FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
I...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
1...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
2...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
T...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
A...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
2...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
O...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
3...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
E...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
A...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
3...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
O...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
A...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
4...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
C...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
O...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
E...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
S...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
6...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
E...
FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014.
u...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

20140719 itaú bmg consignado a concorrência e a busca pela eficiência bancária através de fusões e aquisições

1.054 visualizações

Publicada em

Embora o os maiores bancos do mundo ainda estejam concentrados nos países desenvolvidos, os bancos do BRICS passaram a sempre a figurarem entre o top 50. Especificamente no Brasil, foi visto os bancos lucrarem muito e com baixos riscos durante o período de alta inflação brasileiro. Após o plano real, ano após ano vemos os bancos desenvolverem novos produtos e buscando alta eficiência.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.054
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

20140719 itaú bmg consignado a concorrência e a busca pela eficiência bancária através de fusões e aquisições

  1. 1. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Itaú BMG Consignado: A Concorrência e a Busca pela Eficiência Bancária Através de Fusões e Aquisições Mário Januário Filho (m.januariofilho@gmail.com) MBA em Banking Estratégia Aplicada a instituições financeiras Prof. Dr. Osias Santana de Brito São Paulo, Julho de 2014
  2. 2. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 1. Introdução Embora o os maiores bancos do mundo ainda estejam concentrados nos países desenvolvidos, os bancos do BRICS passaram a sempre a figurarem entre o top 50. Especificamente no Brasil, foi visto os bancos lucrarem muito e com baixos riscos durante o período de alta inflação brasileiro. Após o plano real, ano após ano vemos os bancos desenvolverem novos produtos e buscando alta eficiência. A evolução do mercado e o crescimento da concorrência devido à entrada dos bancos estrangeiros no país, e a supracitada busca pela eficiência, provocou múltiplas de fusões e aquisições no mercado bancário brasileiro. Fonte: FARIA et al. (2006) Nos últimos trinta anos vêm ocorrendo um movimento de concentração no setor bancário do mundo todo. Este fenômeno ocorreu em função da desregulamentação dos mercados, do incremento do comércio mundial e pela demanda de produtos e serviços financeiros cada vez mais sofisticados. (OLIVEIRA & RIBARCZYK, 2013).
  3. 3. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 2. O Banco Itaú 2.1 História e Crescimento Em 1945 Alfredo Egydio Souza Aranha fundou o Banco Central de Crédito com uma agência no centro de São Paulo. Em 1953 passou a chamar Federal de Crédito e em 1964 o Federal de Crédito e o Itaú, anunciaram a sua fusão e o banco passou a se chamar Banco Federal Itaú S/A, já na época com 134 agências em cinco estados. O nome Itaú S/A foi adotado em 1974 quando houve a incorporação do Banco Aliança, Banco Português do Brasil e Banco União Comercial. A partir dai, começou a crescer rapidamente e tornar-se cada vez mais competitivo no mercado, indo para as primeiras colocações no ranking dos bancos privados. Nesse momento ocorreu a primeira grande campanha do banco: Ajude o Itaú a ser o primeiro. A partir dessa campanha, o Itaú passou a diferenciar-se pelo uso do marketing.
