Historia 1ª guerra mundial

62 visualizações

Publicada em

historia

Publicada em: Alimentos
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
62
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia 1ª guerra mundial

  1. 1. 1 Justifica a supremacia europeia no início do século XX A Europa era economicamente desenvolvida pois era a "fábrica" do Mundo (> fabricante, produtora e abastecedora), a maior investidora de capitais do Mundo, dominava os mercados internacionais, era a potência colonizadora do Mundo e era muito desenvolvida a nível científico e cultural. 2 Identificar os espaço primordial da expansão europeia Continente africano (porque era rico em matéria-prima e mão-de-obra mais barata) Continente Asiático 3 Identificar as principais potências europeias com interesses no continente africano  Grã-Bretanha  Alemanha  França 4 Identificar e justificar esses interesses As potências tinham um grande interesse no continente africano uma vez que este tinha muita matéria-prima que era algo que eles desejavam/necessitavam. Africa tinha ainda muita mão-de-obra e barata o que também beneficiava estas potências. 5 Definir Imperialismo Política expansionista, cujo o objectivo é estabelecer o domínio político, económico e cultural sobre outros territórios. 6 Comenta as afirmações: 1 - "A Europa precipita-se para fora de si própria"; 2 - "A política colonial é filha da política industrial" 1 - A Europa era um continente cheio de gente por isso a emigração era uma das suas necessidades. Tinha também algumas necessidades económicas, a nível da indústria, como matéria-prima, mão-de-obra barata, novos investimentos onde aplicar o seu capital e novos mercados. Para satisfazer estas necessidades a Europa fez a "Corrida à África" (daí também o interesse pelo continente africano).
  2. 2. 2 - O grande desenvolvimento da indústria, na Europa, gera necessidades de mais matéria-prima, mão-de-obra mais barata, novos investimentos e novos mercados. Por isso dá-se a Corrida à África e recorre-se ao colonialismo, para ocupar os territórios e assim fazer a exploração económica, para satisfazer as necessidades da Europa. 7 Relaciona a Conferência de Berlim com as Rivalidades coloniais no final do século XIX No final do séc. XIX, vivia-se um clima de grandes rivalidades económicas, uma vez que as potências lutavam todas pelos mesmos territórios. Para chegarem a um acordo reuniram na Conferência de Berlim, 1884/5, com o objectivo de fazer a divisão dos territórios africanos pelas potências economicamente desenvolvidas. + 8 Esclarece o significado de Princípio da Ocupação Efectiva Na Conferência de Berlim, estabeleceu-se o Princípio da Ocupação Efectiva. Este dizia que apenas as potências que fizessem uma ocupação efectiva dos territórios, isto é, fizessem uma defesa dos territórios, a sua exploração económica, criassem infra- estruturas e enviassem população. O direito histórico deixou de prevalecer, o que não beneficiou em nada Portugal. 9 Explicar a questão do Mapa Cor-de-Rosa (ultimato) Portugal não possuía capacidades quer económicas quer humanas, para uma ocupação efectiva dos territórios. Para afirmar a sua presença em África, Portugal organizou expedições militares entre Angola e Moçambique, pretendendo ocupar essa vasta zona, unido Angola a Moçambique. Este desejo está ilustrado Mapa Cor-de-Rosa. Mas a Inglaterra desejava estabelecer o seu império desde Cairo a Cabo (de uma ponta a outra de África) e o desejo de Portugal impedia o seu desejo. Para que Inglaterra conseguisse o que queria, fez um Ultimato a Portugal para que este se retirasse e Portugal acabou por ceder porque não podia fazer frente a Inglaterra e não cumpria o PRINCÍPIO DA OCUPAÇÃO EFECTIVA. 10 Distinguir os regimes políticos na Europa, antes da 1ª Guerra Mundial A Europa no século XX, é uma Europa de contrastes políticos e económicos: existem países que:
  3. 3. - adoptam uma democracia parlamentar liberal, desenvolvidos economicamente (industrialmente) - adoptam regimes autoritários (Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha) com uma economia marcada/rural. 11 Caracterizar a situação da Europa, política e económica, antes da 1ª Guerra Na Europa, vivia-se um clima de grande tensão e rivalidades. Esta caracterizou-se pelos nacionalismos (modo como a nação procura, a todo o custo, engrandecer/valoriza o que é seu). Existem movimentos nacionalistas como o pangermanismo e paneslavismo que defendiam os interesses dos alemães e dos povos Eslavos, respectivamente. (NACIONALISMOS) Havia ainda uma paz armada, imposta pelas armas (corrida ao armamento) e que também levou à formação de alianças. (PAZ ARMADA) (RIVALIDADES ECONÓMICAS) disputas territoriais e na própria Europa como foi o caso da Alsácia-Lorena e a região dos Balcãs (REGIMES POLÍTICOS) Distinguir os regimes políticos na Europa, antes da 1ª Guerra Mundial A Europa no século XX, é uma Europa de contrastes políticos e económicos: existem países que: - adoptam uma democracia parlamentar liberal, desenvolvidos economicamente (industrialmente) - adoptam regimes autoritários (Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha) com uma economia marcada/rural. 