“ PEDRA FILOSOFAL”<br />Música: Manuel Freire Letra: António Gedeão<br />Intérprete: Manuel Freire <br />Trabalho realizad...
Eles não sabem que o sonhoÉ uma constante da vidaTão concreta e definidaComo outra coisa qualquer<br />
Como esta pedra cinzentaEm que me sento e descansoComo este ribeiro mansoEm serenos sobressaltos<br />
Como estes pinheiros altosQue em verde e oiro se agitamComo estas aves que gritamEm bebedeiras de azul<br />
Eles não sabem que sonhoÉ vinho, é espuma, é fermentoBichinho alacre e sedentoDe focinho pontiagudoEm perpétuo movimento<b...
Eles não sabem que o sonhoÉ tela, é cor, é pincelBase, fuste ou capitelArco em ogiva, vitral<br />
Pináculo de catedral,Contraponto, sinfonia,Máscara grega, magia,Que é retorta de alquimista<br />
Mapa do mundo distanteRosa dos ventos, infanteCaravela quinhentistaQue é cabo da boa-esperança<br />
Ouro, canela, marfimFlorete de espadachimBastidor, passo de dançaColumbina e arlequim<br />
Passarola voadoraPára-raios, locomotivaBarco de proa festivaAlto-forno, geradora<br />
Cisão do átomo, radarUltra-som, televisãoDesembarque em foguetãoNa superfície lunar<br />
Eles não sabem nem sonhamQue o sonho comanda a vidaE que sempre que o homem sonhaO mundo pula e avançaComo bola coloridaEn...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ana Assunção

605 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
605
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ana Assunção

  1. 1. “ PEDRA FILOSOFAL”<br />Música: Manuel Freire Letra: António Gedeão<br />Intérprete: Manuel Freire <br />Trabalho realizado por: <br />Ana Assunção, 8º AE<br />
  2. 2. Eles não sabem que o sonhoÉ uma constante da vidaTão concreta e definidaComo outra coisa qualquer<br />
  3. 3. Como esta pedra cinzentaEm que me sento e descansoComo este ribeiro mansoEm serenos sobressaltos<br />
  4. 4. Como estes pinheiros altosQue em verde e oiro se agitamComo estas aves que gritamEm bebedeiras de azul<br />
  5. 5. Eles não sabem que sonhoÉ vinho, é espuma, é fermentoBichinho alacre e sedentoDe focinho pontiagudoEm perpétuo movimento<br />
  6. 6. Eles não sabem que o sonhoÉ tela, é cor, é pincelBase, fuste ou capitelArco em ogiva, vitral<br />
  7. 7. Pináculo de catedral,Contraponto, sinfonia,Máscara grega, magia,Que é retorta de alquimista<br />
  8. 8. Mapa do mundo distanteRosa dos ventos, infanteCaravela quinhentistaQue é cabo da boa-esperança<br />
  9. 9. Ouro, canela, marfimFlorete de espadachimBastidor, passo de dançaColumbina e arlequim<br />
  10. 10. Passarola voadoraPára-raios, locomotivaBarco de proa festivaAlto-forno, geradora<br />
  11. 11. Cisão do átomo, radarUltra-som, televisãoDesembarque em foguetãoNa superfície lunar<br />
  12. 12. Eles não sabem nem sonhamQue o sonho comanda a vidaE que sempre que o homem sonhaO mundo pula e avançaComo bola coloridaEntre as mãos duma criança<br />

×