  4. 4. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Trecho de dissertação da folha de 2012: “Quanto custa o alaranjado?”:
  5. 5. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. A importância da informática, percebida desde cedo pelos dirigentes permitiu ao Itaú colocar-se, no final dos anos 70, como um dos maiores bancos do país e nos anos 90 transformou-o no único estabelecimento brasileiro a ter lugar entre os 100 melhores bancos mundiais. Em 2008, Itaú e Unibanco assinaram contrato de associação para a unificação das operações financeiras dos dois bancos. Foi o início formal da construção de um dos maiores conglomerados do Hemisfério Sul, com valor de mercado que o situou na época entre as 20 maiores instituições financeiras do mundo. Em 2011, o Itaú Unibanco chegou a figurar como 10º maior banco do mundo pelo critério de valor de mercado, segundo pesquisa da consultoria Accenture baseada em dados da Bloomberg. Fonte: Pesquisa da Accenture baseada em dados da Bloomberg (2011) 2011/05/31 BBVA 53 Bank of Comm 54 Deutsche Bank 55 Barclays 55 Lloyds 58 NAB 61 ANZ 61 Standard Chartered 64 Mitsubishi 65 BNS 66 Bradesco 69 Westpac Bank 71 UBS 73 Goldman Sachs 75 Sberbank 76 TDB 76 RBS 77 RBC 84 CBA 84 BNP Paribas 93 Itau 95 Santander 100 BofA 119 Citi 120 Bank of China 147 Wells Fargo 150 JPMorgan 172 HSBC 186 CCB 234 ICBC 257 - May 2011- (Bn US$) EMEA Banks Americas Banks APAC Banks - Dec 2008 – (Bn US$) Sumitomo Mitsui 50 Bank of Comm 51 US Bancorp 52 NAB 53 Banco do Brasil 54 BNS 60 ANZ 62 UBS 63 Standard Chartered 63 TDB 66 RBS 67 Bradesco 67 Westpac Bank 68 Lloyds 70 Sberbank 74 RBC 75 Mitsubishi 76 BNP Paribas 76 CBA 80 Santander 88 Goldman Sachs 91 Itau 97 BofA 135 Citi 137 Bank of China 140 Wells Fargo 163 JPMorgan 166 HSBC 180 CCB 222 ICBC 233 - Dec 2010- (Bn US$) 28 NAB 28 Bradesco BNP Paribas 38 Goldman Sachs 40 UBS 41 RBC 41 US Bancorp 44 Intesa SanPaolo 45 Mizuho 32 Sumitomo Mitsui 33 Unicredit 33 Westpac Bank 34 Bank of Comm 35 Citi 37 RBS 28 SocGen 29 CBA 30 TDB 30 Credit Suisse 31 Itau 31 BBVA 46 Mitsubishi 70 BofA 71 Santander 76 Bank of China 98 Wells Fargo 112 HSBC 117 JPMorgan 118 CCB 128 ICBC 174
  6. 6. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 2.2 Reconhecimento O Itaú Unibanco chegou aos 60 anos como o banco de maior força financeira no Brasil. Com mais de 2400 agências, mais de 26 mil caixas eletrônicos e o melhor internet Banking do Brasil, o Itaú-Unibanco também foi considerado o banco que mais inova e o mais admirado do país. Também foi o primeiro banco a figurar entre as 10 melhores empresas em responsabilidade social. Tudo porque o Itaú Unibanco é uma força que se renova constantemente. Fontes: Moody's Investors Service; Information Week; Revista Carta Capital (2010) 2.3 2012 - Foco na Eficiência Em 2010, foi finalizada a integração das agências do Itaú e do Unibanco, que propiciou a gestão orçamentária e de acompanhamento matricial dos custos e de receitas, o estabelecimento de metas para cada unidade de negócio e a disseminação de uma forte cultura de eficiência operacional. Awards for Excellence Revista Euromoney Julho de 2010 • Best Bank in Latin America • Best Bank in Brazil O Itaú Unibanco foi reconhecido como Melhor Banco do Brasil pela 12ª vez, e Melhor Banco da América Latina no Awards for Excellence, prêmio anual promovido pela revista Euromoney. Melhores da Dinheiro Revista Isto é Dinheiro Agosto de 2010 O Itaú Unibanco foi reconhecido com o 1º lugar no setor Bancos e também como o melhor em gestão de Sustentabilidade Financeira, dentro do setor. O prêmio é promovido pela revista Isto É Dinheiro e reconhece as melhores empresas em cada um dos 27 setores da economia. Latin America'a Best Managed Companies Revista Euromoney Março de 2010 O Itaú Unibanco foi eleito Latin America's Best Managed Companies - Most Convincing & Coherent Business Strategy - By sector: Banking & Financial, pela Revista Euromoney. Esta é a 4ª vez consecutiva que o Banco aparece como Empresa Melhor Administrada na América Latina.
