Ministro Luiz Alberto Gurgel de Faria: Honradez e dignidade! 
(*) Marconi Pereira de Araújo 
Outubro/2014 
(I) 
Vou falar ...
(IV) 
Veja agora mais uma maravilha 
Outro gol, trinta anos de idade 
Desembargador Federal na verdade 
No Brasil precurso...
(VII) 
Na eletrônica criou Precatório 
E implantou na Justiça o Diário 
Nesta luta seguiu corolário 
O bastante é rever re...
(X) 
Consolida tão bem sua rota 
O torcedor do América de Natal 
Em Recife é Sport, que legal 
É honrado Ministro: STJ 
Ei...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cordel ministro luiz alberto gurgel de faria 2014 (4)

334 visualizações

Publicada em

Cordel de autoria de Marconi Pereira de Araújo em homenagem ao Ministro Luiz Alberto Gurgel de Faria.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
334
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cordel ministro luiz alberto gurgel de faria 2014 (4)

  1. 1. Ministro Luiz Alberto Gurgel de Faria: Honradez e dignidade! (*) Marconi Pereira de Araújo Outubro/2014 (I) Vou falar para quem quiser ouvir Dessa gente decente e tão fulgente Natural do Recife e competente Genuína expressão do meu sentir Ao fazer da vida um só servir Luiz Alberto fluiu em minha mente Sendo probo, atuante e diligente E que é tudo de bom que se deseja: Revelar pra você nessa peleja Paisagem a surgir solenemente! (II) Começou seus estudos em Natal Tão velozmente se destacou Seu realçado brilho ecoou Inteligência e virtude em bom grau Gol de placa soou sensacional Pra juiz do trabalho passou Foi em noventa e três este show Vestibular? Primeiro lugar: Orador? Turma espetacular Bem logo cedo eu sei que encantou! (III) Gurgel avante seguiu sua sina Relembro que já revelei na pista Vinte e três anos, juiz trabalhista Homem de luta e de disciplina Gente do bem que tanto fascina Julgando com arte é mais que artista No Rio Grande do Norte o idealista Juiz substituto sem igual: Foi em Vara Primeira e Federal Não tardou a surgir nova conquista!
  2. 2. (IV) Veja agora mais uma maravilha Outro gol, trinta anos de idade Desembargador Federal na verdade No Brasil precursor desta trilha Tempero e paixão pra quem só brilha Tradução de talento a autoridade Promoção? Confessar capacidade É só sucesso e determinação: No Tribunal da Quinta Região Sentimento é um só, felicidade! (V) Haja fortuna, firmeza e altura Corregedor-Geral bem brilhante Voz ativa, capaz, cativante O dirigente de Magistratura No Tribunal, destaque e compostura Na Escola que se fez cintilante Na Segunda ou Quarta Turma atuante Desse jeito em muito prosperou: O distinto se consolidou Na presidência? Sim, e foi gigante! (VI) Revista em Tribunal dirigiu Certamente outro marco e valor Tradução de labuta e amor Lá na Corte que então presidiu Sucesso que se sobressaiu Informática a todo vapor Aos trinta e nove anos, louvor Juventude a luzir como um gênio: Dois mil e nove a onze o biênio PJE com Gurgel só vigor!
  3. 3. (VII) Na eletrônica criou Precatório E implantou na Justiça o Diário Nesta luta seguiu corolário O bastante é rever relatório Ao inovar em são território Ações pra valer, terço e rosário Segundo lugar em Judiciário Dois mil e nove, pense num tento: No ranking de metas, nivelamento Afinal, tudo extraordinário! (VIII) O Doutor Luiz Alberto Gurgel Professor de mão cheia abarcou Primeiro lugar eu sei que logrou No concurso emergiu seu papel Aclamação daqui até o céu Fez a prova excelente e passou Este mestre e letrado mostrou Na Federal norte rio-grandense: Exemplo vivo no campo forense O Doutor em Direito arrasou! (IX) “Código Tributário Nacional...” Co-autoria de autores demais Lá na Revista dos Tribunais Gente assim soa só especial Tudo enfim é só sensacional Por ser estudioso e perspicaz Quem sabe, sabe, conhece e faz Palestras, artigos, publicação: Pura relíquia entoando a canção Que por ser o que é faz muito mais!
  4. 4. (X) Consolida tão bem sua rota O torcedor do América de Natal Em Recife é Sport, que legal É honrado Ministro: STJ Eita vida digna assim de nota Coroando este ser profissional Luiz Alberto Gurgel afinal Também mestre de engenho e postura: Insigne amante da literatura É ser mais que notável e magistral! (*) O cordelista MARCONI ARAÚJO é natural de Campina Grande – PB. Nasceu em 6 de julho de 1963. É graduado em Estatística, Licenciatura em Matemática e Bacharelado em Direito, com especialização em Direito Administrativo e Gestão Pública (UFPB), MBA em Poder Judiciário (FGV-Rio) e Mestrado em Desenvolvimento Regional (UEPB). É funcionário concursado da Justiça Federal na Paraíba (JFPB), com vasta experiência em atividades de cunho gerencial, exercendo de modo sequencial, desde 1999, funções de Direção de Secretaria em Vara Federal Comum, Especializada em Execuções Fiscais e, por último, Turma Recursal. É conteudista do Conselho Nacional de Justiça – CNJ e autor dos projetos Leilão Eficaz e Empório Judicial, reconhecidos nacionalmente. Embora tenha demonstrado, desde a adolescência, vocação para a prática poética, seu interesse pelas letras, em especial pela literatura de cordel, veio despertar mesmo a partir de sua inscrição no concurso “Justiça Federal em Cordel”, promovido pela instituição no ano de 2003, ocasião em que classificou e declamou o trabalho intitulado “Justiça Federal Fazendo História”, publicado no Jornal “Tribuna Jurídica”, da Associação dos Advogados de Campina Grande, com ampla repercussão no seio jurídico e literário do Estado da Paraíba.

×