiraà conta (de) à força (de) a marteladasa contar de à francesa à matroca
  2. 2. à medida que a pequena distância à revelia (de)a medo a pilha a rigora meia altura a pino a rira meia distância à ponta de espada à riscaà meia-noite à ponta de faca à roda (de)a meio pau a pontapés a rodoa menos a ponto de à saciedadeà mercê (de) a porretadas à saídaà mesa à porta às apalpadelasà mesma hora a portas fechadas às armas !a meu ver à portuguesa à saúde deà mexicana a postos às ave-mariasà milanesa a pouca distância às avessasà mineira à praia às bandeirasà míngua (de) a prazo despregadasà minha disposição à pressa às barbas deà minha espera à prestação às boasà minuta a prestações às cambalhotasà moda (de) à primeira vista às carradasà moderna a princípio às carreirasa montante à procura (de) às catorze (horas)à morte à proporção que às cegasà mostra a propósito às centenasa nado à prova às cinco (horas)à navalha à prova dágua às clarasà noite à prova de fogo às costasà noitinha a público às de vila-diogoà nossa disposição a punhaladas às dez (horas)à nossa espera à pururuca às dezenasante as a quatro mãos às direitasà ocidental à que (=àquela que) a distânciaa óleo àquela altura à distância dea olho nu àquela hora às doze horasà ordem àquelas horas às duas (horas)à oriental àquele dia às dúziasa ouro àqueles dias a secoà paisana àquele tempo a seguira pão e água àqueloutro(s) à semelhança dea par àqueloutra(s) às encobertasà parte à queima-roupa a sérioa partir de a querosene a serviçoa passarinho à raiz de às escâncarasa passos largos à razão (de) às escondidasa pauladas à ré às escurasà paulista à rédea curta às esquerdasa pé a respeito de a sete chavesa pedidos à retaguarda às expensas de
  3. 3. às falas à sua espera à-vontadeàs favas à sua maneira à vossa disposiçãoàs gargalhadas à sua moda a zeroàs lágrimas à sua saúde à zero horaàs léguas às últimas bater à portaàs mancheias à superfície (de) beber à saúde deàs margens de às vésperas (de) cara a caraàs marteladas às vezes cheirar a perfumeàs mil maravilhas às vinte (horas) cheirar a rosasàs moscas às vistas de condenado à morteàs nove (horas) às voltas com dar à estampaàs nuvens à tarde dar à luzà sobremesa à tardinha dar a mão à palmatóriaà socapa a termo dar tratos à bolaàs ocultas à testa (de) dar vazão ààs oito (horas) à tinta de alto a baixoà solta a tiracolo de cabo a raboà sombra (de) a tiro de fora a foraa sono solto à toa de mais a maisàs onze (horas) à-toa de mal a pioràs ordens (de) a toda de parte a partea socos a toda a brida de ponta a pontaà sorrelfa a toda força descer à sepulturaà sorte a toda hora de sol a sola sós à tona (de) de uma ponta à outraàs portas de a toque de caixa dia a diaàs pressas à traição em que pese aàs quais a três por dois exceção à regraàs que (=àquelas que) à tripa forra face a faceàs quartas-feiras a trote falar à razãoàs quatro (horas) à última hora faltar à aulaàs quintas-feiras à uma (hora) fazer as vezes deàs quinze (horas) à unha folha a folhaàs segundas-feiras à vaca-fria frente a frenteàs seis (horas) a valer gota a gotaàs sete horas à valentona graças àsàs sextas-feiras a vapor hora a horaàs sete (horas) a vela ir à bancarrotaàs soltas a velas pandas ir à forraàs suas ordens à venda ir às comprasàs tantas avião a jato ir às do caboàs terças-feiras à Virgem ir às nuvensàs tontas à vista (de) ir às urnasàs três (horas) à vista desarmada jogar às ferasàs turras à vista disso lado a ladoà sua disposição à volta (de) mandar às favasà sua escolha à vontade mãos à obra
  4. 4. marcha à rémeio a meionem tanto ao mar, nemtanto à terrapalmo a palmopara a frentepassar à frentepasso a passoperante aspôr à mostrapôr à provapôr as mãos à cabeçapôr fim à vidaquanto àsrecorrer à políciareduzir à expressãomais simplesreduzir a zerosair à ruasaltar à vistaterra a terratirar à sortetodas as vezesuma à outraumas às outrasvaler a penavoltar à cargavoltar à cenavoltar às boas

×