  7. 7. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Os princípios desse projeto determinam a análise detalhada de indicadores de resultados, o compartilhamento das melhores práticas e o seu controle matricial. Após o projeto de integração, foi estabelecido o desafio de atingir o índice de eficiência de 41% ao final de 2013, índice que mede a relação entre despesas e receitas operacionais. A expansão do serviço Itaú Uniclass na rede de varejo, iniciada em Setembro de 2011, ultrapassou 1.300 agências e postos de atendimento bancário (equivalente a 26% do total da rede) que passaram a atender os clientes com gerências dedicadas, caixas exclusivos, limites de crédito revisados, consultorias especializadas e atendimento gerencial por telefone em horários estendidos, totalizando mais de 2.700 pontos de atendimento. Ao final de 2011, o banco contava com 105 mil colaboradores, incluindo 6 mil colaboradores em unidades no exterior. Foram contratados 15.185 colaboradores, sendo 1.474 estagiários, através de recrutamento externo, visando atender às demandas de expansão dos negócios e rotatividade normal. Com o objetivo de promover a valorização dos seus profissionais, o Itaú Unibanco movimentou internamente 7.932 colaboradores no ano de 2011, através de vagas internas e 1.656 colaboradores realocados por meio do Centro de Realocação neste período. Após tanto período de crescimento e expansão de mercado agressivo, notamos nos dias de hoje, por mais que não seja amplamente divulgada, uma redução do quadro de funcionários. O Banco foca cada vez mais em eficiência, análise de crédito, redução de custos e foco no mercado moderno, como exemplo o de crédito consignado.
  8. 8. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 3. O Banco BMG 3.1 História e Crescimento O BMG é uma instituição financeira privada controlada pelo Sr. Flávio Pentagna Guimarães e sua família. Como parte de um grupo maior de empresas, o chamado Grupo BMG que também é controlado pela família Guimarães, é uma sociedade anônima constituída em 25 de março de 1965 segundo a Lei das Sociedades Anônimas. O Grupo BMG possui investimentos nos setores imobiliário, agrícola, serviços e alimentos industrializados, entre outras atividades industriais, bem como na área financeira, representada pelo BMG e suas subsidiárias, que correspondem a mais da metade do patrimônio líquido do Grupo BMG. O BMG é hoje o principal foco da família Guimarães, sendo administrado de forma independente em relação a todos os outros negócios. A família Guimarães tem feito parte da indústria financeira do Brasil desde 1930, quando criou o Banco de Crédito Predial S.A. (mais tarde denominado Banco de Minas Gerais S.A.), um banco com uma rede de agências no estado de Minas Gerais. Esta instituição foi vendida em 1973, mas a família Guimarães permaneceu ativa na indústria financeira por meio de uma empresa de arrendamento mercantil, uma instituição dedicada à poupança e concessão de empréstimos, uma corretora de valores mobiliários, e uma empresa de financiamento ao consumidor.