12 Indentificar as alianças militares e os países que as integram Tríplice Aliança: Império Alemão, Astro-Húngaro e Itália Tríplice Entente: Grã-Bretanha, Império Russo e França 13 Analisar o acontecimento que levou ao 1º conflito mundial
  4. 4. Em 1914, o herdeiro ao trono Austro-Húngaro, Arquitecto Francisco Fernando, foi morto por um estudante sérvio, na Sérvio. A Autro-Hungria responsabilizou a Sérvia por tal acontecimento e declarou-lhe Guerra. 14 Identificar os rivais da Alemanha e justificar essa rivalidade A Grã-Bretanha era o principal rival da alemanha. Eram rivais pelo comércio e matérias-primas. (Indústria) A França a nível de territórios. 15 Caracterizar a guerra da Trincheiras Foi uma guerra de espera por parte de cada um dos lados procurando defender a sua posição. Sucedeu à Guerra de Movimentos. A Guerra das Trincheiras sucedeu à Guerra dos Movimentos: - Ambos os lados escavaram vales (trincheiras) ao longo da frente das batalhas para conseguirem manter as suas posições. Este sistema de fortificação escavadas no solo: - Foi uma fase muito desgastante porque exigiu que milhões de homens vivessem Invernos rigorosos praticamente ao ar livre, rodeados de lama, convivendo com os ratos, obrigados a uma higiene precária e atacados por epidemias. Esta fase traduziu-se numa grande mortandade (pop. activa) Nota: Foi uma guerra de espera 16 Explicar a mundialização da Guerra  Os combates estenderam-se aos domínios coloniais e às áreas produtoras de matérias-primas  A política de bloqueio (através da qual os países procuravam cortar os abastecimentos dos seus adversários) atingiu toda a navegação e comércio mesmo nos países não intervenientes. Esta situação afectou também todo o quotidiano da população civil  A adesão de numerosos países aos blocos em confronto. Foi decisiva a entrada dos EUA na guerra, na sequência do ataque à sua Marinha Mercante por submarinos alemães. A sua intervenção (dos EUA), desequilibrou a Guerra a favor dos aliados.
  5. 5. 17 Avaliar a entrada dos EUA na Guerra (?) 18 Identificar a data do amistício da 1ª Guerra Mundial 11 Novembro 1918 19 Analisar o papel do presidente americano Wilson nas negociações de paz Presidente Wilson (EUA) resumiu as necessidades da Europa e do Mundo em 14 pontos. A a ele deve o novo mapa político. 20 Referir as alterações no mapa político mundial, depois da 1ª guerra Janeiro de 1919, Conferêcia de Paz (Paris) - Países Vencedores Mapa político: - queda dos grandes Impérios (Alemão, Austro-Húngaro, Turco) - aparecimento de novos estados (Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Checoeslováquia, Jugoslávia, Hungria) - alargaram as fronteiras (França - recuperou Alsácia-Lorena; Itália) (Mal Feito) - reduziram-se outras 21 Analisar as consequências do Tratado de Versalhes para a Alemanha Alemanha foi abrigada a assinar um tratado de paz muito penalizador, o Tratado Versalhes. Com este tratado a Alemanha foi obrigada a:  Entregar todas as suas colónias aos países v encedores;  Pagar indemnizações aos países que prejudicou  Desmilitarizar a margem esquerda do rio Reno (junta à f ronteira com os países ocidentais, nomeadamente França) e a margem direita num raio de 50 km  Ficar sem indústria de Guerra (que proporcionav a desenv olv imento económico e mais empregos) 22 Referir os objectivos da criação da Sociedade das Nações (SDN)  Def ender o direito dos pov os à autodeterminação  Apelar ao desarmamento  Promov er a cooperação económica, social e cultural entre os países  Proteger as minorias nacionais
  6. 6. - EUA acabaram por não aderir à SDN por discordarem das condições impostas a Alemanha pelo tratado de Versalhes. - Os países vencidos não foram convidados para fazerem parte da organização (vindo a fazer apenas mais tarde) - vão-se revoltar - SDN enfrentou dificuldades a cumprir os seus objectivos (organização não tinha força para se impor) 23 Justificar o fim da supremacia Europeia A Europa perdeu a supremacia pois ficou dependente dos EUA, que se tornou a maior potência mundial, uma vez que o território americano foi o único que não sofreu uma destruição e ficou com a sus estrutura económica intacta.

×