  9. 9. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Em março de 1985, a empresa de financiamento ao consumidor, então chamada BMG Financeira S.A. – Crédito, Financiamento e Investimento, adquiriu 61,83% do capital de um banco comercial denominado Brasilinvest Banco Comercial S.A., o qual passou a chamar-se BMG Banco Comercial S.A. Em dezembro de 1988, a BMG Financeira S.A. – Crédito, Financiamento e Investimento tornou-se um banco múltiplo e, em abril de 1989, sua denominação foi alterada para Banco BMG S.A. Em julho de 1991, o BMG aumentou sua participação no BMG Banco Comercial S.A. para 99,65% das ações ordinárias e 98,73% das ações preferenciais deste. Em 1993, o BMG Banco Comercial S.A. foi incorporado pelo Banco BMG S.A. Até 14 de março de 1994, o BMG era registrado na CVM como uma companhia aberta, com ações negociadas nas bolsas de valores brasileiras. Em outubro de 1993, os acionistas aprovaram o fechamento de capital do BMG e, conforme determina a lei brasileira, a família Guimarães efetuou uma oferta a todos os acionistas minoritários para aquisição das ações do BMG com a base no valor contábil apurado em 30 de janeiro de 1994, indexado pela Taxa de Referência (TR). A oferta foi concluída em fevereiro de 1996. Até 1993, o BMG e a empresa de arrendamento mercantil, BMG Leasing, eram instituições separadas com gestão compartilhada. Em agosto daquele ano, o BMG adquiriu de membros da família Guimarães, 99,94% das ações ordinárias da BMG Leasing.
  10. 10. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. As atividades do BMG foram ainda consolidadas em fevereiro de 1994, com a aquisição pelo BMG de 95,66% (elevado para 96,96% no segundo semestre de 1994) do capital total da BMG Corretora, uma corretora de valores mobiliários, e em fevereiro de 1995, com a aquisição pelo BMG de 99% das quotas da BMG Factoring. Ambas as companhias tinham a titularidade e o controle exercidos por membros da família Guimarães. A BMG Factoring deixou de pertencer ao BMG em 1º de abril de 2009. Até meados dos anos 90, o negócio principal do BMG era focado no financiamento no atacado e varejo relacionado à indústria do transporte. Juntamente com suas subsidiárias, as quais eram administradas e operadas de forma integrada com o banco, o BMG oferecia serviços de arrendamento mercantil e arrendamento, principalmente para empresas operando na indústria do transporte, e oferecia empréstimos e arrendamentos a pessoas físicas, para a aquisição de veículos novos e usados. Devido à dinâmica desfavorável do mercado no segmento de financiamento de veículos no atacado e varejo, e após a crise econômica e financeira da Ásia em 1997, e a crise da moeda ocorrida na Rússia em 1998, o BMG decidiu reduzir de modo significativo sua exposição neste negócio. Em 1999, o banco passou a concentrar seu foco na concessão de empréstimos consignados a funcionários do setor público.
  11. 11. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 3.2 Perfil Corporativo O Banco de Minas Gerais, ou BMG, é conhecido como um dos maiores provedores de crédito ao consumidor do país. Seu negócio principal consiste em oferecer empréstimos com reembolso descontado automaticamente da folha de pagamento (empréstimos consignados), para funcionários de empresas do setor público no Brasil, incluindo empresas dos governos federal, estadual e municipal, e para aposentados e pensionistas do INSS. O BMG também oferece empréstimos comerciais a empresas de pequeno e médio porte, incluindo fornecedores e prestadores de serviços ao setor público brasileiro, outros tipos de empréstimos ao consumidor e empréstimos consignados a funcionários de empresas privadas. Anteriormente a dezembro de 2008, o BMG oferecia empréstimos consignados a funcionários de empresas privadas no Brasil, empréstimos ao consumidor e arrendamento para aquisição de veículos. Apesar do BMG não mais originar tais empréstimos, eles continuam a fazer parte da atual carteira de crédito. O BMG foi um dos primeiros bancos a oferecer no Brasil empréstimos consignados para funcionários do setor público e privado e aposentados e pensionistas do INSS. Considerando o limitado acesso do consumidor brasileiro ao crédito, historicamente, o segmento de empréstimo consignado cresceu para atender à necessidade de fontes alternativas de financiamento ao consumidor.
  12. 12. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Os consumidores têm utilizado o crédito consignado em substituição às mais tradicionais e caras linhas de crédito, tais como cheque especial e financiamento via cartão de crédito. Os reembolsos dos empréstimos consignados são descontados diretamente dos pagamentos recebidos por funcionários ou aposentados e pensionistas, conforme autorização de débito irrevogável concedida nos termos da lei brasileira. A inadimplência observada nos empréstimos consignados do BMG tem sido relativamente baixa, uma vez que a exposição do crédito é basicamente transferida dos consumidores a seus empregadores ou ao INSS. Os maiores empregadores dos quais os bancos aceitam descontos em folha para pagamento de financiamentos bancários são principalmente empresas do governo brasileiro, incluindo empresas do governo federal. Nos últimos sete anos, para administrar o forte crescimento da carteira de crédito do BMG, o banco tem efetuado a cessão de empréstimos, ou cessão de créditos, para outras instituições financeiras e para o Fundo de Investimento em Direitos Creditórios, ou FIDC. Na maior parte destes acordos de cessão de crédito, o BMG se compromete a recomprar dos cessionários parcelas inadimplentes, ou o montante total, de quaisquer empréstimos cedidos e não pagos.
  13. 13. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. As cessões de crédito permitem ao BMG transformar o valor dos empréstimos cedidos em caixa, concentrando os fundos na originação de novos empréstimos. As cessões de crédito possuem um papel importante na estratégia de captação do banco proporcionando liquidez, além de um considerável impacto na demonstração de resultado. O foco em empréstimos consignados tem permitido ao BMG desenvolver um profundo conhecimento do produto e posicionar-se como líder neste segmento específico do mercado brasileiro de crédito ao consumidor. Este foco tem permitido ao BMG não apenas tirar proveito do forte crescimento do mercado de empréstimos consignados, mas também aumentar seu desempenho financeiro e seus retornos. 3.3 Mensalão Em 2012 quatro executivos do banco BMG (um deles muito ligado ao empresariado do futebol Brasileiro) foram indiciados pelo envolvimento no escândalo do mensalão. O Ministério Público Federal alegou que o banco liberou dinheiro mediante empréstimos simulados ao a partidos políticos que envolvidos no caso.
  14. 14. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 4. O Crédito Consignado O Crédito Consignado é uma modalidade de empréstimo em que o desconto da prestação é feito diretamente na folha de pagamento ou de benefício previdenciário do contratante. A consignação em folha de pagamento ou de benefício depende de autorização prévia e expressa do cliente à instituição financeira concedente do empréstimo. SOARES (2014), descreve muito bem o atual mercado do crédito consignado, quando cita que a quantidade de usuários do crédito consignado cresce acima da média na comparação com outras modalidades, sendo que a opção já movimentava R$ 235 bilhões, sendo R$ 145,1 bilhões junto a funcionários públicos, outros R$ 71,2 bilhões entre beneficiários do INSS e R$ 18,6 bilhões perante trabalhadores da iniciativa privada. Apenas nos últimos 12 meses, a expansão no volume da alternativa é de 13,6%. Nesse período, o crédito não consignado evoluiu 7,2% e o cheque especial subiu 1,2%. Uma série de instituições financeiras tem se beneficiado desse cenário. Ainda que as taxas do empréstimo com desconto em folha tenham sofrido reajustes nos últimos meses, acompanhando a trajetória da Selic, o percentual cobrado fica abaixo dos demais produtos oferecidos no mercado. De acordo com as estatísticas do Banco Central, os juros do consignado variam de 0,41% a 6,7% ao mês, enquanto o não consignado oscila entre 1,84% e 22% ao mês. Alinhado a evolução do mercado, o Itaú desenvolveu sua estratégia de negócios com forte expectativa de crescimento para o Crédito Consignado, baseada nos objetivos de aumento do market share no setor privado e expansão das operações de refinanciamento e compra de operações.
  15. 15. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Contudo, a partir da fusão Itaú com Unibanco, o grande reforço da presença do Itaú Unibanco junto aos órgãos públicos. Conforme supracitado, além da grande incorporação na carteira em volume de operações como órgãos públicos (ex. Marinha e Exercito do Brasil), o novo banco Itaú- Unibanco também ganhou muito no que tange a crédito consignado na fusão entre, processos, pessoas, custos operacionais e sistemas, especialmente na área de business intelligence, área de grande investimento pelo Unibanco e antes pouco explorada pelo Itaú. Após o tombamento da carteira do Unibanco e o investimento na modernização para uma nova plataforma de originação em 2010, o Itaú se consolidou como um dos mais fortes do mercado de crédito consignado. O próximo passo, seria avançar sobre o pioneiro do mercado, o Banco BMG. 5. Itaú BMG Consignado Em Julho de 2012, mirando liderar o segmento entre os bancos privados e ampliar sua atuação nos créditos consignados, o Itaú anunciou a criação da Joint-Venture Banco Itaú BMG Consignado, uma aliança entre o Itaú Unibanco e o Banco BMG. Na época, divididos entre 70% do capital total desta nova entidade para o Itaú e o restante pertencente ao BMG. Visionários acreditavam que a carteira da joint-venture atingiria em dois anos um volume de 12 bilhões de reais.
  16. 16. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. O fundador do BMG, Flávio Pentagna Guimarães, chegou a negociar as associações com BTG Pactual e Bradesco que não vingaram. No caso do Bradesco, a parceria poderia render muito sucesso, contudo o Bradesco desejava em assumir o controle acionário, o que não era de interesse do BMG. A proposta que mais agradou os executivos do BMG foi dada pelo Itaú Unibanco, que mesmo sem comprar o controle, assumiu a máquina operacional do banco mineiro, eficiente na venda de crédito consignado. Com isso, passou a ter acesso a uma rede de três milhões de clientes, 637 convênios com órgãos públicos e quatro mil correspondentes. Com a transação anunciada ontem, Itaú e BMG se tornaram sócios em um novo banco, denominado Itaú BMG Consignado. Da maneira que o negócio foi conduzido, o Itaú ficou livre dos longos processos de diligência que seriam necessários em caso de aquisição do banco, tendo recebido as devidas aprovações dos órgãos reguladores posteriormente. Em abril de 2013 o Banco Central do Brasil considerou que “a operação não gera efeitos adversos à concorrência no mercado avaliado e que apresenta viés pró- concorrencial”, aprovando a associação entre o Itaú Unibanco e o Banco BMG na área de crédito consignado. No momento da aprovação pelo banco central, o empréstimo consignado, representava um mercado de R$ 172,3 bilhões, no qual o Itaú ocupa a sexta posição, enquanto o BMG figurava na briga com os bancos públicos.
  17. 17. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Em abril de 2014, o Itaú Unibanco anuncia um acordo de unificação de negócios de crédito consignado com o banco BMG e seus controladores, prevendo aumento de capital na joint venture pelo BMG. No mesmo mês, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou, sem restrições, a unificação das atividades de crédito consignado do banco BMG e do Itaú BMG Consignado S.A., joint venture do BMG com o Itaú Unibanco. Com o aumento de capital subscrito pelo BMG, o Itaú Unibanco deterá 60% do Banco Itaú BMG Consignado S.A, com o BMG ficando com os outros 40% da joint venture. Com a recente transação, o Itaú Unibanco visa atingir a liderança entre os bancos privados neste segmento, considerando, além das suas operações próprias de crédito consignado, a carteira da joint venture, a qual deverá totalizar, até o final deste ano, um volume acima de R$ 20 bilhões", segundo o próprio Itaú. Conforme citado no início deste presente documento, a operação converge com os recentes objetivos estratégicos do banco, visando à priorização de ativos de menor risco de default e rentabilidade atraente. Em resultado de primeiro trimestre divulgado nesta terça-feira, o Itaú informou que enquanto sua carteira total de crédito avançou 11,4% na comparação anual, o segmento de empréstimo consignado saltou 51,6%, no melhor desempenho entre suas linhas de crédito voltadas a pessoas físicas.
  18. 18. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. Segundo o Itaú, com a nova operação, a joint venture será o veículo exclusivo do BMG e de seus controladores para a oferta de crédito consignado no Brasil. O banco acrescentou que a unificação das operações de crédito consignado com o BMG não deverá ter efeitos contábeis relevantes nos seus resultados, sendo que continuará a consolidar a joint venture em suas demonstrações financeiras. Por fim, o mercado presenciou logo após o anuncio do novo acordo, as ações do Itaú- Unibanco (ITUB4) subiram 3% em três dias. Fonte: Adaptado de THOMSON REUTERS apud Exame (2014) Ibovespa LEGENDA: ITUB4 Marco da Joint-venture | 29/04/2014
  19. 19. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. 6. Referencias bibliográficas ACCENTURE. The global banking landscape: A new scenario after the crisis, London, 2011. BACNO CENTRAL DO BRASIL. Empréstimos consignados. Disponível em: <http://www.bcb.gov.br/?CONSIGNADOFAQ>. Acesso em: 18 julho 2014. CANUTO, O. A crise asiática e seus desdobramentos, São Paulo, 2000. DCI. Banco central libera união de itau com bmg no consignado. Disponível em: <http://www.dci.com.br/financas/banco-central-libera-uniao-de-itau-com-bmg-no- consignado-id343235.html>. Acesso em: 18 julho 2014. ESTADÃO. Dono do Banco BMG é condenado pelo mensalão. Disponível em: <http://esportes.estadao.com.br/noticias/versao-impressa,dono-do-banco-bmg-e- condenado-pelo-mensalao-imp-,951968>. Acesso em: 10 julho 2014. ESTADÃO. Quanto custa o alaranjado?. Disponível em: <http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,quanto-custa-o-alaranjado-imp-,821687>. Acesso em: 10 julho 2014. EXAME. Itaú Unibanco e BMG unificam negócios no consignado. Disponível em: <http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/itau-unibanco-e-bmg-unificam-negocios- no-consignado-2>. Acesso em: 10 julho 2014.
  20. 20. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. EXAME. Itaú Unibanco PN (ITUB4). Disponível em: <http://exame.abril.com.br/mercados/cotacoes-bovespa/acoes/ITUB4/grafico>. Acesso em: 10 julho 2014. FARIA, J et al. (2006). Fusões e Aquisições Bancárias no Brasil: uma avaliação da eficiência técnica de escala. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/TDs/td_1233.pdf>. Acesso em: 10 julho 2014. JORNAL DO COMÉRCIO. Crédito consignado tem demanda em alta no País. Disponível em: <http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=166951>. Acesso em: 18 julho 2014. PORTAL BANCO BMG. Histórico. Disponível em: <http://www.mzweb.com.br/bmg/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=30770&conta= 28>. Acesso em: 10 julho 2014. PORTAL BANCO ITAÚ. Quem Somos. Disponível em: <https://www.itau.com.br/sobre/quem-somos/>. Acesso em: 10 julho 2014. Ribarczyk, B & Oliveira, J. ANÁLISE DA CONCENTRAÇÃO BANCÁRIA BRASILEIRA ENTRE 2000-2011: O IMPACTO DA FUSÃO DO ITAÚ COM O UNIBANCO, Santa Cruz do Sul, 2013. UOL ECONOMIA. Itaú unifica negócio de crédito consignado com BMG e busca liderança. Disponível em: <http://economia.uol.com.br/noticias/reuters/2014/04/29/itau-
  21. 21. FGV – MBA em Banking - Estratégia Aplicada a instituições financeiras - Mário Januário Filho - São Paulo, Julho de 2014. unifica-negocio-de-credito-consignado-com-bmg-e-busca-lideranca.htm>. Acesso em: 18 julho 2014. VEJA. Envolvimento do BMG no mensalão será julgado em MG. Disponível em: <http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/envolvimento-do-bmg-no-mensalao-sera- julgado-em-mg>. Acesso em: 10 julho 2014.

×